História No rules ' KTH ' 2 temporada. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bighitbtsbulletproof, Chimchim, Hoseok, Jeonjungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kimtaehyung, Namjoon, Seokjin, Suga, Taehyung, Taetae, Yeontan, Yoongi
Visualizações 100
Palavras 1.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - New start


Fanfic / Fanfiction No rules ' KTH ' 2 temporada. - Capítulo 3 - New start

2 MESES DEPOIS

...

Depois de várias tentativas e varias mudanças ainda não sabia como deixar os móveis da sala. Há mais ou menos duas semanas que tinha tomado a decisão de mudar tudo, mudar os móveis de lugar, mudar as cores dos cómodos e principalmente a sua decoração. Claro que jamais teria conseguido fazê-lo sozinha, tivera a ajuda crucial de alguns amigos que estavam sendo como uma rocha. Com o tamanho da minha barriga e as dores constantes o médico recomendara muito repouso e pouco stress.

- Alice você não acha que já está bom?

- Não, ainda não está do jeito que eu quero. – eu tinha certeza que podia melhorar, só precisava tentar mais um pouco.

- Você já mudou esse sofá de lugar oito vezes, se decida querida! – não pude evitar soltar uma gargalhada, Hoseok estava mais impaciente do que nunca.

- Eu também acho que ainda não está legal. – exclamou Jin dando-me apoio.

- Vamos colocá-lo ao pé da janela. – pedi, Hoseok e Namjoon levantaram o sofá do lugar novamente e o levou até a janela.

- Bem melhor! – exclamou Jimin.

- Sim, também acho. – agora sim estava perfeito.

Só tinha uma semana até o nascimento dos bebés e tudo tinha que estar perfeito. Mudará todo o apartamento e estava aos poucos me acostumando com a ideia. A ajuda dos rapazes estava sendo crucial para preparar tudo para a chegada dos meus bebés. Jamais teria conseguido fazer tudo sozinha e ainda repousar. 

- Está ficando lindo. – a voz de Namjoon soou reconfortante.

- Sim, está lindo. Já está quase tudo pronto. – sorri ao pensar que em poucos dias teria meus filhos nos braços.

Sai da sua companhia e fui em direção a cozinha, mas logo em seguida senti sua presença atrás de mim.

- Ele estará aqui Alice.

- Você disse isso a semana passada .. – murmurei.

Eu não deixara de acreditar no amor de Taehyung por mim mas com certeza aprendera a viver sem a sua presença. Há exatamente dois meses em que não nos falávamos e só soubera notícias suas através de Namjoon que insistia em manter acesa em minha memória a sua lembrança. Sempre que fazia algo ele continuava dizendo que Taehyung voltaria e me ajudaria, mas com o passar do tempo parei de acreditar. Querendo ou não eu estava sozinha no momento e precisaria de todas as forças que tinha para cuidar dos meus filhos.

- Eu sei .. – murmurou.

- Você acha que devo mudar a cor das paredes da sala? – questionei mudando de assunto.

- Alice .. ele estará aqui. Jungkook ficou para ter certeza que ele voltará recuperado. – insistiu ele.

- Namjoon, já se passaram dois meses. – respondi.

- Eu sei, mas .. – o interrompi.

- Sem mais! Taehyung não está aqui, eu estou. – respondi brutalmente.

Ele se levantou e saiu da cozinha sem me responder, provavelmente estava chateado. Eu não queria esquecer que Taehyung existia e nem mesmo querendo eu conseguiria já que ele é o pai dos meus filhos, mas não podia continuar vivendo por ele. Esperando que ele volte para os meus braços e queira ficar do meu lado.

- Alice .. – murmurou Jin ao se aproximar.

Desde que o médico recomendara repouso, todos eles tinham o maior cuidado para não me assustar. Já que eu passava metade dos meus dias presas nos meus pensamentos morrendo de saudade daquilo que vivera com Taehyung.

- Sim .. – murmurei.

- Você está bem? – há semanas que não sabia o que significava a palavra estar bem.

- Sim.

- Você tem aguentado bem.. – disse ele se aproximando mais.

- Não é mérito meu. – murmurei.

- Vamos, sente-se eu termino isso. – disse ele pegando os legumes da minha mão.

Desde que voltara da Espanha Jin se tornara um bom amigo, um conselheiro e acima de tudo um cozinheiro pessoal. Se não fosse por sua companhia e sua força eu não teria conseguido suportar a solidão e a falta que Taehyung me fez. Ele sempre esteve do meu lado, fez questão de que eu não sentisse tanto e com suas palavras de sabedoria sempre soube como acalmar meu coração.

- A nova decoração ficou perfeita. – comentou ele cortando um tomate.

- Ainda não sei se mudo as cores das paredes da sala. – respondi pegando uma fatia e a colocando na boca.

