História No way out. - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Jeff The Killer, Slender (Slender Man)
Personagens Personagens Originais
Tags Creepypasta, Jeff The Killer, Slender
Visualizações 21
Palavras 2.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Introdução|
- Capítulo IV;
- Creepypasta.

~°• ( Um casalzinho aí, na foto de capa! ) •°~

Capítulo 4 - Um dia quase perfeito.


Fanfic / Fanfiction No way out. - Capítulo 4 - Um dia quase perfeito.

∆ (Axel on) ∆

Me levantei, e não estou com tempo nem pra tomar café da manhã! Drogaaaaa.

Saio de casa às pressas, e me deparo com Levi, meu vizinho da frente.

Levi: Bom dia Axel!

Axel: Bom dia...

Levi: Como está a Charlie?

Espera, ele me dá bom dia pra perguntar da minha irmã? O QUE TÁ PEGANDO ENTRE ESSES DOOOOIS?!

Axel: Ah, a Charlie? Ela está bem... Tive que acordar cedo e eu acordei encima da hora, então ela deve acordar um pouco mais tarde.

Levi: Ah, ótimo! Bem, eu vou indo... Vou caminhar um pouco com meu irmão Lucca.

Olhei um pouco para baixo, e pude ver que Lucca estava ao lado dele.

Axel: Tudo bem então, boa caminhada pra vocês.

Dou as costas e simplesmente volto a andar.

Tenho alguns assuntos pendentes a resolver...

∆ (Charlie on) ∆

A pior parte do meu dia é saber que eu acordei MAIS TARDE DO QUE EU DEVERIAAA!

Cadê o Axel, que não me acordou?

Charlie: AXEEEEEEEEL!

Levanto da cama furiosa, não acredito que ele me deixou dormir até às 10:00am! (Dez horas da manhã).

Ah... Ele não está aqui. Porra, aonde ele foi?

Pego o meu celular e disco o número de Axel...

(Voz da caixa postal): Este número de telefone não pode receber chamadas no momento.

Charlie: Ah, ele deve estar na aula.

Vou ao banheiro, tomo um banho, e coloco uma roupa simples. Um shorts de veludo preto e uma blusinha curta branca, juntamente com um tênis e uma meia esticadinha também branca.

Vou até a cozinha e faço um café da manhã mais reforçado, já que vou almoçar mais tarde por conta do horário que eu acordei, grr.

║▌│█║▌│ █║▌│█│║▌║

Depois de tomar meu café, escovo os dentes, pego o necessário e saio de casa.

Só pra constar, hoje é sábado... PORÉM, EU PRECISO FAZER COMPRAS!

Obrigada Axel por deixar cada tarefa difícil pra mim, EU NÃO ALCANÇO AS PRATELEIRAS! 

Presas em meus pensamentos, não pude notar que Levi estava se aproximando.

Droga!

Levi: Bom dia Charlie!

Charlie: Bom dia Levi. Bom dia Lucca!

Lucca: Olá!

Charlie: Pelo visto acordaram bem cedo, hehe...

Levi: Tem razão, haha. O Lucca queria caminhar um pouco.

Charlie: Entendo.

Levi: E você? Aonde vai?

Charlie: Fazer compras...

Levi: Quer um acompanhante?

Charlie: Como assim? Você não está ocupado?

Levi: Eu apenas levei ele pra caminhar, minha mãe está em casa hoje.

Charlie: Eu não vou estar te atrapalhando?

Levi: Claro que não. Vamos, eu insisto! Será bom ter uma mãozinha extra...

Charlie: É, tem razão..!

Levi: E eu acho que você é pequena demais pra alcançar as prateleiras!

Charlie: EU FAÇO UM ESFORÇO, OKAY?!

Levi: Vamos ver então!

Charlie: Melhor irmos andando, não quero chegar tarde.

Levi: Vou pegar o carro.

Charlie: Mas é só a gente ir andando!

Levi: Você não quer ir rápido?

Charlie: Mas a Senhora Harv-

Levi: Tá tudo bem Charlie, o carro é meu!

Ele vai em direção a sua casa, abre o portão da garagem, e liga o carro.

Quando ele sai da garagem, o portão de fecha automaticamente.

Levi: Vamos?

Charlie: Okay...

Droga, estou me sentindo um fardo! 

