História Noite inesquecível - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Alfredo Flores, Caitlin Beadles, Chaz Somers, Christian Beadles, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Justin Bieber, Kendall Jenner, Khalil Sharieff, Kristen Stewart, Pattie Mallette, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kristen Stewart, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Romance
Visualizações 258
Palavras 9.580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bebês da Mih

Turu bom? Demorei mais voltei

*Esse cap ficou muito grande por isso dividi em duas partes
*Não revisei o cap, e não consigo corrigir pelo app pois da Bug

Espero que gostem

Boa leitura

Bjos de Luz ☆☆☆★★★

Capítulo 3 - Fear and insecurity (part1)


Fanfic / Fanfiction Noite inesquecível - Capítulo 3 - Fear and insecurity (part1)

Nessas duas semanas Justin tem me procurado, Barmen daquela boate me disse, Harry do Starbucks me disse que ele vai lá todos os dias e fica durante horas sentado as vezes ele vai de Moleton largos pra se esconder.

Ele tem uma foto minha no uber, mas mal mostra meu rosto.

As vezes vejo ele passar com sua lamborghini ou Land Rover preta aqui pelo bairro.

[...]

15/03/2018, 05:14am

Mais um dia acordei no pulo correndo pro banheiro.

Ja fazem duas semanas que transei com Justin e não me recordo se usamos ou não camisinha.

Carrie me enche todos os dias sobre esses enjoos, tonturas, seios sensíveis, queimação no estômago, mudanças de humor e muita fome repentina

-De hoje você não escapa - Carrie acariciou minha costa - Você tem que ver se está grávida, faz uma semana e dois dias que você está passando mal com tudo.

-Por favor a Vick não pode saber - ela assentiu trancando a porta - Não quero ir pra faculdade hoje.

-Você sabe que se não for, terá o estágio pra ir.

-Droga! - me despi entrando na ducha.

-Quanto você ganha mesmo no estagio? - franzi o cenho pra pergunta

-1.600,00$.

-Valor brasileiro? - comecei a rir

- 5.750,880$.

-Nossa, bom se você tiver grávida do Justin, sua pensão será hiper gorda.

-Se eu tiver grávida, ele não vai ficar sabendo.

-QUÊ? - gritou e neguei - Acho loucura sua decisão mais vou respeitar.

-Obrigado. - sai do box e ela entrou - porque não usa seu banheiro?

-Porque ja estou aqui - mostrou lingua - É tão bom conversar no nosso idioma natal.

-Ninguém entendi né - começamos a rir e saimos do banheiro dando de cara com Vick de braços cruzados. - Bom dia Vih.

-Bom dia Beth, bom dia Carrie - vish elas devem ter brigado - Posso saber porque meu pai me encheu a paciência sobre eu estar dormindo na casa de "Garotos" - começamos a rir.

-Deve ser porque pegamos um segurança particular dela nos vigiando ontem.

-Ele não faria isso - Car saiu do quarto voltando com o celular e entregando pra Vick - Merda pai.

-Ele sempre faz isso? - questionei e agora estamos as três nos trocando no meu quarto - Vocês não tem mais roupa?

-Qual é ja estamos aqui - Car falou.

Logo depois de terminar fomos pra cozinha onde Vick decidiu fazer bacon, ovo e lanches naturais.

-Elisabeth calma a comida não vai fugir, credo parece grávida comendo - parei olhando pra Vick e depois pra Carrie - Não esconde nada de mim.

-Talvez ela esteja mesmo grávida - Car soltou fazendo Vick soltar a xícara de café - Você vai limpar essa merda - rosnou brava.

-É do Justin não é? - silêncio - Você tem que contar pra ele, ele está muito querendo ser pai, pelo que você disse vocês tem química.

-Não e não - me levantei - Se for verdade ele não vai ficar sabendo e espero que permaneça com a porra da boca calada.

-Ok - levantou as mãos em rendimento - Você me parece pálida - o refluxo subiu e corri pro banheiro. - Merda Beth falei pra comer pouco.

-Eu estava com fome - resmunguei escovando os dentes - Vamos? - falei assim que terminei.

****

Meu horário chegou ao fim, sai do escritório e estava um pouco frio então coloquei um casaco moleton.

Fui caminhando até o ponto de táxi mais próximo pois ônibus vom certeza iria demorar.

Ao passar na frente de um Mc Donald's e comprei quatro Mc Tasty, batata e Coca-Cola.

Acabei chamando um uber mesmo.

Chegando em casa quase 21:40pm por conta do trânsito, encontrei as meninas na sala, Carrie estava na mesa de centro estudando com fone de ouvido, Vick mexia em seu celular, bati a porta chamando atenção das duas.

-Agora sei porque demorou - Vick falou olhando minha mão - 4 lanches? - questionou

-Um de vocês e dois meu - dei de ombros - Vou tomar banho.

-Antes vai na farmácia comprar pelo menos 5 teste - Carrie falou

-Primeiro um banho e depois vou lá. - entrei no meu quarto ja me despindo e tomei um banho rápido.

Olhei às horas 22:36pm, cheguei na sala e as duas devorava o lanche

-De nada queridas - peguei minha carteira na bolsa.

-Não demore, queremos estar com você - Car beijou minha testa - Vai comendo seu lanche.

Não falei nada só peguei meu lanche e Coca-Cola e sai, peguei o elevador logo chegando no térreo.

-Boa noite menina - seu Clovis me cumprimentou

-Boa noite Seu Clovis, como está?

-Não te vi chegar hoje - sorri.

-Cheguei tem poucos minutos, licença preciso ir.

Ele acenou e caminhei sentido a farmácia que ficava uns minutos de casa.

Quase chegando escutei o ronco do motor e me arrepiei, apressei os passos e entrei na farmácia.

-Boa noite, em que posso ajudar?

-Primeiro eu preciso me esconder - a senhora franziu o cenho - Tem uma caneta e um pedaço de papel?

-Aqui - peguei o papel e escrevi

"Me desculpe não ter me despedido ;)" - Você pode entregar isso para o Justin Bieber.

-Oi? - questionou confusa.

-Ele vai entrar por aquela por em alguns segundo, onde posso me esconder?

-Venha comigo - ela me levou pelos fundos - Fique aqui, ninguém vai te achar.

-Obrigado - ela sorriu gentil e saiu com o bilhete em mãos.

Peguei meu celular no bolso enviando msg pra Carrie

"Me ajuda o Justin está aqui"

"Fica ai estou indo" - Car

Uns 5 minutos depois a senhora voltou sorrindo.

-Rapaz está desesperado atrás, você venha.

-Ele já foi? - ela assentiu - Ótimo preciso de 5 teste de gravidez que eu possa fazer agora de noite.

-Claro - ela ficou me fitando por um tempo - O bebê é dele? - assenti - Meus parabéns a mistura será perfeita.

-Ainda tenho esperando em um negativo - ela assentiu me entregando os teste - Quanto?

-47 dólares - lhe entreguei - Algo a mais? - neguei

-Cheguei - soou a voz ofegante - Vi o carro dele ir embora.

-Agora? - ela assentiu - Vamos? Moça muito obrigado

-Esqueci de mencionar que ele ficou contente com seu bilhete, ele sorriu largo.

-Muito obrigado - sorri saindo com Carrie

-Como ele te achou?

-Ele vem me procurando nas últimas semanas, Harry me disse que ele tem ido ao Starbucks me procurar e Barmen disse o mesmo.

-Porque não me falou?

-Achei irrelevante, achei na verdade que ele cansaria nos primeiros dias.

-Então toma cuidado - ela me abraçou e voltamos pra casa.

Entrei e Vick estava dormindo no sofá

-Vocês demoraram - resmungou - Falou com ele? - neguei.

Fomos pro meu quarto e tirei tudo das caixas.

-Ja está com vontade de fazer xixi? - Vick falou sonolenta se jogando na minha cama

-Eu não posso estar grávida - choraminguei - Estou terminando a faculdade, num trabalho incrível, meus irmãos vão me matar, meu Deus minha mãe - comecei andar de um lado pro outro - Eu não posso estar grávida, só tenho 22 anos.

-ELISABETH LIV HARPER - Car gritou -Para com isso, vai ser difícil? Lógico que vai. Mas isso não vai parar sua vida, vai acrescentar.

