1. Spirit Fanfics >
  2. Noren - One Shot >
  3. Quer Ser Meu Amigo?

História Noren - One Shot - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa a demora de postar mais uma one shot a vcs, espero q estejam gostando. *-* boa leitura

Capítulo 6 - Quer Ser Meu Amigo?


Fanfic / Fanfiction Noren - One Shot - Capítulo 6 - Quer Ser Meu Amigo?

-Renjun, certo? - O que perguntou foi apenas um leve sorriso. Ainda existe isso conhecê-lo - Quando você veio aqui? A última vez que vi ainda era pequeno agora grande. Como vai o que morar em uma cidade legal? - surgiram várias perguntas da boca de uma mulher de meia idade. Renjun conhecê-lo, ele era um amigo o velho.


-Ok mãe, eu só vim aqui para dar uma olhada só. 


-Sim, vamos parar na casa.


-Obrigado senhora pela oferta, da próxima vez. Eu ainda tenho negócios  ele disse suavemente. Campos de arroz.

Os campos de arroz têm suas próprias memórias para Renjun. O menino nascido em março agora está em silêncio olhando para a extensão de arroz amarelo. Uma brisa acaricia seus cabelos suavemente, carregando ele mesmo nas memórias do passado. Um par de olhos pegando a sombra de um menino e seu amigo. Agora, o vento traz as memórias primeiro.


-Ei – O garoto na frente dele se virou. Para revelar expressão preguiçosa, o artigo faz alguns minutos eles andam no sol quente.


-O que?


-Você sabe por que hoje está quente?" aquele garoto de antes chamando-o agora estava ao lado dele, Renjun pouco olhando preguiçosamente 


-o que? Como vou responder a sua pergunta? - Apenas responda -no segundo seguinte os olhos de Renjun giraram. -Porque é tarde e há sol -Renjun responda cegamente. O suor começa a molhar O corpo dele.


-Porque você está chateado, estúpido! Seu coração está quente -Renjun pare em suas trilhas.


-O QUE?! Oh, vamos lá Jeno, pelo menos me dê uma resposta o que faz pouco sentido. Jeno parou seus passos, um sorriso formado,  -prova que você não aceitou – pés o comprimento de pisar novamente deixou Renjun


-Não fique fazendo beicinho Renjun. Sorria, então o mundo sorrirá com você. 


Um sorriso se espalhou em seus lábios finos. Jeno, Lee Jeno. Seu amigo de infância, desossado nariz e olhos altos e afiados, os olhos junte-se a sorrir revelando 2 lua crescente em a cara dele. Jeno é seu único amigo, não é que ele não tenha amigos nem nada, mas sua atitude não tão amigável faz com que solitário, felizmente ainda há Jeno que está disposto seja amigo dele. Ahh, na verdade não, ele não pediu Jeno sendo amigo dele, tudo começou A mudança de Jeno para sua aldeia


-Renjunn ... vem cá filho - O garoto com o pijama de Moomin agora no meio de ser sério com uma pilha de vários livros lição 


-que mãe? – A mãe se aproximou lentamente 


-há vizinhos que acabou de se mudar, quer ir com você para visitá-la? – ela disse suavemente enquanto acariciava seus cabelos suavemente a criança


-Não, não é necessário. Quero estudar, mãe Ainda tenho muito dever de casa a fazer. – Renjun é uma criança diligente, ele prefere estudar ao invés de fazer coisas que não são importantes. 


Ranking primeiro de cada semestre a prova. Depois que a mãe saiu da sala, Renjun espiando pela janela do seu quarto. Há alguns a pessoa ao lado de sua casa, uma delas é a mãe. Seus olhos se estreitaram quando seus olhos viram uma pessoa crianças da mesma idade que ele. Os olhos de Renjun continuaram preste atenção aos movimentos da criança. Perceba se atenção, agora o menino virou-se para Renjun então mostre seu sorriso.


-Reflexivamente, – Renjun jogou fora disse ele -Por que é isso? 


_000_


Seus pés agora pararam, junto com seus olhos excepcional. Esta é sua casa, sua casa de infância. Nada muito apenas algumas partes mudaram começou a entrar em colapso devido a demorado. A mão dele estendeu a mão para tirar a chave do bolso da camisa. Kriett O som de uma abertura de porta velha o recebeu, encaixando então a trilha sonora do filme de terror, ele pensou. Os pés dele aproximou-se de uma porta marrom madeira, o quarto dela. Ele alcançou a maçaneta da porta, sem espaço mudança. Ainda há uma mesa de estudo primeiro. Ele está interessado uma cadeira pequena perto da mesa, limpe lentamente poeira que se agarra a ela.