Levi: Então...

Ele está tentando puxar assunto. Deu pra perceber, ele está muito envergonhado.

Levi: Sabe aonde seu irmão foi?

Charlie: Eu tentei ligar pro celular dele, mas não deu em nada...

Levi: Vai ver aonde ele está não pode deixar o celular ligado.

Charlie: Sim, talvez tenham chamado ele de última hora na faculdade.

Levi: Ele faz faculdade de quê?

Charlie: Engenharia...

Levi: E você? 

Charlie: Eu faço psicologia.

Levi: Você e seu são totalmente diferentes pelo visto, haha!

Charlie: Você cursa qual?

Levi: Sociologia!

A forma que ele diz, com convicção, me deixa até um pouco espantada... Poxa, ele deve amar o que faz.

Levi: Por que escolheu essa área?

Charlie: O ser humano sempre foi um mistério pra mim... E me intriga saber que há uma forma de descobrir o que ela está sentindo, passando, ou até mesmo pensando.

Levi: Nossa, que profundo Charliezinha!

Droga, me empolguei demais ao falar...

Fico vermelha no mesmo instante.

Levi: Tá tudo bem, haha! 

Ele para o carro.

Levi: Chegamos!

Ele sai do carro, dá a volta, e abre a porta para mim.

Levi: Senhorita?

Charlie: Ah, que cavalheiro!

║▌│█║▌│ █║▌│█│║▌║

Já dentro do mercado, pego minha pequena listinha, e um carrinho médio. Levi também faz o mesmo.

Charlie: Certo! 

Levi: Quer ir dizendo o que precisa?

Charlie: Vamos fazer o seguinte. O mercado é dividido por setores, enquanto eu estou no de produtos de limpeza doméstica, você pode ir nos de produtos de higiene e limpeza pessoal?

Levi: Claro, o que eu devo pegar?

Charlie: Tudo o que eu preciso de lá, é encontrado nas últimas prateleiras, okay? 

Levi: Certo.

Charlie: Eu preciso de dois desodorantes, um masculino e um feminino. Quatro cremes dentais. Dois sabonetes líquidos grandes. Dois pares de shampoo e condicionador, um feminino e um masculino. Um hidratante corporal. Dois talcos de chulé, haha! E... Um pacote grande de absorvente.

Levi: Qual é o pacote específico?

Charlie: Noturno, suave, e com aba!

Nossa, me impressiona saber que ele não fica sem jeito com essas coisas... Ainda bem!

Que bom que ele pegou um carrinho também, geralmente a lista é grande vinda desse corredor!

Enquanto ele ia no outro corredor. Eu peguei o necessário. Já que esta é a compra do mês.

Alvejante, sabão em pó, detergente, lustra móveis, e alguns outros próprios para o banheiro, e para a casa.

Passou-se um bom tempo, até que Levi volta.

Caralho, o carrinho dele está completamente organizado!

O meu também está, mas... Nossa, o dele parece que está tudo milimetricamente calculado para se estar em seu devido lugar!

Charlie: Fala a verdade, vai. Você só organizou o carrinho assim pra me impressionar!

Levi: Pelo visto eu vi que funcionou, hahaha!

Charlie: Vai sonhando!

Eu me aproximo do carrinho dele, para conferir se está tudo certo.

Levi: Foi tudo encontrado nas últimas prateleiras, como você disse.

Charlie: Sim sim, está tudo certo.

Levi: Você compra as coisas do seu irmão também?

Charlie: Sim, é a compra do mês, eu preciso comprar tudo de casa!

Enquanto eu falava, pude notar que até a marca do absorvente ele acertou...

Charlie: Você andou me vigiando? Você acertou todas as marcas dos produtos!

Levi: E daí?

Charlie: Até a marca do absorvente cara, e você é homem!

Levi: Só porque eu sou um homem não quer dizer que eu não entendo dessas coisas!

Charlie: Okay, okay... Vamos parar de enrolar e ir para os próximos corredores!

Chegamos a mais dois setores, um de doces, e outro de alimentos do dia a dia, como arroz feijão, cereal e afins... (Esqueci o nome da porra desse setor, grr! ;-;)

Charlie: Você pode ficar no setor de doces...

Levi: Okay, o que eu pego?

Eu acabei de ter uma idéia incrivelmente louca!

