História Nossa vida depois da Escolha - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Carter Woodwork, Eadlyn Schreave, Gavril Fadaye, Kile Woodwork, Kriss Ambers, Lucy, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta
Tags A Seleção, América, Eadlyn, Keadlyn, Kile, Maxerica, Maxon, Romance
Visualizações 286
Palavras 713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa pela demora meus amores mas eu to em fim de semestre entao ta tudo uma loucura
Tirei o tempo que deveria estar escrevendo um trabalho pra escrever o capítulo então peço desculpas por qualquer erro e espero que gostem 💜

Capítulo 48 - Descobrindo a paixão? (parte 2)


Fanfic / Fanfiction Nossa vida depois da Escolha - Capítulo 48 - Descobrindo a paixão? (parte 2)

 

Eadlyn jogou as mãos para o alto e deu alguns passos até estar cara a cara com o garoto que era um pouco mais alto que ela.

- Eu não te entendo. Você ficou bravo por eu te chamar para dançar e ficou bravo por eu dizer que não significou nada. O que você quer de mim, Kile? - perguntou, exasperada.

- Isso. - disse Kile e segurou em seu rosto, curvando a cabeça para dar o mais suave dos beijos em Eadlyn.

Ouvi Maxon soltar uma exclamação de surpresa ao meu lado e imediatamente coloquei uma mão sobre a boca dele.

Voltando à ação a nossa frente, Kile deu um passo para trás, passando as mãos nos cabelos novamente e soltando uma Eadlyn de olhos arregalados.

- Eu sinto muito, Eadlyn. Não devia ter feito isso... - começou ele, mas foi interrompido por minha filha que encerrou a distância entre eles, ficando na ponta dos pés para beijá-lo.

Ao contrário de Kile, Eadlyn não parecia querer ser gentil, ela envolveu o pescoço do rapaz com os braços e o beijou com vontade. Ele pareceu surpreso no começo, mas logo envolveu os braços na cintura dela e a ergueu levemente acima do chão, prolongando o beijo.

Resolvi que já tínhamos visto o suficiente e puxei um Maxon boquiaberto dali antes que ele fizesse um escândalo. 

Puxei meu marido para o nosso quarto e tranquei a porta às nossas costas. 

- Você viu aquilo?! - disse Maxon, completamente pasmo, afrouxando a gravata que subitamente parecia estar sufocante e se sentando na nossa cama.

- Sim, Max, eu vi. Eram dois jovens que se conhecem a vida toda se beijando. O que tem de mais nisso? - perguntei, usando o apelido que eu usava às vezes quando queria acalmá-lo.

- Kile Woodwork estava beijando a nossa filha. - disse Maxon para si mesmo, olhando para o chão - Céus, eu vi aquele garoto dar os primeiros passos e ele estava beijando a minha garotinha. 

Sentei ao lado dele e coloquei a mão sobre sua perna.

- Nós dois sabíamos que eventualmente eles cresceriam e tomariam suas decisões. Eadlyn parecia feliz com o Kile e ele é um garoto incrível. Não poderíamos pedir por um genro melhor, meu amor.

Ele meneou a cabeça como se percebesse que eu estava certa.

- Além disso, temos que deixar que eles tomem suas próprias decisões e cometam erros se esse for o que eles precisam. Nós dois brigamos e erramos milhares de vezes antes de ficarmos juntos e olha no que isso deu. - continuei e notei um sorriso no canto dos lábios de Maxon.

Ele se virou para mim e me deu um selinho, sorrindo.

- Eu não me canso de dizer como você é maravilhosamente sábia. - comentou e eu sorri.

- E eu não me canso de dizer o quanto você é maravilhosamente lindo. - disse e vi ele corar de um jeito adorável.

Dei um beijo em cada uma das bochechas coradas dele e o puxei para o quarto de Osten para darmos boa noite ao nosso caçula já que Kaden e os gêmeos estariam aproveitando a festa até que se cansassem. Depois disso, meu marido e eu fomos para a cama, onde deitamos de conchinha e dormimos o sono dos exauridos depois daquela festa cheia de emoções.

 

 

Na manhã seguinte, estranhamos que Eadlyn e Kile estavam mais pra inimigos mortais do que para namorados. Eles pareciam ainda mais irritados um com o outro do que normalmente. 

Os jovens, que sempre foram amigos na infância, começaram a brigar ocasionalmente quando entraram na adolescência, mas naquele dia em particular mal olhavam um na cara do outro sem bufar e ficavam trocando farpas o tempo todo.

Maxon e eu trocamos olhares preocupados e depois tentamos falar com Eadlyn sobre o que estava acontecendo entre ela e Kile (sem mencionar os beijos que presenciamos, é claro), porém esta apenas disse que ele era um idiota e que ela deveria ter escolhido melhor com quem dançar. 

Como mãe, eu notei uma certa mágoa em sua voz, mas sabia que ela se fecharia se fosse pressionada, então apenas a ouvi quando esta pediu para deixarmos a situação como estava.

Mal sabia eu que este foi um dos meus maiores erros.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e deixem suas teorias do que aconteceu nos comentários 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...