1. Spirit Fanfics >
  2. No Quarto do Líder - Titans >
  3. Capítulo Único

História No Quarto do Líder - Titans - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Tentei capturar ao máximo a personalidade tanto do Dick quanto ao do Conner, sofri um pouco porque eu não sabia se eu criava essa ou uma outra, que deve sair daqui a uns dias ou ainda sim atualizava uma, mas tá aqui.

Sempre "fanfiquei" (Aurélio, oficializa meu neologismo POR FAVOR!!) o Gar com o Conner, mas dei um espaço para o Conner se divertir um pouco com o Dick também.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


- Kory, Rose e Dawn, vocês vão direto para o centro. Enquanto Gar e Hank vão a área norte da cidade, eu e Conner vamos continuar a monitorar e se precisarem de intervenção estaremos de olho.


Sendo assim, os grupos se alinharam e se dirigam para as suas respectivas áreas da cidade.

Conner não estava presente nos anúncios do líder e acreditava estar totalmente sozinho na torre, o deixando solto o suficiente para andar conpletamente nu pelo local, e agora viu menos problemas, como não havia ninguém, suas roupas estavam secando e não havia outras para substituir.

Ao pegar a gigantesca tigela de cereal de milho e aveia, foi que viu Dick entrar no mesmo cômodo que ele estava, não tardou em se colocar atrás de uma das bancadas e viu o líder torcer um pouco o rosto.


- Eu achei... Que estava sozinho e minhas roupas estavam secando.


Seu rosto tornava-se cada vez mais vermelho ao tentar explicar a situação inteira. Arrancando uma risada em meio a situação. 


- Sem problemas, já vi corpos masculinos antes... Gar.


- Gar.


Os dois disseram ao mesmo tempo, era comum que o menino que se transfomava em tigre quando voltava a sua forma humana perdia completamente suas roupas nem que fosse por cinco minutos.


- E Hank, e Garth também.


- Sem problemas então?


- Sem o menor problema.


Ainda que ele falasse que não havia problema, Conner apresentava tanto desconforto que mal conseguia comer, a tigela ainda estava em cima da mesa.


- Você quer falar algo?


Apressou o líder, enquanto estava na mesma área da cozinha que Kent, logo vendo todo o seu corpo descoberto uma vez ou outra enquanto buscava por alguma coisa nas prateleiras, Dick mesmo sem a intenção não conseguia desviar o foco do pênis ou da bunda do outro rapaz. 


- Não... - Conner pensou melhor e bateu com o dedo indicador e o polegar na bancada - Na verdade, quero.


Teve confirmação para prosseguir quando o líder soltou um "hm".


- Quero agradecer por aquele dia no parque, eu poderia ter causado estragos maiores sem a sua ajuda.


- Somos família, é isso o que fazemos.


- E eu... Quero fazer outra coisa, Hank disse que não teria problemas.


Kent saiu da área onde estava e se colocou de frente para Grayson, Dick olhou para os olhos claros dele e então em um ato inesperado recebeu apenas um selinho nos lábios. 


- Eu errei de local.


Conner se apressou em explicar e beijou a bochecha do outro, estava sentindo seu rosto quente, embora Gar e ele já tivessem transado.


- Eu gosto mais no outro.


Antes que o metade kryptoniano fosse falar, Dick levou levemente seu rosto para trás rindo baixo e então disse:


- Eu sei de você e Gar. E sei que ele não quer nada sério, então você está livre pra fazer com outras pessoas.


Conner ouvia o líder com paciência, afirmou com a cabeça nas vezes em que ele pausava para completar a frase.


- Me dê outro desses na boca.


Ele pediu e Conner levou seus lábios de encontro aos de Dick, a ideia de fazer isso com alguém diferente era um pouco estranha, e principalmente com o líder tornava ainda mais constrangedor, mas ao mesmo tempo ele queria fazer, e ele iria.


- Se solta, Conner, nem parece que você anda pelado pela casa as vezes.


Dick passou sua língua pelo lábio inferior do novo membro dos Titans, em seguida puxou levemente com seus próprios dentes.


- Vou me soltar.


Alertou Conner antes de beijar de vez ele. As bocas se chocaram durante um bom tempo, porém as mãos de ambos não passavam nem perto de acariciar o corpo um do outro no início.

No terceiro estalo, Dick passou as mãos no ombro do outro rapaz e deu fim ao primeiro beijo.


- Assim mesmo.