-Eu estou com medo - desabei lágrimas

-Hey Beth estamos com você. - Vick me abraçou - Agora vai fazer xixi.

Entrei no banheiro tremendo muito.

-Amiga filma - Car abriu a porta me entregando - Você vai querer guardar esse momento.

-Tudo bem. - fiz xixi no potinho e posicionei a câmera pra mim - Oi meu Nome é Elisabeth Liv Harper, hoje é 15/03/2018 23:38pm. - suspirei olhando pra tela - Ha exatas duas semanas eu tive uma noite inesquecível com alguém perfeito Justin Drew Bieber, não usamos camisinha e minha menstruação está atrasada. - peguei os testes mostrando pra câmera - Por isso estou fazendo esses testes pra tirar minha dúvida, se estou com medo? Claro! Sou nova tenho 22 anos, terminando uma faculdade de 5 anos, sou estagiária numa empresa difícil de se manter, minha família está em outro país - funguei - Eu quero acreditar que Deus vai me ajudar.

Fiquei em silêncio por uns minutos e batidas na porta me fez despertar do transe.

-Hora da verdade - olhei e todos os testes deu positivo - Ai meu Deus, estou grávida - mostrei a câmera pros testes - Esse indica semanas e diz que estou de uma semana. - sentei chorando - Meu Deus... - minha voz está fraca e fina pelo choro.

Larguei o celular e continuei a chorar logo minhas amigas invadiu o banheiro me abraçando.

-Shhh... estaremos com você, esse bebê também é nosso - Car falou.

-Amiga Parabéns - Vick me apertou - Você tem um herdeiro Bieber na barriga.

-Vick você prometeu - solucei

-Hey confia em mim, são 5 anos de amizade ne?

-Espero não me decepcionar com você e essa sua tara ridícula pelo Justin. -Car falou - Você precisa de um banho e ja trago a pizza que pedimos enquanto você estava aqui dentro.

-Quero meu Mc Donald's - ela bufou.

-Vou trazer gorda - fiz biquinho e ela negou.

Guardei todos os testes numa caixinha e fui pro banho.

Amanhã tenho estágio e tenho que marcar médico com Dr Helena Brandt.

***

-Oi te achei - Car falou - Marcar sua primeira consulta de pré - natal.

-Nossa - falei assustada com o assunto em público - Estou preocupada com a Vick.

-Eu também estou, por isso tô no pé dela.

-Ela não pode contar pra ele.

-Ela não vai, dei um simples apavoro nela.

-Carrie isso é errado.

-Ela tem segredos obscuros bem pior que uma gravidez de famoso. - arqueou as sobrancelhas.

-Ok - dei de ombro - Que horas é minha consulta?

-Em uma hora, vamos?

-Podemos passar num restaurante antes?

-Fome? - sorriu torto - Claro.

Ela fez sinal pra um táxi e mwu celular tocou

"Nando" - Merda, meu irmão.

*ligação on*

-Oi donzela - falou sarcástico - Porque não nos ligou?

-Correria - menti, odeio mentir - Saudade.

-Você vem esse ano né?

-Sim, eu vou.

-Como esta tudo por ai? - ah merda ele deve estar desconfiando.

-Nando, esta tudo ótimo.

-Como está a Carrie e Vitória?

-Festeiras como sempre.

-Entendo - pirragou - Eu tenho que te contar uma coisa.

-O que? - ja me assustei

-Eu estou namorando.

-Que? Desde quando? Com quem?

-Mana faz 4 anos, é com a Bárbara.

-Vocês não eram melhores amigos né?

-Sim, sempre fomos mais rolou e estamos juntos desde então.

-Mamãe sabe?

-Sim - escutei sua risada

-Luan sabe?

-Sim, eles sempre soube.

-Porque eu fui a última?

-Porque sabemos que você é a mais ciumenta da família.

-Isso é errado Fernando Harper, estou chateada.

-Você não tem nada pra me dizer? - engoli seco - Liv?

-No momento certo eu digo.

-Então está sério assim.

-O que você está dizendo? - franzi o cenho

-Você é Justin Bieber juntos, achou mesmo que essas fotos não chegou aqui?

-Mas alguém viu?

-Todos viram, mas ninguém te reconheceu - pausou - Espera você disse que no momento certo contaria, vocês estão namorando?

-Não sei ainda - menti novamente - Vamos esperar e ver no que dá.

-Nunca mas saiu foto de vocês juntos de novo - sorri.

-Somos discretos.

-Quero que você seja feliz sabe disso né? - funguei - Hey não precisa chorar.

-Eu te amo tanto, você é meu melhor amigo Nando.

-Me conta o que foi? Vocês terminaram?

-Não, só estou com muita saudade de casa.

-Então volta de uma vez - ele gargalhou - Eu preciso ir, Barbie terminou de se arrumar.

-Xau Nando, te amo

-Eu te amo Bebê

*ligação off*

Comecei chorar de soluçar sendo consolada por Carrie.

-Não vou aguentar mentir pra eles.

-Quando você for lá vai estar com quantos meses?

-4 meses, estou morrendo de medo.

-Porque não conta por telefone.

-Não, eu prefiro enfrentar eles pessoalmente.

Comemos aquele Spaguett a bolonhesa top! Depois fomos pra consulta.

Chegamos no consultório e Dr Helena ja me aguardava.

-Boa tarde meninas - nos cumprimentou - Podem sentar.

-Boa tarde Dr Helena - falamos juntas fazendo ela rir.

-Bom no que eu posso te ajudar Elisabeth - suspirei.

-Quero começar meu pré - natal.

-Oh - pareceu surpresa - Você esqueceu a injeção? - neguei - Tudo bem, vamos começar... Qual a data da última menstruação? Sintomas?

-06 de fevereiro, tenho enjoos, tonturas, seios sensíveis, queimação no estômago, muita fome, muito sono.

-Estão esse mês não desceu? - neguei - Ok, são 10 dias de atraso, esses sintomas são normais no primeiro trimestre - pausou anotando - Lembra a última data da relação sexual?

-02 de março - corei lembrando.

-Pelo jeito foi especial - Dr Helena é uma super amiga da família.

-Conta pra ela com quem foi? - neguei, Carrie mexeu no celular e entrou pra ela - Olha ai quem é o papai do ano.

-Meu Deus - tampou a boca no susto - Isso é sério?

-Helena qual é, repara melhor na foto até Nando percebeu. - revirou os olhos

-Luan vai te matar com certeza - falou risonha - Calma, estou brincando, mas ele sempre me liga pra saber se você anda bem de saúde e se não engravidou de um estranho.

-Ele faz isso? - fiquei chocada com ela assentindo.

-Lógico com o sigilo ao paciente eu não falo nada, quando pretende contar?

-Nas férias - ela assentiu anotando mais algumas coisas.

-Vamos pesar você, medir barriga, pressão, fazer a ultrasson transvaginal e vou te pedir uma serie de exames.

-Ok - falei desnorteada.

-Vá ao trocador e tire toda sua roupa e coloque o avental. - assenti e percebi Carrie sorrir igual idiota.

Depois de vestir o avental, ela me pesou, medir pressão, circunferência da barriga.

-Pode deitar e apoiar os pés aqui - concordei.

-Porque medir a barriga se não tem nada ainda? - Carrie sempre curiosa.

-Pra ver como vai indo a evolução do corpo dela, as vezes o bebê é pequeno e a mãe está com uma barriga enorme, isso é inchaço e na gravidez pode prejudicar a mãe. - Helena explicou - Ok vamos começar, por estar no início não iremos ver muita coisa, muito menos ouvir o coração do bebê

-Ah - Carrie parecia desapontada.

-Olha somente depois da quinta semana ou seja, na próxima consulta iremos ouvir.

Ela fez a ultrasson e aquele grão de feijão me fez chorar litros.

-Você está com uma semana pelas contas e pelo tamanho do bebê - Helena falou - Nos vemos dia 03/04 pois você já tera completado um mês.

-Obrigado - eu recolocava meu moleton - Meu Deus a ficha não caiu ainda.

-Parabéns mamãe - me abraçou - Até a próxima consulta e por favor faça todos exames. - me entregou os papéis

-Ah não se preocupe, ela vai fazer todos.