Jun


Renjun


Injunniee ...


-Ei! Vamos lá, me ensine esse material. - O convocado apenas colocar um rosto liso, -Estude lá você mesmo, não me perturbe.- Little Jeno colocar um olhar lamentável – se você tiver Conhecimento, ensina-me Renjun. Não seja mesquinho! Renjun apenas suspirou: 


-onde? Qual parte você não entende? – Jeno olhou para Renjun, havia o olhar de felicidade em seu rosto. Um sorriso adorna, não esqueça os olhos que sorriem também.


-Obrigado, Injunnie.


-Não me chame assim.


-Essa é uma ligação especial minha.


O tempo nostálgico acabou, agora ele está avançando a casa dela. Há uma cadeira de teca lá, é quase resistido, mas ainda capaz de segurar seu corpo. Ele olhando de soslaio, a casa de Jeno.



-RENJUN KAN! -uma mulher adequada com ele de repente na frente dele, 


-Ah, sim. – Renjun sorriu para cobrir sua surpresa,caramba meu coração


-Quando você veio aqui? – não foram respondidas por Renjun, a mulher agora está tagarelando novamente, -Agora é grande, hein, você cresceu mais alto 


– não esqueça o sorriso de zombaria.


- Você ainda se lembra de mim? – sem a permissão da mulher sente-se ao lado de Renjun. O cérebro de Renjun está girando com força.


- Nossa ... você não se lembra do seu próprio presidente de classe? 


– Presidente da classe ... que classe?


- Tudo bem ... eu sou Siyeon, Park Siyeon. Você se lembra? – Siyeon .. presidente de classe .. Park Siyeon ... ahh ele lembra, mulher ativa em sua classe.


- Eu lembro, obrigado por me lembrar, desculpe, esqueci seu nome. - Siyeon apenas assentiu.


- Procurando por Jeno? - Siyeon perguntou sarcasticamente, Renjun não para responder. - Ele se mudou quando se formou no colegial, eu não sei onde ele se mudou, mas naquela época eu tinha bert. . . 


- Siyeon - chamou um homem, os dois Siyeon imediatamente levantou-se de seu assento. Corre pequeno para a pessoa que acabou de ligar para ele, então puxou a mão dele.


- Ah Renjun, apresente-o Eric, meu marido - continuou ele em um tom envergonhado. Renjun levantou-se, estendeu a mão, 


- Renjun, Huang Renjun. Primeiro amigo da escola de Siyeon - e respondido por Eric.


- Lami não para de chorar, é melhor checar a situação - Eric colocou o braço em volta dos ombros de Siyeon.


-Ah bem, eum Renjun, eu moro primeiro - Renjun apenas sorriu um pouco e sentou-se novamente. O que Siyeon disse? Renjun fechou os olhos, cansado.


- Você é Renjun, certo? Eu sou seu vizinho - um menino aproximou-se de Renjun que estava sentado no terraço a casa dela. - Recomende-me Jeno - o garoto estendeu Renjun estava em silêncio. Não pretendo responda a isso.

- Quer ser meu amigo? Podemos brincar e aprender juntos, não tenho amigos aqui - Jeno inclinando a cabeça, Renjun olhou para ele com pena, ele o mesmo que eu.


- Vamos - Jeno virou, - vamos ser amigos No instante seguinte, um sorriso é colocado no rosto ambos. Dias passam, meses vão e vêm, até anos mudança. Não sinto a amizade dos dois já quase 5 anos. Agora ambos estão em Casa de Jeno, fazendo dever de casa juntos.


- Jeno, depois de me formar, vou me mudar para a cidade - A mão de Jeno parou de escrever, seus olhos agora fixos para Renjun.


