1. Spirit Fanfics >
  2. Nossa História - SasuSaku >
  3. Naruhina?

História Nossa História - SasuSaku - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, eu postei esse segundo capitulo hoje por um pedido, esse capitulo já tava pronto e ele não muda nada no rumo da história, apenas conta algumas cenas Naruhina que ocorreram durante o mesmo período de tempo que as coisas no ultimo capitulo postado.

Capítulo 4 - Naruhina?


Fanfic / Fanfiction Nossa História - SasuSaku - Capítulo 4 - Naruhina?

Naruto estava em seu carro com a Azulada o silêncio era notoriamente perturbador para os dois, Naruto ligou o som do carro, uma música de pop antigo começou, quando Naruto percebeu trocou a música na hora, Hinata riu.

 

        - O que foi? - perguntou Naruto.

 

        - É que eu não sabia que gostava desse tipo de música é uma surpresa. - Hinata havia dito notando o brilho nos olhos do garoto enquanto a mesma falava.

 

        - Sempre me dizem que eu não tenho cara de quem ouve esse tipo de música mais é uma das minhas preferidas, por mais antiquada que seja ela faz parte da minha história.

 

        - Como assim?

 

        - Quando meus pais se conheceram, por mais inacreditável que pareceça minha mãe detestava meu pai, um dia um garoto a convidou para ir no baile da escola, quando ela chegou lá viu o cafajeste com outra menina zombando de minha mãe, ela saiu do salão triste e meu pai foi até ela, ele a convidou para dançar e essa música começou a tocar, naquele momento minha mãe e meu pai se apaixonaram um pelo outro e estão juntos desde de então. - Hinata ouvia atenta. - Desculpe se te entediei com minha história.

 

       - Eu achei lindo, espero um dia ser tão apaixonada por alguém que me ame tanto quanto seus pais se amam.

 

     Naruto ficou vermelho e reparava na beleza da garota, as gotas de chuva que pingavam de seu cabelo fazia com que ela ficasse mais atraente, o Loiro prestava tanta atenção na garota que quase não olhava para estrada.

 

       - Naruto-kun! - Hinata gritou o alertando para prestar atenção na estrada.

 

       - Desculpe Hinata e que você estava tão bonita que eu me distraí. - O Loiro parou para pensar no que havia dito, e corou mais que um tomate. - Me desculpe Hinata não quis parecer desrespeitoso.

 

       Hinata também estava vermelha mais por conta de sua pele pálida parecia sério.

 

         - Hinata você ta muito vermelha. - Ele estacionou o carro na garagem, haviam acabado de chegar. - Bom chegamos.

 

          - Na- Naruto kun, que filme vamos ver.

    

        Ela começou a gaguejar e o Loiro por mais nervoso que também estivesse era um garoto e não resistiu a vontade de pegar uma pegadinha com a Hinata.

 

      - A gente decide lá dentro - Disse abrindo um sorriso com uma ponta de malicia.

 

     Os "amigos" entraram na casa Kushina e Minato, haviam saído, os dois haviam saido para o trabalho, Naruto olhou para o rosto da Azulada e percebeu a expressão vermelha continuava lá, o garoto resolveu por seu plano em prática.

 

       - Pode ir indo para a sala vou me trocar e já volto.

 

      O Loiro malicioso subiu as escadas para ir para seu quarto, assim fez com que Hinata fosse para a sala.

 

      A garota se dirigiu a sala, ela olhou o arredor e riu, ela lembrou da época em que eles tinham seis anos e brincavam de pique-esconde, era apenas ela e Naruto pois Sakura não tinha vindo morar com os Uzumaki ainda, ela lembrou do esconderijo nem um pouco secreto de Naruto, atrás da cortina e deixando os pés de fora, ela sempre se escondia bem por ser pequena sempre achava os melhores esconderijos.

 

        - Ah aquele ursinho, não acredito que ainda o tem Naruto.

 

     Ela estava a apreciar o ursinho de pelúcia brincando com suas orelhas felpudas, estava tão entretida que nem viu o garoto se aproximar e a carregar.

 

       - Bu! - Gritou Naruto que no mesmo instante via Hinata desmaiar em seus braços. - Hinata! Hinata! Acorda Hina, desculpa eu só queria te assustar, por favor quando acordar não me odeie, por favor.

 

      Mal sabia o Loiro que na realidade quem estava sendo pego era ele, Hinata estava plenamente acordada e pensou até em levar a brincadeira um pouco mais longe e fingiu estar desacorda por mais um tempo.

 

        - Hina, eu juro que não queria te assustar a esse ponto, Sakura me mata se descobrir o que fiz. - Naruto diz assustado. - Nunca se deve fazer mal para pessoa que você ama, eu sou um idiota.

 

        Hinata não acreditava no que seus ouvidos escutavam, talvez ele soubesse de sua brincadeira e estava brincando com ela apenas para se vingar, ela pensou isso até sentir os lábios de Naruto nos seus, ela começou a voltar a ficar vermelha.

 

       - AH NARUTO SEU IDIOTA O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO COM A HINATA, NÃO BASTA FAZER COM QUE ELA DESMAIE!!!!! - Naruto gritou consigo mesmo.

 

      Hinata de manteve o mais imóvel possível, resolveu que ficaria daquele jeito por mais alguns minutos, Naruto estava exaltado e ela sabia o que o clima ficaria entre eles e ela não queria aquele clima.

 

       Passou alguns minutos, Naruto ainda pensava o que fazer além de bater a testa na parede de leve.

 

       - An Naruto? Onde eu to? O que aconteceu? - Naruto se virou para vê-la.

 

        - Hinata você acordou, por mais que tenha sido apenas um desmaio eu fiquei muito preocupado. - Ele a abraçou forte. - Me desculpa, prometo fazer o que quiser se me desculpar.

