1. Spirit Fanfics >
  2. Nossa História - SUPERCORP >
  3. Capítulo 2

História Nossa História - SUPERCORP - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


No próximo teremos novas informações sobre o passado de Lena e Kara.
Agradeço os elogios.

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Nossa História - SUPERCORP - Capítulo 3 - Capítulo 2


Kara

Minha consciência voltou e  rapidamente me afastei do seu corpo levantando da cama. Lena levantou as sobrancelhas e tentou tocar meu rosto porém eu me afastei.  

- Calma. - Lena estava confusa. - Você correspondeu.. me beijou também.  

- Por quê eu te amo! - Digo passando as mãos por meu rosto.  

- Eu também te amo! - Lena me beijou novamente apertando minha cintura e colando nossos corpos.  

- Para! - Tentei me afastar dos braços  de Lena. - As coisas mudaram. - Digo chorosa. 

- Isso é evidente! Tudo mudou! - Lena  se alterou. - Eu me apaixonei por você Kara Zor-El. 

- Lena.. eu me entreguei a você. - me bateu um nervosismo. - Tudo que aconteceu naquele quarto de hotel acabou com anos de sua vida.  

- Quatro anos. - Falou. - Kara.. a grande questão é que eu te amo. - Diz me  abraçando. - Eu tenho que te contar uma coisa.. - 

- Diga Lee-Lena. 

- Eu quase morri. - Falou e notei uma mágoa no fundo. - O grande problema é que esse sentimento dentro de mim não está me permitindo ficar longe de você.  

- Ficar longe..? Do que você está falando? Estamos aqui na mesma Universidade. 

- Seu pai queria me matar. - Contou e meus olhos ficaram arregalados. 

- C-como a-assim? Meu pai denunciou você.. - 

- Seu pai me condenou a morte. - Não podia acreditar nas palavras que saíram da boca de Lena. 

- N-não.. - Meu pai não iria fazer isso, jamais.  

- Eu ia morrer. - Lena começou a chorar e minha única reação foi abraçar ela com a cabeça encostada em meu ombro acariciando seus cabelos. - Descobri que Lilian é minha mãe biológica e graças a ela consegui me livrar da morte.  

Não tinha reação alguma. 

- Tive que fazer um acordo com sua família.. fui obrigada a sair de Agro sem  nada! - continuou. 

- Forçaram você a sair? 

- Sua família contou com tudo, menos que pudéssemos nos encontrar na mesma cidade.  - Lena estava chorando nos meus braços. 

- Qual foi o acordo? - Perguntei  tentando raciocinar tudo que estava ouvindo. 

- Que eu fosse embora de Agro e jamais voltasse a me aproximar de você! Eu tive que sair sem nada, apenas com as roupas do corpo e acessórios.  

- Isso fazia parte do acordo? 

- Sim. - Respondeu. - Uma vida longe de Agro.. na terra, cheguei aqui e passei noites acordada por não ter aonde dormir, a única coisa boa que aconteceu comigo foi entrar nessa Universidade graças a ajuda de Lilian que está pagando de forma anônima. 

- Sua mãe está aqui? 

- Não, Lilian está em Metrópoles enquanto as coisas se resolvem em Agro. 

- Como você se virou..? 

- Dei meu jeito. - Respondeu. - Kara.. se descobrirem que estou falando com você serei morta em questão de segundos. 

- Lena.. quanto tempo você ficou naquela prisão? - Perguntei com medo da resposta já que as leis de Agro são extremamente rigorosas.  

- Três anos. - Respondeu. - Eu apanhei dentro da prisão.. fui cortada.. os presos me batiam e me julgaram como " A mulher que abusou da princesa" 

- Não sei o que dizer.. perto de você minha história é monótona. - Digo.- Me  perdoa, por favor me perdoa. 

- Pelo quê? - Questionou tocando meu rosto. 

Nossos olharem se encontraram novamente. 

- Por colocar você nessa situação, não deveria ter contado para ninguém que estava apaixonada. 

- Kara, olha para mim. - Lena beijou meu rosto. - Você não teve culpa.. nosso amor aconteceu no momento errado.  

- Não teve um dia que não pensei em você.. meu pai me mandou para terra de coração partido. 

- Eu preciso de você. - Falou sem quebrar nossa troca de olhar. - Kara, Por favor.. não consigo me afastar de você! Eu necessito estar próxima de você.. sei que não deveria.. só que é mais forte.  

- O que acontecerá daqui para frente? - Perguntei com suas mãos entre meu rosto. - Posso te beijar? 

Lena apenas concordou com a cabeça e juntou nossos lábios. Nosso amor é puro e verdadeiro, as circunstâncias não permitiram que continuássemos juntas em Agro, porém aqui vamos recomeçar.  

Alex

- O que você achou da Lena? - Perguntei a Maggie deitando ao seu lado. - Tivemos sorte de ficar no mesmo quarto.  

- Ela parece ser bastante reservada. - Respondeu. - A pequena Danvers gostou bastante dela. 

- É? Viu elas juntas? - Soltei a pergunta desligando o abajur.  

- Sim, elas estavam no quarto que sua irmã está instalada. - Maggie respondeu. - De qualquer forma, elas são fofas juntas.  

- Então.. - Meus braços ficam  envolvidos em sua cintura. - Você ainda não respondeu aquela pergunta.  

- Qual? - Perguntou fingindo estar desentendida.  

- Se aceita casar comigo depois que sairmos da Universidade. - Digo beijando seu pescoço carinhosamente.  

- Então.. - Maggie virou em minha direção.  - Eu - 

- ALEX! MAGGIE! - Uma Samantha estaria entrou no quarto. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...