História Nossa História - Mad Archer - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Alice, Capitão Killian "Gancho" Jones, Elsa, Fa Mulan, Lilith "Lily" Page, Malévola, Mérida, Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Roland, Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Mad Archer
Visualizações 104
Palavras 2.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Iae oncers, turu bom? Mais um capítulo mara para vocês e espero que gostem, desceu uma lágrima nesse capítulo não posso negar, enfim, bom capítulo e até o próximo.

Capítulo 18 - We Are Fine


Fanfic / Fanfiction Nossa História - Mad Archer - Capítulo 18 - We Are Fine



E novamente estávamos só andando pela floresta procurando a bendita porta e por mais que seja minha mente, eu não podia simplesmente fazer ela aparecer em minha frente já tinha tentado isso e não funcionou, suspiro me sentando no chão querendo só uma pausa pra descansar. Ainda estava querendo arrancar alguma informação do cara chamado Sean, sendo que esse nem era o seu nome real, mas era como tentar atirar no escuro de olhos vendados ainda por cima.

Robin - Tento ignorar já que simplesmente não voltaria a andar sem rumo de novo - Robin.

Agora não falso Sean - Queria pensar no que poderia fazer agora.

Ok, mas acho que estamos em outra lembrança - Levanto minha cabeça e olho para ele - Olha ali.

Desvio meu olhar para onde ele estava apontando e vejo Alice meio deitada meio sentada encostada em uma árvore lendo um livro, enquanto a minha versão da  lembrança estava abraçando sua cintura e dormindo. Foi na época que entregava cartas do pai dela pra ela e vice versa, esse foi o dia do nosso primeiro beijo.

.........

Alice lia tranquilamente o seu livro que segurava com a mão direita enquanto a outra estava fazendo cafune na Robin que dormia já faz um tempo, a arqueira estava cansada por quer durante a noite teve que patrulhar o acampamento já que sua mãe, tia e Killian tinha saído em missão. Então, Robin ajudou a Tiana com a patrulha, Jones fechava o livro deixando aquilo de lado por algum tempo, Alice tirava uma mecha de cabelo  do rosto da Mills e com cuidado para não acorda-lá, ela deitava ao lado de Robin sentindo a grama verde fazer um pouco de cosecas em sua bochecha.

Alice sorria levemente quando a Mills apertava o abraço um pouco mais em volta de sua cintura como se a arqueira tivesse medo da garota fugir e durante esse tempo que passaram juntas, Alice a cada dia sentia um sentimento forte em relação a loira e à aventureira fazia uma carícia no rosto da Robin que de vez em quando sorria durante o sono, e a Jones achava aquilo um tanto fofo, mesmo que Robin nega-se com todas as forças contrariando Alice do contrário. A loira não podia deixar de admirar a beleza da Mills e a cada dia que se passava, Alice percebia o quanto estava apaixonada pela garota que a pouco messes atrás a prendeu em uma jaula.

Boa tarde Tower girl - Alice acaba se espantando por Robin ter falado do nada e a loira corava enquanto tirava a mão do rosto da Mills - Não para Alice, tava bom.

A voz da arqueira era rouca e sonelanta indicando que ela não estava acordada a tanto tempo, mas a Jones continuava vermelha devido ao comentário e a mesma tenta se levantar, no entanto, estando com os braços ainda em volta da cintura de Alice. A arqueira puxava ela fazendo ela cair por cima de si e Robin sorria levemente enquanto fitava aquelas iris azuis, mas seu olhar logo decair sobre os lábios da Jones que no momento pareciam muito convidativos para Mills. Alice, no entanto, estava com a face ainda mais vermelha, mas não dando sinal que sairia daquela posição tão cedo.

Robin nem percebeu que tinha percebido que adormeceu ao lado da Jones enquanto lia o livro em voz alta e queria se desculpa por isso, mas por enquanto faria mais tarde. A Mills colocava sua mão na nuca de Alice onde a acariciava levemente e a aventureira fechava os olhos por causa do carinho que estava recebendo, e quando os abre novamente Robin estava com o tronco um pouco inclinado com o rosto bem próximo ao seu. Alice sorria pequeno ainda estando um pouco vermelha e a mesma olhava para a boca da Mills com expectativa.

