1. Spirit Fanfics >
  2. Noite Esfomeada >
  3. Único

História Noite Esfomeada - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


B
O
A

Leitura❣️. Aproveitem.

Capítulo 1 - Único


Quem estiver com uma fome insaciável é muito bem vindo. Pode entrar, sente-se e sinta-se a vontade. Enquanto isso, o cheiro lhe convida a não querer sair.

A entrada, uma leve prévia do que experimentará essa noite. Enquanto seu paladar desperta, já começam olhares que flertam e queimam entre si.

Você já pode escutar os cozinheiros preparando sua comida, os ingredientes sendo cortados, sendo fritados e água já borbulhando. Mas a fome não se deixa aquietar, assim como a expectativa só cresce por dentro.

Passando os olhos pelos arredores, vê pessoas se acomodando, conversando, comendo e se deliciando. Parece até que as sensações conseguem passear de mesa em mesa. Enquanto os garçons de lá pra cá com seus passos apressados e ritmados, os quais ajudam a complementar a música ao vivo,que até os músicos chegavam os apreciar.

Finalmente, o prato principal chega a mesa juntamente com o vinho, o qual o garçom faz questão de despejá-lo na taça. E antes de se retirar, sussurra: "Deguste bem", só um toque final na apresentação do prato, o qual só de olhar já enchia os olhos e apurava os outros sentidos. Portanto, não há tempo para despediçar. Só admirar não sacia nada, muito pelo contrário.

A comida em sua boa derrete que o canto do lábio chega a levantar. Tomaste um gole do vinho que chegou queimar dentro de seu corpo quando ingeriu. Uma explosão de sabores, as pupilas chegam a dilatar, e seus batimentos aceleraram. Sacie-se mais.

As conversas se tornam altas e ao mesmo tempo inaudíveis, e cada vez mais a música se sobressai.

Já está querendo a sobremesa, que no passe de mágica aparece em sua frente. Durante o tempo em que saboreia aquilo que parece que foi preparado nas nuvens, e quase sente que pode tocar o céu, o chef do restaurante chega para perguntar o que está achando da comida, e antes de voltar para seu lugar, ele fala pra você: "Não é o que você come, mas como come". E volta para cozinha continuar sua feitiçaria, afinal mais clientes chegaram, e ele mesmo sabe que além de esfomeada, a noite também é voraz.

Finalizou a sobremesa, mas ainda está com a dopamina no seu ápice, seu corpo está a dançar com a música — a qual fica cada vez mais animada — há algum tempo e nem percebera. E então, sua mão de repente é puxada para dançar, nem conseguiu ver quem era, seus olhos estavam embaçados pela alegria que sentia, só viu que mais e mais pessoas juntaram-se a vocês. Estavam dançando, e mesmo sem nada na boca, encontravam-se experimentando um novo sabor. Que fome...

"Por que essa noite deliciosa tem que acabar?". "Ainda estou com muita fome". "Não vou embora". "Mais vinho por favor". Mais vinho, mais comida, mais música, mais dança, mais,mais, mais.

Parece-me que essa noite esfomeada ainda não está saciada.


Notas Finais


Gostaram? Me dêem o feedback.
Vou amar saber ❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...