Dick desceu com suas mãos em torno das costas largas de Conner antes de seus lábios se tocarem pela primeira vez, embora o Superboy tenha experiência com sexo com Gar e depois Jason, o ato do beijo ainda não era muito comum, deixando ele um pouco deslocado na hora, mas nada que Dick não fosse calmo o suficiente para ajudar.

Em seguida, separou e passou as mãos em torno da própria camisa, retirando a mesma e se igualando o torso nu do outro rapaz, colocou ela nos ombros e em seguida apoiou uma das mãos no ombro de Conner.


- Para o quarto, aqui na cozinha é extremamente desconfortável.


Disse simples e os dois rapazes caminharam rápido para o primeiro quarto, que por sorte era do líder.

Em seguida Conner fechou a porta enquanto Grayson tratava de retirar o restante das peças de roupa no ritmo mais rápido possível, e logo os dois estavam completamente nus e as roupas de Grayson estava cada um em um canto do quarto.

Asa Noturna se ajoelhou no carpete e puxou Conner para si, encaixando o meio kryptoniano dentro de sua boca.


- Você está realmente querendo isso.


De fato estava, a última pessoa com quem Dick havia transado era Kory depois teve seu momento com Hank pelos velhos tempos, e isso fazia um bom tempo, e se masturbar não tinha a mesma sensação que ter seu pênis dentro de alguém ou alguém por dentro de si, independentemente do sexo.

A medida que a ereção tomava o corpo dos rapazes, Dick foi obrigado a levar sua boca cada vez mais perto da glande, em vista que Conner era grande demais para ser levado por inteiro, mas era um desafio no qual Dick aceitava e pretendia cumprir. Fechou os olhos e permitiu que seu inconsciente assumisse o comando, indo e voltando com a cabeça enquanto deixava Conner bem babado.

Nem percebeu quando Conner envolveu seus dedos em seus próprios fios castanhos e aumentava o ritmo do boquete, e também não percebeu quando tinha quase tudo de Conner em sua cavidade bucal.

Logo, Dick afastou seus lábios em torno da carne, porém desejando estimular Conner até que este liberasse seu gozo quente dentro de sua boca, mas queria outra coisa.


- Sua hora de retribuir, você mesmo alegou que queria.


Não se mexeu e apenas subiu com o corpo o máximo possível, cabendo Conner deitado no carpete macio e sobrando espaço para deixar todo seu corpo esticado sem que tocasse na porta. Nesta área o filho de Clark tinha experiência o suficiente, levou a mão em torno da base e masturbou por pouco período antes de juntar a boca em uma dupla estimulação a carne de Dick, que por sua vez apenas encostou a cabeça no carpete e manteve os olhos fechados, evitando gemer muito para entregar sua abstinência e extrema sensibilidade em qualquer área que o proporcione prazer.

Um pouco da baba que Conner soltou escorreu em torno do pênis até chegar entre as nadegas de maneira proposital, deixando agora que todos os membros superiores de Conner estimulasse o líder dos Titans. Aos poucos Conner tinha seus dois dedos apenas encaixados no interior de Grayson, enquanto sua outra mão e boca trabalhavam com habilidade todo o pênis do outro.


- Fode... Me fode logo.


Grayson se manifestou.

Kent se ajoelhou próximo as nadegas, porém apanhou dois travesseiros que estavam em cima da cama e com apenas uma mão levantou todo o quadril do líder e deixou que sua bunda ficasse alta o suficiente.


- Terceira gaveta, e seja rápido.


As mãos de Dick foram involuntarias ao tocar em sua própria glande, rodeava o polegar em torno da área mais sensível de seu corpo que ainda liberava pré gozo abundante sem ao menos esforço.

Conner jogou lubrificante em sua carne e passou por toda sua extensão, misturando um pouco da lubrificação natural liberada pelo corpo, alinhou contra o ânus do líder e forçou para frente, levando seu tronco junto para frente, entrando de uma vez só e ao mesmo tempo beijou Asa Noturna, que por sua vez envolveu as mãos em torno da nuca do metade kryptoniano e retribuia seu beijo com total desejo e devoção, poderia transar agora no ar se o rapaz conseguisse voar. A sensação era boa, melhor do que qualquer outra foda nos últimos quatro anos.

Beijava ainda o companheiro de equipe enquanto seu pau esfregava em torno do abdômen bem definido de Conner, em qualquer afastamento mínimo de bocas ele gemia alto mesmo que os movimentos continuassem lentos. Dick estava realmente precisando disso.

