1. Spirit Fanfics >
  2. No Mundo De Fairy Tail >
  3. Natsu ainda vai nos matar pt-Final

História No Mundo De Fairy Tail - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Natsu ainda vai nos matar pt-Final


Fanfic / Fanfiction No Mundo De Fairy Tail - Capítulo 6 - Natsu ainda vai nos matar pt-Final

Depois de arrumar tudo para o plano dar certo saimos todos de dentro da caverna, Lucy se aproximou de mim colocando sua mão sobre o meu ombro e sorrindo.

Lucy- Vai dar certo né?

Eu- Lucy é quase um insulto você achar que o plano vai falhar.

Lucy- Desculpa é que eu realmente to preocupada com esse garoto.

Eu- Eu sei, olha quando o Gray congelar o cara ve se segura o Natsu por favor, eu conheço o dragaozinho e sei que ele pode tentar fazer alguma coisa.

Lucy- Você que manda.

Ela deu uma risada tão fofa que me deixou toda boba ouvindo, logo todos estavamos em posição.

Eu- Magia de espelhos, cópia !

Um espelho enorme surgiu e de dentro dele saiu uma enorme cobra, essa magia era uma das minhas favoritas ainda mais pra pregar peças no velhote, ainda lembro da primeira vez que usei ela pra fazer duas de mim e atazanar o mestre o dia todo, bons tempos.

Erza- Vamos lá!

Não demorou muito e ja estavamos de volta a prefeitura, todos na cidade nos olhavam incrédulos, o velho maldito ao nos ver veio correndo junto com a mulher.

Prefeito- E o meu filho? Aonde ele está?

Eu- Sinto muito, nao encontramos seu filho.

Prefeito- A morte dele foi vingada pelo menos.

Ele se aproximou da cobra porem antes dele chegar perto dela Gray o congelou, tudo no plano estava correndo perfeitamente.

Erza- Nós dissemos que não encontramos ele e não que ele estava morto.

Prefeito- Me soltem !

Quando olhei para a mulher ela ja nao estava mais ali, senti que algo estava errado então dei sinal para que todos ficassem alertas.

Eu- Nós sabemos a verdade, agora você vai pagar por tudo !

O homem ficou em silêncio por um minuto e logo começou a gargalhar, todos nos entreolhamos, ele estava achando graça da situação?

Gray- Qual a graça velhote ?

Prefeito- AGORA !

De repente fomos agarrados por raizes de árvore, daonde isso apareceu ? Aquilo estava tao apertado que eu pude sentir alguns ossos se quebrando.

Prefeito- Eu sabia que o pirralho do meu filho nao iria sair de perto dessa maldita cobra, eu a machuquei bem quando ela fugiu.

Quando olhei para ele o mesmo ja nao estava mais preso no gelo, ele se aproximou de mim e segurou firme no meu rosto, eu estava quase desmaiando pela falta de ar porem consegui olhar para o lado, Juvia nao estava ali, garota esperta.

Eu- O que você quer com a gente ?

Prefeito- Sabe o que vale mais no mercado negro do que as escamas daquela cobra ? Magia. A Fairy Tail é a guilda mais forte que tem, eu sabiá que só os melhores iriam vir, só não sabia que a grande maga dos espelhos viria junto com a grande titania.

Eu- Entao deixa eu ver se entendi, você vai drenar a nossa magia pra vender no mercado negro ? Tão original você.

Prefeito- Vou drenar a dos seus amigos e vender como se fosse a sua e da titania, a magia real de vocês duas eu vou guardar pra mim.

Eu mau conseguia ficar acordada, estava lutando para não desmaiar mas essa luta eu sabia que iria perder, antes de perder a consciência pude ver Juvia com um pedaço de madeira e então apaguei.

Quando acordei vi todos lutando contra um monstro de raízes enorme, com dificuldade e dor pelos ossos quebrados eu me levantei do chão.

Eu- Gray cuidado!

Rapidamente usei minha magia de espelhos repetindo a mesma magia que usei para derrotar aquela cobra que vimos no caminho, por muito pouco Gray nao virou espetinho. Eu me juntei a luta, todos estavamos dando o máximo de si, a chama de Natsu não era eficaz contra a droga de um bicho de madeira, o gelo de Gray era quebrado fácil, a água de Juvia nem mesmo fazia cócegas, Lucy estava claramente exausta pela invocação dos espíritos, eu estava desesperada, meus amigos estavam apanhando e nenhuma de nossas magias estava resolvendo. Enquanto eu corria pelas raízes do braço da criatura vi a mulher de antes encima de uma casa, ela estava controlando a criatura por isso estava praticamente impossível derrotar ela.

Eu- Natsu, encima da casa !

