1. Spirit Fanfics >
  2. Nos encontramos de novo. >
  3. Capítulo Único.

História Nos encontramos de novo. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


É uma OneShot, espero que gostem. Boa leitura. :)

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Tudo aconteceu tão rápido nesses últimos dias. Não que sua vida fosse a mais calma, mas desde que encontrou com um antigo amor juvenil seu coração já não era o mesmo.

Começou quando você havia saído da faculdade, estava apressada pois em breve seria promovida na loja de jogos eletrônicos na qual trabalhava. Tinha mais do que nunca mostrar empenho de que queria aquela promoção, de que a merecia, e, de fato era merecedora. Trabalha ali desde que iniciou seu curso de marketing, e era o local que mais adorava depois de sua casa. Estava cercada de coisas que lhe interessavam, os jogos.

Mas nem sempre fora assim que pensou, pois jogos não eram algo tão adorado antes de conhecê-lo. Antes era só um passatempo no qual você passava grande parte por não ter amizades no Colégio, mas se tornou um tesouro depois que Kozume Kenma entrou na sua vida. Aqueles anos foram os melhores, após se tornar amiga de Kenma, conheceu-o melhor ao ponto de ter um carinho enorme por ele. Conheceu mais amigos no clube de vôlei, e até aos nacionais você o acompanhou e torceu pelo Nekoma. E nisto, você e Kenma começaram um namoro, um namoro envolvendo o mais puro amor, sem tirar nem por, era apenas amor de duas pessoas que guardavam um imenso carinho pelo o outro.

Infelizmente tudo isso acabou depois que se formaram no ensino médio. Sua mãe havia lhe dito que teriam de se mudar por um tempo, e nisso você e Kenma se afastaram. Era difícil manter contato pela internet ou se encontrar em finais de semana por conta dos estudos da faculdade, chegando ao ponto de cortarem as suas relações um com o outro de vez. Depois daquele fatídico dia, você nunca mais ouviu ou então viu Kenma mais uma vez, mas nunca deixou de pensar nele. Tinha medo de que ele a tivesse esquecido, mas não importava de fato, levaria sua memória no coração e teria uma imagem carinhosa dele em sua mente. De fato, o carinho e amor que tinha por ele era o mais puro, sem tirar nem por.

Kuroo chegou a dizer uma vez que você e Kenma eram o casal perfeito, pois nunca brigaram ou se desentenderam, e até mesmo seus poucos gestos físicos de carinho eram os mais fofos possíveis. Você e ele, eram fofos juntos. E quando acabou, doeu muito, muito mesmo.

Mas no dia em que chegava apressada para sua promoção, encontrou-o novamente. Lá estava ele, no corredor, escolhendo um jogo novo e, ele estava feliz. Ficou um instante conflituosa sobre o que dizer a ele naquele momento, depois de tantos anos... Mas era apenas ser você mesma, ele não era um estranho, era seu adorado Kenma.

- Se o Sr. Desejar, temos a versão de colecionador desta franquia. - Você falou suavemente e atenciosamente, se aproximando dele com um sorriso. O mesmo sorriso de sempre, e, ele a observou.

Kenma fez uma expressão bastante surpresa, às vezes ele era bastante expressivo. Kenma estava um pouco diferente do usual, mas ainda lembrava de você. E como lembrava! Naqueles últimos anos ele ainda mantinha o jogo que fez com que vocês se conhecessem, o jogo que o fez conhecer o amor da vida dele. E agora, a garota que ele amava estava ali, depois de todos esses anos, ela estava ali, na frente dele.

- Eu poderia ver? - Ele falou baixo, ainda um tanto nervoso, mas sorrindo. Kenma sorria mais do que antes agora, mas ele sorriu para você. E aquilo aqueceu o seu coração, era tão fascinante o quanto o destino unia vocês de formas tão iguais, em uma loja de jogos, onde se conheceram, onde se reencontraram.

- Claro! - Retribuiu com um sorriso maior ainda, e nem ao menos pode segurar as lágrimas de alegria que se mostravam em seus olhos, elas caíram. Mas Kenma, as limpou com carinho.









Depois daquela hora, você e Kenma marcaram um encontro. Depois do trabalho, iriam comer algo num dos Fast Foods do shopping no qual você trabalhava. Não parecia nada romântico, pois de fato não era. Vocês não estavam namorando, e, mesmo que o sentimento fosse recíproco, ainda não poderiam invadir o espaço um do outro, os dois respeitavam isso. Mesmo sentados um de frente para o outro neste exato momento.

- Você parou de descolorir a quanto tempo? - Você perguntou logo em seguida dando uma bebida no seu refrigerante.

- Desde a formatura. - Ele falou baixinho comendo uma de suas batatas fritas. - Ficou estranho?

- Você sabe que eu sempre adorei todas as suas aparências. - Você sorriu, logo comendo uma das batatinhas, e viu Kenma sorrir também. Estavam em harmonia.

- Você ficou mais fofa do que nunca... Não, não é isso. - Kenma parecia pensar, você o olhou um tanto envergonhada. - Está linda... Eu acho.

- O-obrigada... - Respondeu um tanto quanto corada. Kenma estava com um pouco mais de atitude do que antes. Era raro ele lhe elogiar de forma direta, normalmente ele utilizava meios mais complexos de fazer isso pois não sabia fazer um elogio bom na visão dele, e agora ele sabia. Lhe encheu de orgulho. - Você está tão lindo quanto antes.

Ele virou o rosto, podia ter mais atitude do que antes, mas ainda era um garoto tímido para encarar elogios de frente. Ou então não. Era por sua causa, ele estava voltando ao que era por que era você. Você era quem estava o elogiando, era a única para qual ele mostraria essa expressão.

- C-como tem sido sua vida? - Ele perguntou após alguns segundos de silêncio, parecia mais calmo, mas ainda estava nervoso. Você estava nervosa.

- Ando focando bastante nos estudos e no trabalho. - Falou pausadamente juntando as mãos. - Vou receber uma promoção em breve. - Sorriu um orgulhosa enquanto olhava para as próprias mãos.

- Isso é incrível... - Kenma agora a observava. Ele a analisava calmamente, suas bochechas, seus olhos, da cor que ele mais amava. Seus cabelos um pouco caídos para o ombro, era a visão mais bela do mundo para ele, e ele sentia seu coração se aquecer com aquela visão.

- E-e você? Como vai tudo? Há alguém que goste? - Foi apenas uma pergunta tola, você só estava querendo saber se ele havia lhe superado. Apenas queria saber se podia criar alguma esperança. Sim, foi uma pergunta tola e egoísta.

- Nunca teve mais ninguém depois de você. - Ele falou olhando para você com tristeza, ele estava com saudades e lembrar do tempo em que ficou sem você, doía.

- Kenma-san... Você, sempre foi o único para mim também. - Vocês se encaravam, mas as memórias do passado estavam passando pela cabeça dos dois, como um filme antigo. Pode-se dizer que vocês estavam entrando em harmonia.

- Eu... Senti sua falta. - Ele disse. Ele falou tudo o que vocês dois sentiam durante esses longos anos. Agora, o que fariam? Dependeria de você e dele.

- Também senti a sua. - Você aproximou sua mão da dele de forma tímida, mas, fora recebida. Você corou, e sorriu para ele. Kenma estava feliz, feliz de vê-la, poderia pular de felicidade por estar com você. - Podemos... Começar de novo?

- Eu imploro por começar de novo com você... ____. - Ele sorriu de forma tímida. Tudo bem, você estava em casa. Estava com o amor da sua vida, e desta vez, não o deixaria ir embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...