Robin finalmente encostava seus lábios com o de Alice, mas de único era só isso, um encosta de lábios até que aos poucos ambas intensificava o beijo explorando o gosto uma da outra. A Mills colocou suas mãos na cintura da loira, enquanto a Jones colocava os braços em volta do pescoço da arqueira. As duas só paravam de explorar a boca da outra quando ar finalmente se torna necessário, Robin sorria de forma alegre enquanto encostava sua testa com a da garota que ela estava apaixonada, Alice não estava tão diferente da outra. E ali nós braços uma da outra elas tiveram a certeza que seria pra sempre.

............

ALICE'S ON

Olho em volta um pouco assustada vendo que Robin ainda estava dormindo e suspiro de frustração enquanto me ajeitava naquela poltrona que não era nem um pouco confortável, novamente aquele pesadelo onde eu a perdia e não podia fazer nada a não ser assistir que isso acontecesse. Suspiro fundo sentindo as lágrimas descerem pelo meu rosto e me encolho na poltrona querendo que os braços de Robin me envolvesse de forma protetora, como se nada no mundo fosse capaz de me ferir. Sorrio pequeno de forma melancólica enquanto olhava para o meu True Love que estava deitada na cama e desacordada, do mesmo modo que chegou.

Por favor Robin, volta pra mim. Eu não consigo sem você, Liam e Beatriz precisam de você, eu preciso de você... - Nem reconhecia minha própria voz de tão melancólica e abatida que soava.

Ela vai ficar bem, é uma guerreira.

Olho pra porta onde vejo uma figura loira com o semblante abatido e triste, Graham estava péssimo com olheiras profundas e com um tom de pele quase da cor do leite branco. Franzo as sobrancelhas de forma triste o observando e em passos lentos ele entrava dentro do quarto se sentando em uma cadeira do outro lado da cama, cadeira essa que Zelena usava quando vinha ficar com Robin. Vejo o caçador tentar sorrir, mas isso parece causar mais dor do que ele vim até aqui sozinho.

Estou tão ruim assim? - Escuto sua risada triste, mas duvido que seja pelo seu estado - Bem, em comparação ao filhote aqui, eu estou muito bem. Queria trocar de lugar com ela, faria de tudo para que eu estivesse no seu lugar.

E você sabe muito bem a bronca que levaria caso ela te escutasse falando isso, acho que ela só não te bateria por quer Robin te considera o pai dela - Vejo um pequeno sorriso em seu rosto e acabo sorrindo também - Como é que ela está?

Instável, o Dr. Whale disse que não foi só o ferimento na barriga. Foi outros ferimentos também que acabaram deixando sequelas, devido não terem sido tratados de forma correta, de acordo com ele a Robin teve sorte de não morrer no momento que a espada atravessou seu abdômen - Aperto a levemente a mão dela esperando um aperto carinhoso de volta, mas sinto que sua mão continuava imóvel no mesmo lugar - Isso é tudo culpa minha, se eu não tivesse transformado a Gothel em árvore. Nada disso teria acontecido.

E se você não tivesse a detido, estaríamos todos os mortos inclusive a Robin. Não foi sua culpa Alice, coisas ruins acontece e nem sempre conseguimos impedi-lás, mesmo que tenha acontecido essas coisas ruins, deveria agradecer, por que se essas coisas não tivesse acontecido talvez você não estaria com a Robin, talvez seus filhos não tivesse nascido - Apesar da aparência cansada e moribunda, Graham fazia que suas palavras fossem firmes e confiantes - Não é sua culpa, Robin está viva e lutando pra acorda, mas ela tem que sentir que você está aqui, ela precisa saber que você não abandonou. Mas, agora acho que você devia ir para casa, tomar um banho e dormi um pouco, depois você volta.

Graham, eu não vou deixar a Rob......

Ela não vai está sozinha, sou o pai dela e estarei aqui te esperando para que você volte. Não se preocupe, ela vai ficar bem mais agora você tem que ir, seus filhos precisam de você. Nesse momento eles precisam mais do que nunca saber que Robin está bem - Suspiro balançando a cabeça em concordância, ele estava certo não ajudaria nada eu ficar doente agora, isso não ajudaria Robin - Agora vá, eu cuido das coisas por aqui.

