História Nos braços de um sedutor ( Imagine Jackson Wang ) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Blackpink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Got7, Jackson Wang, Kpop
Visualizações 55
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 💟

Capítulo 23 - Cap: 23: Não consigo me imaginar sem você.


Fanfic / Fanfiction Nos braços de um sedutor ( Imagine Jackson Wang ) - Capítulo 23 - Cap: 23: Não consigo me imaginar sem você.

Continuando

S/n: Tenho que admitir que sim, me perdoa?

Jackson: Perdôo, agora podemos ficar juntos, e ninguém vai nos impedir disso. - Me abraçou.

S/n: Eu não teria tanta certeza disso, você vai ser pai Jackson, a Sabrine está grávida de você, e claro que ela vai querer você do lado dela, até por que a mesma não tem ninguém para ajuda - lá, apenas você pode cuidar dela, e do filho de vocês, isso está me machucando demais. - Acabei deixando uma lágrima escapar.

Jackson: Mais eu não amo ela, eu amo você. - Sorriu.

S/n: Antes de me amar, você precisa amar o seu filho Jackson, ele é muito mais importante que eu, você deve tomar muito cuidado para o seu filho não ficar sem pai.

Jackson: O que você está querendo dizer com isso?

S/n: O Dylan disse que vai acabar com a gente, ele nos ameaçou.

Jackson: Ele fez isso?

S/n: Sim, logo após do nosso término, temos que tomar cuidado com ele.

{ Quebra de tempo }

Ainda não engoli essa história da Sabrine está grávida do Jackson, isso para mim é muito doloroso.

A pior coisa disso tudo é que minha vida está em jogo, assim como a do Jackson, tenho muito medo do que possa acontecer.

Ainda estou na empresa, tive que esperar o meu pai, o mesmo está em uma reunião.

Jackson: Vamos tomar um café na cafeteria da empresa?

S/n: Vamos, estou precisando mesmo de um bom café amargo, minha cabeça dói de tanto problema.

Fomos para a cafeteria, pedimos os nossos cafés, e tomamos os mesmos enquanto conversavamos.

Jackson: Fico pensando na gente o tempo todo, sabia? - Pegou em minha mão.

S/n: Eu também, não consigo me imaginar sem você. - Sorri.

Nos aproximamos para nos beijar, mas percebi algo estranho do lado de fora, havia uma pequena luz vermelha em direção à nós, essa luz estava vindo de um carro preto, a mesma focava mais no Jackson, eu já estava ficando assustada com aquilo.

S/n: Vamos sair daqui Jackson. - Levantei.

Jackson: Por que?

S/n: Vem, depois eu te explico. - Peguei na mão do mesmo.

Quando nos afastamos um pouco, escutamos um barulho abafado, e logo após o vidro da cafeteria caiu em pedaços no chão, Jackson olhou para ver o que estava acontecendo, e o mesmo se abaixou, me levando junto ao chão.

Jackson: Estão tentando nos matar, não levanta.

S/n: Você acha que pode ser o Dylan?

Jackson: Acho, tenho toda a certeza.

Ouvimos um carro saindo rapidamente, todas as pessoas que estavam na cafeteria também se encontravam deitadas no chão.

Jackson levantou, o mesmo começou a andar em direção aos vidros, e logo pude ver um projétil  de arma de fogo em sua mão, levantei indo até o mesmo.

Jackson: Isso foi só um aviso S/n, ainda tem mais. - Me olhou sério.

S/n: Não quero morrer. - Abraçei o mesmo.

Jackson: Ninguém vai morrer. - Retribuiu o abraço.

Meu pai chegou desesperado, perguntando o que havia acontecido, contamos para ele a verdade, e o mesmo nos aconselhou à ir na delegacia, e pedir proteção policial.

E assim fizemos, fomos na delegacia, contamos tudo, mas o delegado disse que precisa ouvir o Dylan primeiro, isso é péssimo.

S/n: O que vamos fazer agora?

Jackson: Não sei, é melhor você ficar comigo.

S/n: Você está se aproveitando da situação só pra ficar perto de mim. - Sorri.

Jackson: Também, mas eu quero te proteger, temos que ficar juntos agora.

S/n: Juntos como?

Jackson: Como namorados, você quer?

S/n: Esse namoro não é uma invenção do meu pai também?

Jackson: Claro que não, você quer ou não quer namorar comigo?

S/n: Quero. - Pulei nos braços do mesmo.

Jackson: Calma aí, eu estou dirigindo, quer que a gente sofra um acidente?

S/n: Para o carro então.

Assim ele fez, Jackson parou o carro no acostamento.

Jackson: Agora você pode me agarrar.

Nos abraçamos, e no final demos um beijo apaixonado.

{ Quebra de tempo }

Jackson me chamou para ir à sua casa, eu aceitei, avisei meus pais que não iria dormir em casa, mas não disse onde eu iria passar a noite.

Estávamos no sofá abraçados, conversando sobre a gravidez da Sabrine, Jackson se demonstrou muito empolgado ao saber que vai ser pai, isso não me incômoda, mas me deixa insegura.

Jackson: Será que vai ser um menino? - Me olhou sorridente.

S/n: Não sei, mas pode ser uma menina. - Sorri fraco.

Jackson: Por que está assim?

S/n: Assim como?

Jackson: Parece que você não está feliz por mim.

S/n: É claro que estou, é que... Desde que nós chegamos você só fala disso, eu não imaginava que você ficaria tão eufórico com essa gravidez.

Jackson: Está com ciúmes? - Sorriu.

S/n: Jackson! Eu... - Fui interrompida pelo celular dele.

Jackson atendeu o mesmo, e pelo visto era a Sabrine, depois de alguns minutos de trocas de palavras, a ligação finalmente termina.

Jackson: Então... Vou precisar da uma saída.

S/n: Onde você vai à essa hora?

Jackson: A Sabrine está no hospital, ela se sentiu mal, e eu preciso busca - lá, vou deixar ela em casa, já já eu volto. - Beijou minha testa, logo após indo em direção a porta.

Isso é sério? Eu sei que esse mal estar não é nada de mais, é só por causa da gravidez.

S/n Of

Jackson On

Fiquei preocupado em deixar a S/n sozinha, mas também fiquei preocupado com a Sabrine, e com o meu filho, isso é estranho de dizer, meu filho, nunca imaginei falar isso.

(...)

O mal estar da Sabrine, foi causado por uma discussão que ela teve com o pai dela, a mesma me implorou para ficar em minha casa, era só essa noite, então a levei para casa.

S/n quase deu um chilique, a mesma quis ir embora, mas não deixei.

S/n: Onde ela vai dormir? Aqui só tem o seu quarto.

Jackson: Ela fica no meu quarto, e nós ficamos aqui no sofá.

S/n: Isso é sério? No sofá Jackson? Prefiro ir embora. - Andei até a porta.

Jackson: Vai embora mesmo? Olha que se você for, eu serei obrigado à dormir com a Sabrine.

S/n: Está brincando comigo? Você é meu namorado, e não dela.

Jackson: Você que decide, vai embora ou vai ficar?


Notas Finais


Então foi isso gente

Espero que tenham gostado 💖

Em breve sairá outro capítulo 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...