Ele sorriu.

- Não acho que precise, mas se você quiser faremos já.

Já que Taehyung não estava presente eu tinha que organizar tudo sozinha. Rasgara e jogará fora todos os nossos planos e começara os meus planos sozinha. Comprara o apartamento ao lado e derrubara a parede fazendo-o em um só, as obras duraram alguns dias mas o resultado era fenomenal. Estava tudo do jeito que eu queria, desde a sala até a cozinha. O banco fizera o financiamento perfeito e eu estava muito feliz por tudo ter dado certo.

- Alice .. – murmurou Jin trazendo-me a realidade.

- hm .. – olhei-o.

- Ele voltará ..

Será? Será que eu devia acreditar que Taehyung voltará? Se ele o fizer, quando era a pergunta que não saia da minha cabeça!? Quando ele voltaria? Quando?

- Quando?

- Eu não sei .. mas sei que ele voltará. – sua resposta me deu conforto, apesar de não acreditar que Taehyung voltasse algo nas palavras de Jin me dava conforto. 

Sorri.

- Eu acho .. – gritou Jhope entrando na cozinha .. – que você deveria mudar as cores das paredes da sala.

- Não seja parvo. – respondeu Jin.

- A Alice decide .. – insistiu ele cruzando seus braços em sinal de birra.

- Eu não sei .. – respondi evitando dar risada do seu comportamento.

Me levantei com um pouco de dificuldade, céus como me sentia pesada. Às vezes tinha a sensação de pesar 300kg. 

- Onde vai? – questionou Jin.

- Me deitar, estou me sentindo cansada. – respondi cambaleando saindo da cozinha.

- Eu já levo a salada. – disse Jin.

Sorri ao sair da cozinha.

Assim que me deitei não reconheci meu quarto, tinha mudado tudo, toda a decoração e todos os móveis de lugar. Comprara uma cama maior e adaptara todo o quarto para ter espaço para os bebés. Meus pais chegam em poucos dias e me ajudariam com tudo, eu não fazia ideia como cuidar de uma criança, no caso duas e quanto mais pensava, mais medo sentia. Estava com medo de não conseguir, de entrar em pânico. As lembranças que vivera com Taehyung tinham desaparecido, com o tempo tudo se apagara e não reconhecia mais nada, não o via mais pelos cantos. 

Alguém bateu à porta despertando-me dos meus pensamentos.

- Posso entrar? – murmurou Namjoon timidamente.

- Claro .. – respondi sorrindo-lhe.

Me aconcheguei na cama sentando-me confortavelmente entre as almofadas. Ele veio na minha direção e se sentou na cama, fitando-me. 

- Está se sentindo bem? – ele parecia triste.

- Sim .. cansada. – sorri.

- Me desculpa por antes.

Namjoon era o meu melhor amigo, com ele eu podia falar sobre tudo. Sempre me sentia em casa na sua presença e não importa como, ele sempre conseguia fazer-me sentir bem, protegida. Não tinha como ficar chateada com ele, não era possível. E desde que ele voltara da Espanha tinha passado todos os dias comigo, indo a consultas, fazendo compras e até mesmo ajudando na escolha dos móveis.

- Tudo bem .. – sussurrei.

- Eu quero tanto que ele caia em si e volte, ele está cometendo erros irreparáveis. – a angústia na sua voz fez-me querer abraçá-lo.

- Namjoon, você não é pai do Taehyung .. não se crucifique tanto. – pedi baixinho. 

- Eu sei, mas eu queria que vocês ficassem juntos para sempre. – exclamou ele alterando um pouco o seu tom de voz.

- Você sabe que isso não depende só de mim, não fui eu quem sumiu.

- Eu sei ..

Antes de podermos continuar Jin entrou trazendo consigo um prato com salada. Sorri ao vê-lo, ali estavam os dois homens que mais me protegera nos últimos meses e tinha tanto orgulho por tê-los em minha vida.

- Oh, atrapalho algo? – questionou parando.

- Não .. – respondi rápido.

- Trouxe sua salada coelha. – disse vindo em minha direção.

Ele decidira me chamar de coelha por que eu estava viciada em comer salada, e como ele cozinhava para mim na maior parte do tempo, tivera que aprender vários tipos de saladas para me agradar. Segurei uma gargalhada ao lembrar das inúmeras vezes em que discutíamos sobre gostos de saladas. 

- Obrigada. – respondi pegando o prato.

Jin também se sentou e ficou me olhando, me sentia tão bem por tê-los ali. Estava em casa, me sentia em casa.

...


Notas Finais


- Gente, se deixem levar pela história. Não pirem antes do fim, tem muita coisa para acontecer, abram o coração de vocês por favor ♥, garanto que o final será bem legal.

xoxo a.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...