História Nobody Sees - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Belieber, Criminal, Justin Bieber
Visualizações 395
Palavras 2.848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu amo vocês, obrigada pelas pessoas que acompanham, boa leitura!

Capítulo 30 - Follow Obssessive!


Justin Bieber P.O.V

- Se deu mal? - Jaxon disse assim que me viu saindo dos fundos e voltando para nossa mesa

- Cala boca - falei sério me sentando novamente

- Todos vocês - apontou para eu, Ryan e Chris - Disseram hoje  "Que se foda as mulheres, elas não vão acabar com a gente" e olha como vocês estão - caiu na gargalhada e permanecemos sérios
 

- Cala boca otário, você está falando assim por que não tem ninguém - Ryan disse dando um beijo em sua namorada, e juro que aquilo me deixou puto, por que eu poderia estar com a minha garota agora. Mas eu falhei. Droga. 

- Tudo veados, vou passar hoje na boate pra comer umas enquanto vocês estão ai pagando de cornos, tchau pra vocês - ele levantou rindo 

- Vem irmãozinho? - me olhou e eu esperei alguns segundos e America me encarou

- Vou - a intimidei com o olhar e segui meu irmão.
Fomos para uma boate muito movimentada, era uma das nossas, rodei o lugar em busca da garota perfeita pra mim comer hoje à noite.

- Olha quem está aqui - assustei Chaz por trás e ele estava com duas loiras peitudas no colo e me olhou sorrindo

- Cuidado que é traveco hein, Charles - Jaxon zombou 

- Sempre soube que tu gostava de rola - falei pesando ele 

- Vão comer umas e vazem aqui seus pau no cu - ele disse rindo e deixamos ele com as vadias, antes que ele perdesse aquelas também. 

- Achei - falei fitando uma gostosona, tomei um gole da minha bebida olha a bunda daquela gostosa e ela sorriu maliciosa e levantou um pouco o vestido mostrando a bera de sua bunda.

Me engatei atrás dela roçando meu pau em sua bunda e ela puxou minha camisa para mais perto e foi me levando para algum ali no canto.

- Prefiro que subimos - falei em seu ouvido e logo estávamos em um dos quartos fodendo loucamente.

Sabe quando a gente transa, mas não passa de uma foda qualquer? Meu corpo está clamando pela aquela loira maldita, mas qual é? Eu sou Justin Bieber! O fodedor, o foda, o que não ama ninguém, esse sentimento besta vai passar, só preciso de mais um tempo e nunca mais vou lembrar quem é Skylar Fucking Mayer.

Skylar Mayer P.O.V

- Pensei que não viria a essa hora - dei um sorriso ao ver Pedro deitado na minha cama.

- Sua mãe veio aqui, deu um beijo em mim achando que era você, eu estava debaixo da coberta - ele disse rindo e eu ri baixo fechando a porta e tirando meus saltos.

- Você é louco, podia ter entrado pela varanda e se escondido no banheiro - falei tirando meus brincos e minhas jóias e colocando em meu baú na penteadeira.

- Ficou gata com esse vestido - mordeu os lábios me olhando

- Vira pra lá, vou trocar de roupa - falei e ele revirou os olhos

- Você tem um banheiro - ele disse deitando sobre seus dois braços atrás da cabeça, com um sorriso perverso. 

Dei ombros e tirei meu vestido ficando apenas de Lingerie roxa, ele não tinha expressão, apenas me olhava a cada movimento que eu fazia, fui ao meu armário e coloquei um short de moletom com uma blusa grande, escovei meus dentes no banheiro, fiz minha higiene e voltei para minha cama e cai encima do Pedro o fazendo rir.

- Pode me contar sua noite agora - ele disse me puxando para seu peito e eu suspirei.

- Peguei aquele idiota transando com a Piper e ele agiu como um imbecil comigo, tipo me bateu na casa dele, gritou, e depois de MIL merdas que deu, eu estava no bar com as garotas e foi super desconfortável, ele me implicava, mas eu realmente não liguei - ele beijou minha testa

- Vocês conversaram? - perguntou 

- Falei o que ele precisava de ouvir - engoli seco - Quando eu achei que eu tinha mudado de vida, que eu começaria a ser realmente feliz, esse infeliz chega e destrói tudo 

- Não pode negar que quando vocês estão juntos ele te faz feliz, eu já vi vocês juntos, ele realmente gosta de você - Pedro disse sendo moralista 

- Mas ser feliz por um dia não cobre a dor inteira - ele assentiu

- Coloquei fé em vocês, deixei vocês ficarem juntos e ele está vacilando - Pedro parecia nervoso - Não quero você com ele - ele disse tão sério que eu me arrepiei com sua forma de proteção.