Separou os beijos e subiu com as mãos para os fios de Conner, empurrando sua cabeça para trás e fazendo ele dar de cara com seus mamilos, e Conner sabia o que fazer com estes, Gar já o tinha ensinado a fazer e pondo em prática, tratou de estimular aquela área com sua boca, usando sua língua e até dentes em mordidas simples tanto pelo mamilo quando pelo restante do peitoral.

Dick estava nas nuvens e gemendo alto o suficiente para ser ouvido por toda a área. 


- Foda cara... Vá mais rápido. 


Conner passou a ir rápido dentro de Grayson, batendo seus testículos contra a pele do outro e ecoando pelo quarto, seus dedos se contorciam nos fios de Conner enquanto ele ainda estava tratando bem de seus mamilos.

Gozou em algumas investidas de Conner depois, melando o peitoral e abdômen tanto dele quando o seu. Apertou o pênis de Conner dentro de si e não o fez diminuir suas investidas.


- Você... Gozou muito.


Comentou Conner enquanto olhou para baixo, Dick ainda se mantinha em êxtase gemendo em um timbre mais grave e rouco devido ao orgasmo recente.


- Mas eu quero mais Conner, não pare por nada!


Lentamente, Dick empurrou o corpo do kryptoniano para o lado e subiu em cima de seu corpo sem ao menos sair de seu pau.

Apoiou a mão direita na cama e a outra foi em direção ao seu próprio pau, se maturbando novamente, e embora Dick tivesse gozado, seu pênis ainda estava duro e se sentia cheio de energia novamente para outra gozada.

Passou os dedos em torno de seu peitoral, não sabendo mais onde iria se estimular ao máximo para aliviar todo o tesão acumulado.


- Você me aguenta?


- Como assim?


- Me levantar.


- Sim, eu consigo mexer um carro, eu aguento você. 


- Me foda em pé. 


Dick saiu de cima de Conner, não se dando por satisfeito ainda.


- Vamos cara, vai ser bom.


Conner levantou ele pela cintura e encostou na parede, Grayson envolveu as pernas em torno dele e as mãos em seu pescoço, uma perna deslizou e apoiou em cima da cama.


- Eu nunca transei assim.


- Ótimo, agora encaixe e não pare de me foder.


Conner encaixou novamente dentro do líder que gemeu alto e voltou a mexer rápido, Dick estava completamente molhado de suor e Conner tinha pouco líquido escorrendo em torno de suas têmporas.

Enquanto o pênis de Dick se esfregava em torno do abdômen do outro, não havia necessidade de se tocar mais, deixando ele de olhos fechados e apenas gemendo alto o suficiente a cada investida de Conner.


- Eu acho... Que...


Conner não conseguiu concluir a fala e gemeu alto, derramando em abundância dentro de Dick, mas sua parte kryptoniana não o deixou parar e continuou a investir contra Dick, que por sua vez apenas deixou um sorriso escapar de seus lábios enquanto era preenchido pelo líquido quente que tanto queria dentro de sua bunda.

Levou a mão dentre o mínimo espaço e conseguiu envolver sua mão em torno do peitoral de ambos, voltando a bater uma deliciosa punheta.


- Vai Conner... Não pare me foder, eu ainda quero gozar de novo.


Conner tomou a frente e levou o líder para o lado, caindo na cama novamente e o fodendo com toda a energia que ainda tinha.

As pernas de Dick envolveram na cintura de Conner e sua mão foi substituída pela mão do kryptoniano, o punhetando principalmente na área da glande em um ritmo rápido e gostoso.

Apenas um gemido alto anunciou que gozou pela segunda vez, suas pernas fraquejaram desta vez e soltou as pernas da cintura do mais novo membro dos titãs, mas ainda mantendo ambas abertas e ele entre elas.

Passou a última vez a mão em torno de sua carne expulsando o restinho de esperma que ainda poderia ter e por fim soltou a mão na cama, encostando a cabeça no último travesseiro que sobrou na cama, fechou os olhos e relaxou por completo 

Conner aos poucos saiu do interior de Grayson e se sentou na cama do outro lado, apoiando suas costas na cabeceira enquanto o líder mantinha-se deitado e com o peito subindo e descendo rapidamente.

Quando Asa Noturna estabeleceu uma respiração continua e estável, se sentou de frente para Conner e passou suas pernas em torno das dele, as peles dos dois ficavam bonitas juntas.


- E... Boas vindas ao time, Conner.


Dick havia se esquecido completamente do computador e de todos os integrantes no momento do sexo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...