História Nossa História - Sempre foi você - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amizade, Drama, Romance, Yuri
Visualizações 3
Palavras 2.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpem a demora pra postar, estava meio sem inspiração. Prometo atualizar mais rápido!

Capítulo 6 - Tempo


 

4 ANOS DEPOIS.

 

“ ...Mas o nosso amor era mais que o amor de muitos mais velhos a amar, de muitos de mais meditar, e nem os anjos do céu lá em cima, nem demônios debaixo do mar, poderão separar a minha alma da alma da linda que eu soube amar...

        - Edgar Allan Poe “

 

 

Tomei um susto quando entrei em casa depois de um longo dia de trabalho, meu apartamento estava todo decorado com balões coloridos e cheirava a salgadinhos. Assim que entrei fui recebida por umas 30 pessoas cantando parabéns, tinha esquecido que era meu aniversário. Meus pais se aproximaram com minha irmã trazendo um bolo imenso se equilibrando pra não derruba-lo.

Fiquei emocionada, meus últimos aniversários tinham sido em meio a livros e apresentações na faculdade, foram anos corridos e quase não tinha tempo, não que isso tenha mudado, mas agora com a faculdade concluída eu conseguia ficar até mais tarde acordada e até sair com amigos e família.

Esse aniversário era especial também, pelo fato de comemorar meu novo emprego, eu estava feliz, o último ano tinha me trago várias oportunidades de estrelar musicais viajando por aí, e recentemente eu consegui uma vaga muito importante para dar aulas de teatro musical em uma grande agência.

Era incrível como as coisas estavam dando certo pra mim.

- Feliz aniversário princesa!

Meu pai falou me dando um abraço gostoso. Minha mãe veio logo em seguida com os braços abertos e um sorriso enorme no rosto:

- Parabéns minha grande atriz, estou feliz duplamente por você meu amor!

- E eu também estou feliz por você mana. Mas ainda estou esperando você me levar pra conhecer os bastidores de uma das suas peças!

Falou minha irmã me abraçando também.

- Pode deixar pequena, vou cumprir minha promessa!

Depois de cumprimentar mais algumas pessoas, percebi um serzinho sorrindo ao fundo da sala de estar, estava com as mãos para trás e usava uma roupa maravilhosa como sempre.

Quando me aproximei ele sorriu mais largo e com uma mão, colocou uma mexa de cabelo atrás da minha orelha.

- Pensei que não sobraria um pedacinho de você pra mim hoje!

Daniel falou. Eu passei os braços em volta do seu pescoço e selei nossos lábios.

- Sempre vai ter um pedaço muito grande de mim pra você amor!

Falei e ele sorriu mais largo ainda.

- Bom saber disso. Feliz aniversário amor, e meus parabéns pelo seu novo emprego!

Falou ele, e em seguida tirou sua outra mão de trás das costas e me entregou uma pequena caixa preta coberta com veludo. Fiquei surpresa quando abri a caixa, lá dentro havia uma linda pulseira de prata com minhas iniciais gravadas. Era delicada e simples, do jeito que gosto. Eu o olhei emocionada e o beijei novamente.

- Daniel, é linda! Não precisava, isso deve ter sido caro!

- Você vale muito mais do que isso!

Falou ele me derretendo toda. Daniel tinha esse efeito em mim. Ele era carinhoso quando éramos só amigos, e depois que nos aproximamos mais e começamos a ter um relacionamento romântico, ele ficou ainda mais doce. Era um perfeito cavalheiro, as vezes muito brega, eu tinha que admitir, mas eu amava. Eu era grata por ele, me acompanhava e me apoiava em tudo.

 

Depois que festejamos bastante e todos foram embora, Daniel me ajudou a organizar as coisas e estava prestes a ir embora. Eu o levei até a porta e com um biquinho tentei convencê-lo a ficar.

- Eu adoraria ficar amor, mas combinei de buscar minha irmã no aeroporto amanhã cedo e leva-la pra tomar café. Não há vejo faz um tempo e se eu ficar aqui, vou ter que acordar mais cedo ainda, minha casa é mais próxima do aeroporto!

Sim, havia me esquecido de que Sophia voltaria pra casa amanha depois de uma turnê de moda por mais de 7 países diferentes. Eu estava feliz por ela, estava realizando os seus sonhos assim como eu, e ela merecia. Depois de conviver muito com ela por causa de Daniel, nos tornamos amigas, e nos apoiávamos bastante.

- Hum, que pena, mas eu entendo! Não se atrasem pro jantar amanhã ok?

Falei e ele assentiu. Dei-lhe um beijo de despedida e ele se foi.

Não sei quanto tempo demorei no banho, estava cansada e exausta.

