1. Spirit Fanfics >
  2. Nossa versão ( cinquenta tons de cinza) >
  3. Capítulo Dezesseis

História Nossa versão ( cinquenta tons de cinza) - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii, quero chuva de comentários!!!

Capítulo 16 - Capítulo Dezesseis


Fanfic / Fanfiction Nossa versão ( cinquenta tons de cinza) - Capítulo 16 - Capítulo Dezesseis

— FERNANDO MENDIOLA

 

Eu não sei dizer ao certo o que eu estava sentindo, era bom. E a forma como eu e ela fizemos isso, eu nunca tinha feito algo com alguém em toda minha vida, o que estava acontecendo comigo? será que eu estou realmente apaixonado por ela? olhei para ela e a mesma tinha pegado no sono, tão linda! Um verdadeiro anjo, meu doce anjo.

Eu não quero machucar ela, mesmo que meu vicio fale mais alto as vezes! O que eu quero é ela, tenho o desejo de protegê-la, cuidar dela... e estranhamente amá-la em todos os sentidos da palavra. Eu poderia encontrar um meio termo? será que ela quer ficar comigo no meio termo?

Não importa o quão difícil seja, eu vou dar-lhe a oportunidade de decidir. Agora que ela sabe quem eu sou, deixaria que ela decida, eu não sei se poderia aguentar se ela decidir contra isso, mas vou ter que dar a ela a chance. Ela é pura e inocente como uma criança. E independente de qualquer que seja sua decisão sempre vou proteger ela.

 

— LETÍCIA CLARK

 

Os raios de luz que entravam pela janela me fez despertar, eu estava feliz, olhei para o meu lado e ele estava ali, tão lindo!

Acordei com uma imensa vontade de cozinhar... me levantei vestindo uma camisa dele, e sair do quarto andando pela grande casa procurando a cozinha.

Preparei bacon, ovos e panquecas, liguei o som que havia ali bem baixinho e comecei a dançar enquanto cozinhava, quando me virei levei um pequeno susto.

 

— Acordou cheia de energia. — ele sorriu, cruzando os braços.

— Digamos sim.

— O que está fazendo?

— Panquecas...

 

Ele se sentou a mesa e logo em seguida eu nos servir. Tomamos café da manhã, e como sempre desastrada melei minhas mãos de geleia, levei um dos meus dedos até a minha boca limpando o mesmo.

 

— Deixa eu limpar você. — ele levou cada um dos meus dedos até a sua boca, mordi meus lábios observando cada gesto que ele fazia.

 

Depois que terminamos o nosso café da manhã, ele me chamou para tomar banho com ele. Fiquei muito feliz, sorrindo feito boba. Ele preparou uma grande banheiro para nós dois, e antes que eu entrasse nela ele prendeu o meu cabelo em um coque alto, e depois me despiu, segurando em minha mão eu me levou até a banheira, em seguida ele tirou toda a sua roupa e entrou na mesma ficando atrás de mim, sorrir me encostando nele, descansei a minha cabeça em seu peitoral, e ficamos assim por um bom tempo relaxando naquela água maravilhosa e curtindo a companhia que fazíamos um ao outro. Ele estava tão carinhoso comigo, me virei ficando de frente para ele, e disse...

 

— Eu gosto muito de você seu Fernando! — ele sorriu.

— Eu também gosto muito de você doce anjo. — me aproximei novamente dele o beijando.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Comentem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...