História Norta remembers - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Rainha Vermelha
Tags A Rainha Vermelha, Romance
Visualizações 33
Palavras 1.239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, gnt!
Sei que vcs querem provavelmente me matar, pq eu desapareci por mais de um mês e nem dei uma explicação!
SORRYYYYY
Mas, eu estava totalmente sem inspiração e sem vontade de escrever essa fic!! Mais os comentários de vcs me fizeram mudar de idéia!! Msm assim, não vou ficar com datas certas pra postar, ent....vms logo pro capítulo!
Espero que gostem e comentem MTOOOOOOO

Capítulo 8 - Cap 8


*MARE*

Acordei com o balanço de estar sendo carregada no colo por alguém, abri meus olhos e vejo que estou no colo de um segurança de Norta, sinto uma dor de cabeça instantânea, como se estivessem pisoteando minha cabeça!     

Mare : Me solte agora.....O meu filho! O futuro Rei de Norta foi sequestrado! Faça alguma coisa! - Me soltei de seu colo, e falei gritando para o guarda! Não consigo ver Cal por ali e já começo a imaginar o pior!                       Guarda : Mil perdões, Rainha! O Rei Cal já está convocando uma tropa com os melhores guardas de Norta!! Fique tranquila que iremos achar seu filho e ele será vingado! Levarei a Vossa Majestade até o Rei! - assinto e ele me leva até a sala de reuniões do castelo! Ainda estou meio tonta, então ele me segura!              Chegando a sala de reuniões, vejo Cal sentado na grande cadeira com as mãos no rosto e com uma feição aflita. Pigarreio baixo e e ele direciona seu olhar triste para mim. Assim que me olha, nossa lágrimas descem ao mesmo tempo e nos abraçamos!                        Cal : Me perdoar, porfavor! Me perdoar por não conseguir proteger vocês! Me perdoa por falhar na minha única tarefa com vocês, que era de protegê-los! - A última palavra sai baixa e ele se põe a chorar, nesse momento todos já saíram da sala e só tem eu e Cal nela.                Mare : Você não saberia, meu amor! Não tenho por quê te perdoar, pois, você não fez nada errado! Agora, vamos nos concentrar em encontrar Ben e matar Maven - Sei que é difícil para ele, mas nós precisamos acabar com essa guerra e de preferência ganhá-la! - Já pensou em algo? Alguma idéia em mente?     Cal : Na verdade sim, as novas câmeras escondidas que implantamos nas saídas e entradas do palácio, captaram que Maven foi na direção Oeste, ou seja....foi para a floresta de Piedmont! Uma boa estratégia...nunca imaginaríamos que ele fosse para lá...então, estava pensando, de irmos de jato até a base de Piedmont saindo pelo Leste, com os novos jatos chegaremos mais rápido! Alguns soldados podem pegá-los de surpresa pela madrugada, enquanto nós recuperamos o Ben que provavelmente estará junto de Maven, na parte mais segura da Floresta que é perto da grande Árvore de Bronze! - A grande árvore de Bronze, sempre ouvi histórias sobre a árvore da família Calore. Diz a lenda, que o rei Tiberias 1, conheceu sua esposa, nessa árvore e no momento que ele chegou ao pé da árvore, descobriu seu poder flamejante e que era um prateado, dessa forma, tomou o trono, por escolha do povo que acreditou nele e assim, começou a dinastia Calore! A árvore é chamada assim, por conta dos olhos cor de Bronze que todos os Calores possuem! - uma afronta, talvez....a única certeza que tenho é de que pegarei nosso filho de volta, Marrentinha! E matarei meu irmão! Maven nunca mais fará nenhum mal para nós!                 Mare : Gostei do plano! Quando partimos?       Cal : Daqui a algumas horas...vou somente preparar os homens! Se prepare e tome cuidado....vamos lutar hoje! 

