História Nossas Estrelas - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Tags Armin X Eren, Attack On Titan, Eren X Armin
Visualizações 13
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OE

porque ta saindo tão tarde? Pq eu esqueci que eu tenho que ir no escoteiro no sábado ;-;



Me desculpem mesmo, eu esqueci completamente e agora to postando o capitulo que eu disse que postaria outro dia foi muito irresponsável da minha parte e prometo que vou prestar mais atenção nessas coisas, atrapalha demais esse tipo de compromisso, eu não consigo me focar em escrever um capitulo porque não to muito relaxado, além de que eu to tentando ajustar meu horário recentemente, então fico com pouquíssimo tempo pra escrever, pelo menos no meu jeito LERDO de fazer as coisas

Não to tentando justificar nada, vacilei dms nessa e provavelmente as views vão cair agora que eu falhei no dia, mas é a vida, e sei que são as pessoas que gostam da fic e se importam que vão ficar e continuar lendo, e isso já é mais que o suficiente, eu sou absurdamente grato a todos!

Também quero divulgar uma fanfic nova de Attack On Titan chamada "Attack On Titan: Spotlight", é uma fanfic eletrizante de ação, num universo na atualidade, é muito legal de ler e não vai consumir muito do seu tempo, ela é nova então não tem muitos leitores, se puder, vai la dar uma força pro kra!

É isso, fiquem com o capitulo

Capítulo 22 - Laço De Confiança


Fanfic / Fanfiction Nossas Estrelas - Capítulo 22 - Laço De Confiança

P.O.V: Mikasa Ackerman 

8 Horas Depois

-Mikasa, está tudo bem?- me pergunta Armin

Na sala de estar, o silêncio é predominante, eu liguei a tv para tentar me distrair, mas em vão. Armin está lendo um livro ao meu lado no sofá, a casa esta, em minha opinião, arrumada e brilhante, tenho certeza que o tio Levi teria orgulho! E é pensando nisso que me desanimo, eu não sei mais oque fazer para conseguir o emprego de volta, aquele homem não é fácil de se convencer

-Ah, não é nada, Armin, eu to bem-digo dando um sorriso torto

-Bem, não exagere... vai dar tudo certo

Ouço uma moto estacionando na frente da casa, que estranho, não lembro de nenhum dos nossos vizinhos ter uma moto, e se tiver, porque na frente da nossa casa? Eu olho pela janela e vejo uma garota loira, ainda no veiculo, retirar seu capacete e olhar um pouco para o céu, ela logo desce da motocicleta e vai andando reto até a nossa porta

Não consegui ver claramente o rosto dela, mas tenho certeza que já tenha visto a mesma em algum lugar....

-A-ANNIE?-grito surpresa após abrir a porta para a mesma, Armin se espanta, mas permanece sentado e olhando 

-Mi-Mikasa?-ela arregala os olhos

Nós já nos conhecíamos, mesmo que tenhamos ido para setores diferentes e provavelmente delegacias diferentes, nos conhecemos no treinamento, essas memórias voltam a minha cabeça....

-ACKERMAN! AVANCE!- Grita o tenente

O treinamento ocorria numa floresta densa, o objetivo era seguir da forma mais tática possível até uma área de construção e então se estabelecer lá. Eu estava encostada atrás de uma árvore, segurando uma pistola e aguardando as ordens

-Entendido!- Digo com um tom um pouco alto

Começo a correr um pouco abaixada, escolhendo os caminhos mais rápidos e cheios de pedras ou árvores; no percurso, havia vários bonecos de madeira em determinadas áreas, os técnicos nos avaliavam com binóculos e nos comunicavam com rádios, dizendo se conseguimos ou não prosseguir; enquanto corria, acabo tropeçando e caindo de uma certa altura

Assim que me levanto, vejo que já seria impossível voltar sem ter que recomeçar toda a trilha, porém, assim que me viro, meus olhos se encontram com os azuis de uma adolescente loira com o mesmo uniforme que eu, também armada

-Ei, você...- ela diz, pegando a pistola que eu deixei cair no chão- quando percebe que pode cair de algum lugar, ative a trava de segurança...

