História Nossa amiga - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jisoo, Kim Taehyung (V), Lisa
Visualizações 10
Palavras 1.703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oooooi <3

Capítulo 11 - Capítulo 11


Olhei de volta para o mesmo com algumas lágrimas nos olhos e sorri.

(S/n) Sim! Eu aceito ser sua namorada.

(Tae) Que bom meu amor! -- levanta e vem em minha direção, me abraçando..-- Prometo cuidar de você a todo momento.

(S/n) Promete mesmo?

(Tae) Prometo! --- acaricia meu rosto e rouba um selinho..--- Mas agora precisamos fazer outra coisa..

(S/n) Mas o que? --- arqueio as sobrancelhas_

(Tae)Preciso pedir permissão dos seus pais amor. Quero que seja da maneira correta, com a permissão deles. 

(S/n) Está disposto a pedir deles? --- sorrio e o mesmo assenti --- Você é mesmo um amorzinho.

(Tae) Vamos comer, estou faminto. -- passa a mão sobre a barriga_

(S/n) Seu comilão.

Nos sentamos novamente e logo o mordomo veio nos servir. A comida estava uma delícia, realmente a cozinheira era ótima. Comemos tudo e fomos para o jardim.


(Tae) Então amor, o que quer fazer agora?

(S/n) Não sei, ainda estou afrontada. 

(Tae) Afrontada?

(S/n) Cheia demais. Se toda vez que eu vir nessa casa, me alimentarem desse jeito, irei ficar igual a uma bolinha. 

(Tae) Eu não me importaria, iria ficar uma fofura. --- aperta minha bochecha_

(S/n)TAE!!

(Tae) O quê? Só disse a verdade. 

(S/n) Eu não sou fofa! --- reviro os olhos_

(Tae) Pra mim você é.

(S/n) Aish.

Continuamos andando naquele jardim enorme. Até chegarmos a um lugarzinho que haviam muitas flores e um banco. Nos sentamos naquele banco e ficamos a olhar as várias e lindas flores.

(S/n) Tae, são lindas! --- sorrio para o mesmo e cheiro as flores_

(Tae) Não mais que você. --- olhando fixamente para mim_

(S/n) A-Ah, por que está me olhando assim? --- coro totalmente..

Tae) Estou captando todos os seus traços! --- passa a mão no meu rosto ---  Para quando perguntarem como é minha namorada, eu possa dizer cada traço seu detalhadamente.

(S/n) A-Amor você me deixa sem graça.

(Tae)Xiu! Vem cá. --- me puxa para mais perto me fazendo sentar em seu colo. Abraça minha cintura e coloca seu queixo em meu ombro --- Fica quietinha, quero ficar sentindo seu cheiro. É tão bom.

(S/n) Tá bom. --- sorrio e relaxo em seu colo_

Aquele contato estava sendo tão bom. Nunca tinha ficado tão feliz na minha vida. A única vez que me senti tão feliz, foi quando ganhei meu primeiro cachorrinho - que infelizmente morreu - eu cuidava tão bem dele, era meu melhor amigo.

A respiração de Tae tão perto do meu pescoço me dava arrepios. Estava apenas desfrutando daquele contato todo, quando sinto um beijo molhado em meu pescoço.

(S/n) Amor! O que está fazendo?

(Tae)Não resisti.

(S/n) Hahaha bobo. Vamos na minha casa logo?

(Tae) M-mas já? --- engole seco_

(S/n) Se quiser podemos esperar mais um pouco. --- abaixo a cabeça..

(Tae) Tudo bem, vamos!

Saio de seu colo e entrelaço nossos dedos. Vamos para o carro do mesmo, e logo depois partimos. Paramos na frente da minha casa. Olho para o lado, e meu namorado estava suando frio. E aparentava estar nervoso.

(S/n) Não se preocupe. Eles irão deixar. ---  tento acalma-lo..

Saímos do carro e pego em sua mão na intenção de fazê -lo ficar mais confortável.  Adentrando a casa já posso ter a visão de meus pais sentados assistindo algo na TV. Tão distraídos com o que se passava na televisão que nem percebem nossa presença.

(S/n) Mãe! Pai! --- chamo atenção deles..