Não queria deixar Graham sozinho com a Robin. O efeito do veneno em seu corpo ainda não tinha passado, mas sabia que não aguentaria muito mais tempo só naquele hospital já fazia quase uma semana que não comia e dormia direito, meu foco estava somente em Robin mais não ajudaria em nada ficar doente e fraca agora. Me despedia com o Huntsman dando um leve aceno de cabeça e antes de ir olhava uma última vez para Robin fazendo uma promessa silenciosa que voltaria o mais rápido possível.

ALICE'S OFF

ZELENA'S OFF

Melhor?

Respiro fundo tentando recuperar o fôlego para responder a Evil Queen, e olho para as duas Reginas na minha sala que estava agora em ruinas, era bem confuso ter as duas por perto, mas teria que me acostumar com a nova realidade. Recapitulando, minha sala estava um desastre por quer a Regina malvada teve a brilhante idéia de fazer eu atravessar toda a raiva e chateação nesses últimos dias, conclusão, minha sala ficou o puro caos o que combinava meu estado de espírito atualmente. Respirava fundo mais uma vez limpando os resquícios de lágrimas das minhas bochechas.

Não, mas vou melhorar - Respondo de forma mecânica enquanto tentava me levantar mais acabo sendo amparada pelas minhas irmãs, engraçado. Sempre quis uma irmã, agora ganhei duas de brinde - Eu consigo andar sozinha.

Por uma na sua vida, para de reclamar e deixa eu cuidar de você ou no caso nós - A Regina boa parecia tão confusa quanto eu e acabo rindo da sua confusão.

Olha só, era esse sorriso que eu estava esperando - Agora o comentário foi da Regina malvada que não era tão mau assim - Quer ir ao hospital?

Quero sim, Alice descansa nem que pra isso eu tenha que jogar ela numa maldição do sono. Robin não gostaria de vê-la sem comer e dormir como um ser humano descente - Suspiro enquanto me levantava do sofá que aos poucos segundos tinha sido colocada.

Tem certeza que não quer que eu vá com você? - Olho pra Regina versão boa e sorrio a abraçando.

Eu vou ficar bem, mas por enquanto eu tenho que dar um jeito de apelidar vocês duas, por quer só chama de Regina boa e malvada não combina, é tão cafona - Ria levemente enquanto observava as duas e olho pra Regina malvada com um sorriso malicioso - Depois quero que me conte seu rolo com o pirata versão mais cheirosa.

Espera, é o quer? - Regina estava surpresa e olhava para Evil Queen que somente estava com os braços cruzados e um sorriso de canto.

Tá bom, por uma condição. Se você me contar o que você sente pelo Huntsman, não que ele não seja bonito por quer ele é extremamente lindo e sexy de um jeito fofo, mas não sabia que caçadores fazia o seu tipo - Acabo corando enquanto me perguntava como ela sabia disso.

Pera, eu pedir o fio da meada. Como assim você e Graham? E ela e o Nook - Podia até notar um pouco de ciúmes na hora que ela fala Nook junto com a Evil Queen.

Longa história sis, depois te conto - Estava querendo me livrar daquele assunto por enquanto.

Nem pensar, vocês duas vão me explicar isso agora.

Já iria retrucar que não, mas uma Alice um tanto cansada abria a porta passando pela mesma. Tinha quer admitir que a cara que ela fez muito engraçada ao ver a zona que estava sala e nós, a adorável família no meio daquela bagunça como se estivesse acontecido alguma briga entre nós três o que era impressionante no mínimo as 2 Reginas não tentarem se matar.

O que aconteceu aqui? - Era fofo a forma que Alice franzia a testa até parecia o Nook.

Nada de mais - Quando término de falar a Regina malvada sumia na sua habitual fumaça roxa e decido fazer o mesmo - Liam e Beatriz estão dormindo lá em cima, vejo você mais tarde.

Movimento minha mão fazendo uma fumaça verde me rodear sumindo da sala para ir pro hospital, mas antes tinha escutado a voz da Alice dizendo que isso foi esquisito.

.

.

.

.

.

Sua história é interessante, apesar que não posso julgar. Atirei uma flecha no meu amor verdadeiro, ainda bem que ela conseguiu pegar-lá no ar.