-Se cuidem, parabéns novamente.

Sai daquele consultorio área.

Meu Deus, eu vou mesmo ser mãe?

-Não quero te assustar, mais vamos entrar nesse restaurante - Carrie falou me fazendo levantar o olhar e ver ele.

-Vem - puxei ela pra dentro de uma loja - Los Angeles nessas horas parece tão pequeno - resmunguei fazendo ele rir.

-Vou ver se ele ja passou - assenti e ela foi até a porta e me chamou.

Fomos andando rápido pelas ruas de Los Angeles e logo achamos um táxi.

Chegando em casa tive a surpresa Ryan Butler sentado no nosso sofá, quase cai pra trás e engoli seco ao ver seu sorriso.

-Não acredito que te achei - franzi o cenho - Quando Vick me disse que eram amigas achei que era mentira.

-VITORIA - Carrie gritou e ja comecei chorar - Caralho conversamos sobre isso.

-ELE MERECE SABER.

-Não, isso é uma escolha minha - em passos rápidos fui pro meu quarto e ainda ouvi Vick dizer "Beth desculpa"

Encostada na porta ouvi os gritos das minhas amigas

-VOCÊ NÃO TINHA O DIREITO, A VIDA É DELA. - Carrie falou alto.

-DESCULPA SE EU

PENSEI NOS DOIS - Vick gritou

-VOCÊ PENSOU EM VOCÊ CARALHO, SE QUER TANTO ELE NA SUA VIDA VAI ATRÁS DELE. - Carrie sempre sincera

-ELE É O PAI, TEM DIREITO DE SABER. - Vick se descontrolou

-VOCÊ CONHECE AS LEIS, SE ABRIRMOS UM PROCESSO CONTRA VOCÊ NEM MESMO VOCÊ PAI VAI TE TIRAR DA PRISÃO. - Carrie gritava com furia.

-CARRIE NÃO. - gritou em desespero.

-VOCÊ VAI FICAR DE BOCA CALADA VITORIA ROSSI, OU TUDO QUE ACONTECEU AQUELE FINAL DE SEMANA VEM ATONA. - Carrie gritou

-Você não faria isso - falou no tom de voz normal.

-Mexe com a minha melhor amiga pra você ver - pausou;- Somos três amigas, confidentes, podemos confiar uma na outra, eu guardo seu segredo por 3 anos porra, 3 longos anos, e se fizer a Beth sofrer eu pego todas as provas que tenho e levo pra polícia.

Batidas na porta me despertou e abri vendo Ryan com a pasta da ultrasson na mão, nem percebi que soltei.

-Posso entrar? - neguei e depois assenti abrindo mais a porta - Obrigado.

-Me desculpa por isso tudo - gesticulei na sala.

-Tudo bem, as duas vezes que saimos elas brigaram do mesmo jeito. - sorri fraco - Por isso está fugindo dele?.

-Não, só não quero minha vida exposta e não quero ser confundida com uma golpista

-Ele nunca deixaria isso acontecer com você.

-Como sabe?

-Justin fala de você de uma forma especial, você tem que ver o brilho nos olhos dele falando da noite incrível de vocês.

-Ele contou? - corei

-Calma, ele não contou detalhes, só falou o quão especial você foi, por não ligar por ele ser Justin Bieber, por ele tem o carro que tem, a casa que tem.

-Não preciso disso, se quiser posso ter - dei de ombros - Mas prefiro a simplicidade.

-Isso, você fez ele rir, você deixou marcas que nem mesmo a mulher que ele mais amou deixou.

-Não - neguei - Não chego ao nível de Selena Gomez.

-Não mesmo, seu nível está acima do dela.

-Não quero que ele saiba, não por agora.

-Por mim ele não vai, so peço que me deixe participar da sua vida.

-Claro que sim - nos abraçamos.

ficamos conversando sobre coisas aleatórias até o anoitecer.

-Elisabeth - sorriu - Ele jura que seu nome é Sabrina

-Eu menti ok - falei fazendo ele e as meninas sorrir, um som abafado começou tocar e Ryan levantou

-É ele preciso atender - Fala Dude...

Ele foi pra varanda e fiquei olhando minhas amigas.

-Odeio quando brigam assim - as duas me olhou - Fica um clima estranho entre nós.

-Desculpas contar pra ele - assenti - Eu não vou mais me intrometer na sua vida.

-Tudo bem, só não faça de novo.

-Eu te amo - Vick me abraçou e puxei Carrie

-Eu amo vocês -nos abraçamos

-Sabe o que eu percebi? - Carrie começou - Você descobriu no sua do seu aniversário.

-Parabéns, Parabéns - as duas começou dançando de uma forma estranha me fazendo rir.

-Parem, o dia foi tão corrido que esqueci do meu aniversário - bati na testa e fui ver minhas msgs - Puts meus irmãos e minha mãe ligou vou retornar

Assim fui pro meu quarto fazer ligações...

[...]

Um mês de gestação

03/04/2018, 06:32am

Os enjoos cada dia pior.

Sono? Tenho de sobra.

Tonturas? Seio sensível? Fome? Mudança de humor? Tenho tudo isso e mais um pouco.

-Quem vai na consulta comigo? - estamos tomando café pra ir a faculdade.

-Nos três vamos - arqueei as sobrancelhas - Ryan decretou que vai - bufei

-Não mesmo - fiquei brava.

-Ele vai nos encontrar lá, Justin nem sabe que ele está na cidade - Vick tentou amenizar.

-Estou indo - quase nunca sou de dirigir - Quem for comigo, me acompanhe.

Peguei o elevador com as meninas entrando com a mesma quase fechada.

-Sem stress - Carrie falou e lhe fuzilei

-Se ninguém tivesse aberto a porra da boca - rosnei

Chegando no estacionamento peguei minha Maseratti GranCabrio e sai

-O que você fez com sua Range Rover? - Vick falou e Carrie sorriu

-Esta guardada - acelerei deixando o vento bater em meu rosto logo fazendo o enjoos ir embora. - 14:20pm esteja aqui ou ficará pra trás.

Fui pro minha sala que fica num prédio diferente do delas.

-E ai Beth - Ed falou e sorri fraco - É verdade o que está rolando? - franzi o cenho - Que você está grávida.

-E se for? Vai assumir?

-Gata com você assumo tudo, mas me conta é verdade?

-Sim - ele me abraçou pelo pescoço

-Pai não quis assumir?

-Eu não contei - dei de ombros - A vida dele já é cheia o suficiente.

-Mas Beth - neguei - Ok! Vamos sair mais tarde?

-Não posso, tenho ultrasson e trabalho - fiz biquinho.

-Posso ir no seu ap mais tarde - piscou cafajeste.

-Tudo bem, só porque você pediu fofinho.

-Eu levo a Pizza - salivei - Putz esqueci que estou diante de uma gravidinha - me precionou contra parede - Você está solteira né?

-Sim, eu estou - ele acariciou minha cintura me arrepiando, droga!

-Vamos sair daqui? - assenti e ele me puxou pela mão - Estou sem carro hoje.

-Eu vim com o meu - ele sorriu me abraçando por trás e beijando meu pescoço.

Deixa eu explicar pra vocês Edward é meu ex - namorado, assim que cheguei aqui, fui bem recebida por ele que é primo da Vitória, nos conectamos e começamos a namorar e eu perdi minha virgindade com ele, namoramos por um ano e sete meses.

Mas Beth qual foi o motivo do término? Estava mais pra amizade colorida do que pra namoro. Mas depois disso sempre nos pegamos, fazemos programas de casais e ele me apoia em tudo.

Ele conhece minha família e quase sempre vai ao Brasil comigo.

-Sua família ja sabe? - neguei - Quando vai contar?

-Nas férias - ele assentiu e joguei a chave do carro pra ele.

-Uau uma Maseratti? Gostei -mostei língua e entramos - Antes de tudo você vai me contar quem é o pai do seu filho, e porque não quer contar.

-Quando eu dizer o nome, você vai saber o motivo.

-Ok, foi coisa de uma noite? - assenti e ele saiu do campus - Ele é bonito pelo menos?

-Pra mim ele é lindo. - ele sorriu - Desculpas.

