História No Promises - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Bts, Kim Taehyung
Visualizações 186
Palavras 1.305
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 9 - Cap.8


Fanfic / Fanfiction No Promises - Capítulo 9 - Cap.8

S/N POV


Sabe aquele momento em que seu cu tranca e não passa nem sinal de Wi-Fi? Então, sou eu agora. Eu olhava para o ser a minha frente e sentia meu estômago embrulhar por conta do cheiro do álcool.

S/n: O que está fazendo Taehyung? — pergunto tentando empurrar o mesmo.

Taehyung: Eu? Nada — diz com um sorriso malicioso nos lábios enquanto me olhava de cima a baixo — Mas acho que está bem na cara o que eu quero fazer, uh? — diz aproximando seu rosto perto do meu e desviando para o meu pescoço, deixando ali um beijo molhado, seguido de vários selares, deixando os meus pelos eriçados.

S/n: Taehyung saia — Digo arrastado enquanto colocava minhas mãos em seus ombros largos tentando o afastar, o que estava sendo uma luta agora.

Taehyung: Ah qual é S/a — diz — Não me diga que não quer brincar um pouco,uh? — diz passando suas mãos grandes pela minha cintura apertando a mesma e me fazendo soltar um arfar pesado.

S/n: T-taehyung, você irá perder a aposta se continuar agindo assim — digo o olhando.

Taehyung: Que se foda essa aposta idiota — diz rouco — Eu só quero foder gostoso com você naquela cama — diz se virando e apontando para a mesma.

É eles definitivamente está bêbado, até de mais 

O vejo agir de um jeito estranho, mais estranho do que já é, me fazendo franzir o cenho

S/n: Taehyung? — o chamo — Você está bem? — pergunto e vejo o mesmo correr para o banheiro. — Ah só o que me faltava — reviro os olhos.

Caminho até o banheiro e vejo o maior ajoelhado de frente a privada, colocando todas a bebidas que ele a via ingerido para fora, me agacho ao seu lado fazendo uma massagem na suas costas, para o ajudar, sigo seus movimentos com o olhar e o vejo dar descarga e se sentar no chão.

S/n: Está tudo bem? — pergunto.


'Ta essa foi uma pergunta bem idiota


Taehyung: Vou ficar — Diz e me olha — Me ajuda a levantar pergunta e eu assinto levemente com a cabeça, me levantando e estendendo as mãos para o mais velho, que não demora muito para segurar e se levantar.

 

Coloco seu braço por volta de meu pescoço e caminho com ele até seu quarto, abrindo a porta e o colocando sentado na cama, mas não demora muito para ele se jogar na mesma e murmurar palavras desconhecidas por mim.


S/n: Vai acabar invocando o demônio se continuar murmurando palavras sem sentidos — digo pegando uma roupa para ele, me viro e bato as roupas na lateral de minha coxa quando vejo o mesmo largado na cama e dormindo — Mas nem fodendo ele irá dormir fedendo a álcool desse jeito.


Deixo as vestes na poltrona e me aproximo dele


S/n: Taehyung?! — o chamo e bato em sua perna de leve — Taehyung acorda e vá tomar um banho para tirar essa catinga — Digo e sinto uma mão rodear meu pulso e me puxando.

Taehyung: Deveria ser mais carinhosa S/a — diz abrindo os olhos minimamente — Assim não irei casar com você — diz e o encaro incrédula

S/n: Para de ser iludido garoto — digo rindo e o vejo me olhar fixamente — Taehyung — o chamo baixo me aproximando lentamente e ouvindo apenas um "hm?", vendo o mesmo aproximar seu rosto também, fazendo sua respiração bater contra meu rosto — Você está fedendo, vá tomar um banho — digo me levantando e o ajudando — Tire suas roupas e entre naquele box e tome um banho gelado, irei pegar um remédio para você — digo para o mesmo que já estava tirando sua blusa, suspiro e dou meia volta, saindo do seu quarto e indo para o meu para me trocar, já que eu estava apenas de toalha, o que era arriscado ficar assim perto dele, que é um puta de um pervertido.