Tenho quer admitir que fiquei surpresa depois dessa revelação do Sean, parece que ninguém em StoryBrooke conheceu seus True Loves da forma normal ou comum, Emma conheceu Killian no meio de cadáveres que estavam sem corações, Snow acertou uma pedra na cabeça do David depois de o roubar, Henry levou um chute no meio do estômago aí roubaram ele, bem...... eu prendi meu coelho na goalha, apelido carinhoso que tinha colocado na Alice. Enfim, aparentemente não conhecemos os nossos True Loves de forma pacífica, sabia pouco do Sean, que ele morava em StoryBrooke e morreu salvando a vida do seu amor verdadeiro, e o entendia por quer fiz a mesma coisa. Morre protegendo as pessoas que amava.

Você senti saudades? Digo do seu True Love? - Olho para a costa do Sean já que ele estava a minha frente.

Todo dia, mas torço para que ela encontre alguém que a taça esquecer de mim, não susporto vê-la triste por minha causa - Fico pensando no que tinha acontecido se eu tivesse morrido, como Alice iria ficar?

Deve ser o inferno, digo.... mesmo você tendo salvo a vida da pessoa que você ama. Você ainda é torturado de várias maneiras só por vê-la sofrer, o que mais dói nisso tudo não é a perda, é a saudade que a pessoa deixa - Sorrio pequeno chutando a pedra na minha frente vendo o ambiente ao meu redor mudar. Estávamos agora em Hyperion Heights.

Robin, você achou a porta - O estranho era que sua fala tinha saído de forma afirmativa.

Acho que você tá confundido as coisas - Chutava a pedra forte fazendo ela ir um pouco mais longe e acabo escutando ela chocar contra uma coisa oca e olho pra frente vendo uma porta de carvalho na frente do Troll de pedra - Retiro o que disse.

Um sorriso aparece em meu rosto vendo a porta abrir sozinha mais não dava de enxergar nada vindo dela por causa da luz branca que ofuscava nossa visão, coloco a mão em frente aos olhos impedindo que aquela intensa luz batesse diretamente contra minha visão.

É aqui que nós despedimos - Olho pro Sean que agora sorria de forma feliz e não melancólica - Quero que entregue isso para o meu True Love.

Vejo ele tirar uma carta do bolso da jaqueta e pegava a carta em minhas mãos, com certeza iria ajudá-lo, afinal ele me ajudou enquanto estava presa na minha própria mente.

Pra quem eu devo entregar isso? - Olho para ele querendo que respondesse de forma rápida, não sabia se a porta ficaria ali para sempre.

Regina, entregue para Regina. Diga ele que eu amei durante a vida e a morte, mas diga também que quero que ela siga em frente, a propósito. Estou muito orgulhoso de você e não se esqueça que sempre vou está por perto mesmo que você não me veja lá, volte para sua família eles precisam de você, eu te amo filha, foi uma bênção vê-la crescer e se torna essa impossível incrível que você é - A essa altura lágrimas desciam pelo meu rosto, eu não fazia idéia que era ele, não fazia idéia que Sean era na verdade meu pai. Eu queria falar tanta coisa, eu queria conhecê-lo e sinto ele colocar a mão em cima da minha cabeça com um sorriso largo - Adeus filha, nós veremos de novo mais eu espero que esse dia demore muito para chega. Você tem uma longa vida pela frente, direi ao Roland que você sente falta dele, não foi sua culpa minha menina, seu irmão está bem. Pare de carregar a culpa nos seus ombros, estamos bem. Todos nós estamos bem.

Antes que eu pudesse ter a chance de falar qualquer coisa, sinto o meu pai me empurrar fazendo eu atravessar a porta. E novamente tudo se torna escuro, mas só por alguns estantes e quando abro os olhos a primeira coisa que vejo são iris azuis, olhos incrivelmente azuis como o céu.

Robin.........









Continua..............


Notas Finais


Iae gente? O que acharam? Bom ou ruim? Aceito qualquer tipo de críticas por quer isso ajuda a ver o que tá de ruim na história e resolver isso, e me perdoem por qualquer erro ortográfico.
Kissus de chocolate 😁 e até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...