-Tudo bem, Ele é mais velho? - assenti - Quantos anos?

-Dois anos.

-Transa foi boa? - corei - Qual é Liz?

-Foi perfeita.

-Mas que nossa primeira vez? - neguei - De 0 a 10?

-9 - ele me olhou chocado - O que foi bom.

-Ok, onde se conheceram?

-Numa boate.

-Isso é novidade pra mim, você quase não sai - pausou - Você não toma injeção?

-Sim, mais estava próximo a minha menstruação - abaixei a cabeça - Não me julga por favor.

-Que isso Elisabeth? Nunca faria isso.

-Desculpa é que a Vick surtou e ainda está querendo contar pra ele - estamos entrando na rua de casa.

-Pode me dizer quem é? - fiquei calada - Você pode confiar em mim lembra?

-Promete não surtar? - vi ele revirar os olhos - Justin Bieber - sussurrei e ele me olhou

-Repete não ouvi - foi parando o carro.

-Justin Bieber - falei normal

-Porra! - freiou o carro - Sério?

-Sim - corei

-Caralho man - o portão abriu e ele foi entrando - Qual vaga?

-33 - ele assentiu estacionando e virou pra mim desligando o carro - O que?

-Sério que ele fode bem assim? - sorri nervosa - Porra perdi minha menina.

-Não perdeu, pois ele nem sonha em quem sou eu.

-Serio?

-Sim, menti nome, não pasdei número de telefone, nas fotos que ele tem de mim não aparece meu rosto.

-Que nome?

-Sabrina - ele gargalhou se inclinando

-Você fica linda corada sabe disso né? - neguei - Vem vamos subir.

Saimos do carro indo pro elevador onde iniciou a sessão de beijos e carícias, logo precisamos de fôlego e elevador abriu.

-Quem sabe? - acaricou minha barriga

-Carrie, Vick, Ryan, Você e minha médica.

-Quem é Ryan? - questionou ciumento.

-Amigo do Justin, Vitória contou pra ele - ele bufou.

-Ela sempre atrás de fama, ridícula. - abri o ap e ele ja foi trancando a porta.

Fomos pro meu quarto e ele ja iniciou tirando meu vestido e apertando meu seio, me fazendo gemer de dor.

-Machuquei? - assenti -Desculpas Liz

-Estão sensíveis - ele tirou meu sutiã.

-Estão grandes - corei - Lindos, se machucar me avisa ok? - assenti gemendo ao toque de sua língua com meu mamilo.

-Ed - gemi alto, ele me pegou no colo me precionando na porta -Ed - ja sentia minha intimidade molhada.

-Caralho você está molhadinha Liz - seus dedos deslizou na minha entrada e seus lábios grudou no meu.

Logo estávamos nus e transando intensamente.

Tive dois orgasmos intenso e Ed não cansava.

-ED - gritei com tesão.

-Oh Caralho, que buceta gostosa, apertadinha -estocou quatro vezes e parou -Porra cansei.

Caimos deitados rindo igual crianças.

-Banho? - ele assentiu - Estou com fome.

-Eu faço o almoço - sorri - Muito cedo?

-Sim, agora são 10:57am

-Uau foi longo - entramos na ducha e tive que lavar o cabelo de novo.

Depois de trocados resolvemos ir almoçar juntos num restaurante.

Calça jeans, regata, Moleton largo, óculos escuro e cabelo solto

-Você ficar mais bonita sem maquiagem - neguei - Fica e pronto.

Entramos num restaurante logo ele me puxou precionando contra seu peito e lhe dei um soco

-Shhhh Bieber a vista - senti meu corpo estremecer - Calma, respira, ele ja está saindo.

Dois longos minutos depois, ele me soltou.

-Eu quero ir embora - choraminguei

-Não mesmo, você vai comer. - falou bravo e recebemos uma mesa.

Almoçamos comigo de costas pra porta, após terminar voltamos pro campus e esperamos as meninas no estacionamento.

***

-Nossa hoje temos bastante gente - Dr Helena falou - Vamos lá? Só deitar na maca.

Deitei e ela levantou um pouco minha blusa e abaixou bem minha calça.

-Vou poder ouvir o coração? - ela fez uma careta e logo assentiu rindo - To nervosa.

-Tenta manter a calma, pois o bebê se agita. - suspirei e um gel gelado foi posto na minha barriga

-Preparados? - assenti - Aqui está seu bebê - comecei chorar muito de soluçar - Olha como cresceu.

-Meu Deus, esse é meu bebê - tampei a boca e recebi um beijo na testa de Carrie.

-Nosso bebê Mana - assenti e a consulta seguiu....

-Bom está tudo perfeito com o bebê, seus exames estão ótimos, vou lhe passar vitaminas, ácido folico pra sua queimação no estômago, apartir de ajuda nada de stress, álcool somente uma cerveja ou uma taça de vinho nada mais ouviu bem?

-Sim senhora

-Se fumar ou usar qualquer tipo de drogas pare, coma coisas saudáveis, besteiras somente duas vezes na semana e nada em excesso, se exercitar, se quiser fazer aulas para gestante, temos aqui no consultório só marcar.

-Ok - eu estou em êxtase ainda, não caiu a ficha que um ser tão pequeno está crescendo dentro de mim - Eu posso fazer tudo ne?

-Sim, pode só não pegue muito peso ou faça exercícios pesados.

-Tem algum treino pra gestante?

-Sim, só conversar com seu personal.

-Ouviram né? Eu posso tudo.

Helena sorriu olhando meus amigos.

-Faça esses exames uma semana antes da próxima consulta, assim saberei se teve mudanças nesse segundo mês ok? - assenti - Alguma dúvida? - assenti corada - Podem nos dar licença.

-Ja sei qual vai ser a primeira pergunta dela - Carrie gargalhou e fuzilei ela - Calma estamos indo, te esperamos la fora.

Eles saíram e suspirei.

-Qual sua dúvida?

-Quando estamos grávida é normal ter um orgasmo somente pensando no ato?

-Você teve? - assenti - Não acontece com todas, mais a maioria das mulheres tem aumento de libido na gravidez.

-Tipo ficar excitada e com vontade de fazer sexo em momentos proibidos? - corei tampando o rosto escutando sua risada

-Sim Beth, isso é super normal - pausou - Você sente desconforto ou dores?

-Não.

-Ótimo, gravidez não impedi a vida sexual pelo contrário ajuda bastante na hora do parto.

-Sério?

-Sim, ajuda muito, só depois do sexto mês você terá que evitar algumas posições.

-Ah sim, tudo bem.

-Mas perguntas?

-Não era só isso - ela assentiu me entregando as guias de exames e remédios - Obrigado Helena.

-Por nada e parabéns novamente continue se cuidando que sua gravidez será tranquila e saudável - assenti - Pega sua ultrasson na recepção ok?

-Obrigado - nos cumprimentamos e sai daqui qbarrigauerendo correr atrás alegria.

-Meu Deus, eu vou ser mãe - coloquei a mão na chorando - Eu ja te amo muito filho.

Cheguei na recepção onde meus amigos fazia uma zona.

-Beth eu preciso ir, Justin descobriu que estou aqui em Los Angeles e me pediu pra ir até a casa dele. - Ryan me abraçou - Até a próxima meninas.

-Até Ryan - falamos juntas.

[...]

Dois meses de gestação

01/05/2018

Os enjoos passou, queimação do estômago eu achei uma solução suco de limão bem gelado ou água bem gelada.

Minha barriga criou um minúsculo volume, a correria na faculdade está apertada, mas eu tô pegando firme último ano.

Tenho horários de comer, tenho exercícios três vezes por semana, aulas de gestantes de primeira viagem duas vezes, aos finais de semana revezo em estudar e sair com minhas amigas.

Converso com meus irmãos duas vezes por semana e minha mãe me ligou umas 4x por semana esse mês.

Dizem que as mães sentem quando temos felizes ou quando estamos passando por momentos felizes ou triste.

Ontem recebi uma caixa enviada pelo Ryan, cheia de roupinhas, lençóis, sapatinhos, bonezinhos, tocas, meias e luvinhas fofas nas cores Bege, amarela, verde, azul, cinza e vermelho. Sim a caixa foi enorme.

