História NÓS... (Taeyoonseok) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Namjin, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 969
Palavras 2.834
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Advinha quem chegou as 1 da manhã...?
Eu acho que minha namorada me odeia, pq quando eu vou conversar com ela, eu sumo, de alguma forma ela me dá inspiração, aí eu tenho vontade de escrever e deixo ela falando sozinha bixinha...enfim kkk

ADIVINHEM...NÃO É O ÚLTIMO...eee caralho...desisto.

Boa leitura 🙆

Capítulo 26 - Twenty six


Fanfic / Fanfiction NÓS... (Taeyoonseok) - Capítulo 26 - Twenty six

1 semana depois.


Autora on


– Jungwoo, vamos pra casa filho. – Taehyung disse pro menininho que apenas se aconchegou mais ao colo de Hoseok que sorriu para o maior e abraçou o seu bebê.


– Eu não quero. Porque o papai Hobi nunca pode ir pra casa com a gente? – Perguntou com biquinho. – Eu sinto saudade papai…


Taehyung foi até a cama onde Hoseok estava sentado na ponta com o filho em suas coxas e se acomodou ao lado deles fazendo carinho nos cabelos de Hoseok.


– Quem disse que seu pai vai ficar aqui? – Tae perguntou e o filho arregalou os olhos fazendo Hobi rir da reação exageradamente fofa do mesmo.


– Então… – Olhou para o pai que o segurou um pouco mais forte e o viu assentir tão feliz quanto ele. – Papai, eu vou te mostrar meu quarto e o quarto dos papais tem a cama bem grande, o papai Yoonie disse que é pra poder caber vocês três…


Jungwoo começou a falar atropelando tudo e todos e os outros dois riam da animação, enquanto Yoongi acertava as últimas coisas para que Hoseok pudesse ir pra casa.


Hoseok já tinha encontrado com sua família e com seus amigos e é claro que aquele reencontro o deixou com o rosto inchado de tanto chorar no momento em que viu como sua situação tinha quebrado a todos um pouco e ele se sentiu tão mal, principalmente por Jungkook. O amigo chorou desde o momento que viu Hoseok até a hora de ir embora, ele não acreditava que o seu hyung estava bem de verdade e que estava acordado, tinha conhecido o filho que tanto amava e que tinha dado tudo por ele, o Jeon realmente ficou emocionado, assim como todos, mas é claro que Jin e Namjoon foram os mais controlados apesar de ver como eles ainda sim estavam felizes por aquilo finalmente estar acontecendo, Jin quase quebrou os ossos de Hoseok com o abraço de urso que sempre teve e ficou muito feliz ao comunicar que estava grávido de novo. Quando Jimin viu Hoseok não escondeu aquele sorriso que sempre vinha acompanhado de outro com seus olhos, o que deixou o Jung feliz. Mas ele queria conhecer as crianças, então estava marcado no dia seguinte depois de sua alta no hospital eles fariam um almoço entre amigos e famílias, Hoseok estava animado para conhecer e ver como tudo tinha realmente mudado e crescido.


– Bem vindo ao lar amor!


Hoseok entrou na casa que era 3x maior que o apartamento que eles tinham antigamente e a decoração o agradou na mesma hora, ele sabia que ter comprado uma casa foi uma das coisas que ele queria quando tivessem seu filho, ele disse tudo que queria que tivesse na casa e eles compraram exatamente como ele queria, estava tudo perfeitamente arrumado e em seus devidos lugares, mas ele queria conhecer tudo, cada cômodo.


– É tudo tão lindo. – Disse se virando para os dois que o olhavam com expectativa.


– Que bom que gostou Hobi, nós tentamos encontrar tudo que você queria. – Yoongi disse e se aproximou para poder rodear a cintura do outro com seu braço, Hoseok apenas sorriu e olhou para o filho que estava no colo de Taehyung.


– Papai, quer ver meu quarto? – Perguntou animado para o acastanhado que assentiu.


Jungwoo pulou do colo do pai e correu até o outro o puxando para as escadas que eram grandes, Hoseok parou e olhou para Taehyung e Yoongi um pouco indignado.


– Diz pra mim que nosso filho não desce essa escada sozinho…


– Eu desço todos os dias papai. – Woo respondeu sem perceber que estava apenas colocando seus pais em uma enrascada.


– É mesmo filho? – Desviou o olhar para Jungwoo, mas a feição estava menos dura. – A partir de hoje você não desce mais, é perigoso, eu não quero que se machuque, então todas as vezes que quiser descer você vai chamar um dos papais, tá legal? – Perguntou pro menininho que franziu o cenho mas assentiu. – E vocês são uns irresponsáveis e se nosso filho cai? Chorar depois não iria adiantar em nada. – Disse bravo para os maridos.