 Ele me olhava esperando uma resposta, mas eu estava paralisada demais, seus olhos desceram para meus lábios e eu ataquei os seus.

Era um beijo lento e com carinho, ele colocou uma mão em meu rosto e ficou acariciando enquanto meus dedos trilhavam sua nuca, meus lábios inferiores foram puxados e eu arfei e o virei na cama ficando totalmente por cima e Pedro me envolveu por completo, enfiando uma mão em meus cabelos soltos e uma apertando minha cintura contra ele. 

Nossas bocas esbarraram e rimos. Era como um porto seguro, ele sabia exatamente o que fazer sempre, sendo isso, conversar, beijar, fazer carinho, brincar, brigar. Pedro sempre sabia como me deixar bem.

Ele me entende como ninguém e nossa relação só me faz bem.

- O que voce vai fazer agora? - perguntou quando me deitei em seu lado e coloquei minha perna encima dele

Dei uma risada - Você me conhece bem.

- Você nem começou e eu já estou com dó do Bieber - sorri e em poucos minutos dormimos.

Acordei bem à vontade e olhei pro Pedro que estava igual uma pedra ao meu lado, meu celular começou a tocar ao lado dele onde tinha uma escrivaninha e eu me pus encima dele pra pegar aquela merda, ouvi uma risada

- Você estava acordado! - bati em seu braço 

- E você colocou os peitos na minha cara - gargalhou 

- Nada haver - respondi e atendi meu telefone 
 
                              Ligação On: 

- Você está bem? - era Mare

- Estou com o Pedro, ele dormiu comigo - falei sorrindo pra ele que brincava com um enfeito que tinha ali.

- Que bom, Bieber saiu ontem feito um raio e o Ryan disse que ele foi pra uma boate e comeu todas 

- Desejo uma DST pra ele - dei ombros e ambos riram, Pedro e América.

- Hoje as meninas querem continuar o cronograma das garotas, vamos hoje no park que abriu na cidade? Parece que essa é a última semana dele - fiquei pensativa mas logo topei.

- Então completa o dia com cinema a noite - sugeri 

- Ótimo, vou avisar as meninas, te e contei as duas no park - disse ela.

- Estarei lá - sorri e desliguei 
                          Ligação Off:

- Vão continuar o cronograma que vocês me excluíram? - Hunter perguntou 

- Você é ciumento ao extremo, Pedro Hunter - ri - Quando vocês fazem cronograma de garotos, você, Luke, Jason, thiago, Logan... Nunca me chamaram - me fiz de vítima 

- E aquela vez que fomos ao Karaokê TOT? Chamamos você - se defendeu 

- Pra levar amigas pra vocês ficarem, idiota 

- Verdade - gargalhou e eu acertei-lhe um tapa 

- Vem, vamos tomar café, estou morrendo de fome - sai da cama 

- Tá Mais pra almoço - respondeu se espreguiçando e logo estávamos no corredor.

Hoje meus pais faziam alguns anos de casados e parece que alugaram um lugar para passaram hoje, Malton foi sair com os amigos dele, então estávamos sozinhos.

Ficamos conversando até da na minha hora, Pedro foi embora e eu segui até o Park.

"Qual quer coisa me chama" - Pedro disse antes de nos despedirmos.

- Onde está a Aly? - perguntei ao ver Emma, Maria, America na porta do Play Rock

- Essa vaca não atende o celular - resmungou Maria.

- Vou dar na cara dela - Emma disse brava

 - Ela deve estar chegando, se acalmem - Foi a vez de América falar 

Poucos minutos depois esperando a Alyssandra que sempre se atrasava em nossas saídas, o menina viu! Ela apareceu com aquela cara sem vergonha e todas nós a olhando feio devido ao atraso dela.