 Ela puxa o pino localizado na parte de cima da arma, logo olhando para mim; ela me ajuda a me levantar completamente, segurando minha mão

-M-Me, me desculpe... meu nome é Mikasa, e o seu?

-Eu sou Annie Leonhardt- ela me responde rapidamente, logo analisando a altura- eu tinha pensado em pegar um atalho, mas pelo jeito seria impossível...

-Temos que ir rápido, antes de sermos reprovadas!- digo confiante

-Ok, faça o seguinte: eu te dou impulso, então você se segura naquela vinha ali- Ela aponta- você segura minha mão e tenta me jogar la pra cima, então eu faço o mesmo com você e nós passamos...

-Entendido

Nós realizamos o plano com perfeição, vejo que ela é precisa com seus movimentos e move suas mãos de maneira diferenciada, assim que subimos, começamos a correr em direção ao objetivo

Eu então me recomponho e comprimento ela

-Annie, como você sabe onde eu moro?- Pergunto

-E-EU NÃO SABIA!- Ela diz assustada -é que um garoto estranho que conheci ontem me pediu para vir aqui... eu... eu estava com ele a um tempo atrás e-

Ela é cortada por um carro chegando, era o carro que eu e Eren usamos, o mesmo dirigia

Após estacionar na garagem, Eren caminha cansado até nós

-Poxa, Annie... porque você vai tão rápido?- o mesmo pergunta?

-Eu apenas dirigi até o lugar que você me falou- Annie responde

-Então, essa é Mika-

-Nós já nos conhecemos.- ela diz

-bul-bulh-BULHUFAS?-

-Eren, você diz coisas estranhas quando esta surpreso- afirmo

P.O.V: Eren Jeager

Após um tempo, nós três vamos até a delegacia de carro, as duas conversam animadamente, Mikasa ficava na frente e Annie atrás, enquanto eu dirigia

Honestamente, eu não lembro da última vez que vi Mikasa tão animada, ela parecia ter esquecido de toda a tensão que seria falar com o Levi de novo, nós nem sequer sabemos oque vai acontecer! Mas é uma boa coisa ela estar confiante, sei que o tio Levi já sabe exatamente como agir, e mesmo que ele tenha feito coisas ruins para a Mikasa quando descobriram os genes modificados dela, tudo foi por um propósito, eu sei disso!

-Ei... Eren....- Annie chama a minha atenção

-Oque foi, Annie?- Pergunto

-Não pude ignorar o fato de que você anda muito com aquelas pessoas... pode me falar mais sobre elas?

-Esta falando do Jean, Reiner, Bertoldt, Connie, Sasha, Ymir e Christa?

-Aaahn... Sim?

-Bem... Eu conheci eles no meu primeiro dia e sei que são pessoas de confiança, por isso, somos amigos...- Respondo, não dando muita bola

-Entendo, mas quem era aquele no sofá? 

-Ah... ele é o Armin e...- Dou uma breve olhada para Mikasa, que faz um sinal com as mãos dizendo para eu me acalmar com um sorriso doce

-Annie, é que o Eren...- Ela vira seu rosto para trás, colocando seus braços em baixo de sua cabeça apoiada no banco- é um garoto homossexual completo!

