História Nosso Amor(THIAM) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Liam Dunbar, Theo Raeken
Tags Thiam Teen Wolf
Visualizações 82
Palavras 1.509
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello guys, mais um capítulo. Espero que gostem. Boa leitura!♡
Ps: Sorry por qualquer erro ortográfico.

Capítulo 2 - 0.2 (Sempre vou cuidar de você)


P.O.V Autora           

Mais um dia se iniciava em Beacon Hills, a manhã estava um pouco fria. Liam dormia tranquilamente em seu quarto, mais logo foi tirado de seu sono pelo despertador que tocava insistentemente, logo sua mãe entrou no quarto e olhou para o filho.

- Hora do meu príncipe ir pra escola!

A mulher disse sorrindo e o menino levantou da cama indo em direção ao banheiro junto com sua mãe para poder tomar banho. Quando já estava pronto, Liam trocou de roupa e logo depois desceu as escadas indo em direção a cozinha.

- Tem alguém animado pra Escola hoje!

O pai de Liam falou e o mesmo sorriu assentindo.

- O Theo disse que nós vamos estudar na mesma escola.

O menino disse sorrindo.

- Que legal, meu filhotinho.

Logo depois todos começaram a tomar café e não demorou muito e Liz foi deixar o filho na escola, o mesmo quando chegou foi em direção ao pátio onde ficou sentado em um canto sozinho, já que não tinha amigos.

Alguns minutos se passaram e dois garoto se ficaram de pé em frente à Liam.

- Olhem só se não é o bebezinho... O que faz sozinho? Cadê seus amiguinhos? Ah espera, você não tem nenhum.

Os garotos eram pelo menos uns quatro anos mais velhos que Liam. O garoto ficou em pé e encarou os dois com a melhor expressão de raiva que conseguiu fazer.

- Me deixa em paz!

O menino começou a rir e logo puxou o menor segurando em seu braço.

- Ah você acha que me causa medo com esse rostinho de bebê que você tem... Talvez nós devêssemos acabar com você!

Os meninos ficaram rindo e Liam sentiu vontade de chorar.

- Deixa ele em paz!

Theo disse assim que chegou perto deles.

- Olha só, o pirralho achou um defensor!

O garoto que segurava Liam disse.

- Sim, e você deveria mexer com alguém do seu tamanho e não com pessoas como o Liam... Você é ridículo! Agora solta ele.

Theo falou irritado e o outro garoto deu de ombros.

- Eu mexo com quem eu quiser! 

Theo revirou os olhos.

- Menos com o Liam... SOLTA ELE AGORA!!!

Theo gritou a última frase e logo o garoto assentiu.

- Claro! Tchau, Liam.

O menino falou e empurrou Liam contra o chão fazendo com que o garoto caísse com uma certa força. Logo os dois foram embora e Liam sentou no chão chorando.

Theo puxou o garoto pra perto de si e o abraçou.

- Tá tudo bem! Não chora bebê.

Theo passou a mão no rosto do garoto secando as lágrimas do mesmo.

- Prometo que nunca mais vou deixar eles tocarem em você, minha coisinha fofa!

Liam sorriu e Theo deu um beijo na testa do mesmo.

- Promete mesmo?

O menor perguntou e Theo assentiu.

- Sim, eu prometo.

Theo disse, aquela com toda certeza foi uma promessa sincera.

- Juradinho?

Liam disse mostrando o dedo mindinho ao mais velho, o mesmo transsou seu dedo ao de Liam.

- Juradinho.

Liam abraçou Theo.

- Você é o melhor!

O garoto disse e o mais velho lhe deu um beijo na testa.

- E você é o bebê mais fofo e adorável do mundo.

Não demorou muito e o menor estava corado o que fez Theo rir um pouco.

- E tá todo vermelhinho! 

Theo sorriu enquanto olhava para o rosto de Liam que mostrava total inocência.

- Agora vamos parar com o ataque de fofura, e vamos pra aula... Ou as tias vão se irritar.

Assim os dois saíram dali e foram em direção às suas respectivas salas de aula.

▪▪▪▪▪

Horas se passaram e agora era hora de ir embora. Liam estava sentado no pátio enquanto encarava sua mochila até que Theo apareceu e sentou do seu lado.

- Vamos pra casa?

Liam negou com a cabeça.

- Eu tenho que esperar minha mamãe, eu não sei ir sozinho.

O garoto falou e Theo levantou pegando a mochila de Liam que estava em frente ao mesmo.

- Vem comigo!

Theo estendeu a mão para que o menor pegasse.

- Nós moramos perto...

Liam negou novamente.

- Meu pai disse que eu não devo voltar pra casa sozinho, ou um monstro vai me pegar!

Liam falou e Theo sorriu fraco.

- Você não tá indo sozinho, eu estou aqui... E quanto ao monstro, eu vou acabar com ele se ele se aproximar.