- Me atrasei com uma justificativa boa - ela disse levantando as mais de rendendo 

- Então fale por que depois eu vou te matar - Emma disse cruzando os braços 

- Eu... - ela fez mistério 

- VAMOS COMEÇAR UMA LUTA AQUI MESMO SE VOCÊ NÃO FALAR - falei alterada e ansiosa peitando a Aly e fizemos cara séria uma pra outra, mas depois caímos rindo 

- Eu acabei de ser transferida pra Luther High School - todas nós gritamos e a abraçamos felizes 

- NÃO TÔ ACREDITANDO - Maria disse apertando Aly 

- Nem eu, achei que não conseguiria vaga, mas abriram pra mim então formaremos juntas - ela vibrou e ficamos muitos felizes.

A fila estava um pouco grande então ficamos lá esperando. O papo ia e vinha e começamos a ouvir umas gritarias como se fossem um bando de delinquentes chegando. Olhamos pra trás e PUTA QUE PARIU!

Devo ter feito poli dance na cruz! Só pode.

- Olha, Olha... - ouvi a voz maliciosa Jaxon disse sorrindo ao nos ver

- América! - todas nós viramos pra ela e ela estava beijando Ryan.

- Eu só avisei meu namorado onde eu iria - ela disse tentando ser a inocente da situação 

- E fez com que ele trouxesse o inferno inteiro junto à ele - falei 

- Achei que fossemos amigos - Chaz disse se afastando com cara até chateado. Quem vê até acha! 

- Nossa Sky, achei que fôssemos amigos também - Chris disse fitando o chão 

- Qual é, cunha? Achei que tivéssemos uma conexão - Foi a vez de Jaxon fazer drama 

- Conexão? - ouvi aquela rouquidão que eu fiz questão de ignorar desde o momento que meus olhos bateram nele 

- Calma, irmão - Jax disse rindo 

- Corta a língua da Skylar que não vai ter mais problemas com isso - Ryan latiu e eu o encarei

- Corta sua linguiça pra você parar de jogar porras por aí - grunhi e Mare me segurou 

- Vamos entrar logo - Bieber disse impaciente 

- A fila é atras da gente, meu amor - Emma disse cinicamente pra ele 

- Pra vocês, meu amor - ele disse piscando pra ela com o intuito de me implicar e eu apenas ri. 

Eles foram andando para a entrada e entraram sem problema algum. Gangster são uns merdas mesmo! Mas eu e América não poderíamos dizer nada por que elas achavam que eles eram apenas garotos normais, menos Aly por que ela se envolveu com Chaz.

Quando meia hora de fila havia se passado eu não aguentava mais 

- Andam suas idiotas, passam aqui - ouvi Ryan gritar da entrada que eles passaram e as pessoas da fila olhavam curiosas

- Tá vendo? Foi uma boa falar com ele - América disse convencida e entramos 

La dentro se dividiu, meninas e meninos, pelo menos nisso a Mare saiu de perto da mula, por que puta que pariu. Maior melaçao! 

- Vamos naquela montanha russa? - Apontei para aquela gigante e monstra Rolller Rockit 

- VAMOS! 

A fila estava vazia e aquela rouquidão ecoou no pé do meu ouvido.

- Vai se cagar toda quando estiver lá dentro e vai chamar por mim - ele sussurrou e eu revirei os olhos 

- Aé? Então já que gosta de se gabar, eu vou inverter os lados e fazer você chamar por mim - dei um sorriso maligno e minhas amigas riram junto a mim.

Sentei com Aly, No segundo banco, Justin e Chaz atras de nós, Chris e Jaxon no outro, e em seguida Emma e Maria e America e Ryan. 

Esses meninos estavam me tirando a porra da paciência, menos Chris, Chaz e Jax por que eu amava eles.

- GAROTOS - gritei e todos me olhavam - SE PREPAREM PARA A ADRENALINA DUPLA - gritei e eles me olhavam confusos

Só apreciem! 

A montanha russa de começo subia a 90 graus, eu fechei os olhos sorrindo e senti meus ombros serem segurados.

- TIRA A PORRA DA MÃO DE MIM, JUSTIN - gritei o fazendo gargalhar

- É AGORA CARALHO - Chaz gritou tentando fazer medo 

- A PRIMEIRA MORRER VAI SER AS DA FRENTE - Chris gritou lá de trás e quando me dei ideia já era a queda que também era pouco menos de 90 graus mas seria uma PORRA LOCA! 

- PORRA! - Ouvi todos começarem a gritarem, com os ventos batendo contra os nossos rostos, adrenalina consumindo minhas veias e eu olhei pra Aly sorrindo.

 Tirei minha blusa e a levantei e a girei no ar junto aos gritos histéricos  que eu deixava escapar por causa de curvas e descidas inesperadas.