Annie se surpreende e fica corada, mas logo fala desesperadamente

-A-AH, ME DESCULPE POR PERGUNTAR TUDO ISSO SUBITAMENTE, E-EU- Ela fica sem palavras

-Tudo bem, eu já me acostumei- Respondo sorrindo

Após uns 20 minutos de conversas aleatórias, nós finalmente chegamos ao local lotado de viaturas estacionadas, percebemos que havia um carro tanque das Forças Especiais cercado de guardas no estacionamento, olhando mais de perto, vemos o tio Levi analisando o conteúdo dentro do veículo, sem exitar, descemos do carro e nos aproximamos

-Os três, parados!- diz o guarda, colocando sua mão no coldre onde a arma estava localizada

-Sou Annie Leonhardt, membra do vigésimo sétimo esquadrão de policia- Annie diz mostrando o distintivo 

O guarda olha para Levi confuso

-Deixa eles entrarem...- Diz o homem, logo saindo de dentro do carro forte

O guarda nos deixa passar, Levi faz um gesto de "me siga" e é oque fazemos, me sinto deslocado aqui, enquanto Annie e Mikasa se movem de um jeito tão casual...

Levi nos leva até uma sala, aparentemente seu escritório, que era bem espaçoso por sinal. O lugar não tinha sequer um pouco de sujeira

-Muito bem...- O homem diz, se encostando em sua mesa- Tenho certeza que a pirralha dois não faz ideia sobre oque esta fazendo aqui- ele diz se referindo a Annie

-Positivo- Ela diz

-Acontece que a pirralha 1 tem um potencial do cara#%&, mas esta triste porque ser policial não envolve flores, arco-íris e felicidade... envolve sangue e pessoas inocentes sofrendo... pelo menos é isso que eu entendi

-M-Mas... senhor...- Mikasa diz desanimada, não consigo pensar em nada para dizer nessa situação

-Então, Mikasa... você acha que esse emprego não deveria existir, certo?

-...

-Se sim, essa é minha última oferta a você para mudar de ideia... Você vai ser treinada ao extremo por mim, se achava que você era boa, se prepare, digo o mesmo para a pirralha 2, com quem vai fazer uma dupla, se forem capazes de me acertar numa luta, vocês serão transferidas para as Forças Especiais, onde farão parte apenas de operações importantíssimas táticas, que são as menos sangrentas

-Meu pai concordou com isso?- Pergunta Annie 

-Você não é adulta o suficiente nem para saber oque quer da vida?- Diz Levi com um olhar intimidador, mesmo sendo o menor daquela sala- Erwin que te escolheu para ser dupla da Mikasa, na verdade, nem era necessário ela entrar numa dupla, mas pelo jeito ela não estava satisfeita com a vantagem dela... Ou ela quer continuar fraca?

-Senhor!- me levanto e começo a falar-Mikasa pode ter sido covarde naquela situação, pode não ter treinado o suficiente e não ter sido madura o suficiente... mas... DE JEITO NENHUM ELA É FRACA!- começo a suar e dou meu melhor para enfrentar, pelo menos verbalmente, o tio Levi- EU ESTOU POUCO ME FERRANDO PRAS SUAS PROVOCAÇÕES,  VIEMOS AQUI POR UM MOTIVO! VOCÊ VAI DAR UMA SEGUNDA CHANCE A ELA OU NÃO?

Ele se aproxima com aquela cara tediosa para perto de mim, eu recuo um pouco e fico amedrontado, porém, ele apenas bota a mão no meu ombro

-Você já cresceu mesmo, né? Moleque...- Diz ele virando de costas- Pelo jeito, já percebeu oque esta acontecendo, mas, ao mesmo tempo, não percebeu

-Como assim?- Eu pergunto

-A pirralha 1 não sabia oque fazer naquele inferno... E eu não a culpo por isso, nós não precisamos da ajuda dela... porém, eu sou um completo sofista, então fiz parecer que ela estava errada e a fiz chorar de culpa... Para que ela depois voltasse aqui e querer se redimir e voltar, eu não aceitei facilmente, então dei um trabalho para o Eren, chamar a pirralha 2 e dar um gás para a Mikasa parar de ser tão inútil- Ele se senta m sua cadeira e se espreguiça- Mas agora que o Eren percebeu, é inútil continuar... agora, Mikasa, você vai voltar pra aquele inferno com sua habilidade ou não?

Mikasa se levanta e fica no meio da sala, logo fazendo o comprimento da policia e gritando:

-FAREI MEU MELHOR! CAPITÃO!

