História Nós temos que ir - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Pwp
Visualizações 355
Palavras 1.102
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura
Aproveitem...

Capítulo 1 - Precisamos ir - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Nós temos que ir - Capítulo 1 - Precisamos ir - Capítulo único

Eles estavam indo em direção à porta quando foram parados pelo cara da câmera.

- Vocês já vão? – Perguntou o câmera.

- Sim, eu queria ficar mais tempo, mas eu preciso sair. – Falou Jungkook.

- Nós temos coisas para fazer. – Falou Jimin sorrindo enquanto cruzava os braços, Jeon olhou para seu amado e mordeu os lábios já sabendo o que iria acontecer.

O homem assentiu e desligou a câmera indo filmar Hoseok e os outros integrantes do BTS. Mesmo Jungkook ter quase implorado para Jimin e ele ficarem em casa, o menor queria ir apoiar seu hyung. Não que o mais novo não quisesse, mas é que estava frio e a cama ao lado de Jimin estava quentinha, quer coisa melhor?

Porém, antes deles irem embora o menor prometeu uma coisa a seu namorado.

“Se você for comigo apoiar o Hope hyung eu prometo que no final você será bem recompensado.”

Nem preciso dizer que depois disso Jeon só faltou virar o flash em si.

Foram em direção a van, havia duas vans no local; a van que trouxe Jimin, Jungkook e Yoongi para o local de gravação e a outra trouxe Namjoon, Jin e Taehyung junto com o cachorro do grupo.

No final, todos iriam na van que trouxe Namjoon, Jin, Taehyung e o cachorro já que o casal levou a que trouxe Yoongi.

Quando chegaram a casa, Jungkook sorriu e abraçou o corpo menor do namorado, realmente Jimin era lindo e muito fofo também, porém existe circunstancias que a fofura do pequeno passava longe, bem longe.

- Eu te amo, sabia? – Falou e beijou a bochecha gordinha e o desceu para o pescoço branquinho.

- Apesar de saber muito bem o que você quer, eu também te amo seu bajulador.

- Eu? Bajulador? Mas já que falou nisso, o que eu quero em Park sexy e maravilhoso Jimin?

- Vou te mostrar o que você quer. – Ele segura a mão de Jungkook e o leva em direção a seu quarto.

Assim que chegaram ao mesmo, Jimin trancou a porta atrás de si e começou a tirar toda aquela roupa que estava usando; jaqueta, cinto, calça, camisa, mas não tirou a cueca dando para Jeon um tipo de strip-tease.

Aquele que tinha acabado de sentar-se levantou e foi até Jimin, fez o menor entrelaçar as próprias pernas em sua cintura e começou um beijo afoito prensando Jimin na parede.

- Você tem um efeito tão grande em mim Jimin, só de olhar para seu corpo eu já tenho pensamentos impuros. Você me deixa louco. – Diz enquanto passava suas mãos nas coxas grossas do namorado.

Jungkook beijou e chupou o pescoço do menor, tinha em mente que no dia seguinte ficariam marcas naquela área e que obviamente não iriam passar despercebidas pelas armys, mas isso era uma coisa que o maior não se preocupava tanto, maquiagem estava ai para ajudar.

- I-isso vai mar-marcar.

- Francamente. – Olhou nos pequenos olhos de Jimin. – Eu não me importo. – Jungkook colocou Jimin na cama e começou a se despir vendo seu namorado quase babar em si.

- Como que você consegue ficar mais gostoso a cada dia? – Jungkook sorriu e deitou Jimin na cama começando a beijar cada cantinho do corpo maravilhoso do Park.

- Me pergunto a mesma coisa em relação a você. – Desferiu um tapa na coxa de Jimin vendo o menor morder os lábios enquanto tentava conter um gemido. – Não quero que prenda seus gemidos.

- Tira minha roupa, daddy. – Jeon poderia gozar apenas de ver Jimin deitado em sua cama apenas de cueca mostrando aquele abs um pouco definido e aquelas coxas grossas.

Jimin queria provocar seu namorado e Jungkook sabia muito bem disso; conhecia o jogo de Park Jimin. Começou a tirar a única peça que faltava para ter total visão do corpo escultural do menor.

Subiu sua mão da coxa indo em direção à nádega dando um tapa e um aperto na mesma sorrindo ao ouvir os gemidos roucos saindo da boca carnuda de Jimin.

- O que você quer que eu faça baby? Diga. – Falou dando um selinho na cabecinha do membro do Park.

- Daddy, me chupa. – O anterior citado sorriu de lado e abocanhou o membro alheio, não era pequeno, mas também não era grande. Tinha o tamanho proporcional para a altura de Jimin.

Quando Jeon percebeu que Jimin iria gozar, acelerou os movimentos logo ouvindo o gemido alto do amado, engoliu todo o gozo do namorado vendo o mesmo respirar fundo e o peito subir e descer.

- Minha vez. – Jimin sorriu indo engatinhando até Jungkook empinando bem sua bunda. – Me fode? – Saiu mais como uma ordem do que uma pergunta, mas com aquele ar de inocência.

O maior colou seus lábios com os de Jimin e começou um beijo sensual, lento e quente. O clima lá fora deveria estar o mais congelante, mas no quarto estava quente, muito quente.

Jeon pincelou a entrada de Jimin com a cabeça de seu membro vendo o menor apertar seu ombro, podia estar doendo, mas era uma dor prazerosa que completava todo aquele momento.

Jungkook não aguentou mais e meteu seu membro na entrada de Jimin ouvindo o mesmo gritar, levou sua destra esquerda para o rosto de Jimin onde fez um carinho na bochecha do mesmo e deu um beijo para fazer o menor se distrair da dor.

Quando Jimin já estava acostumado começou a mexer-se no colo do maior, Jungkook arfou e segurou firme a cintura de Jimin começando a fazer movimentos de vai e vem.

Depois de várias estocadas, sentiu que iria gozar e foi mais rápido logo então gozando no interior de Jimin e o menor no abdômen do namorado.

Jungkook saiu de dentro de Jimin, porém continuou com o menor em seu colo.

- Eu te amo.

- Eu também te amo, você é a pessoa mais importante pra mim, obrigado.

- Por?

- Por tudo, você foi meu primeiro; tanto no amor quanto na cama e em tudo. – Sorriu, Jungkook colocou o amado na cama ficando por cima dele.

- Obrigado você também, por estar sempre comigo, por me apoiar e por ser o melhor ser humano do mundo, o mais precioso. Obrigado Park Jimin. – Sorriu e deu um beijinho no narizinho fofinho. – Agora vem, vamos tomar um banho.

- Kookie. – Levantou os bracinhos num pedido mudo para o maior o carregar no colo. – Por favor.

Realmente, um bebê. Jimin podia ser baixinho e fofinho, mas ele era forte e não entre aspas, o Park era forte, tinha uma personalidade única. Por isso e por várias razões, Jeon era apaixonado por Jimin.


Notas Finais


Já falei o quanto eu amo a @lovejikooka ? (sim, eu separei o ponto da frase, mas é um erro proposital)
Muito, muito obrigada por esse linda capa. TE AMU *coração vermelho*

Gostaram? Obrigada por lerem, se quiserem virar fadinhas é só comentar e favoritar, se puderem.
I love Jikook:')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...