1. Spirit Fanfics >
  2. Nossa Música >
  3. Chegada

História Nossa Música - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Chegada


Acordei sentindo um leve peso no meu ombro esquerdo, fui despertando e notei que Chiara dormia profundamente encostada em mim. Eu não quis me mover para não acordar ela, dormia tão serena.

De vagar peguei meu celular da minha mochila e coloquei os fones e comecei a ouvir uma das minhas playlist que adoro, enquanto passagens passava pela janela do ônibus fiquei pensando sobre como seria dali pra frente.

– Já está acordada. – Disse ela ainda com voz de sono.

– Oi, estava dormindo tão bem que não quis te acordar. – Eu disse tímida.

– Poderia, estava usando você como travesseiro!

– Não tem problemas. Não me incomodou. – Eu disse com um leve sorriso nos lábios.

– Que horas são?

– 7 e 34! – Disse olhando no meu celular.

– Estamos quase próximas do nosso destino. – Ela disse em um tom triste, que me deixou intrigada.

– Então, você disse que está indo a trabalho. Você vai trabalhar com o que lá?

– Chef de um pequeno restaurante que vai inaugurar em breve! – Ela disse toda orgulhosa.

– Wow! Estou diante de uma Chef de cozinha. – Eu disse em tom alegre.

– Sim! Terminei meu curso de gastronomia há pouco tempo, um amigo estava com planos de abrir um restaurante e fui a primeira pessoa que ele teve em mente para tocar o negócio. Entramos de sócios.

– Fico muito feliz por você! Vai dar tudo certo!

– Espero que sim. Não quero voltar para aquele lugar tão cedo.

– Você não tem família, parentes lá?

– Não, só tenho minha mãe e meu irmão que ficaram lá, em SP vou ficar com meu amigo até me estabelecer melhor e encontrar alguma casa, o que está ouvindo? – Disse olhando para meus fones.

– Eu tinha pausado a música para conversarmos. Estava ouvindo uma playlist com algumas músicas favoritas que tenho.

– Deixa eu ouvir. – Disse puxando um fone.

Ela colocou no ouvido, voltei e dei play na música que antes estava ouvindo. (Jaymes Young - Dark Star)

– Você está bem? Ficou parada como se tivesse congelada! – Disse gargalhando. –  Mas eu gostei! A sonoridade é muito boa.

– O que? Sim, muito. Você gosta de músicas assim? Conheço pouca gente que gosta.

– Agora gosto. – Disse tímida e sorriu.

Fomos escutando e conversando coisas aleatórias pela viagem. Já era quase 9 horas quando o ônibus chegou na rodoviária, parece que quando nós conversávamos o tempo parava e nem vi que tínhamos chegado ao destino final. Eu tinha medo de nunca mais vê-la. Já tinha me afeiçoado a ela.

– É, chegamos! – Ela disse empolgada.

– Sim, vida nova!

Mandei um SMS para minha tia dizendo que já tinha chegado e estava esperando ela na rodoviária.

– Obrigada por me fazer companhia durante a viagem. – Ela disse mordendo os lábios e colocando suas mãos no bolso da calça olhando para o chão.

– Eu que agradeço. Você me distraiu bastante, me fez deixar de pensar coisas que estava me afetando, obrigada você por me fazer companhia.

– Você quer alguma ajuda? Eu estou indo para o ponto de ônibus que vai até onde meu amigo mora.

– Obrigada, mas minha tia disse que logo chega para me buscar, vou esperar ela aqui mesmo. – Eu disse olhando em volta espantada com o movimento, como era enorme aquele lugar.

– Então acho que é um adeus... – Ela disse triste.

– Nunca é um adeus. – Eu disse indo e a abraçando.

– Posso te dar meu número, se quiser me ver é só ligar. Podemos sair, conhecer a cidade. Você agora é a única que conheço aqui tirando minha tia. – Eu disse sorrindo.

– Claro! Assim que eu comprar um celular vou sim ligar pra você!

Eu peguei meu clássico bloco de anotações e anotei meu número, retirei o papelzinho e entreguei para ela que logo se despediu de mim dando um abraço e um beijo na bochecha.

– Até breve.

– Até.

Observei ela indo e se perdendo no meio da multidão, fiquei sentada esperando minha tia chegar e lembrando dela todo momento. É, acho que fiz uma nova amiga.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...