2 Horas Depois

Já de noite, chego em casa cansado, eu saio do carro sem prestar muita atenção no que estava a minha frente, porém quando vou olhar para a maçaneta para colocar minha chave, me deparo com dois adultos me olhando, ambos raivosos, eu me assusto e quase caio no chão

-SE-SENHOR COLIN E SENHORA A-AMY!

Hoje, os pais de Armin viriam visita-lo, e o pior, EU ME ESQUECI COMPLETAMENTE!

-M-ME DESCULPEM POR OS FAZEREM ESPERAR, E-EU...

-Pelo amor de deus, abra a droga da porta!- Ordena pai

-C-CLARO!

Eu pego minhas chaves e vou desesperadamente abrir a porta, porém, elas quase caem, felizmente, eu consegui pega-las antes de que isso acontecesse 

Já dentro da casa, os dois inspecionam rigorosamente e chegam a checar minhas estantes! Antes de que eu chamasse a policia por invasão de privacidade, começo a falar

-Ahn, e-então... co-como vai a vida?- Pergunto tenso

Ambos não falam nada, porém, a Amy, mãe de Armin se aproxima até mim

-Desculpe pela grosseria, não queríamos ser assim, sabe?- Diz a mais velha

-Que isso, eu que tenho que me desculpar- tranco a porta

-Então, o Armin anda bem?

-Sim, ele é um grande amigo que eu não poderia deixar nesse estado, ele esta la em cima, querem ver ele?- Pergunto de forma elegante

-Seria um prazer!- responde a mais velha educadamente

Eu assumo a frente e os dois vem me seguindo, o pai de Armin estava com um olhar desconfiado e analisava tudo ao seu redor, conseguindo resultados e guardando-os em sua mente

-Então, vocês são professores famosos né? Já estudei numa escola que, aparentemente, senhora Amy, você já foi professora- Digo enquanto subimos a escada

-Obrigada pelo reconhecimento, senhor Eren!- Ela me diz

-Pode me chamar apenas de "Eren"

Chegamos no quarto e o encontramos deitado dormindo, os dois pais se sentam ao lado do filho e eu fico em pé encostado na parede

-As vezes... Sinto como se ele estivesse triste.... Tentando aceitar essa realidade...- Comento

-Tenho certeza que nosso Armin vai aguentar... ele já teve ataques pulmonares quando era criança, por isso ele é fraco... mas, é nesses momentos que ele surpreende.... confio nele- Diz o pai

Levemente, Armin acorda, mas ainda sonolento ele abraça o braço da mãe, que retribui dando um carinho nele

Todos o olham com um sorriso doce, porém, isso acaba quando ele começa a tossir e quase cai no chão, ele não estava a abraçando, estava se segurando nela por ajuda!

Depois que isso aconteceu, não lembro de mais nada, só sei que foi desesperador, o jeito que os pulmões dele pareciam não aguentar mais, o jeito que os paramédicos estavam com olhares desesperados, o jeito que eu o vi naquela cama de hospital lotada de máquinas e aquela máscara no rosto dele, o jeito que eu temia que o caso dele piorasse como o de Christa... la estava frio... e não importava o quanto eu o abraçasse... eu não conseguia me aquecer...

As vezes, a vida vai te acertar na cabeça como um tijolo, não perca a esperança!

-Steve Jobs

 

 


Notas Finais


FINALMENTE TERMINEI

AAAAAAAAAAAAAA

mesmo que eu tenha demorado MUITO, fiquei satisfeito com meu trabalho, saibam também que o roteiro já ta bonitinho até o episódio final, me digam se querem uma estimativa MINHA sobre qual vai ser o episódio final, ou querem ficar nos seus chutes!

Muito obrigado mesmo a todos que me apoiam, eu andei muito satisfeito com todo o meu trabalho, e ter o roteiro que eu AMEI pronto para ser entregue, não tem satisfação maior!

Espero que tenham gostado, fiz meu melhor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...