Infelizmente ele não vai conseguir estar presente na minha ultrasson pessoalmente, mas vamos fazer video chamada com ele.

As meninas estão empolgadas e acham que é uma menina.

Eu, Ryan e Ed achamos que é menino.

No último mês Ed está mais presente como amigo e "PA", hoje somente ele vai comigo na ultra, pois será em horário de aula e as meninas tem prova.

Se estou animada? Ansiosa? Com medo? Estou com tudo isso e mais um pouco.

Mas tenho as melhores pessoas ao meu lado.

Chegamos ao consultório e não demorou para sermos atendidos.

-Olá minha gravidinha preferida - Helena me abraçou.

-Oi Helena, esse é o Ed lembra dele?

-Oh sim, prazer revê-lo, fico feliz que esteja presente nessa nova fase da vida dela.

-É um prazer enorme, mesmo não sendo pai biológico, ja me sinto pai de alma e coração.

-Uau que lindo da sua parte - pausou - Vamos começar? Pode subir na balança.

-Eu acho que engordei, me sinto pesada.

-Olha você engordou 2kg, mas nada muito assustador ou desesperador ok? Fica tranquila que até os nove meses vem mais alguns.

-Oh sim, imagino pelo tanto que ela está comendo - Ed brincou tirando risadas de Helena.

-Está se alimentando bem?

-Estou seguindo a lista que a Brenda passou nas aulas.

-Ótimo, toma bastante água?

-Sim.

-Vamos a ultrasson - assenti

-Antes posso ir ligando pro Ryan? Ele queria estar aqui mas o trabalho não peemitiu.

-Claro que sim, vai deitando, enquanto eu preparo tudo.

*ligação on*

-Oi Ryan - ele sorriu largo - Vamos começar aqui.

-Você foi sozinha? - neguei - Quem está com você?

-Ed - ele revirou os olhos - Ryan por favor.

-Ok, por você.

-Vamos começar? Oi Ryan, primeira vez que faço uma mini live numa ultrasson.

-Oh Dr.Helena me sinto honrado

-Ok vamos lá, olha nosso pequeno gafanhoto aqui.

-E ai garotao - Ryan falou - Viu só ele mexeu ai.

-Não brisa Ryan.

-Bom, sua liquido amniótico está ok.... - Ela falou todas as partes do corpo ok e formados, explicou tudo - Você está com 8 semanas.

-Nossa minúsculo, esta tudo perfeito com nosso bebê Dr? - Ed falou

-Claro, o bebê está forte e saudável, continuem assim que vamos ter um pequeno forte pra alegrar mais a vida de vocês.

-Graças a Deus - Voz de Ryan soou - Pequena eu preciso ir, nos falamos mais tarde?

-Claro Ryan, nos falamos sim, bjo e obrigado pelo apoio

-Eu amo vocês, Xau Dr Helena e Vlw por acompanhar ela Edward.

-Será sempre um prazer cuidar da minha menina.

Ryan piscou pra mim e desligou.

-Vamos olhar seus exames - Helena lembrou e lhe entreguei - Bom está tudo ótimo, continue assim querida, esta de parabéns.

-Obrigado Helena - nos despedimos e fomos pra faculdade pegar as ultimas aulas.

***

Mas um dia exaustivo de trabalho, cheguei tomei banho e fui caçar comida e acabei tendo que fazer.

Fiz arroz, feijão, purê de batata, couve-flor e um suco de laranja natural.

Hoje cheguei primeiro que as meninas, então assim que terminei de comer lavei minhas louça e fui dormir.

Acordei com uma gritaria horrível me assustando.

-Dá pra calar a boca - escutei a voz de Vick, sai do quarto vendo Frederic lhe segurando pelo bravo e apertando seu rosto. - Fred você está machucando.

-Sua vadia, você deu mesmo pra ele? - apertou mais o rosto.

O que eu faço? Não posso me meter na briga deles, tenho meu filho pra cuidar agora. Voltei pro meu quarto e me camuflei no escuro filmando aquilo - Eu vou te arrebentar.

Logo Ed e Drake entrou com tudo no ap tirando ele de cima dela.

-SUA VAGABUNDA - começou gritar e ela caiu no chão e caminhei até ela. -VOCÊ ME TRAIU

-Não, não estavamos juntos.

-MAS VOCE TRANSOU COM ELE, VOCÊ TROCA MENSAGENS COM ELE.

-Fred para com isso - ela ja chorava e puxei seu rosto.

-Não se rebaixa, olha o nível que isso chegou, ele iria te bater amiga.

-Mas eu o amo Beth - me abracou chorando e comecei ficar emotiva chorando também - Me desculpa

-Shhh... tudo bem, o amor é dificil eu sei.

-Ele viu minhas conversas antiga com Ryan e pensou besteira.

-Porque não apagou.

-Eu sei lá, nunca pensei que passaria por isso. - deitou no meu colo - Porque dói.

-Vai passar amiga, é somente uma fase ok? - ela assentiu e continuamos ali sentadas no chão apreciando o silêncio

-Vick? - Ed entrou trancando a porta - Ele te machucou?

-Não - voltou chorar - Ele não vai me querer mais.

-Ei, ele quase te bateu Vitória.

-Mas ele não bateu.

-Ele machucou seus braços e seu rosto - Ed puxou os cabelos nervoso - Eu não admito isso.

-Ed por favor - implorou chorando - Eu o amo.

Edward paralisou olhando pra ela, conheço Vitória a 5 anos e nunca vi ela se apaixonar ou dizer que ama alguém, se ela está dizendo é verdade.

-Você ama ele? - Ed parecia em êxtase - Justo ele Vitória.

-Desculpas, não pude evitar.

-Porra Vitória. - ele se jogou no sofá e depois levantou me tirando no chão e nos sentando no mesmo sofá. - Fred é explosivo, ele tem restrições por agressões domésticas.

-Eu sei disso - abaixou a cabeça.

-Ela tem um filho de outro relacionamento.

-Eu o conheci - começou brincar com os dedos - Ele gostou de mim.

-Certeza que você quer esse relacionamento abusivo?

-Eu quero tentar - ele assentiu e beijou a testa dela - Obrigado.

-Seu pai vai ficar sabendo disso - ela negou - O segurança dele viu Fred te arrastar do carro pra dentro e ele estava no corredor filmando quando ele te grudou na parede.

-Ah merda - tampou o rosto - Ele vai me matar por não ter revidado.

-Eu sei, só prepara e faça uma maquiagem bem feita nos braços e rosto. - pausou - Ele te acordou né?

-Sim os gritos e estrondos - ele travou o maxilar.

-Amanhã ele vai se ver comigo, quer fazer um lanche e voltar a dormir?

-Perdi o sono - ele assentiu - Podemos ficar vendo desenho - ele sorriu e concordou.

02:40am

Nos três fizemos uns lanches naturais e vitamina de banana, mamão, maçã e morangos.

Por nosso sofá virar cama Ed pegou edredom e travesseiros pra nos dois e Vick pra ela.

O filme Moana se iniciou e estou sentada pernas de índio comendo com os olhos vidrados na tv.

Campainha tocava desesperada e virei vendo as letras do filme Rei Leão subindo.

Ed dormindo tranquilo ao meu lado e Vick babava do outro lado.

Cheguei perto dela e cutuquei fazendo ela cair ao meus pés.

-Bom dia - ela fechou os olhos - Atendi a campainha deve ser seu pai.

Ela deu um pulo quase mortal do chão e se arrumou toda.

-Estou marcada? - neguei - Certeza?

-Óbvio - ela foi abrir a porta e ela passou Senhor Agente David Rossi do FBI em seu uniforme. - Bom dia Tio - chamei atenção e ele sorriu largo ao me ver.

-Parabéns meu amor - corei - Se cuide viu, Vitória deixou escapar.

-Tudo bem.

-Fica tranquila que não iremos divulgar nada até você anunviar sua família - agradeci com um sorriso - Pode nos deixar a sós?

-Oh claro - cutuquei Ed - Vem vamos pro quarto.

-Bom dia - falou sonolento.

-Bom dia Edward - ele abriu os olhos - Nos dê licença.

-Pega leve Rossi - Sr Rossi sorriu fraco e fomos pro meu quarto - Que horas são?

-05:45am.