- SKYLAR VOCE QUER MORRER PORRA? COLOCA ISSO! - Bieber gritou e eu sorri 

- TOMA AI CARALHO, CHEIRA MEU PERFUME E FICA COM A PORRA DO PAU DURO - Joguei minha blusa atras e eu achei que ela sairia voando, mas ele a segurou firme

A fila que estava assistindo nós estavam gritando por causa da louca só de sutiãs.

Eu gritava ria e ficava louca. Não era uma lingerie, como aqui havia brinquedos que molhavam eu estava com um top que eu costumava a treinar, ele deixava meus peitos fartos e barriga de fora.  Perfeito! 

Quando paramos descemos rindo e Justin se pôs em minha frente, proibindo as pessoas de olharem para mim.

- Sai dai cara, quero ver os peitos dessa gostosa - ouvi um idiota falar na fila 

- Essa garota é porra louca - ouvi uma garota dizer rindo 

- Vai ver as tetas da sua mãe e sentir tesao por elas, seu imbecil

- Bieber grunhiu com raiva e me entregou a blusa me fulminando pelo olhar.

- Coloca essa merda antes que eu te esfole aqui na frente de todos - ele disse com tanta precisão e seriedade que eu até achei graça! Pelo visto ativei a fera.

- Você não é nada meu, Bieber - respondi no mesmo tom - O QUE TEM VEREM MEUS PEITOS? - me arredei da frente dele e os caras da fila vibraram, Justin se arredou novamente e eles pronunciaram em um coral um "Ah..." de decepção

- Qual é Bieber? Eu não sou a vadia pra você? Deixa eu agir como uma então - o empurrei da minha frente - QUEM QUER PEITOS? - gritei e aqueles homens foram a loucura 

- QUEM QUER MORRER É SÓ DAR MAIS UM GRITO - Bieber disse segurando na cintura e todos ficaram em silêncio

- Cachorro que late não morde, vamos tirar esse top e fazer um topless! - os caras voltaram a gritar. Ameacei tirar e Justin ficava me tapando para ninguém conseguir ver! Cansei da brincadeira e comecei a rir.

Peguei minha blusa rindo e mandei beijinhos no ar para os garotos, e as garotas seguiram para outro brinquedo.

- Chaz porra sai dai que estamos te vendo - Falei quando vi Chaz escondido atras da pilastra nos vigiando 

- Esse gordo esquece que as banhas ficam a mostra - Jaxon zoou

- Gordo é meu pau - Charles respondeu pegando no mesmo e todas nós fizemos caretas

- Chaz, para de seguir a Aly, ela não vai deixar de ficar com ninguém aqui por sua causa - Mare provocou 

- Não chora não, Chaz - Aly piscou pra ele molhando o seu dedão o passando a língua e logo depois entre os seios

- Chaz me empresta sua gata por dois minutos, que eu faço o que você não fez - Jaxon disse e levou um tapa na cabeça de Chaz em seguida

- Pro Bieber eu dou chance - Aly sorriu para Jaxon

- Esses Bieber's que gostam das garotas dos outros - Chris resmungou 

- O que você quis dizer com isso, Christian? Que eu roubei alguém de você? Até onde eu sei nenhuma é sua e nunca foi - Justin disse se virando para Chris que revirou os olhos 

- Vai tomar pau no rabo - Chris fez pouco caso - Skylar vamos tomar um sorvete? - se virou pra mim 

- Não Chris, hoje eu vou tomar sorvete com o Bieber - respondi dando um sorriso de lado  e Justin deu um passo à frente todo feliz 

- Está vendo? - se gabou 

- Estou falando do outro Bieber - dei um sorriso perverso e ele transbordou ódio 

- Vamos? - me virei pra Jaxon

- É HOJE QUE ESSAS MULHERES VEM PRO PAPAI AQUI - ele disse rindo e saímos andando

- É HOJE QUE UMA BALA ENTRA NA SUA TESTA - Justin gritou e eu mandei meu dedo do meio pra ele. 

E ai Bieber? Tá gostando? Tô achando pouco hein...


Notas Finais


Ask.fm @mandspeixoto

CONTINUAA???? 16 COMENTARIOSSS E 270 FAVORITOS! Gente divulguem a Fanfics pada suas amigas, quero que ela creca cada dia mais! Obrigada a todos que acompanham, vamo que vamo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...