– Eu sei, desculpe. – Pediu Tae para o outro que balançou a cabeça em negação e pegou a mão do filho subindo as escadas, sendo seguido pelos outros dois que se olharam e deram um sorriso de lado sabendo que Hoseok seria super protetor com o filho.


– Você vai me mostrar seus brinquedos? – Perguntou assim que entrou no quarto decorado em tons pastéis do filho.


– Vou, os papais vão brincar comigo? – Perguntou animado já que quase nunca Yoongi conseguia brincar por estar ocupado com o trabalho.


– Claro que vamos meu amor. – Taehyung disse se sentando no chão e logo depois Yoongi o acompanho e puxou Hoseok para o meio de suas pernas, ele não era bom com brinquedos e brincadeiras, mas fazia tudo por Jungwoo.


Eles ficaram brincando por muito tempo, apenas Taehyung que se dispersou para poder arrumar o jantar em família que eles teriam pela primeira vez completo de verdade e isso só o deixava mais feliz e animado para terminar.


– Vamos comer, já está tarde e amanhã nós vamos acordar cedo para arrumar tudo para quando os meninos chegarem. – Taehyung disse e Jungwoo correu para o banheiro indo lavar as mão e Hoseok o seguiu e fez o mesmo.


Eles comeram e Hoseok deu banho em Jungwoo, acabando por ficar totalmente encharcado porque ele brincou com o filho, mas estava amando aquilo, colocou Woo para dormir depois de o contar uma história e se pôs a sair do quarto em silêncio, mas não antes de olhar rostinho sereno do seu bebê e mesmo que em todos os momentos algo na sua cabeça o fizesse lembrar o quanto ele tinha perdido e ele expulsava aqueles pensamentos para aproveitar aquela segunda chance que a vida lhe deu.


Hoseok desceu as escadas indo até a cozinha encontrando Yoon e Tae trocando carinho e rindo, o que fez ele sorrir fraquinho e observar aquela cena que o tirava o fôlego de tão realizado que se sentia.


Mas aquilo mais uma vez o fazia pensar em quanto tempo tinha se passado, em como aquilo tudo estava diferente e não só para ele -apesar de parecer ser mais brusco-, ele tinha medo de não ter mais seu lugar com os dois e agora tudo se tratasse apenas deles e que ele não se encaixasse mais ali.


– Hobi… – Taehyung disse percebendo só depois de certo tempo que eles tinham mais um ali e afastou um pouco Yoongi que resmungou, se voltando a olhar Hoseok e andando até o mesmo..


– Desculpa, não queria atrapalhar, é só que...parece tão perfeito, tenho medo de ser um sonho. – Segurou os braços do maior quando este segurou sua cintura.


– Eu pensei o mesmo quando te vi com nosso filho. – Yoongi confessou quando abraçou Hoseok por trás. – Mas é real e eu quero viver isso até meus últimos dias, isso é tudo que eu sonhei com você e agora nós estamos realizando meu bem. – Beijou o pescoço do maior que sorriu.


– Eu amo vocês. – Jung selou os lábios do loiro -Taehyung. – Amo nosso filho, amo ter vivido pra poder ver isso, viver isso, ver nosso filho...eu sei que perdi muita coisa e essa dor ainda não se foi completamente, mais eu sei que não posso reclamar, porque pelo menos eu tenho o agora… – Hoseok suspirou e enterrou o rosto no pescoço de Taehyung que sorriu para Yoongi que tinha os olhos marejados. – Eu tenho vocês.


– Você tem sim amor e vai nos ter para sempre. – Yoongi disse e beijou o ombro do marido.


– Vamos tomar um banho...hum? – Tae perguntou com a voz rouca e olhou Yoongi  que assentiu.


Eles subiram as escadas e foram até a suíte da casa, o quarto era muito espaçoso e bem mobiliado, mas o acastanhado não teve muito tempo para explorar, pode ver que tinham duas portas e foi direto para que ele sabia que seria o banheiro. O lugar também era grande e com uma banheira bem parecida com uma pequena piscina que foi a primeira coisa na qual ele reparou, logo depois vendo o chuveiro grande. Era uma casa extremamente bem pensada.


Yoongi foi até a banheira e ligou as duas torneiras regulando a água da maneira que sabia que Hoseok gostava e depois caminhou até o outro que o observou tirar as roupas durante o caminho.


Taehyung chegou por trás do acastanhado e deixou uma trilha de beijos pelo pescoço branquinho de Hoseok, este que percebeu que Taehyung já estava desprovido de roupas assim como Yoongi.


