História Nós somos o lápis que escreve nosso destino - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 381
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Droubble

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Obra de arte que era o céu


Rose, quando ia sozinha para a escola, não gostava de olhar para os lados e para cima, somente deixava fixo o seu olhar na frente. Odiava ter que olhar para aqueles homens nojentos que passavam de carro ao seu lado e quase a deixavam nua com os seus olhares, por isso sempre seguia em frente e rápido, querendo chegar logo ao seu destino. Certo dia Rose estava distraída com um pássaro que passava sobre a sua cabeça e ia atrás de seu bando, tanto que parou por uns minutos no meio da calçada para olhar aquela cena tão comum e nada espetacular, quando percebeu o estado que se encontrava, retornou a andar e não olhar para os lados, mas não conseguiu evitar olhar para o céu. Depois da cena da rua, a estudante passou a se perder mais vezes na imensidão daquele azul tão belo do céu, e enquanto fazia isso, começou uma reflexão consigo mesma sobre a vida. Observou todas as pessoas que passavam por ela ao longo do seu caminho para a escola, pensou em como cada ser humano tem o seu próprio propósito para cumprir e suas vidas para cuidar. Começou a notar que diversas vezes enxergou o mundo de forma errada e egoísta. Afinal, Rose evitava sentir empatia e compaixão por um estranho qualquer da rua, e, de tanto andar olhando para frente, não percebeu que perdia um pouco da sua humanidade por sempre se importar somente com o seu próprio bem. Todos aqueles que passavam por ela e nem olhavam na sua cara, seguindo sempre em frente; da mesma maneira que Rose fez muito durante a sua vida, tinham um trabalho esperando, a escola para ir, ônibus para pegar e assim por diante. Ninguém estava seguindo reto para chegar em lugar nenhum. Rose apenas não ligava para os outros, porém olhar para aquela obra de arte que era o céu, abriu os seus olhos, viu-se conversando com a própria mente; discutindo as escolhas que tomávamos durante a nossa vida, chegando à conclusão de que, nós, somente nós somos o lápis que escreve nosso próprio destino. E apesar de parecer que a nossa vida é um grande labirinto, existe caminhos que não dão em um beco sem saída, só precisamos nos lembrar de não desistir de encontra-los. 


Notas Finais


Rose é um nome lindo, minhas reflexões mais profundas acontecem enquanto vou para a escola e eu precisava postar isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...