Me deitei na cama e entrei em uma rede social pra me atualizar antes de dormir. Depois de passar algumas fotos, me deparei com uma foto de uma revista de moda. Como sempre, meu coração deu um salto, e uma tristeza grande se apossou de mim.

Ela estava mais linda do que nunca, mesmo depois de anos sem nos vermos ou nos falarmos, eu ainda me agitava quando via suas fotos. Ela tinha conseguido sucesso em sua carreira de modelo e era capa de várias revistas e campanhas de moda que elogiavam sua beleza estonteante. Seu sorriso ainda era o mais bonito que já conheci. Fiquei um tempo olhando suas fotos em seu perfil, ela era popular e viajava muito, sempre cheia de pessoas ao redor, eu sentia sua falta, mas era medrosa demais pra falar com ela, medo esse que estragou nossa amizade.

 

Acordei no outro dia com o celular quase descarregado e ainda no perfil de Érika, tinha dormido vendo suas fotos. Tomei um banho e fui para o trabalho.

Saindo da agência, fui as compras para o jantar a noite. Já no supermercado, recebi uma ligação de Sophia. Ela me desejou feliz aniversário atrasada já que não tinha tido tempo pra fazer isso no dia certo, disse que estava com saudades e queria me ver, mas teria que furar o jantar, sua agência daria uma festa a noite comemorando o aniversário do dono e ela teria que ir. Se desculpou, mas implorou que eu fosse como convidada vip com Daniel. Não me sentia muito à vontade para ir a um evento grande assim, mas depois de muita insistência eu aceitei. Depois de conversar com Sophia, liguei para Daniel pra combinarmos de nos encontrar no local do evento pois eu teria que ir as compras já que não tinha um vestido adequado para um evento desse tamanho. Ele insistiu que iria me buscar em casa e que sua irmã já tinha cuidado de encomendar um vestido pra ela, como presente de aniversário. Não me sentia confortável com esse presente de Sophia, mas discutir com ela sobre isso não era uma opção, ela sempre ganhava. Ele iria levar em casa mais tarde. Sophia era um amor e tinha pensado em tudo.

As 9 da noite em ponto, Daniel e eu estávamos na entrada da DRModels.

Daniel usava um blazer cinza claro sobre uma camisa social branca, uma calça justa preta e sapatos pretos. Seu cabelo estava jogado pra trás o que dava um ar muito elegante ao mesmo tempo descolado, ele estava lindo.

Sophia tinha escolhido pra mim, um vestido longo vinho com um decote em ‘v’ e as costas abertas. Tinha me mandado também um salto alto preto trançado, ela tinha um bom gosto notável, o que era de se esperar de uma modelo. No meu pulso esquerdo estava a pulseira que Daniel havia me dado, tinha combinado com o vestido.

Entrando no local que estava lotado, fomos a procura de Sophia. Alguns minutos de procura mais tarde, a encontramos tirando fotos com o dono da agência em um estande.

Assim que nos viu, pediu licença ao senhor e veio ao nosso encontro.

Ela estava muito elegante, usava um vestido azul escuro longo, seus cabelos estavam presos em uma trança lateral jogada por cima dos ombros e sua maquiagem estava incrível.

- Hey, lindinha, estava morrendo de saudade de você!

Falou ela quase me esmagando em um abraço.

- Oi pra você também irmãzinha!

Falou Daniel fingindo estar bravo. Sophia olhou pra ele com um olhar debochado e falou:

- Eu já te vi hoje tampinha, não preciso te dar oi!

Nós rimos e eu respondi:

- Também estava morrendo de saudades, precisamos colocar a conversa em dia, já que não tivemos tempo!

- Sim você tem razão, estou de férias agora, então poderemos sair pra jantar qualquer dia desses!

Falou ela.

O evento estava maravilhoso, muitos modelos famosos estavam lá, a comida estava deliciosa, Daniel e eu dançamos bastante, meus pés estavam doloridos.

Falei com Daniel e Sophia que precisava ir ao banheiro e saí. Depois de retocar a maquiagem, saí do banheiro conferindo a bolsa, sem querer esbarrei em alguém. Quando olhei pra ver em quem eu tinha esbarrado, quase perdi o ar, o nervosismo já tomava conta de mim. Um par de olhos castanhos escuros profundos me olhavam com o mesmo espanto que os meus.

Era impressionante o quanto ela estava ainda mais bonita do que antes, e o quanto ela ficava elegante de vermelho. Seus cabelos longos agora tingidos de loiro caiam sobre seus ombros, sua maquiagem era sutil, mas o batom vermelho destacava seus lábios carnudos.

Depois de um tempo nos encarando, ela falou:

- Não esperava ver você aqui!