 

         - Eu não entendi mais sim te desculpo, e quanto ao fazer o que eu quiser, que tal aquele filme, cobertas pipoca e chocolate quente.

 

        - Jura? Não quer me matar? Me esganar? Me fazer implorar por perdão?

 

       Hinata riu.

 

        - Não sou a Saky. - Naruto riu junto.

 

        Um breve momento em SasuSaku.

 

       - Atchim! - Sakura espirra.

 

       - Que repentino. - Sasuke arfima.

 

       - Tem alguém falando de mim. - Sakura diz desconfiada. - Deve ser o Naruto.

 

      Voltando a NaruHina...

 

     

 

        - Quer ver que filme?

 

        - Qualquer um menos terror.

 

        - O que Hinata? Você tem medo de filmes de terror?

 

        - Você sabe que sim, desde de sempre.

 

        - Então só por que hoje eu to bonzinho vamos assistir um romance.

 

        - Yeep! - Hinata animou-se e o abraçou.

 

        - Devemos fazer sempre o melhor por quem amamos, tebbayo. - Disse sorrindo.

 

        - Concordo. - Disse não o soltando do abraço.

 

      Após muitos filmes depois já estava ficando tarde.

 

        - Nós vimos mesmo cinco filmes do catálogo de romance?

 

        - Sim.

 

        - E você chorou em todos só por que a protagonista se confessa ou o crush dela diz que ama ela.

 

         - Sim. - Ela deu uma risada fraca.

 

         - Já que chorou com isso vai ter um ataque com o que vou fazer. - Naruto levantou do sofá de veludo vermelho e se ajoelhou em frente a Hinata. - Hina, nos nós conhecemos desde que usavamos fraldas, e eu sempre busquei te ver apenas como uma amiga para não estragarmos nossa bela amizade, mas... - Hinata não acreditava no que estava acontecendo, estava tão feliz e radiante, era impossível esconder seu belo sorriso. - Eu te amo Hinata Hyuga, me faria a honra de ser minha namorada? - A luz da lua que podia ser vista da janela de vidro a cima do sofá iluminou os olhos do Loiro.

 

      Hinata estava sem palavras, realmente estava para ter um infarto.

 

       - Eu seria tola se dicesse que não. - Claramente ela chorava, as lágrimas mais felizes de sua vida.

 

      Ela lhe deu um beijo, e ele retribuiu, os dois pararam por prescisar de ar.

 

       - Agora eu namoro a garota mais linda do mundo e não preciso ter medo de dizer isso.

 

        - Naruto-kun eu te amo.

 

        - Eu também te amo Hina.

 

    Naruto segurou as mãos de sua bela dama, estava prestes a beija-lá e quando estava a centímetros de distância seus telefones tocaram.

 

       - É Neji deve estar preocupado, vou atender.

 

       - Ok, vou atender meu pai também. - Naruto vai até outro canto do cômodo e atende.

 

       - Alou?

 

       - Oi pai.

 

      

 

       - Oi filho, eu e sua mãe estamos presos no trabalho, as chuvas aqui no centro começaram cedo e agora as ruas estão interditadas.

 

        - Você é a mamãe estão bem? - Naruto perguntou preocupado com seus pais.

 

        - Sim, estamos aqui no prédio, não chegamos a sair, pelo que parece vamos ter que passar a noite aqui, você e Sakura estão bem?

 

       - Na realidade pai, Sakura foi eleita presidente do conselho estudantil e as meninas a chamaram para uma festa do pijama, não fique bravo. - Naruto inventou uma desculpa, não podia dizer " A Sakura foi dormir na casa do Sasuke." Isso a traria problemas.

 

        - Claro que não, ela tem que aproveitar esse ultimo ano e as amigas a alegrando é bem melhor.

 

       - Naruto-kun. - Hinata diz ao fundo da chamada.

 

       - É a voz da Hinata? Ela não ta com as meninas?

 

       - Ela não estava se sentindo bem quando as meninas vieram buscar Sakura, ela acabou adormecendo e eu ia a levar para as meninas agora que acordou. - Naruto falava as primeiras coisas que surgissem em sua mente.

 

      - Ok, então pode ir, tchau filho, cuidado com a estrada.

 

      - Tchau pai.

 

       - Naruto-kun, Neji disse que as ruas proximas a nossa casa estão praticamente alagadas, não tem como chegar lá.

 

       - Bom então acho que o jeito é você dormir aqui.

 

       - Acho que é.

 

       - Vou ligar pra Sakura perguntando se ela esta a caminho, quem sabe se salvou dessa chuva.

 

        Depois de ligar e confirmar que Sakura iria domir na casa de Sasuke.

 

       - O quarto dela ta trancado e ela ta com a chave, acho que o quarto dos meus pais também, então você dorme no meu quarto e eu durmo na sala.

 

       - Ta bom. - Assentiu Hinata, mais o que ela queria de verdade era seu novo namorado ao seu lado, não, ela não era uma pervertida só queria ele ao seu lado e nada mais. - Naruto-kun... Pode dormir ao meu lado?

 

        Naruto corou assim como a Azulada, o Loiro sabia que Hinata não queria nada de errado, ela não era uma pessoa de segundas intenções, consultou sua mente e viu que não haveria nenhum problema.

 

      - Claro que sim Hina.

 

Os dois se abraçaram por uma longa extensão de tempo, se trocaram e se deitaram. Com um certo tempo, a timidez foi passando e o Loiro a abraçou a esquentando naquela noite fria e tempestuosa.

 

   


Notas Finais


Naruto e Hinata ganharam um capítulo contando parte de seu romance, se quiserem saber eles vão esconder isso de Sakura por um tempo, quem sabe teremos mais capítulos focados apenas nesses dois.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...