Hoseok podia entender completamente os dois, eles sentiam tanta falta dele e de seu corpo, ele também sentia dos dois.


Taehyung segurou a camisa de Hoseok a tirando, mostrando o corpo tão magro do marido e segurou os braços de Hoseok quando ele tentou esconder seu corpo enquanto Yoongi o encarava com os olhos queimando de desejo.


– Não se esconda, eu quero te ver…matar essa saudade. – Yoongi segurou o rosto corado de Hoseok.


– Eu estou horrível, não quero que me vejam assim. – Disse quase em um sussurro.


– Está perfeito pra nós… – Taehyung disse segurando o cós da calça de moletom que o mais velho vestia e a tirou junto da roupa íntima delicadamente. – Está perfeito porque é você. – Beijo e depois passou a língua no pescoço do outro que arrepiou.


Yoongi caminhou majestosamente até estar dentro da banheira e antes que pudesse o seguir sentiu os braços fortes de Taehyung o pegar no colo o fazendo sorrir e colocar o rosto no vão do pescoço do mais alto.


Quando sentiu a água quentinha em contato com sua pele cada pelinho seu arrepiou.


– Você lembra o que disse antes do nosso filho nascer? – Yoongi perguntou e Hoseok o olhou confuso. Ele não lembrava.


– Você disse que queria tentar uma coisa…mas como o Jungie estava dentro de você nós não podíamos. – Tae começou a explicar e quando viu o rosto de Hoseok se ascender sorriu aberto.


Yoongi aproveitou aquela conversa e passou os braços pela cintura extremamente fina de Hoseok e a apertou firmemente ouvindo um arfar alto em resposta. Hoseok não demorou para finalmente atacar os lábios do mais novo entre eles, mordeu e chupou os lábios nervosos do maior que o correspondeu com finco.


Logo os três se tocavam sem pudor algum, eles beijavam, lambiam e chupavam cada parte exposta do corpo alheio. Hoseok masturbava Taehyung que descontava seu prazer no pescoço já marcado do outro às vezes encontrando os lábios finos de Yoongi no caminho e assim começavam um beijo sedento, mas logo partiam. Yoongi aproveitando todo o entretenimento entre os outros dois afastou as pernas do acastanhado que só pode perceber quando sentiu o dedo fino do mais velho entrando em si, a dor foi a mesma de como se fosse sua primeira vez, a sensação de ardência o deixou inquieto.


– Shh, vai passar amor. – Yoongi disse no ouvido do mais novo.


Taehyung buscando ajudar começou uma masturbação lenta no falo rijo de Hoseok que gemeu manhoso pelo contato da mão de Taehyung em seu membro necessitado.


O moreno começou a fazer alguns movimentos dentro de Hoseok com o dedo, logo percebendo que aquilo não o incomodava tanto e então enfiou mais um, Hoseok contráio a entrada contra os dedos do mais velho que suspirou e imaginou o quão bom seria entrar no acastanhado depois de tanto tempo. Ele sentia tanta saudade daquele homem, o amava tanto que chegava a doer. O Min deixou alguns selares pelos ombros do outro e depois pois o terceiro dedo. Hoseok choramingou e escondeu o rosto no pescoço de Taehyung, este que apenas aumentou a velocidade dos movimentos no membro de Hoseok.


– Tae… – Hoseok gemeu alto. – Eu vou...ah! – O loiro sabendo que com todos aqueles estímulos o corpo do mais velho não aguentaria muito mais, ele desacelerou os movimentos da masturbação vendo que Yoongi começou a estocar os dedos em Hoseok com mais força e olhou a face retorcida em prazer do seu amor e sorriu.


– Acho melhor sairmos da banheira pra fazer isso...ou será bem mais doloroso. – Hoseok solta um murxuxo mas assenti sabendo que era verdade e enlaça a cintura do mais novo com suas pernas logo sendo levado para fora.


Taehyung encostou na parede do lado contrário ao da banheira e encaixou o membro na entrada de Hoseok que apenas gemeu em expectativa olhando para os olhos do mais novo. Tae olha um pouco além do acastanhado vendo Yoongi desligar as torneiras e depois observar atentamente a cena excitante que os outros dois estavam lhe proporcionando.


Taehyung antes de penetrar Hoseok massageia o próprio membro para espalhar seu pré gozo por sua extensão e volta a encaixar-se no outro logo começando a entrar nele que geme alto com o desconforto. Tae fecha os olhos apreciando o aperto que Hoseok o oferece e depois olha Yoongi que agora masturbava o próprio membro lentamente com a boca entreaberta e com alguns gemidos saindo por ela. O mais novo fica quieto dentro de Hoseok que começa a beijar a extensão do pescoço moreno tentando esquecer um pouco a dor. Depois de certo tempo Hoseok rebola no membro do loiro que geme com a voz grossa em seu ouvido e começa a estocar firme na entrada apertada do outro.