*MAVEN*    

Meus sentinelas injetam uma droga que nós criamos em Cal e Mare, que ocasiona no coma enduzido de algumas horas e na dor de cabeça! Meu irmão, por ser um ardente, pode provavelmente se curar mais rápido e curar Mare, mas até lá, já estaremos longe!                      Pego meu sobrinho no colo e corro com meus guardas pelo palácio, o menino chora e eu tento abafar seu choro para não chamar atenção! Entramos no jato e partimos em direção ao Oeste de Piedmont onde ninguém nos encontrará e lá eu posso sem problemas, fazer minha filmagem e fazer a troca de Benjamin pelo trono! Tenho certeza que haverá guerra, e e eu matarei todos que entrarem no meu caminho! Qualquer passo em falso dado por meus inimigos e o príncipe herdeiro morre! Chegamos na base, e o menino começa a chorar e a emanar um calor e uma energia que eu conheço bem e rio com o pensamento de que provavelmente essa criança vai ser um dos seres mais poderosos, por possuir 2 poderes raros! Ele está irritado, sentindo que algo está errado! Ponho ele no chão da nossa base de Piedmont e já me preparo para o combate!                                            Maven : É sobrinho....de hoje você não passa! Mesmo que venham os 7 deuses das cores, você não sai daqui vivo! Mas não mesmo!!                                                                         Sinto uma movimentação diferente na  parte de fora da base...Merda! Eles me encontraram! Mas como??? Bem....hora da guerra!!! 

*CAL*

Saímos de Norta, e vamos pela direção Leste de Piedmont! Mare se despediu de sua família e a festa de coroação foi parada! Todos já sabem dos atuais acontecimentos e foram para suas casas para se manterem seguros! Vejo o nervosismo de Mare por conta de suas mãos que não param de tremer e sua respiração pesada!! Tento acalmá-la por que sei o que ela pode fazer quando está nervosa! Chegamos em Piedmont e vamos andando até a parte Oeste, onde se encontra a floresta! Os guardas vão pela frente e nós por trás, pela árvore de bronze.                                Quando chegamos perto da árvore, já posso ouvir o barulho da guerra do outro lado da Floresta! Eu, Mare e mais alguns guardas vamos calmamente por trás, tentando não chamar atenção!                                                          Mare : Vai dar tudo certo, né? Nós passamos por tanta coisa....não pode acabar assim! Não pode!!!                                                           Cal : Não pode e não vai! Vamos recuperar nosso filho e sair vivos daqui! -ouvimos o barulho de passos e um corpo magrelo sai de baixo do solo, com meu filho ao seu lado de mãos dadas -                                           Maven : Eu acho que não, irmãozinho! Seu filho é um dos seres mais fortes vivos! E posso perceber que ele possui o crescimento precoce por conta disso! Pesquisei e vi que esse crescimento vai até os 12 anos, onde ele finalmente começará a crescer como um ser normal, porém, seus poderes ficarão mais fortes! Com isso, decidi fazer um trato com vocês....Eu ficarei com Ben até seus 12 anos e não haverá guerra! E mais tarde, o devolvo pra vocês! Só me deixem ficar no trono por mais esse tempo....                                                     Cal : Você acha que eu sou idiota, Maven? Você quer participar da criação dele, onde o caráter dele é formado, assim, quando ele estiver mais velho, não vai ser possível mudar sua idéia....não vamos deixar você ficar com nosso filho!!!                                                                   Mare : Maven! Nos devolva nosso filho, por bem ou por mal! - diz Mare já preparando seus raios e com seus olhos adquirindo uma coloração mais azulada! -                                             Maven : Aiai....mare! Vocês ainda não notaram que eu não tenho nada a perder, né? Vocês caem tão fácil nas minhas armadilhas....vocês acham mesmo que eu seria tão burro ao ponto de deixar o caminho livre para vocês chegarem até aqui???? Hahahah...agora, neste momento o filho filho de vocês está sendo levado para muito longe por um grupo de guardas! E vocês estão dentro do meu território em desvantagem e acabaram de se tornar meus novos prisioneiros! Espero que aproveitem a estadia e aprendam a lição....ninguém se mete comigo!                                                                            Mare : ahhh....Você mal vai poder esperar o que vai acontecer com você, Maven!! - Vejo Cal, queimar em Raiva e já pensar em maneiras de aniquilar essa praga! Ele mal pode esperar o que vai acontecer! Ninguém mexe com o meu filho....


Notas Finais


E isso, gente!
Ficou bem bosta, eu sei!
Mas é o que nós temos pra hoje!
Comentem mtoooo
Um beijo bem grande e tchauuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...