-Por quê? - Renjun soltou um suspiro áspero 


- meus pais disse, no próximo mês eles vão sair. eu e A irmão Yangyang vai se mudar no próximo mês novamente. O dia após a nossa formatura. - Jeno ficou quieto, Renjun também. Ambos estão perdidos na mente um do outro


- mais tarde quem vai me acompanhar? - Renjun ficou quieto,


'O que deveria dizer.' Dois meses não é muito tempo, agora eles são preocupado com as atividades da escola, repreende saudações e converse com menos e menos frequência. Renjun e Jeno está igualmente focado no teste. Hoje é dia de formatura. No dia em que Lee Jeno odiava, o valor que ele recebia não era preocupa-se muito. O amigo dele vai embora, é isso que urgente. Renjun estava lá, ele foi um vencedor mais alto, alguns amigos dizem tchau para ele. Jeno sabia que havia um olhar triste em seu rosto.


- Parabéns - Lee Jeno com seu sorriso.


- Obrigado, Jeno -Renjun sorriu fracamente.


- Você realmente vai sair?


Prove isso por ações, não por palavras, isto é as rimas certas para hoje. Aqui em frente à casa de Renjun, Jeno já está de pé, Renjun antes dele. Ambos são silenciosos, apenas falar através dos olhos, há uma sensação de falta de vontade mostrado por Jeno.


- Vamos Renjun - o irmão se aproximou de sua irmão, 


- ah Jeno, obrigado por ser amigo de Renjun, obrigado por acompanhá-lo esse tempo todo - Yang, que está prestes a se curvar respeitosamente, Jeno previna-se.


- Está tudo bem hyung, eu já considero isso amigo - Yangyang apenas sorriu.


- Vamos -puxou a mão de Renjun, 


- adeus Jeno - Renjun suavemente, Jeno apenas sorriu, sua mão criado para dizer adeus. Renjun começou a se afastar.


- RENJUN! 15 ANOS DE NOVO VOCÊ DEVE VOLTAR. LEMBRE-SE DE QUE EU NÃO QUERO SER SEU AMIGO! - Sorria, Renjun sorriu várias vezes.


- Jeno, eu já estou aqui, onde está você? Eu estive cumpra minha promessa - baixinho, lágrimas já na ponta do olho. - Estúpido! Como Jeno já se lembrava dele? seguir em frente - inclinou a cabeça, Jeno apa, você se lembra? EU? Eu ainda sou seu amigo? - Ele respirou expire aproximadamente.

O universo não permite que ele encontre Jeno novamente? - Ei - alguém chama para dispersar seus pensamentos Renjun Ele olhou para um homem com um chapéu e camisa branca.


- O que você está fazendo? - não sinto resposta, pessoas perguntou novamente.


- Apenas sente-se - respondeu Renjun secamente, sem a permissão de ninguém sentou-se ao lado de Renjun.

Não educado, ele pensou: - Estou tendo um dia feliz. isso - a pessoa iniciou a conversa. 


Eu não perguntou Renjun respondeu silenciosamente.


- Todo Esses ano eu estou sempre aqui, nas datas mesmo e mesmo lugar 


-Eu sempre sinto falta das pessoas na minha infância, sua atitude é fria, mas eu conheço seu coração realmente bom. Ele sempre me ensinou - de um ângulo Olhos de Renjun, a pessoa sorriu. - Ele é meu único amigo- Renjun fez uma pausa.


- Você sabe por que eu sou feliz?” Renjun ficou quieto, deva ju. - Porque meu amigo manteve sua promessa.- 

Renjun virou a cabeça - ele prometeu vir aqui 15 no ano depois que ele me deixou, eu estava não virá hoje, mas meu amigo nunca renegando sua promessa - o homem enfiou a mão no bolso, tire um chaveiro com pequenos acessórios para bonecas, Moomin.


-Eu até trouxe um presente dele, que ele é dar quando o nosso terceiro aniversário de amizade anos - os olhos de Renjun não podiam ser separados da boneca, seus olhos se encheram de lágrimas, -você ... - O homem virou a cabeça e tirou o chapéu, 


- o que é Injunniee? - com seu sorriso de marca registrada.


- Você se lembra do que eu disse quando éramos os primeiros conheci você? - Renjun levantou a cabeça, torceu seu cérebro. - Quer ser meu amigo? - ele respondeu com um rosto inocente. Jeno apenas sorriu, - Posso mudar isso? - Renjun contraindo as sobrancelhas sem entender, - Quer ser o companheiro da minha vida?


Notas Finais


Eu amo noren, pq é um casal fofinho, e eu gosto nisso neles...bye amores.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...