Sua voz me atingiu totalmente, podia perceber além da mudança física, uma postura diferente, mais elegante e o jeito de falar também havia mudado.

- Eu... fui convidada pela Sophia, não imaginei que te encontraria aqui!

Ela levantou as sobrancelhas e deu uma risadinha irônica. Confusa, perguntei:

- O que foi?

- Você, veio como convidada da Sophia, isso é um tanto quanto hilário.

Bom, não podia negar que ela estava certa.

- Preciso ir, estão me esperando, foi bom ver você!

Falou educadamente. Quando ela ia se retirando, segurei sua mão por impulso, ficamos anos sem nos falar, eu tinha estragado tudo e agora ela estava na minha frente, não podia deixar ela ir assim de novo. Assim que segurei sua mão, uma corrente elétrica familiar passou por todo meu corpo, ela se assustou um pouco, olhou pra minha mão agora na dela e afastou o toque, mas continuou ali. Falei:

- Espera, não vai! Eu... senti sua falta!

Meus olhos estavam úmidos, senti a falta dela durante esse tempo todo, e vi em seus olhos que ela também estava mexida com esse reencontro. Como ela não respondeu, eu continuei:

- Tenho acompanhado você...sua carreira, fico feliz por tudo que conquistou!

Ela falou sendo bem direta:

- Olha, somos adultas agora, não devia me sentir mais assim, mas não posso evitar! Não acredito em você, não acredito que sentiu minha falta, porque eu não parei de falar com você depois daquilo, foi você que foi covarde e me ignorou durante meses!

Eu engoli em seco, aquilo foi como um tapa na cara, não, foi pior! Mas ela tinha razão, eu fui covarde com ela que só tinha sido sincera comigo, por medo eu a ignorei, ignorei suas ligações até simplesmente ela parar de ligar. Mas essa era minha chance de concertar as coisas, talvez a única.

- Eu sei, eu juro que sei! Nunca consegui te dizer isso, mas eu fui covarde sim, mas mesmo querendo eu não posso mudar o passado, mas queria uma chance de fazer diferente!

Por um momento, vi um brilho diferente no olhar dela e senti esperança, mas esse brilho morreu tão rápido quanto surgiu quando Daniel veio até mim e me abraçou.

- Oi amor, fiquei preocupado com você, estava demorando a voltar e eu já não aguentava mais dançar com aquela senhora que estava encantada com minhas habilidades de dança!

Falou ele sorrindo pra mim, depois pareceu perceber que tinha mais alguém ali.

- Ah, me desculpa, não vi que estava conversando com alguém!

Falou ele sem graça. Saí dos meus devaneios e sorri meio sem jeito, falei:

- Sem problemas! Daniel, essa é Érika!

Ele me olhou, um olhar meio espantado, Daniel sabia quem ela era e da importância que ela tinha pra mim, sabia da briga, mas não sabia de tudo!

- Ah... prazer, sou Daniel, namorado da Lara!

Érika olhou pra mim e depois pra ele, estendendo a mão pra cumprimenta-lo também. Vi em seu olhar que ela se lembrava do nome. Ela foi muito educada.

- Daniel, é um prazer conhece-lo!

- O prazer é todo meu, Lara sempre falou muito de você! E também a vi em muitas capas de revista, seu trabalho é incrível!

Falou ele, sabia que estava tentando nos aproximar. Daniel sempre tentou me convencer a falar com ela, dizia que duas “irmãs” como nós não poderíamos ficar tanto tempo sem nos falar.

Érika me pareceu um pouco constrangida, Daniel não percebeu. Ela falou:

- Muito obrigado! Fico feliz que aprecie meu trabalho, mas eu realmente tenho que ir, meu chefe está me esperando pra uma sessão de fotos!

Não queria deixar ela ir, mas ela apenas acenou pra nós rapidamente e saiu, me deixando ali com o coração quebrado outra vez.

Assisti ela partir em silencio, apenas absorvendo seu cheiro e todos os detalhes novos que adoraria conhecer, eu sabia que não seria fácil ter a amizade dela de volta, mas estava disposta a fazer de tudo.

Tinha até me esquecido que Daniel estava ali, ele tinha percebido que eu estava abalada com esse reencontro e passou um dos braços em minha cintura me trazendo pra perto em um abraço. Perguntou me olhando com olhos preocupados:

- Você está bem?

Não estava bem, mas iria ficar. Eu estava disposta a ter ela de volta em minha vida de qualquer forma. Falei:

- Só preciso ir embora!

 

Ele acenou e então nos despedimos de Sophia indo embora pra casa.

 


Notas Finais


Espero que estejam gostando! Favoritem pra dar uma força pra essa história! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...