História No Sense - Capítulo 57


Escrita por:

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Tags Incesto, Possessivo
Visualizações 576
Palavras 770
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 57 - Sorte


Fanfic / Fanfiction No Sense - Capítulo 57 - Sorte

Peguei o celular em mãos, olhei para Shawn ainda desconfiada, tenho medo de ser uma armadilha e eu mesma esteja colocando-me na forca.

 

Shawn’’você não o merece’’

 

Suas palavras nunca fizeram tanto sentindo como agora, eu preciso sair desse relacionamento, Justin está acabando comigo, na verdade ele acabou, mas eu tenho que reviver agora. Ana Julia de agora tem que esquecer o passado e viver o presente aqui. Disquei o numero do Justin, meu coração acelera a cada toque.

 

Justin’’alô’’

 

Julia’’sou eu a Ana’’

 

Senti um suspiro pesado, e agora não podia negar que deixei meu coração vacilar com a sua voz, mas eu não vou me deixar vacilar.

 

Justin’’onde você esta meu amor?’’

 

Julia’’eu estou... em um lugar...ótimo, bem longe de você’’ deixei algumas palavras vacilar em nervosismo

 

Justin’’me diz aonde para eu ir te buscar’’falou com uma certa pressa

 

Julia’’não quero que venha me buscar, eu estou bem como a muito tempo não estou’’

 

Justin’’você não deve confiar nele, ele matou a Diana’’

 

Julia’’e você me matou, eu vou ficar aqui, eu vou cuidar do nosso filho melhor do que ao seu lado’’respirei fundo tentando controlar a vontade de chorar

 

Justin’’você não pode...’’

 

Tirei o celular do meu ouvido e desligando em seguida, não tinha mais necessidade de ficar escutando suas ordens. Devolvi o celular ao Shawn, o mesmo me olhava tentando decifrar o que estou sentindo.

 

Julia’’eu preciso ficar sozinha’’

 

Shawn’’não acha que já ficou tempo de mais sozinha?’’neguei rapidamente

 

Julia’’com o tempo você se acostuma’’assentiu e em seguida se retirou do quarto

 

 

Caminhei até minha cama onde me deitei na mesma, eu consigo me acostumar essa nova vida, eu me acostumei com Diana por cinco anos e se eu tivesse o poder de mudar, eu passaria mais anos com ela. Deus me deu uma mãe, mas retirou ela tão rápido da minha vida. E se minha vida for assim, quem cruzar meu caminho esta destinado a perder suas vidas tão tragicamente.

 

Eu não posso perder meu bebê, se eu o perder juro a mim mesma que tiro minha própria vida.

 

 

(...)

 

 

Sai de meus pensamentos quando Jenna entra em meu quarto, a mesma sorriu a me ver, correspondi com meio sorriso.

 

Jenna’’você poderia tomar um solzinho lá fora, você está muito pálida e...’’neguei

 

Julia’’sei que pode me fazer bem, mas o que eu mais quero é ficar sozinha’’assentiu

 

Jenna’’você deve ter tomado uma grande decisão hoje, mas quero que fique sabendo que não deve ser obrigada a seguir tudo o que os outros querem que você faça, deve fazer uma decisão que seja saudável para você e o seu bebê’’

 

Julia’’obrigada’’

 

Jenna se retirou me deixando sozinha novamente no quarto, a decisão que tomei foi dolorosa em meu peito, mas com o tempo eu posso parar de sentir essa dor, agora eu só tenho que esperar e deixar tudo acontecer naturalmente.

 

 

 

 

 

Três Meses Depois

New York, EUA

 

Poderia voltar a sua cidade onde morou por cinco anos e fingir que nada aconteceu? Sim

 

Neste momento estou conversando com Eduardo e explicando os fatos, o testamento de Diana foi aberto e agora vou poder voltar para minha casa, minha verdadeira casa, é onde eu sinto como um verdadeiro lar. Eu sei que tenho meu irmão, e que em qualquer hora vou ter que enfrentar ele.

 

Eduardo’’ele matou a Diana’’esbravejou em minha frente

 

Julia’’eu sei, mas prender ele agora não vai trazer ela de volta’’

 

Eduardo’’mas vai fazer justiça’’ soltei uma risada irônica

 

Julia’’você se aliou ao Justin, e agora quer falar de justiça?’’

 

Eduardo’’não estou te entendendo, meses atrás você defendia seu irmão ou namorado, não sei o que vocês eram’’falou com olhos arregalados e com certeza surpreso

 

Julia’’eu defendia porque eu era burra, eu não tinha amor próprio’’

 

Eduardo’’por que voltou?’’

 

Julia’’porque eu quero a minha vida de antes, quando o bebê nascer eu vou tentar volta com o meu emprego’’

 

Eduardo’’Justin já sabe que você esta aqui’’comentou, dei de ombros

 

Julia’’eu sei, eu avisei pra ele que estava voltando e sem gracinhas’’

 

 

Flashback on

 

Shawn’’não quero mais vingança, minha propriedade agora é proteger vocês’’ assenti

 

Julia’’eu quero que se proteja em primeiro lugar, você não quer mais, certo, mas o Justin vai querer’’

 

Shawn’’você vai primeiro, depois eu vou’’assenti

 

Flashback off

 

 

Caminhei pela casa mostrando cada cômodo para Jenna, Shawn pediu para ela me acompanhar e eu claro que não recusei, eu preciso dela ao meu lado, o meu bebê precisa dela.

 

Jenna’’essa casa é enorme, você tem muita sorte’’neguei

 

Julia’’sorte de perder uma mãe?’’

 

A campainha tocou tirando nossa atenção para porta, caminhei até a porta da frente e olhei pelo olho mágico, Justin.

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...