1. Spirit Fanfics >
  2. Nossa melodia. >
  3. O festival Chegou.

História Nossa melodia. - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


espero que esteja gostando eu estou empolgada hoje para escrever kkkkkk... 3 cap no mesmo dia é algo raro...
boa leitura.

Capítulo 5 - O festival Chegou.


Fanfic / Fanfiction Nossa melodia. - Capítulo 5 - O festival Chegou.

 

Um mês se passou desde que o suga chegou na escola eu nunca mais falei com ele.... Eu sabia que ele estava sempre a me observar. Deis que falei com ele sobre as brincadeiras de mal gosto que sofria... por um incrível passe de mágica elas sumiram.

Nenhum apelido ou brincadeira foi feita... sem perceber já tínhamos chegado no mês do festival que havia na escola...  O professor estava pegando o nome daqueles que queriam cantar e o suga foi o primeiro a levantar a mão sem perceber soltei um sorriso de canto ao olhar para ele que logo gritou feliz ao ver.

- Você sorriu.... Finalmente sorriu de novo.

Eu me virei para afrente e tampei minha boca ele deu uma gargalha e se sentou todos ficaram confusos mas o professores não deixou perder o foco.  Da sala suga foi o único ater coragem de ir até lá cantar para todos ele já estava acostumado. Fomos divididos para organizar todo o festival eu fiquei como diretora de palco.

Foram duas semanas para tudo ficar pronto no dia do festival as meninas estavam todas agitadas eu não entendia o porquê até ver uma van entrar e todos saírem correndo deixando somente eu e ele na sala... fui até a janela e vi 6 meninos elegantes saírem com seguranças da van... Ele chegou perto e suspirou.

- Eles chegaram.... Certo suga vamos lá você consegue cantar. – disse ele ao fechar a mão em sinal de força.

Aquilo era engraçado soltei um sorriso e me virei para ele.

- não se preocupe seja apenas você... eu sei que vai conseguir...

- valeu jeny é bom falar com você novamente.

- imagina... agora eu preciso ir tenho que organizar todo o palco...

- você vai estra lá? Vai me ver cantar.

- claro... eu que vou ligar os microfones e desligar então se cantar feio eu desligo para não pagar mico na frente deles pode deixar.

- obrigado... mais uma coisa eu tenho uma surpresa para você... Pois afinal foi você quem pediu para me ver cantar não é....

Concordei com a cabeça e sai andando... assim que começou as apresentações comecei a pensar o que ele poderia aprontar seus amigos estavam parados em frente ao palco como múmia assim que suga subiu suas personalidades mudaram rapidamente. De seres sérios para crianças felizes... ele pegou o violão e foi até o meio do palco ele virou para onde eu estava atrás da cortina e sorriu naquele momento meu corpo todo se arrepiou eu sabia que aquele era o verdadeiro suga ali na minha frente aquele suga que ama música aquele menino apaixonado por ela.

Antes de começar a tocar ele resolveu falar algumas coisas.

“Primeiramente quero agradecer pelos meninos estarem aqui... eu senti muita falta de vocês de verdade. Mais uma coisa... a um mês atrás eu fiz uma amiga de verdade pela primeira vez ela na vida ela gostou de mim pelo o que eu sou... Ela não tem medo de me dizer que sou um idiota... ela não fica na minha cola sempre na verdade eu que fui atrás dela por ser diferente... mas eu a magoei e a fiz chorar e quero pedir desculpa aqui através dessa música que escrevi enquanto te observava.”

Ele era realmente doido ele nem me conheci direito para fazer uma música como ele ousa fazer isso na frente de todos.  As luzes se apagaram focando somente nele.... E assim que ele começou a cantar novamente meu corpo se arrepiou ele era realmente muito bom... e a música mais ainda.

A letra era realmente incrível:

“Quando ela sorri é como estrelas brilhando no céu.
              Ela é realmente linda como o amanhecer
             As luzes da cidade irão brilhar quando ouvirem ela cantar
            Só de te ver sorrindo não a nada mais bonito para mim
           O futuro eu nunca vi mas queria voltar no tempo e me desculpar com você          
           novamente várias e várias vezes até você me perdoar por ter feito você chorar
           E se precisar de alguém pra conversar pode me chamar que eu vou te salvar então
      Você vai poder segurar minha mão... pois eu nunca irei soltar ela não vamos ser felizes juntos por ela eu e você  para sempre felizes.  “

  

Enquanto ele cantava uma lagrima saiu e escorreu pelo meu rosto quente eu sabia que estava errada em não ser feliz e aquela pessoa bem ali na minha frente estava ame mostrando que eu poderia ser feliz por mim e por minha irmã eu era uma idiota em pensar daquele jeito... Jeny você não está mais sozinha garota, alguém está aqui com.... assim que ele parou de cantar todos começaram a aplaudir sem parar eram gritos, palmas, assobios.... Eu não sabia o que fazer só chorava por algum motivo minhas pernas começar a se mexer sozinhas e foram até o palco ele me olhou confuso e assustado... eu parei de frente para ele e o abracei... ele ficou sem reação assim que me afastei comecei a rir e soltei: - Você é realmente um idiota. Então vamos ser amigos novamente senhor idiota...