Charlie: Pegue alguns salgadinhos, bebidas, doces, coisas que são extremamente gostosas. Que tal você ficar em casa hoje e assistirmos um filme comendo essas besteiras?

Levi: Desculpa Charlie, eu recuso, não como coisas assim, que não são saudáveis...

Nessa hora eu fico sem reação.

Charlie: A-Ah, bem... E-Eu achei q-que-

Levi: Tô brincando, Charliezinha! Eu vou pegar!

Charlie: É SÉRIO ISSO?!

Levi: Devia ter visto sua cara!

Charlie: Vai logo pegar as coisas!

Levi: Certo, certo!

Charlie: E pegue algumas coisas em dobro pro meu irmão também.

Ele fez um sinal de jóia com a mão, e eu parti para o corredor ao lado.

Já que eu esqueci o nome, vamos chamá-lo de !¡A PORRA DO SETOR DE COMIDAS DIÁRIAS QUE A AUTORA NÃO LEMBRA O NOME!¡

Peguei dois pacotes de arroz, dois pacotes de feijão, embora nós só comemos arroz na maioria das vezes. Dois pacotes de macarrão, sal e açúcar, e duas caixas de cereais. (Aproveitei e peguei os enlatados, como ervilhas, molho de tomate, geléias, etc...)

(Gente, eu sei que ficar dando detalhes de compras não é algo agradável, ATÉ PORQUE NINGUÉM GOSTA DE FAZER AS FAMOSAS COMPRAS DO MÊS! Porém eu procuro enriquecer os detalhes ao máximo para que tenham uma boa experiência ao realizar a leitura! Caso não tenham gostado peço desculpas).

Novamente Levi volta com o seu carrinho.

Charlie: Pelo visto você não é de exagerar, haha! 

Levi: Peguei somente o necessário, não queria te dar um prejuízo daqueles!

Charlie: Ah sim, eu entendo...

Levi: Já pegou tudo aí?

Charlie: Sim, só falta o Hortifruti, as bebidas, a parte do açougue, e os produtos congelados.

Levi: E as bolachas/biscoitos?

Charlie: Nós não comemos isso...

Depois da nossa pequena conversa passamos em toooooodos os setores! Deixamos o melhor para o final.

Charlie: Só falta as bebidas!

Pegamos uns sucos naturais, energético, garrafinhas d'água, Gatorade. E também, cachaça...

Levi coloca uma cerveja estranha no carrinho.

Charlie: Que caralhos é isso?

Levi: Cerveja artesanal! Essa é por minha conta, você vai gostar!

Levi: Quer levar mais o quê!?

Levi: Leva uma vodka, e um whisky.

Charlie: Eu sou de menor, viu? Espero que na hora de passar isso aqui você esteja com alguma identidade!

Levi: Eu tenho uma comigo!

Charlie: Muito bem, já chega. Vamos!

Fomos para o caixa, e passamos tudo... Por conta da quantidade da compra, ganhamos um desconto. Grande merda, um desconto de 2% não ajuda nem no whisky que eu comprei!

A moça do caixa me faz o favor de soltar uma pérola daquelas!

- Vocês são um lindo casal!

Charlie: A-Ah, bem... Nós nã-

Levi: Muito obrigado senhorita, tenha um bom dia!

Empacotamos as coisas, colocamos no carro e voltamos para a casa.

║▌│█║▌│ █║▌│█│║▌║

Guardamos as compras no carro, e entramos no mesmo.

Senti uma mão subindo e indo em direção ao interior da minha coxa esquerda...

Charlie: O que está fazendo? Estamos no carro!

Levi: Ninguém vai ver a gente dando uns amassos, oras!

Charlie: Dando uns amassos? Que tipo de pessoa ainda fala isso? Hahahahah!

Okay então Charlie, vamos ver quem é mais ousado nessa história.

Ele tira a camisa...

A pronto, fodeu! 

Deus me livre! Ah... Mas quem me dera!

Cubro meus olhos, eu sinceramente não sei nem o que dizer.

Charlie: Credo, que delícia!

Levi: Hahahahah! Nunca vi tanta bipolaridade em uma só frase.

Eu não vou deixar barato assim... Aaaah, mas será que eu vou ser oferecida?

Eu tiro minha blusa, e puta merda, a cara dele foi hilária!

