História Nóis tem é coração caipira sô (Jikook) (Festa junina) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Arraialjkc, Jikook, Vhope, Yoonmin
Visualizações 52
Palavras 1.100
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Festa, LGBT, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura ❤️ nao sei se ficou boa essa oneshot mas espero q gostem szz

Capítulo 1 - One- o caipira arrasador de corações


Fanfic / Fanfiction Nóis tem é coração caipira sô (Jikook) (Festa junina) - Capítulo 1 - One- o caipira arrasador de corações

Ah, uma coisa que todos amavam: a festa junina. Eu nunca gostei, qual a graça de ficar perto de uma fogueira comendo milho? Se eu pudesse me trancaria em casa e ficaria fazendo o mesmo de sempre, assistindo The Big Bang Theory tá, mais em pleno 2018, quem assiste uma série que foi lançada em 2007 e nem tem na Netflix, por conta de ser antiga?

Mais esse não é o problema, como sempre digo cada um com o seu gosto, e esse é o meu. Porém esse ano seria diferente, eu não me trancaria em casa e fui obrigado a ir nessa festa.

 

Kim Taehyung o demônio em forma de melhor amigo me colocou na barraca do beijo me obrigando a ir nessa festa da faculdade. E eu iria mas só pra ver meu crush supremo: Jung Hoseok, o arrasador de corações, e o mais arrasado era o meu, porque o ruivo nem sequer sabia da minha existência e sempre olhava Taehyung de um jeito diferente. Já me conformei, mas como diz o famoso ditado "A esperança é a ultima que morre " Não é mesmo?

-Jiminnie,preparado pra beijar o seu crush hoje? - o demônio do Tae dizia dando pulinhos

-Claro Taehyung, com certeza ele vai me beijar. - disse irônico.

 

 O tempo se passou, e chegou a hora dessa festa. E eu sei que Hoseok vai pegar Taehyung hoje e meu coração vai se partir em mil pedacinhos enquanto a música típica de festa junina fica tocando, pelo menos vai ter uma fogueira, coisa que eu posso muito bem pular nela e morrer queimado, restando apenas um queimadinho de Jimin.

Eu me olhava no espelho, eu usava um tênis All Star, uma blusa lisa preta e calça jeans de pano escuro. 

 E é aí que vocês se perguntam: Que tipo de pessoa usa preto em festa junina? Isso mesmo eu,Park Jimin o diferentão gótico.

Eu caminhava até a faculdade que era a dois quarteirões para trás do condomínio em que moro, quando me deparei com aquele baixinho do Yoongi, o melhor amigo meu crush.

-E aí Park, ainda tem fé que vai pegar o Hoseok? - gargalhava

-Yoongi já foi á merda hoje? 

-Você sabe muito bem que pode desencanar do Hoseok e ficar comigo, não sabe? - o garoto de cabelos esverdeados se aproximava de mim

-Credo Yoongi, larga a mão de ser besta. - empurrei ele

Bom, o que dizer de Min Yoongi? vocês devem estar me chingando mentalmente por ter dado esse fora no garoto mas se conhecessem ele de verdade fariam o mesmo.

 Como se relacionar com um garoto preguiçoso, que só dorme ,quer pegar todo mundo e pra piorar a situação não tem a fama boa?realmente sem chances.

Chegando na faculdade já pude enxergar aquelas bandeirinhas clichês todas coloridas, algumas  barracas, e muitas pessoas já se encontravam ali e eu fui procurar o Taehyung.

Fui até a barraca do beijo e encontrei o mesmo ali beijando Hoseok, e não é que minha desgraça já começou cedo? 

Yoongi olhava com cara de deboche pra mim e eu só fiquei encarando aquele beijo nojento dos dois, é até que eles combinavam.

-JIMIN!

-Oi Tae - eu disse tranquilo quase querendo jogar o mesmo naquela fogueira.

-Meu Deus desculpa!

-Relaxa, ele era só um crush. Agora sai daí e vai pegar ele.

É, no momento eu fiquei p da vida, mas vou fazer o que né? nem tudo é o que a gente quer.

Tae se despediu de mim e fiquei ali naquela barraca, o que eu mais queria antes mesmo de chegar,  era ir embora daquele lugar ridículo. 

Logo avistei um garoto moreno de chapéu, calça apertada e pintinhas no rosto vindo até mim, ah não.

-Uai sô o que um garoto tão lindo desses tá fazendo aqui sozin? - ele fazia aquele sotaque ridículo, isso não pode piorar, ah não pode.

Eu já tinha visto ele na faculdade algumas vezes mas nunca dei atenção, ele era bonitinho mas nunca fui de olhar pra outras pessoas já que minha obsessão era por Hoseok. 

Me arrependo disso,ou não porque já não basta ver meu melhor amigo pegando o ex-crush e eu sobrar,agora me deparo com o garoto fazendo esse sotaque grotesco que já me da ânsia.

-Garoto você tem algum problema?-eu fitava aquele menino e me perguntava “o que fiz pra merecer isso?”

-Nóis tem é um pé na roça e o coração caipira sô.

O quê? esse garoto só pode estar de brincadeira com a minha cara.

-Só vai embora daqui, antes que eu te mate.

-Ocê teria coragi de matar uma gostosura dessas aqui? Ninguém conseguiria matar Jeon Jungkook.-disse me encarando

O nome dele era interessante,e quando ele disse aquilo eu analisei seu corpo e... ele tava de parabéns. Por um momento quase babei.

-É... o que você quer aqui em Jeon caipira? 

-Uai isso não ta óbvio? eu quero um beijin seu.

-Ah era só o que me faltava - eu o encarei e vi que eu estava ferrado.

-Eu pago o quanto quiser, só me deixa realizar meu sonho de beijar essa sua boquinha maravilhosa.

Ah, então ele sempre teve um crush em mim? interessante

-Tá tá tá, me beija e se manda daqui.

Logo fui calado pelos seus lábios, e que lábios em? até que vir a essa festa não foi má idéia. Jeon abriu espaço e logo senti sua língua, eu poderia parar? Poderia. Mas esse caipira filho de uma mãe beija muito bem.

-JIMIN DESENCANOU! - ouvi a voz do demônio 

-TAEHYUNG - olhei sentindo minhas bochechas queimarem 

-Park Jimin, ocê tem meu coração.- disse piscando e saiu

-Socorro que ele fez sotaque - Tae ria sem parar ao lado do Hoseok

-Vão se ferrar vocês - saí da frente daquele novo casal, e que casal meloso. No momento eu tinha mais o que fazer.

Me sentei na arquibancada enquanto olhava os outros dançarem e comecei a pensar no quão bom foi aquele beijo e em como aquele sotaque mexeu comigo. Olha isso não estava em meus planos, aonde Park Jimin ia se apaixonar por um garoto fazendo sotaque caipira numa festa junina? Vergonhoso, mas bom. 

Eu sorria sozinho quando senti alguém do meu lado, e era ele.

-Ora ora se não é o garoto solitário-aquele sotaque, aquele maldito sotaque.

Fiquei observando aquelas pessoas fazendo rodinha e aquela música:

“Uai! Uai! Olha a cobra

Ela vai picar”

Olhei pro lado e senti aquele caipira falso segurar a minha mão com um sorriso malicioso.

Quem diria que uma festa junina me traria tantas coisas boas, e muitas aventuras, rs.


Notas Finais


eu to participando do concurso do grupo Jikook couple ^^ então se gostaram, me ajudem e votem por favor❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...