Fiz sinal para que ele visse e em menos de 10 minutos a criatura começou a se desmontar fazendo com que todos nós caissemos com força no chão.

Eu- Ta todo mundo bem ?

Me levantei com dificuldade, meus ossos estavam quebrados e minha magia ja estava bem no fim porem dei um sorriso ao ver todos se levantando, aparentemente estavam bem, antes que eu pudesse me aproximar deles sinto alguma coisa perfurar meu quadril, antes de desmaiar pude me virar e ver o velho maldito tirando adaga do meu corpo.

Eu- S-seu desgracado...

~1 hora depois~

Acordei sentindo muita dor no corpo, olhei em volta e notei que estava na enfermaria da guilda, quando abaixei um pouco meus olhos vi uma garotinha de cabelos azuis dormindo apoiada na cama, com cuidado levei minha mão até a cabeça da garotinha e fiz carinho na mesma que levantou rapidamente assustada.

Wendy- Você ta viva, que bom.

Eu- Você deve ser a Wendy né ? Obrigada.

Wendy- D-de nada, ainda bem que você acordou, todo mundo ta preocupado com você.

Eu- Como eu vim parar aqui ? Cade o pessoal ?

Wendy- Vocês vieram voando em uma cobra gigante, ta todo mundo bem, eu curei eles, estao la no salão.

Eu tentei me levantar, Wendy me ajudou a me apoiar nela, era uma garotinha muito fofa e gentil, com cuidado nós duas fomos até o salão, quando o pessoal me viram correram até mim mas Wendy nao deixou eles se aproximarem.

Wendy- Nem pensem nisso ! Os ossos dela ainda não estão bons.

Todos juntos- Desculpa.

Eu- Natsu vem aqui um minuto.

O garoto de cabelos rosa se aproximou de mim com a cabeça baixa.

Eu- UM DIA VOCÊ VAI CONSEGUIR MATAR A GENTE !

Dei um murro na cabeça dele fazendo o mesmo cair no chão, Wendy me segurou com força quando eu quase perdi o equilíbrio.

Natsu- Bruta !

Eu- Repete!

Erza correu e segurou a boca de Natsu antes que ele falasse mais alguma coisa, não demorou muito e todos ja estavamos mais calmos, me sentei no balcão ao lado do mestre que me olhava preocupado.

Mestre- Acho melhor você e os outros ficarem um tempo sem missões.

Eu- Eu concordo com você velhote.

Mestre- Vocês estão proibidos de pegar uma missão que for durante 1 semana.

Eu- Pelo menos agora eu descanso um pouco.

O velhote deu uma risada enquanto colocava a mão sobre o meu ombro, dei um sorriso de leve porem logo voltei a ficar séria.

Eu- Mestre o senhor sabe de alguma coisa que eu nao sei ?

Mestre- O que quer dizer com isso Sayuki ?

Eu- Aquele dia que o Laxus veio aqui o senhor ficou tao estranho e ontem eu tive um pesadelo com ele, eu não lembro muito bem mas  o pessoal disse que eu acordei gritando.

Quando levantei meu rosto para olhar ele o velhote estava pálido, aquilo entregava que ele sabia sim de alguma coisa e que nao queria me contar.

Mestre- Sayuki se nem você sabe por que eu saberia ?

Eu- O jeito que você age, eu sei que você é bem protetor com todo mundo mas quando o Laxus ta perto de mim você fica pior, e nao foi agora que eu notei isso.

Mestre- Agora nao é uma boa hora pra conversar, você tem que descansar, talvez outro dia.

Eu- Mas mestre.

Mestre- Sem mais !

Abaixei minha cabeça, então ele realmente sabia de algo, eu iria importunar ele até que ele falasse a verdade, é a minha vida afinal de contas e eu quero saber a verdade. O que de tão mal aconteceu entre eu eo Laxus que eu não consiga me lembrar ? Quais os segredos que o mestre esconde de mim ?

Lisanna- Sayu, posso falar com você?

Quando levantei minha cabeça vi o belo rosto gentil de Lisanna sorrindo pra mim, retribui o sorriso a ela que logo se sentou do meu lado.

Eu- Aconteceu alguma coisa Lis ?

Lisanna- Bem, eu a Mira e o Elf vamos pra casa, você quer ir com a gente?

Eu- Poxa, obrigada, eu vou adorar ir com vocês.

A garota levantou e saiu correndo voltando para perto dos irmãos eles pareciam muito felizes.

Lisanna- Ela aceitou !

Dei uma risada baixa olhando eles, olhei em volta vendo todos se divertindo, aqui era o meu lar e nada mudaria isso, eu amava essas pessoas mais que tudo no mundo.


Notas Finais


Dscp a demora eu tava sem pc e escrever pelo celular é horrivel. Espero que gostem desse cap e desculpa qualquer erro de ortografia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...