-Porra meu tio madrugou - assenti - Você sabia do Fred?

-Mais ou menos, ela sempre negou, mas ele ja dormiu aqui algumas vezes, eles saem juntos sempre, ja estava desconfiando.

-Eu tenho medo dela sofrer - assenti.

-Posso te pedir algo? - ele assentiu - Vamos transar?

-Nossa bem direta - me deitou ja tirando minha camisola - Faz um mês que transamos né?

-Sim.

-Você ja transou com o Ryan?

-Que? - empurrei ele - Não, ele e amigo do Justin.

-E daí?

-Você quebrou meu tesão idiota - com raiva fui pro banheiro.

-Desculpas Liz - tranquei a porta - Liz abre vai.

Tomei um banho e já vamos nos...

-O que o tio disse?

-Que quer conversar com o Frederic, disse que se ele não se comportar ele vai levar ele preso.

Ed bufou e vi Fred de longe com a mão engessada.

-Vou falar com ele -Ed segurou ela.

-Ele errou, ela que vá até você nunca ceda primeiro, faça ele reconhecer o erro - ela assentiu - Viu só ele está vindo fica perto de mim.

-Vem Liz - ele me abraçou pelo pescoço e Vick vinha atrás com Drake e Carrie, Ed colocou a mão no peito de Fred - Já não fez muita merda por hoje?

-Eu quero me desculpar, sei que errei, cara com ela é diferente.

-Meu tio quer te ver hoje a noite - Fred negou - Ah você vai ou nunca mais poderá chegar perto da Vitória.

-Ele não faria isso - Ed pegou meu celular mostrando o vídeo de como ele estava transtornado - Merda! Eu vou.

-Ótimo, então depois você fala com a Vitória - Fred ficou igual um cachorro de rua, perdido e desnorteado.

Cada um foi pra sua sala e Ed me deixou na minha e foi pra sua

***

Noite caiu e depois do serviço estamos na casa dos Rossi

-Meninas - Sra Rossi nos cumprimentou - Entrem.

Vitória estava com cara de poucos amigos e não demorou pra Fred, Drake e Ed chegar.

O Jantar foi adorável, teve piadas, risadas e mimos pro meu bebê...

Teve a tal conversa e tudo se resolveu, ou vai o racha!

[...]

Três meses de gestação

29/05/2018, 16:21pm

Chegou a fase de acordar com uma minúscula montanha na sua barriga, sentir vibrações, sinto muito sono, poucos enjoos matinais.

-Beth? - virei - Pode ir já - assenti - Quero ver sua ultrasson depois.

-Obrigado Brad - peguei minha bolsa - Até segunda feira.

-Bom final de semana pequena.

Sai do escritório encontrando Ryan e Ed discutindo.

-Hey hey hey que isso? - questionei

-Nada minha menina - beijou minha testa.

-Oi Beth - Ryan beijou minha bochecha - Vamos?

-Estou de carro - sai dali batendo o pé.

-Liz - neguei -Liz por favor.

-Porque vocês dois sempre estão brigando? Porque vocês dois não podem se entender por mim? - Droga hormônios ja estou chorando - Eu não quero ter que conviver com pessoas assim, se vocês dois não forem de entender ou fingir que se suporta por mim, vão embora. - entrei no meu carro e sai disparada dali.

Não demorou muito pra chegar no consultório da Dr Helena.

Minha consulta está marcada para as 17:30pm, agora é 16:56pm.

-Chegou cedo hoje Elisabeth - assenti - Se quiser ir comer algo, ela vai demorar um pouco.

-Sério - suspirei

-Sim, ela está no hospital uma paciente entrou em trabalho de parto na consulta.

-Eu espero.

-Tudo bem, se quiser tem o Dr Malack - neguei - Ok.

Me levantei indo pegar o elevador e as portas abriu comigo dando de cara com Ryan e Ed.

-Beth - Ryan falou - Desculpa vamos conversar?

-Tenho escolha? - eles negaram - Então vamos.

Entrei no elevador e comecei mexer no meu celular, logo as portas abriu e fui andando na frente vendo minhas msgs

"Eles ja se mataram?" - Carrie 5 minutos atrás

"Eles estavam discutindo, quando cheguei perto eles fingiram que não era nada"

"Será que Ryan está afim de você?" - Carrie

"QUE? NÃO LOUCA"

"NÃO SURTA, TEM POSSIBILIDADE SIM, ELE ESTÁ TE ACOMPANHANDO DESDE O INICIO" - Carrie

"Não pode ser isso" - mandei olhando pra trás e vendo os dois com cara de bravo.

Olhei ao redor e vi uma lanchonete, entrei fiz meu pedido e escolhi a mesa.

Ryan e Ed sentou na minha frente.

-Quem vai começar?

-Liz nos escute primeiro ok? - arqueei aa sobrancelhas - Ryan acha errado eu estar tão próximo. - meu suco chegou e comecei tomar.

-Ele está agindo como se esse bebê fosse de vocês - Ryan protestou - Beth você sabe quem e o pai, ele quem deveria estar te acompanhando.

-Ryan eu já te disse que somos amigos, não vou interferir em nada, Liz não gosta mais de mim.

-Não mesmo - sorri agradecendo ao garçom - Vocês tem que parar de querer responder por mim, isso é uma escolha minha, filho é meu e pronto.

-Beth... - Ryan começou - Se você ver como ele está frustado por não ter lhe encontrado ainda - Engoli o lanche ja sentindo as lágrimas.

-Não começa com esse papo Ryan - Ed falou - Você quer mexer com o emocional dela.

-Não quero, mas ele gosta dela.

-Parem - sequei a lágrima teimosa - Se quiserem continuar acompanhando tudo.

-Beth você não faria isso comigo - assenti - Tudo bem - Ryan cedeu.

-Por mim tranquilo - Ed falou.

-Obrigado e espero não ver vocês brigando de novo.

-Não prometo nada - falaram juntos e neguei rindo.

Terminei meu lanche natural e suco, logo voltamos pro consultório onde fui avisada que Helena ja me esperava.

-Oi, ja estou vendo uma barriguinha ai - corei e ela me abraçou - Acabei de fazer um parto de gêmeos lindos olha.

Pegou o celular me mostrando as fotos, depois de uns minutos de conversa ja estou deitada na maca.

-Oi rapazes me perdoe a falta de educação - Helena corou

-Tudo bem Helena - falaram juntos e bufaram por isso.

-Vamos começar - ela passou aquele gel gelado na minha barriga e começou mostar meu bebê - Olha ele já está bem formadinho, aqui está a mão direita, a esquerda está no rostinho, aqui o pezinho esquerdo e pe direito esticado - mexeu um pouco mais e o bebe mexeu - Aqui são os olhos, nariz, boca, queixo, sua barriguinha, sua coluna ja está toda formada - pausou - seu bebê ja está formado, agora é fortalecer e ficar prontinho pra sair do forninho.

-Quando podemos ver o sexo? - Ryan falou animado.

-Próxima consulta Ryan - ele assentiu - Seu bebê está medindo aproximadamente 4,6cm e 58grs e você está com 12 semanas

-12 Semanas? - Ed franziu o cenho

-Ela já completou os três meses, esta entrando no 4 mês.

-Ela pode viajar? - Ryan questionou

-Pode - limpou minha barriga - Vamos olhar seus exames e vou te passar as guias, como você vai viajar tem que tomar umas vacinas antes.

-Tudo bem - ela olhou todos meus exames - Está tudo bem?

-Está com um pouco de anemia, vou te receitar um remédio, e diminuir sua alimentação pra 2 em 2 horas, mudar sua vitamina.

-Interferi muito no sono?

-Um pouco - assenti.

-Aqui esta suas guias, receitas e até a próxima - nos abraçamos - Boa sorte com sua família e quero saber de tudo durante a próxima consulta.

-Eu saio de férias dia 28/06 e viajo dia 31/07.

-Então vamos nos ver antes da sua viagem certo? - assenti - Ótimo.

-Obrigado Helena - sai com os meninos e na recepção sua secretaria me entregou a ultrasson.

***

Cheguei exausta querendo minha cama e mais uma vez Fred e Vick brigava.

-Oi - sussurrei e Fred olhou pra Ryan com furia - Vem Ryan.