Ando até o closet, pego uma calcinha preta, um moletom cinza e um short preto soltinho, visto e passo um perfume doce. Pego a toalha e coloco no cesto de roupas sujas, penteio meu cabelo e caminho até a porta, descendo as escadas calmamente e indo até a cozinha para pegar um remédio para Taehyung, pego um copo e encho até a metade de água, pego o comprimido e saio da cozinha, começando a subir as escadas e ir para seu quarto, entro e deixo as coisas em cima do criado mudo.


S/n: Taehyung? — o chamo — Merda


Resmungo e abro a porta do banheiro, vendo o mesmo sentado no box, vendo os respingos de água percorrer seus corpo, me aproximo e coloco a mão embaixo d'água, sentindo a mesma quente.


S/n: aish — murmuro, espero a água quente escoar, e então ligo o chuveiro novamente.


Quando a água gelada começou a encharcar Taehyung ele acordou.


O Taehyung deu um pulo, ele respirava como se estivesse morrido e voltado a vida.


Ele começou a olhar me volta assustado tentando assimilar o que estava acontecendo.


S/n: Está tudo bem Taehyung — ele olhou para mim assustado

Taehyung: O que aconteceu S/N? — ele pergunta se apoiando na parede.


A camisa branca dele já se encontrava totalmente molhada e o cabelo dele pingava.


S/n: Você apenas bebeu muito — digo calma o olhando — Sua roupa está na poltrona e seu remédio no criado mudo, irei descer para fazer algo para você comer.

Taehyung: Isso realmente necessário? — Pergunta.

S/n: Se quiser passar mal o resto da noite ou algo assim — digo — Eu sei que isso deve ser uma situação difícil, mas o que irá tomar e o que eu irei te dar é apenas um remédio e uma sopa, não te fará mal — falo e o mesmo assente e ando até a porta — será apenas uma questão de tempo para ele fazer efeito — olhei para o garoto e ele me olhou, ele parecia vulnerável, prestes a chorar, mas mesmo assim não desviou o olhar, sai do banheiro e fui até a porta do quarto, saindo da mesma e descendo as escadas indo para a cozinha preparar a sopa.


~45 minutos depois~


Subo as escadas com o prato e entro em seu quarto, vendo o mesmo sentado na cama, suspiro e logo seu olhar distante é desviado para mim e um sorriso fraco é formado em seus lábios tão bem desenhados.

S/n: Aqui esta sua sopa — digo colocando o prato na sua frente e me sentando na outra cadeira.

Taehyung: Não irá comer? — perguntou e eu neguei, ele olhou para mim e depois para o prato em cima da mesa e assentiu murmurando apenas um "OK".


Colocou a toalha em cima da cama e veio em minha direção.

Por um segundo meu corpo congelou e eu queria que ele me beijasse, mas passou reto e se sentou na minha frente, ele pegou a colher e começou a tomar a sopa.

S/n você não se pode deixar levar

Lembre-se que tudo isso é apenas uma aposta, nada além disso.


~Quebra de tempo~


Eu já tinha descido e lavado a louça.

Ficar no mesmo quarto que Taehyung sem assunto é tipo pedir para ser atacada por um leão faminto.

Fui até ele e coloquei a mão em sua testa

S/n: Você está melhor, porém o enjoo pode voltar durante a noite. — digo e o mesmo assente levemente — Irei dormir, boa noite — falo apagando a luz e deixando apenas a luz do abajur acesa

Taehyung: Boa noite S/n — diz se deitando, saio de seu quarto e fecho a porta, entrando no meu, e em seguida me jogando na cama

Ainda fiquei um bom tempo deitada me acalmando, hoje tinha sido um dia bem incomum.

Em um início de noite fui levada a uma festa de traficantes pelas minhas amigas, depois transado com Hoseok e depois ficado em uma situação constrangedora com Taehyung que estava bêbado e acabei cuidando dele.

Que noite

Após alguns minutos acabei dormindo.


Notas Finais


Sim, eu voltei...
Está puxado para mim no colégio, perdi média nas matérias de exatas, é eu tomei no cu, por isso não estava postando, minha auto-estima tinha ido lá no fundo do poço...
Desculpa os erros e pelo capítulo ruim... Mas espero terem gostado, comentem é importante para mim, sim? Bye baby's até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...