Estiquei minha mão para ele e sorri a plateia estava sem entender nada mas ficaram em silencio para poderem entender...

- É claro senhorita gordinha... e outra agora você vai ficar sem cabelo.... Você se revelou jeny. – disse ele rindo e apontando para o público.

Me virei e ergui minha cabeça a droga tinha esquecido deles...   Ele colocou a mão no meu pescoço e me puxou para perto dele e disse rindo no microfone.

- Pessoal essa é minha amiga jeny ela é realmente uma pessoa boa então não vamos criar problemas tá legal... deixem ela em paz.

Algumas meninas concordaram mais pude ver que estava frita com algumas que ficaram com a cara fechada. Saímos do palco suga me deu seu violão e se saiu eu não entendi nada então abracei o violão e sai andando atrás dele que foi parar no ginásio... ele entrou e eu fiquei parada na porta observado ele havia ido falar com os meninos do seu grupo.... Estava saindo quando ouvi um deles falarem.

- Você veio aqui para estudar e não para cantar e se apaixonar por meninas.

- Não estou apaixonado... eu acho mas ela é só minha amiga por enquanto.

- suga você está aqui para se reeducar e não para se apaixonar vou repetir isso várias e várias vezes até entender.

- já sei cara posso voltar para ver ela...

- se lembre que você só tem mais 4 meses e 2 semanas aqui... não vai fazer ela sofrer.

- eu sei vou falar com ela depois ainda tenho 4 meses não é.... então já vou vejo vocês daqui 4 meses e 2 semanas.

- até garoto chato.

Assim que ele se virou corri e entrei no banheiro me senti triste por ter só mais 4 meses com meu novo amigo mais não iria ligar para isso e sim aproveitar essa nova etapa em minha vida onde eu escolho ser feliz e deixar essa menina boba e tímida de lado.  

Quando acabou o festival fiquei para tirar toda a organização na verdade era para eu e mais alguma pessoa ficar mas fiquei sozinha e do nada apareceu ele para me ajudar...

- o que faz aqui senhor idiota? Não deveria estra falando com suas fãs?
 

- já falei agora vim falar com minha antifã

- seu bobo não sou antifã agora virei fã.

- a não então vai me pedir autógrafos o tempo todo e fotos? Vai vender minhas toalhas de suor depois da aula de educação física?

- eca que nojo nem sonhando... eu não vou fazer isso não.

- eu to brincando jeny  

Começamos a rir olhei no relógio e já estava anoitecendo... assim que peguei o celular vi meu reflexo então tive uma ideia muito loca...

- vamos procurar um cabelereiro agora suga?

- para que? Olha a hora que é menina podemos achar mais ......não me diga que vai cortar seu cabelo?

- sim quero cortar vamos comigo.

Ele sorriu e pegou minha e sua bolsa me puxando pela mão....

- eu sei de um salão vamos lá.

Concordei com a cabeça e o segui correndo assim que chegamos me sentei na cadeira e ele todo feliz sentou do lado e ficou empolgado. Assim que um rapaz chegou ele sorriu e o cumprimentou pareciam amigos... eu estava certa era seu cabeleireiro.... Suga falou algo baixo para ele e saiu da sala eu estava quase morrendo com tudo aquilo.

- moço acho que não é uma boa ideia vamos deixar isso pra lá.

- sinto muito suga disse que se você sair daqui sem cortar seu cabelo ele vai me mandar embora... você não vai querer que um pai de família com 3 filhos fique desempregado não é.

- não vou querer então pode cortar... sei lá vou deixar na sua mão faça algo que me deixe bonita.

- certo pode acreditar que vou deixar.

Não demorou muito quando ele me virou para o espelho tomei um susto... ele havia feito uma maquiagem básica também.

- Quem é essa? Ai meu deus eu ….

- gostou? o que achou?

- Eu amei estou realmente linda.

- Você sempre foi bonita jeny. Só deixei claro isso para todos verem.

- Obrigada de verdade. – disse com os olhos cheios de lagrimas.

Finalmente estava me sentindo bonita era bom essa sensação já tinha me esquecido como era se sentir assim. Me levantei e sai indo para a outra sala que suga estava assim que ele me viu ele deixou seu refrigerante cair...

- ei tome cuidado vai se molhar.

- meu deus... cadê a jeny? Só vejo uma menina feliz e bonita muito bonita alias.

- valeu senhor idiota …. Obrigada mesmo.

- imagina.

Começamos a rir ele pega o celular e me puxa para perto e bate uma foto.  

- vou guardar quando eu for embora... lembrar da minha amiga.

- não é justo eu quero uma também.

Puxei ele para perto e fiz um sinal e V ele fez o mesmo e sorriu, eu sabia que ele iria fazer muita falta mais não era hora para ficar triste tinha que aproveitar o momento e não  me preocupar com o futuro.
 


Notas Finais


espero que tenha gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...