História No more - jikook - Capítulo 144


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-in (Kai), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han (Luhan), Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Wu Yifan (Kris Wu)
Tags Arma, Chanbaek, Comedia, Crack!fic, Drama, Ecchi, Equilibrado, Esporte, Fluffy, Homofobia, Hot, Hunhan, Jbottom, Jikook, Jk!bottom, Jk!top, Jm!bottom, Kaisoo, Lemon, Linguagem Informal, Longfic, Namjin, Rap Monster, Rm!top, Seokjin, Shounen Ai, Slash, Smut, Tiroteio, Vhope, Yugbam
Visualizações 135
Palavras 1.526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 144 - Cento e quarenta e quatro


Lisa sorriu com a raiva clara de Hyuna e do irmão da mesma. Fez o sinal de paz e amor com uma mão, enquanto com a outra, segurava a bazuca, com um projetil no cano da mesma.
Se desencostou de sua ferrari, se aproximando do galpão em passos lentos, com um sorriso debochado no rosto.

- Eae, Hyuna, quem é a vulnerável e a fraca agora? - Perguntou, vendo a mais velha franzir o cenho.

- Tirem o garoto daqui. - A Kim ordenou para os capangas.

Os homens obedeceram, pegando Yoongi pelas axilas, o levando para a porta de fundos do galpão.
Lisa franziu o cenho, se aproximando de Hyuna, se quisesse, poderia muito bem explodir tudo, mas antes, queria ter uma boa conversa.

- Por que você fez isso com o Yoongi? Ele não marecia. - Lisa afirmou, morrendo de dó pela situação em que vira o noivo.

- Ele me trocou. E ainda foi por você. - A Kim respondeu, se afastando, sabia que não podia com Lisa.

- A vida é assim, pessoas vem e pessoas vão. - Lisa afirmou, já preparando para atirar.

- Idiota, você sempre aparece para estragar tudo. - O irmão de Hyuna afirmou.

Lisa não respondeu, apenas riu, negando com a cabeça. Puxou a pistola do cinto de couro e atirou bem no meio da cara do mais velho.
Apontou dessa vez para Hyuna, quase pressionando o gatilho. O coração da Kim ferveu de raiva, encarando o cano da arma, apenas esperando o golpe de misericordia.
Mas ele não veio. Lisa, invés disso, atirou nos dois joelhos e nos dois ombros da mais velha. Iria fazê-la sofrer, assim como a mesma fizera com seu noivo.
A Kim gritou pela dor, se contorcendo de dor no chão, fazendo Lalisa sorrir e agachar, para ficar à sua altura.

- Sabe toda essa minha determinação e coragem? - Lisa perguntou, olhando nos olhos de Hyuna. - Sabe de onde ela vem? Ela vem de todas as partes de mim, apenas para proteger quem eu amo.

- Desgraçada. - Hyuna murmurou, entre dentes, pondo a mão no ombro.

- Você foi longe e provocando provocou a minha ira. - Lisa afirmou, se apoiando na bazuca. - Mas você esqueceu que eu vim de uma região pobre na Tailândia e que eu nunca pego leve com meus inimigos.

- Você é uma verdadeira rapariga que rouba o macho dos outros! - Hyuna exclamou e Lisa sorriu. - Fica aí se escondendo por trás dessa máscara de heróina nacional, mas na verdade vive rodando a bolsinha.

- Hyuna, meu anjo, entenda: enquanto eu tiver convicção de quem sou, seus comentários não me afetarão. - Lisa afirmou, ajeitando a jaqueta.

- Filha da puta. - A Kim sussurrou, fazendo Lisa rir.

A tailandesa se levantou e atirou na coxa da garota, saindo dali em passos curtos e lentos, ouvindo os gritos da garota mais velha.
Foi para os fundos do galpão, vendo Suga jogado ao chão, amarrado, tossindo sangue, gemendo de dor, com os olhos fechados.
Olhou para o mato, vendo que os capangas de Hyuna fugiam numa SW4 preta.
Mirou sua bazuca na traseira da 4x4, apertando o gatilho, fazendo o carro explodir, entrando em chamas, incendiando as árvores próximas.

- Lisa? - Yoongi chamou baixo, olhando para cima.

Lalisa olhou para baixo, vendo o noivo a encarando, com os olhos vermelhos de tanto chorar e o corpo repleto de machucados.
A tailandesa se agachou e, sem responder, pegou o mais velho no colo e o abraçou com carinho. Yoongi era pesado, mas nada que Lisa não pudesse aguentar.
Suga abraçou Lisa de volta, com o corpo dolorido, buscando conforto e proteção no abraço da noiva e no cheiro da mesma.

- Já tá tudo bem agora. - A tailandesa afirmou, pondo a bazuca nas costas.

Yoongi concordou, pondo a cabeça no ombro de Lisa, sujando a jaqueta de couro da mesma com seu sangue.
Lalisa não reclamou, apenas seguiu até sua ferrari, com o noivo no colo. Pôs Suga sentado no chão, apenas para que pudesse cuidar de alguns machucados do noivo.
Tirou uma gaze do bolso da jaqueta, enfaixando a cabeça do mais velho, vendo a gaze ser manchada pelo sangue de Yoongi.