Liam pensou um pouco, mas logo assentiu pegando na mão de Theo. Assim os dois saíram da escola e foram pra casa.

Theo levou Liam para sua casa e pediu pra sua mãe avisar que o menino estava lá para os pais do mesmo.

Liam entrou, tirou seu tênis e logo sentou na cama de Theo.

- O que nós vamos fazer?

O menino perguntou enquanto olhava para o nada.

- Eu não sei... Vamos só ficar conversando.

Theo deitou na cama e Liam fez o mesmo, os dois ficaram calados por um tempo, até que Liam viu algo na prateleira do quarto que o fez sentar na cama.

- É o gavião arqueiro?

O menino perguntou enquanto apontava para a prateleira e Theo sentou na cama também.

- Sim, ganhei ele da minha tia...

Theo disse.

- Ele é tão legal!

Liam falou e Theo sorriu logo se levantando da cama e indo em direção a prateleira onde pegou o boneco e foi até a cama novamente.

- Toma... Ele é seu! Já que você gosta tanto disso.

Liam sorriu todo feliz e logo Theo deu o boneco a ele.

- Sério? Obrigado!

Liam abraçou Theo e o mesmo riu.

- Por que você tá me dando ele?

Liam perguntou confuso, mas ainda abraçando Theo.

- É que você é muito fofinho... 

Os dois voltaram a deitar na cama e logo uma forte chuva começou a cair lá fora, com isso o céu ficou escuro e não demorou muito para que um apagão acontecesse.

Liam se encolheu na cama e logo depois fechou os olhinhos com força. Theo olhou para o garoto e ficou um tempo quieto, pois, também estava com medo do escuro e da chuva.

- Eu quero a minha mãe...

Liam disse já com vontade de chorar e Theo se aproximou o abraçando.

- Tá tudo bem!

O garoto começou a fazer cafuné nos cabelos loiros de Liam.

- Eu estou com medo... Quero minha mãe!

O menino falou se encolhendo ainda mais.

- Não precisa ter medo... Achei que você era corajoso!

O mais velho falou.

- Eu sou, mas só quando minha mãe está por perto!

Theo ouviu e sorriu com o tamanho da fofura de Liam.

- Minha mãe canta uma música pra mim quando estou com medo... Vou cantar ela pra você!

Liam assentiu esperando que o mais velho começasse.

Não demorou muito e Theo começou a cantar.

Breathe Deep, Breathe Clear

 Know that I'm here Know that I'm here Waiting Stay strong, stay gold You don't have to fear You don't have to fear Waiting I, see you soon I'll see you soon How could a heart like yours Ever love a heart like mine How could I live before How could I have been so blind You opened up my eyes You opened up my eyes Sleep sound, sleep tight Here in my mind Here in my mind Waiting Come close my dear You don't have to fear You don't have to fear Waiting I, see you soon I'll see you soon How could a heart like yours Ever love a heart like mine How could I live before How could I have been so blind You opened up my eyes You opened up my eyes Holdfast hope All your love is all I've ever known Hold fast hope All your love is all I've ever known How could a heart like yours Ever love a heart like mine How could I live before How could I have been so blind You opened up my eyes You opened up my eyes You opened up my eyes You opened up my eyes (Respire fundo, respire claro Saiba que eu estou aqui Saiba que eu estou aqui Esperando Fique forte, permaneça pura Você não tem que temer Você não tem que temer Espere Eu vejo você em breve Eu vou ver você em breve Como pode um coração como o seu Amar um coração como o meu Como eu pude viver antes Como eu pude ser tão cego Você abriu meus olhos Você abriu meus olhos Som do sono, durma bem Aqui na minha mente Aqui na minha mente Espere Chegue perto minha querida(o) Você não tem que temer Você não tem que temer Espere Eu vejo você em breve Eu vou ver você em breve Como pode um coração como o seu Amar um coração como o meu Como eu pude viver antes Como eu pude ser tão cego Você abriu meus olhos Você abriu meus olhos Mantenha firme a esperança Todo seu amor é tudo o que eu já conheci Mantenha firme a esperança Todo seu amor é tudo o que eu já conheci Como pode um coração como o seu Amar um coração como o meu Como eu pude viver antes Como eu pude ser tão cego Você abriu meus olhos Você abriu meus olhos Você abriu meus olhos Você abriu meus olhos)

Liam ouviu tudo e logo sentiu seus olhos fecharem e foi tomado conta pelo sono, Theo sorriu e beijou a testa do menor.

- Acho que funcionou... Bons sonhos, coisinha mais fofa e linda do mundo!


Notas Finais


É isso, o que acharam? Me deixem ficar sabendo, PLEASE!!! O que acharam desse grande ataque de fofura? Eu simplesmente amei escrever cada palavra desse capítulo♡♡♡ é isso, bjs😘😘😘 e até o próximo.♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...