Escutei ele falar "O que esse cara faz aqui?"

-O que eu fiz? - Ryan falou

-Nada ele viu conversas antigas de vocês e ficou com ciúmes.

-Inseguro? - dei de ombros - Justin esta ligando

*ligação on viva- voz*

-Fala dude - a voz rouca soou

-E ai dude, o que manda?

-Estou pensando em ir dar uma volta no bairro dela de novo - meu coração disparou -Três meses e o que ganho é um bilhete fofo e perfumado?

-Ah dude, quer ir dar uma volta?

-Sim, eu preciso esfriar a cabeça está me e enlouquecendo não achar essa mulher.

-Dude não está na hora de parar?

-PARAR RYAN SÉRIO? PORRA NÃO VOU DESISTIR DE NÓS.

-Nós? - falei e logo tampei a boca.

-Quem está ai? - questionou

-Uma amiga

-Oh dude estou atrapalhando - sua risada rouca surgiu - Quando der vem pra minha casa.

-Estou saindo daqui já

-Te espero.

-Dude? - ele resmungou "Huum" - E se não existir um nós?

-Eu quero encontrar ela e fazer ela me dizer que nunca poderá existir um nós.

-Você gostou mesmo dela ne? - Ryan ja me olhava triste pois eu estou em prantos

-Gostei sim, eu sinto que me apaixonei - corri pro banheiro e meus soluços eram altos.

*ligação off*

Me despi e entrei na ducha deixando as lágrimas lavar minha alma.

Eu também me apaixonei, eu quero poder contar, mas o medo de ser julgada ou crucificada é maior.

Quando sai do banho, meu notbook estava aberto em cima da cama.

Uma reportagem da TMZ sobre o Justin tirando foto com a filha de uma fã.

Desabei no choro de novo, ele leva jeito com crianças tem seus dois irmãos, os filhos do Scott Braun e ele sonha em ser pai.

Eu deveria contar? Se eu contar e ele quiser exame de DNA.

Não quero ser mais uma "Mariah Yeater", tudo que não preciso é ser humilhada, pois não preciso de dinheiro.

Me joguei na cama caindo no sono minutos depois.

[...]

Quatro meses de gestação

25/06/2018, 21:27pm

A correria pro final do semestre antes das férias é grande.

Muitos trabalhos, provas e no serviço estou trabalhando em triplo ja por causa das férias e minha licença maternidade.

Ed se afastou nos últimos dias por causa da falta de tempo de ambos.

Ryan liga todos os dias, Carrie está ausente nos último meses desconfio de um namoro.

Cheguei do último dia de serviço e faculdade por um tempo

-Finalmente férias - falei sozinha e entrei na cozinha - Opa - eles deram um pulo e tomei um susto.

-Calma, respira - Carrie tinha os lábios vermelhos - Harry Styles essa é minha melhor amiga Elisabeth

-É ele mesmo que era do One Direct?

-Sim - ele sorriu - Prazer conhecê-la.

-Fome? - assenti em êxtase - Fizemos Peixe, arroz, feijão e seu suco de laranja - Carrie falou e assenti.

-Coloca pra mim? - ela sorriu - Vou guardar as coisas.

-Vick está na casa dos pais dela.

Entrei no meu quarto e tinha um buque enorme na casa com uma cesta cheia de chocolate.

Peguei as flores e cheirei tinha um cartão

"Eu posso parecer louco, mas eu quero te encontrar. Porque se escondi de mim? Aparece por favor, temos tanto pra conversar" - Seu JB.

Entre lágrimas me desesperei

Será que ele me achou? Será que ele realmente me ama? São tantas perguntas.

Nesse último vez ele apareceu bastante pra mídia, indo pra igreja, academia, lanchonetes, até no studio ele foi.

-Beth? - Carrie foi entrando - Oh meu Deus.

-Como ele descobriu onde moramos?

-Sr Clovis disse que ele deixou um em cada prédio e deixou suas descrições, falou um pouco de você e depois foi embora.

-Ele quer me encontrar, ele quer conversar.

-E você? - abaixei a cabeça - Beth e você?

-Lógico que eu quero, mas não quero ser humilhada me submetendo ao teste de DNA, não quero a mídia em cima de mim fazendo perguntas, não quero a família dele me odiando ou me crucificando, não quero sofrer.

-Amiga você já está sofrendo passando todos esses meses amando alguém que pode estar perto e você está afastando, você está privando ele de acompanhar o crescimento da Filha dele.

-Filho - fiz bico - Depois das férias eu conto.

-Tudo bem eu e o Harry vamos te apoiar sempre.

Saimos do meu quarto e o Harry estava colocando a mesa.

-Desculpas ter ouvido a conversa - coçou a nuca - Então você é a mulher que vem tirando o sono do nossa JB?

-Tirando o sono? - questionei

-Sim, conversando com ele esses dias ele falou de você, disse que necessita te achar pra voltar dormir direto e quando acordar ter a certeza que você realmente existe e não vai embora sem se despedir.

-Droga... - comecei chorar e me sentir culpada, estou me sentindo um monstro.

-Hey amiga - Neguei - Se calma, ele vai te entender.

-Se ele não quiser me ver depois disso? - apontei pra barriga - E se quando meu bebê nascer ele quiser tomar de mim por vingança.

-Tira isso da sua cabeça o Justin que conheço nunca faria isso, pelo contrário ele vai querer manter vocês próximos dele.

-Eu tenho medo da humilhação que vou passar.

-Justin não vai deixar, vai por mim.

Logo mudamos de assunto e descobri que eles estão juntos a 3 meses, eles se conheceram num show e depois manteram contato.

-Ai passamos maior susto, pois na saída tinha tanto paparazzi - Harry está contando o sufoco dos dois nas vezes que sairam em público juntos - Ela estava chorando porque tivemos um pequeno infarto com a menstruação dela atrasou - pausou pegando fôlego - Ela colocou óculos escuros em plena madrugada.

-Oh meu Deus, que confusão - comecei a rir mais - E depois?

-Depois? Aqueles demônios nos seguiu até o outro hotel.

-Mas porque trocaram de hotel? - questionei fazendo Harry gargalhar altíssimo.

-Ela ficou com vergonha do show de gritos que demos de preocupação, susto e loucura

-Harry andava de um lado pro outro assim - Carrie levantou -Não posso ser pai agora, ai ele parava, você entendi né? Podemos ter filho daqui uns anos, mas agora não está muito recente. - pausou rindo - E se eu não for o cara do seus sonhos? E se você não for a mulher que quero pra ser mãe dos meus filho.

-Parem - coloquei a mão na barriga - Parem estou fazendo xixi - levantei as pressas correndo pro banheiro.

Observei as horas e são 02:57am, voltei pra sala e eles se pegava lógico que em passos lentos peguei meu celular no sofá e voltei pro quarto, tomei um banho coloquei um conjunto de calcinha box e top deitando pra descansar

**

Escutei risadas altas e virei me assustando com Carrie, Harry, Vick, Fred, Ed e Ryan me olhando.

-Que susto porra - sentei - Porque está me filmando Carrie?

-Olha isso - falou emocionada e foi ai que percebi era o bb mexendo - Ja está grandinha né

-Já falei que é Menino - levantei - Bom dia - entrei no meu banheiro e fiquei acariciando minha barriga - Em algumas semanas você vai conhecer seu papai - senti uma ele mexer me deixando emocionada.

Peguei meu celular e tirei uma foto pois todos os meses eu tiro pra registrar a evolução da barriga.

Tomei um banho, me arrumei uma legging, camiseta larga, jaqueta preta, rasteirinha, arrumei meu cabelo, fiz uma make simples e coloquei meus óculos

Peguei minha pasta de pré-natal, documentos e carteira de vacina pra Helena ver que tomei as vacinas necessárias.

-Nossa que demora - Carrie falou e revirei os olhos

-Não pedi pra ninguém me esperar - ela fez bico - O que foi?

-Que horas é sua consulta?

-Às 14:30pm.

-Não era as 10:00am? - Ryan falou

-Foi remarcada - iniciei meu Cafe da manhã - Helena tem um parto agora pela manhã.

-Oh e porque não nos avisou? - Vick falou acariciando minha barriga

-Sou obrigada a avisar vocês de tudo agora? Que eu saiba tenho 22 anos e sei me cuidar sozinha - revirei os olhos.