(Pai) Olá querida. --- acena --- E aí meu jovem! --- se referindo ao moreno ao meu lado. .

(Tae) Oi!

(Mãe)Oi crianças, por onde andavam?

(S/n) Estávamos almoçando. --- olho para o Tae e o mesmo me olha apreensivo --- Nós queremos conversar com vocês dois!

(Pai) Sentem - se então.

Nos sentamos e olhando para os dois ainda em silêncio ficamos.


(Mãe)Pois então, o que é de tão importante?


(Tae) S-Senhores, eu vim aqui para pedir a b-bênção para n-namorar com sua filha! --- fala meio atrapalhado por conta do nervosismo..

(Pai) Não mesmo. --- nos olha sério..

(S/n) Mas papai! --- olho para o mesmo querendo chorar..

(Tae) Senhor, eu implo. . --- interrompido pelo meu pai..

(Pai) Brincadeira! --- cai na gargalhada..

(Tae) E-Então podemos ficar juntos? -- me olha sorridente..

(Mãe) Claro que podem! 

(Tae) Obrigado, eu realmente estou muito feliz! --- se levanta e abraça meus pais..

(Pai) Não magoe nossa pequena.

(Tae) Não irei senhor, pode deixar.

(S/n) Eu amo vocês! --- abraço meus pais..

(Mãe) Só queremos ti ver feliz querida.

(Pai) Se este moço ti faz feliz, não impediremos  de ficarem juntos.

(Tae/Sn) Obrigado!

Conversamos mais um pouco. Meu pai e o genro estavam se dando muito bem - mais do que eu realmente esperava - mas infelizmente o moreno teria que ir embora. Deixei o mesmo na porta, me despedindo com um abraço forte e um beijo. E o mesmo foi embora.

Subi para o meu quarto e me joguei na cama. Peguei o celular e vi uma mensagem de Jisoo.

"Amiga, mais tarde irei na sua casa. Preciso contar uma coisa."

Respondi apenas com um "Ok" e desliguei o celular. Estava tão feliz. Finalmente namorando com o cara a qual me apaixonei assim que vi na lanchonete com sua família. Sei que esta acontecendo tudo tão rápido, mas assim que vi o mesmo pela primeira vez, me apaixonei completamente.

Seria amor a primeira vista?

Existe mesmo?

Tantas perguntas.

Saio de meus pensamentos com a campainha tocando. Fui até a porta para receber minha amiga. A mesma estava tão feliz, nunca havia visto-a assim. Nos abraçamos e puxei a mesma para o quarto.

(S/n)Vamos lá, pode contar. Estou curiosa.

(Jisoo) Tudo bem. --- ri_

(S/n) Vai logo.

(Jisoo)Tá. Então, naquele dia que eu vim aqui, lembra?

(S/n) Sim,sim. O que houve?

(Jisoo) Um cara me perseguiu quando eu estava a caminho de casa e quase abusava de mim.

(S/n) COMO? Ele não abusou de você não né? Falou para os seus pais?Polícia? --- digo preocupada..

(Jisoo) Falei amiga. Mas enfim, eu consegui sair dos braços dele, comecei a correr igual louca e acabei esbarrando em alguém..

(S/n) Que era...?

(Jisoo) Meu namorado. 

(S/n) Que sorte amiga.

(Jisoo) Tem mais. Ele me levou pra casa e quando ele ia embora, recebeu uma ligação dizendo que não tinha ninguém em casa e ele estava sem chave. 

(S/n) Então você pediu pra ele ficar com você. É isso?

(Jisoo) Sim. E eu acabei meio que..como posso dizer!? --- abaixa a cabeça meio envergonhada..

(S/n) Ah não, não me diga que transou com ele? --- a mesma assenti --- AAAAAA você perdeu a virgindade. PRIMEIRO QUE EU!

(Jisoo) FALA BAIXO!!

(S/n) AAAAAA NÃO DÁ!!

(Jisoo) DÁ SIM! --- dá um tapasso nas minhas costas --- Se acalma. Eu irei contar os minimos detalhes..

(S/n) Tô calma! --- respiro fundo e sorrio --- Amiga você perdeu a virgindade.

(Jisoo) Eu sei, agora deixa eu contar.