Yoongi caminhou até um móvel pegando uma pequena embalagem de lubrificante e depois volta para os dois e começou a lamber as costas de Hoseok que tremeu com a saliva quente do mais velho tocando toda a parte que podia em sua pele.


Hoseok se lembrava do que tinha dito sobre experimentar os dois de uma vez, ele queria aquilo o mais rápido possível, queria saber como era sentir os dois dentro dele de uma vez, ele imaginava que seria doloroso, mas ele sabia que valeria a pena.


– Você ainda quer mesmo isso amor? – Yoongi perguntou enquanto abria a tampa do lubrificante e passou em toda sua extensão.


Hoseok gemeu mais alto junto com Taehyung, sentindo sua próstata ser acertada pela primeira vez e assentiu meio absorto em prazer, ele queria sentir os dois.


O moreno olhou para Taehyung que parou os movimentos dentro de Hoseok e depois tentou se encaixar na entrada do acastanhado, ele não queria machucar tanto Hoseok, apesar de saber que doeria de qualquer jeito.


– V-vai logo Yoonie… – Hoseok pediu manhoso tombando a cabeça no ombro do mais velho que se forçou para dentro dele de uma vez só com um pouco de força.


Hoseok soltou um palavrão e apertou os olhos por causa da dor, aquilo era muito doloroso, bem pior que qualquer coisa, nada nunca lhe doeu como aquilo. Ele sentiu as lágrimas escorrendo por seu rosto e soluçou baixinho. Taehyung vendo a carinha contorcida em dor do outro olhou Yoongi que tentou sair de dentro de Hoseok.


– Nã-não, eu aguento, não saí… – Hoseok pediu sentindo a movimentação dos dois.


– Hobi...depois nós tentamos de novo, não quero que se machuque. – Yoongi pediu tentando controlar a respiração pois ter seu membro esmagado dentro de Hoseok junto com o de Taehyung o estava tirando o ar, a sensação de aperto era fodidamente  gostosa.


– Só espera mais um pouco... vai passar… – Disse o acastanhado tentando relaxar os músculos doloridos da entrada agora larga.


Taehyung xingou quando Hoseok moveu o corpo depois de alguns bons minutos, ele subiu devagar e depois soltou o corpo, fazendo com que os outros dois gemessem alto.


O prazer chegou finalmente para Hoseok quando sentiu sua próstata ser fortemente pressionada, como nunca havia acontecido antes e gemeu alto, foi quase um grito, mas se conteve sabendo que não tinham só os três na casa. Buscando aquela sensação mais uma vez e com a entrada já acostumada com todo aquele volume Hoseok começou a praticamente quicar nos membros dos outros que gemiam arrastado e beijavam cada parte que encontravam de Hoseok, Yoongi beijava o pescoço cheio de marcas roxas e avermelhadas, enquanto Taehyung beijava a boca inchada tentando ajudá-lo a conter os gemidos que cada vez que acertava sua próstata vinham mais altos.


– Eu… – Hoseok gemeu e sem mais forças pra se movimentar deixou que os outros dois se encarregassem de entrar nele e assim eles fizeram, forte e rápido.


Sem conseguir conter as sensações gostosas e toda sua excitação Hoseok teve o melhor orgasmo de sua vida, ele tinha a mais absoluta certeza que tinha sido o melhor.


Os outros dois continuaram até que depois de alguns poucos segundos Taehyung se desfez dentro do mais velho que gemeu de novo sentindo sua próstata ser atingida mais uma vez. Depois de algumas poucas estocadas Yoongi veio com um gemido alto e rouco.


Eles estavam cansados e sentiam o corpo pedir por uma cama urgentemente.


Yoongi saiu delicadamente de dentro de Hoseok que resmungou com um certo alívio e logo Taehyung saiu também, mas sem soltar Hoseok, mesmo que sentisse dor nos braços ele levou o mais velho até o chuveiro que foi aberto por Yoongi, eles passaram alguns minutos entre carícias e limpando seus corpos debaixo daquele chuveiro.


Eles se secaram, saíram do banheiro e  não se preocuparam em por roupas, apenas deitaram na cama grande sendo cobertos apenas por lençóis finos e então dormiram.







Notas Finais


Eu tentei...enfim, coitado do cú do Hoseok, o bixin sofreu, mas foi com prazer 😏

Próximo vai ser family friendly, vocês vão conhecer os personagens nenéns munitinhos de Omma nhonhonho.

Bye 🍀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...