-Você sabia que todos nos iriamos com você - Ed se defendeu - Acordamos cedo nas férias por vocês - beijou minha testa.

-O que mais tem aqui é colchão só voltarem a dormir - dei de ombros - Ah Carrie ja comprei minha passagem viajo dia 29 às 07:40am.

-Por que tão cedo - choramingou

-Esqueceu que são longas 13 horas de vôo?

-Comprou a minha? - assenti.

-Ei nos também vamos - Vick apontou pra ela e Fred.

-Eu também - Ed falou - Qual seu vôo?

-347.

Vick e Ed correu pro notbook no sofá pra comprar suas passagens.

-Eu queria poder ir com vocês - Ryan sentou ao meu lado - Mas saiba que vou estar com o JB.

-Cuida dele pra mim? Quando eu voltar de viagem eu conto pra ele.

-Tudo bem - sorriu largo - Se cuidem viu.

-Fica aqui nesses tres dias?

-Fico claro - me abraçou - Termina seu café queremos te levar num lugar.

Sorri e continuei desfrutando da minha refeição sozinha na cozinha e ouvindi as risadas deles na sala.

-Será que ela vai gostar? - Fred falou e me escondi

-Espero que sim é a cara dela - Carrie falou

-Vou ver se ela ja terminou - Ed falou e peguei o celular saindo da cozinha mexendo no mesmo. - Ah ja estava indo atrás de vocês - abaixou - Como vai meu garotao?

-Ele está bem - sorri

-Pretende fazer chá de bebê? - Ryan perguntou

-Sim, vai ser aquele revelação - As meninas negou - Vai sim e pronto.

-Quem vai ser madrinha? - Vick perguntou

-Ainda não sei - dei de ombros.

-Vamos pessoal? - Ed falou.

-Cadê o Harry? - questionei

-Ele teve que ir - assenti - Vamos dividir - Carrie falou

-Eu vim com Ed - Fred falou

-Faz assim, Ed, Vick e Fred vão juntos - pausei - Ryan e Carrie vem comigo.

-Ótimo

Saímos de Ap e Carrie quis ir dirigindo.

Depois de uns 40 minutos chegamos na frente de uma casa linda, descemos do carro e Ryan não saia do celular.

-É ele? - assentiu - Como ele esta?

-Intrigado, ele começou achar que você é miragem dele sabe.

-Nossa - ele sorriu me mostrando o celular

"Como pode uma mulher mexer tanto assim com minha cabeça? Estou enlouquecendo" - Justin mandou pra ele

-Logo isso passa, pois você vai contar né?

-Sim eu vou, espero que ele aceite bem isso.

-Ele vai sim, pode ficar chateada por ter perdido os primeiros 4 meses.

-É difícil ok? Ele é uma pessoa pública se eu tivesse contado a ele, poderiam insinuar que eu estava dando o golpe da barriga nele, meus familiares ficaria sabendo pelas reportagens. -pausei - E meu irmão pensa que estamos namorando escondido da midia.

-Eu não te julgo, só peço que não esconda essa criança dele.

-Nunca faria isso Ryan.

Entramos na casa e uma moça nos aguardava e começou mostrar a casa e percebi que somente eu seguia ela.

-E ai o que achou? - perguntou Vick quando terminei de olhar - Beth

-É linda, mais é muito grande - franzi o cenho - Porque estão me olhando assim?

-Essa casa vai ser nossa - neguei - Elisabeth iremos precisar de espaço pra nossa menininha - revirei os olhos - Todos nós ja concordamos.

-Eu não, vou continuar no ap.

-Para de ser teimosa, juntando todos ja temos o dinheiro pra comprar.

-Comprar? Nosso ap é alugado - Vick negou

-Meu pai comprou ele assim que mudamos - franzi o cenho - Eu tomei a liberdade de guardar nosso dinheiro.

-Que? Porque?

-Pra isso - abriu os braços - Estamos negociando essa casa a dois meses - Carrie falou - Amiga nos merecemos privacidade e espaço.

-Meu Deus isso é loucura -e encostei no Ryan - Você compactuou com isso?

-Desculpa mais elas tem razão, é ruim um bebê e três barulhentas num apartamento pequeno igual o seu. - fez carinha de cachorro sem dono.

-Não faz essa cara - me senti encurralada com tantos olhares - Tudo bem, vocês venceram.

-Então vamos fechar o contrato de compra e venda? - moça falou animada

-Oh sim - Vick falou

-Quem são os três assinantes?

-Nos três - Vick falou e assinamos.

-Ótimo, a equipe vai estar a postos pra fazer a mudança e decoração que vocês escolheram.

Sai a procura de um banheiro pois tive um enjoou horrível.

Assim que terminei tinha uma plateia na porta do banheiro.

-Estou bem - sorri fraco - Podemos ir?

-Vamos escolher os quartos e depois nos vamos ok? - Assenti e Ryan pegou minha bolsa e agarrou minha cintura fazendo Ed me fuzilar com o olhar.

No final os quartos com banheira ficou pra mim e pras meninas.

-Esse vai ser meu quarto - Ed falou

-Você vai morar aqui? - Ryan falou e ele assentiu

-Pessoal eu tenho consulta.

-Eu e Ed vamos ficar pra resolver os últimos detalhes - Carrie falou.

***

-Olha seus exames estão perfeitos, a anemia não normalizou ainda mas continue com o remédio ok?

-Sim, eu gostaria que não falasse na frente dos meus amigos o sexo do bebê quero fazer suspense até o chá revelação

-Quem veio hoje? - Helena falou

-Vick, Fred e Ryan, você acredita que eles compraram uma casa?

-Sério?

-Sim alegando que temos que ter espaço pro bebê - Helena sorriu - Eles ja podem entrar?

-Oh claro que sim, vou pedir pra eles entrarem vá deitando na maca.

Deitei e logo eles entraram.

-Olha ja adaptou pra legging gestante.

-Minhas calças e Leggings já não servem mais - falei fazendo todos rir

-Acostuma viu a tendência é não entrar cada mês. - suspirou - Vamos lá.

Ela começou dar detalhes do meu menino e sorri emocionada.

Ele já está tão grandinho.

-Seu bebê está super saudável, medindo aproximadamente 9,9cm e pesando 146grs.

-Deu pra ver o sexo? - Helena assentiu - O que é?

-Não estou permetida falar, somente a mamãe vai saber.

-Ah não Beth, não faz isso comigo. - Ryan fez drama e Heleha limpou minha barriga.

-Bom, você tomou todas as vacinas, esta tudo perfeito com vocês dois - me abraçou - Boa viagem e se cuida viu.

-Obrigado Helena

-Sua barriga está linda - Helena acariciou -Até próximo mês.

Meus amigos saíram e ficamos nos olhando

-Me fala logo - Ela sorriu

-Parabéns seu mundo agora é azul - comecei pular chorando igual doida - Calma, para ou vai acabar caindo.

-Meu menino - sussurrei e ela sorriu olhando atrás de mim e virei - Não adianta não irei falar agora.

-Maldade Elisabeth - Vick falou.

Saimos daqui feliz e alegre, fomos comemorar a compra da casa e a saúde do meu baby.

Ryan foi até a casa do Jay pegar suas coisas e ficou comigo nos últimos três dias antes de irmos pro Brasil.


Notas Finais


O que acharam da primeira parte?

Ryan está certo de estar participando da vida e gestação dela e não falar pro Justin?
E esse medo que ela tem?
Sua vida é comum e normal, longe das mídias, ela acompanha o Justin pelas redes sociais e sites de fofoca.
Mesmo longe a paixão é recíproca.

**********
Me desculpem a demora pra postar.
Mas eu tenho um negócio iniciando de Estampas de camisetas.
Esses últimos dias tive baatante encomenda e fiquei sem tempo de escrever.
As vezes a demora pode ser por conta de falta de criatividade
Peço que me entendam e não me xinguem.
Não desistam de mim e das minhaa histórias.
Obs: Feliz dia das mães pra algumas leitoras e pra mim ♥♥♥
Amo vcs

Até o próximo cap
PS: PROMETO POSTAR ATÉ AMANHÃ.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...