 ~ Flashback on~

_Jisoo_on_

Quando meu namorado ia se retirar, seu celular toca. O mesmo apenas responde "Ok" e logo desliga a ligação. Se pronunciando para mim então..

(Baek) Posso ficar aqui até meus pais voltarem para casa?

(Jisoo) Tá bem.. --- dou espaço para o mesmo entrar.. --- Senta aí amor, vou pegar algo para comermos..

Fui ate a cozinha e peguei bolo e suco. Cheguei na sala e o mesmo estava sem camisa sentado no sofá e respirei fundo tendo a visão de seu corpo lindo.

(Jisoo) Por que está sem camisa amor? --- entrego o prato com bolo ao mesmo..

(Baek) Está calor.

(Jisoo) Mas está de noite e está frio lá fora. --- arqueio a sobrancelha...

(Baek) Mas sou calorento. --- sorri cínico..

(Jisoo) Tudo bem então.

Quando ia me sentar ao seu lado, o mesmo me puxa, me fazendo cair em seu colo.

(Baek) Você sabe que não é só por isso! --- beija meu pescoço --- Me deixa ti fazer minha essa noite huh?

(Jisoo) Não sei se deveria. --- digo manhosa levantando o vestido..

(Baek) Não me provoque amor.

O mesmo ataca meus lábios ferozmente, me beijando intensamente  enquanto passava ao mãos em minhas coxas. Como ainda estava de mal jeito, decidi me ajeitar em seu colo. Ainda com os lábios grudados, coloquei minhas pernas uma de cada lado da sua cintura.

Sua língua percorria cada canto da minha boca, me causando desejo,  desejo de te-lo pra mim. Comecei então a rebolar em seu membro ainda coberto pela sua calça e cueca. Tirei meu vestido ficando apenas de calcinha e sutiã. Voltando a beija-lo logo em seguida.

(Baek) Vamos para o quarto meu amor! --- diz entre o beijo..

Apenas assinto e o mesmo se levanta comigo no colo caminhando então em direção ao quarto. Chegando lá, ele me coloca encima da cama e tira sua camisa. Se inclina e volta a me beijar.

Só que dessa vez. beijando minha boca e pescoço. Dava leves chupões em meu pescoço, me causando vários arrepios. Desabotoou meu sutiã e desceu seus lábios até os seios, chupando o direito com força enquanto massageava o esquerdo com a mão. Foi fazendo trilhas de beijos dos seios até o meio da barriga, e da barriga até o elástico da calcinha. Tirou minha calcinha me deixando totalmente exposta a ele. E logo afundou sua boca na minha intimidade me fazendo dar um gemido alto por conta de seu hálito gelado. Começando então a chupar toda aquela região e de vez ou outra penetrava a ponta de sua língua em mim. Uma onda de sensações me invadiram, e eu sentia meu corpo vibrar com aquilo.

Senti ele afundar um dedo em mim e começar a fazer movimentos lentos. Logo em seguida dois, e logo depois três. Movimentava os dedos ligeiramente me levando a loucura. 

Meu namorado se levanta então, tira sua calça e cueca. Pega de dentro do bolso um preservativo e coloca no membro. Vem em direção a mim e passa a cabecinha de seu pênis em minha entrada.

(Baek) Posso afundar ele em você princesa? --- pergunta com olhar safado..

Assinto e logo sinto o mesmo empurrar seu membro sobre minha intimidade. A dor era grande, então apenas fechei os olhos. Continuou me penetrando, e quando já estava completamente dentro de mim. Começou a me estocar lento, e foi aumentando o ritmo aos poucos.

5..8..9..13.. 20 estocadas e chegamos ao ápice juntos. O mesmo cai ao meu lado ofegante e me puxa pra perto. Assim então dormimos.

~ Flashback off~


(Jisoo) E foi isso! --- termino de contar tudo para a minha amiga..

(S/n) Ai meu Deus, deu até um fogo aqui só de escutar você falar.  --- se abana com as mãos, insinuando estar "quente".

(Jisoo) Sua safada!  Logo logo será você.

(S/n)A-Ainda é cedo pra isso.



Notas Finais


Hotzinho de levee nesse cap.😂😌❤
Até mais..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...