Usou a gaze para enfaixar também alguns cortes mais superficiais do noivo, evitando tocar nos machucados mais profundos.
Beijou a testa do Min com carinho, fazendo carinho nos fios de Yoongi, tentando acalmar o mesmo.

- Como foi que você me achou? - Yoongi perguntou, olhando com agradecimento para Lisa pelos olhos.

- Seu iPhone, ele tem rastreador. - Lisa respondeu, olhando as mãos de Suga. - Suas mãozinhas.

- Eu sei. - Yoongi murmurou, olhando para a ferrari que estava ali ao lado. - Essa ferrari é sua?

- É sim. - Respondeu a tailandesa, retirando a jaqueta e entregando para que Yoongi colocasse.

- Ela é muito bonita. - Yoongi afirmou, tocando o símbolo da ferrari com seus dedinhos queimados e ensanguentados. - Você nunca me disse que tinha.

- Eu deixo ela escondida. - Lisa respondeu, ajeitando a jaqueta no corpo do noivo. - Chama muita atenção. Vem, vamos embora. - Pegou Suga no colo, o pondo dentro da ferrari, no banco do passageiro.

- Mas... O banco vai sujar. - Yoongi murmurou, preocupado, sentindo seu sangue manchar o banco de couro do carro de luxo.

- Tudo bem. - Lisa respondeu, pondo o cinto no noivo. - A minha prioridade é você.

- Eu te amo. - Yoongi afirmou, segurando as mãos da mais nova.

- Eu também te amo. - Lisa respondeu, dando um selinho nos lábios do noivo.

- É sério, Lis. - Suga murmurou sério, olhando nos olhos da tailandesa. - Eu te amo, amo muito. Você é a mulher da minha vida.

- E você é o homem da minha vida. - Lisa respondeu, dando um selinho no Min. - Vamos pra casa, eu vou cuidar de você. - Afirmou e Suga concordou.

Horas depois
Seoul - Coréia do Sul, 15h19min


- Será que tem como você parar de se mexer? - Lisa perguntou, tentando passar o remédio nas feridas do noivo.

- Mas arde. - Yoongi respondeu, fazendo biquinho.

- Deixa de frescura, deixa eu cuidar de você. - Lisa ordenou, passando o antiséptico nos cortes do rosto do noivo, seguido do Cicalfate, massageando a região de leve.

- Brigado por me salvar. - Yoongi agradeceu, deitando o rosto numa das mãos de Lisa, encarando a mesma.

Se não fosse Lisa, sabe-se lá o que teria lhe acontecido ou pelo menos se ainda estaria vivo.
Devia sua vida inteira à Lisa, principalmente pela mesma ter acabado com seu sofrimento.
Assim que fora levado para a parte de trás do galpão, apanhara ainda mais, com socos, chute e pontapés, até os homens fugirem na SW4.
Teve também seu cabelo cortado por uma faca cega, deixando tufos maiores que os outros. Uma verdadeira lastima.
Mas Lisa não se importava, para si, Yoongi sempre estaria lindo e perfeito, como sempre fora.

- Pronto. - Lisa murmurou, passando um pano limpo num dos cortes de Yoongi, que ainda sangrava um pouco. - Está tudo bem agora. - Afirmou, beijando a testa do noivo.

A tailandesa sabia que seria difícil para Suga superar o trauma que ficaria, mas estaria ali para si.
Entregou uma camiseta para Yoongi, para que o mesmo vestisse, enquanto acariciava os fios laranjas.
Quando terminou de vestir a camiseta, abraçou a cintura de Lisa, trazendo sua menina para mais perto de si.
Ficaram assim por um tempo, até Rosé chegar na cozinha. Estava determinada em falar para Lisa sobre seus sentimentos.

- Lis, posso ter uma conversa com você? - A neozelandense perguntou, brincando com os próprios dedos.

- Claro, pode falar. - Lisa respondeu, sorrindo.

- Lá fora. - Rosé pediu, inquieta.

- Tudo bem. - Lisa respondeu, beijando a testa de Suga. - Volto já, amor.

- Tá bom. - Yoongi respondeu, pegando o celular.

Lisa e Rosé saíram do apartamento, ficando uma na frente da outra. Rosé sentiu o coração acelerar ao ficar sozinha com Lalisa, frente a frente com a mesma.
Era agora ou nunca.

- E então? - Lisa perguntou, sorrindo. Ah, aquele sorriso.

- Lisa, eu tenho uma coisa para te dizer. - A neozelandense afirmou, coçando a nuca.

- Pode dizer. - A mais nova afirmou, simpática como sempre.

- Eu não sei como falar. - Rosé disse, chutando de leve o chão. Tinha medo do que Lisa iria pensar quando Rosé falasse que era apaixonada pela mesma.

- Pode dizer, não precisa ter medo. - Lisa afirmou, acariciando o rosto de Rosé, fazendo a mesma ruborizar-se. - Somos melhores amigas.

- Promete que não vai ficar com raiva ou com nojo? - Rosé perguntou, olhando para Lisa com um biquinho.

- Rosé, eu nunca teria raiva, muito menos nojo de você. - Lisa respondeu, olhando nos olhos da garota.

- Promete?

- Claro.

Rosé suspirou fundo, baixo a cabeça, fechou os olhos, contou até dez na cabeça decidiu como contar o queria.
Ergueu a cabeça e avançou em Lisa com um beijo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...