Levi: Porra Charlie, não achei que fosse fazer isso!

Charlie: Acho que tive 15 segundos de coragem insana...

Ele se aproxima... E vai beijando meus seios, até subir para o meu pescoço, e chegar na minha boca.

Confesso que a cada vez que ele se aproximava, um arrepio tomava conta de mim.

Nos beijamos intensamente, e é claro que ele não podia deixar de fazer aquela famosa mão boba...

Ele me puxou e fez eu ficar em cima dele, no mesmo banco...

Charlie: L-Levi! Eu...

Levi: Cadê os 15 segundos de coragem insana?

Ele passa a mão pelos meus cabelos com um leve sorriso no rosto.

Charlie: Acho que vou ter que aumentar a duração!

Me inclino em sua direção e mordo seu lábio inferior.

Levi: Garota, você mexe comigo...

Ele aperta minha bunda, e faz com que meu corpo suba mais um pouquinho contra o dele, voltando a me beijar novamente.

Eu o acaricio pela nuca, por mim poderia ficar alí o resto do dia...

Sua mão sobe para a minha cintura, sentí-las nessa região fez meu corpo arrepiar por inteiro, novamente.

Charlie: Eu poderia ficar aqui o dia todo... Mas precisamos ir.

Encosto minha cabeça em seu ombro, me mostrando desapontada por não poder aproveitar mais.

Levi: Certo, então vamos!

Ele me coloca novamente no banco do passageiro, com delicadeza. E logo em seguida veste sua camisa, assim como eu também.

Essa com certeza foi a coisa mais insana que eu já fiz... 

"Dar uns amassos" com uma pessoa dentro de um carro e um estacionamento de um supermercado! Haha.

║▌│█║▌│ █║▌│█│║▌║

Levi: Ah, nunca pensei que guardar comprar fosse tããããão chato!

Charlie: Para de reclamar, já está quase acabando! Só falta os enlatados...

Levi: E aonde eu guardo isso?

Charlie: Na prateleira encima de você!

Digo enquanto bebia um suquinho de caixinha, sentada no balcão.

Ele guarda os enlatados, e finalmente acabamos!

Charlie: Os energéticos, o Whisky e a Vodka estão no mini freezer!

Levi: Ah, sim... Bem, podemos começar a comer besteiras?!

Charlie: Acho que sim, temos que-

Ele se aproxima...

Charlie: Escolher...

Ele passa a mão pelas minhas coxas...

Charlie: Os...

Levi: Os...?

Ele dá uma leve apertada.

Charlie: Os filmes...

Ele aproxima seu rosto.

Levi: Podemos aproveitar um pouco?

Charlie: L-Levi... Aqui não! E se meu irmão chegar?

Levi: Tem razão...

Charlie: Vamos para o quarto...

Levi arregala os olhos.

Não Charlie sua burra, não precisa especificar os negócios mesmo não! Agora ele tá achando que você quer transar. Ah como eu sou idiota!

Deus me livre! Mas quem me dera...

CARALHO, O QUE DEU EM MIM PENSAR DESSE JEITO?!

Charlie: N-Não é o que está pensando! É só para assistir... Os filmes!

Levi: Ah! Sim... Eu entendi! Não precisa ficar envergonhada.

Subimos para o quarto, e sentamos na cama...

Eu liguei a Netflix, e junto a ele, decidimos um filme. 

Sobre romance policial.

Levi: Gosta de romances policiais?

Charlie: Sim, afinal, não existe crime perfeito!

Levi empurra meu tronco a cama, e prende meus braços acima da minha cabeça.

Charlie: E-Ei! O que está fazendo?

Levi: Te prendendo?

Charlie: Mas por quê?!

Ele chega bem perto, e diz:

Levi: Porque não existe crime perfeito.

Ele me beija fervorosamente, enquanto eu retribuo, e tendo soltar meus braços...

Quando eu consigo soltar um dos meus braços, o coloco delicadamente na nuca dele, o puxando para mais perto de mim.

Uma das mãos de dele ia descendo, até chegar na-

Levi: É melhor nós assistirmos, é muito cedo para eu perder o controle desse jeito...

Ele passeia com seu polegar em minha boca.

Charlie: É, tem razão...

DROGAAAAA!

║▌│█║▌│ █║▌│█│║▌║

Ficamos um bom tempo assistindo.

Ele estava deitado na minha cama, e eu estava deitada sobre seu peito... Parecíamos realmente um casal!

A presença dele não me incomoda, mas eu ainda sinto um mal pressentimento...

Talvez seja coisa da minha cabeça!

Ouço a porta de entrada lá de baixo se abrir com tudo...

Eu me levanto rapidamente, e desço as escadas, me deparando com Axel.

Ele estava todo machucado, com hematomas, cortes, e um olho roxo.

Charlie: AXEL, VOCÊ ESTÁ BEM? O QUE ACONTECEU?!

Levi: Ei cara, olha pra você, está todo machucado, quem fez isso?!

Axel: Eu fui assaltado, n-não foi nada demais.

Charlie: Levi, chama uma ambulância!

Axel: Não Charlie! Eu tô bem, eu juro, não tem nada quebrado ou agravado.

Levi: Tem certeza que não quer ir pro hospital?

Axel: Sim, eu tenho.

Charlie: Levi, pode por favor pegar a caixa de primeiros socorros no meu quarto? Está embaixo da cama.

Ele subiu as escadas, me deixando a sós com Axel.

Axel: Qual é o lance entre vocês?

Charlie: Sinceramente? Nem eu sei.

Ele dá uma leve risada.

Axel: Charlie sendo sempre confusa!

Charlie: Axel... Você foi assaltado mesmo?

Axel: Sim, levaram meu celular, eu tentei correr depois mas não se contentaram só com o celular!

Charlie: E pensar que ainda existe gente assim no mundo...

Axel: Sim...

Ele está mentindo pra mim.

Enquanto nós dois ficamos na sala, ouço passos apressados nas escadas, era Levi, com o Kit de primeiros socorros.

Levi: Aqui está!

Charlie: Eu vou limpar e enfaixar os cortes, assim como limpar os machucados também pra certificar de que está tudo bem, entendeu?

Axel: E o meu olho?

Levi: Não tem como cobrir o olho...

Charlie: A não ser cobrindo ele, com alguma fita, ou até mesmo enfaixando sua cabeça junto!

Axel: Eu... Err, Charlie!

Charlie: Diga.

Axel: Eu vou tomar um banho antes de você fazer tudo isso, é melhor, não acha?

Charlie: Sim... Enquanto isso eu acompanho o Levi até a porta.

Levi: Precisa de ajuda pra subir a escada?

Axel: Não será necessário! Eu posso ir me segurando pelo corrimão.

Charlie: Certo... Então, me dêem licença!

Eu saio pela porta da casa e fico um pouco no jardim...

Eu não aguento mais. Até quando ele vai me esconder isso?!

Meus olhos começam a lacrimejar...

Não, eu não vou chorar! Eu nunca chorei na minha vida, isso é só mais um obstáculo.

Ouço a porta atrás de mim se abrir... Era Levi. E não demorou muito para que ele viesse atrás de mim.

Levi: Charlie?

Charlie: Ah, Oi...

Levi: Preocupada, não é?

Charlie: Digamos que sim... E muito!

Levi: Vou deixá-los a sós, é melhor cuidar dele...

Ele fica na minha frente, e me deposita um beijo na testa, e logo em seguida um abraço apertado.

Charlie: Até amanhã...

Levi: Se cuida!

Fomos em direções opostas, cada um em sua casa.

║▌│█║▌│ █║▌│█│║▌║

No quarto de Axel, não queria falar mais nada... Eu simplesmente estou desapontada com ele por não me contar o que está havendo.

Limpei os cortes, enfaixando os mesmos... Até chegar no seu olho.

Charlie: O que vai querer fazer em relação ao se olho?

Axel: Eu ainda não sei... Acho que vou usar um daqueles adesivos próprios para isso.

Charlie: Certo... Então eu vou indo.

Me dirijo até a porta, até que ele fala.

Axel: Charlie!

Eu viro sutilmente minha cabeça em sua direção.

Axel: Err... Bem. Boa noite!

Charlie: Igualmente.

Saio de lá, e vou para o meu quarto...

Não sei se terei uma boa noite de sono, mas espero não ter ninguém na minha janela essa noite.

Deito na minha cama, querendo apenas que isso não passasse de um pesadelo.
























































Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Vejo vocês no próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...