História Nosso casamento arranjando (imagine Jeon Jungkook - BTS) - Capítulo 41


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 41 - 41


Fanfic / Fanfiction Nosso casamento arranjando (imagine Jeon Jungkook - BTS) - Capítulo 41 - 41

Termino de amarrar último refém e me levanto olhando todos, várias mulheres choravam com suas crianças e homens mantian me olhando. Os caras ja estavam desvasiando cofre enquanto eu Ryan vigiava as pessoas para nenhum fazer gracinha.

- Ladrões de merda, espero que todos morram.- gritou um homem exaltado.

Olho para Ryan achando graça e vou até indivíduo e me abaixo na sua frente, seguro seu maxilar com força e olho bem nois seus olhos.

- Melhor calar porra da boca antes que perca paciência.- soco seu rosto para trás trazendo gritos.

Levanto e dou três tiros para alto fazendo todos se calar. Vejo caras passar com últimas sacolas e fazer sinal com cabeça. Tudo tava indo tranquilo até eu escutar som das sirenes de aproximando. Olho para merdinha que tinha me desafiado, ele estava com celular no seu lado com sorriso cínico na sua cara de bobo da corte. Perco paciência e pego meu resolver e miro dando três disparos contra ele fazendo sangue espirrar para todo lado. Dou sorriso vendo cena e saiu do banco.

- Vão vocês, levem dinheiro para galpão. Ryan vai no outro carro vamos despistar eles.

Ele assendi e entra num dois carros enquanto eu no outro. Saimos dali passando pelas viaturas dando início a perseguição. Por sorte minha a ruas não estavam tão movimentadas, desvio de alguns carros e piso fundo no acelerador deixando viaturas para trás. Umas das viaturas cola no meu carro mais logo e jogado para lado capotando, olho confuso para lado e vejo carro preto passar na minha frente. Meu coração acelerou quando vi numero da placa, era carro da Gabe. Ela tava aqui me ajudando. Caralho, ela não sossega nem por um dia. 


Viro uma rua, os policiais ja tinham se perdidos. Tento parar carro mais freio não funcionava. Merda. Piso novamente funcionando mais carro capotou pela alta velocidade. Giro varias vezes até parar de cabeça para baixo, tosso algumas vezes sentindo meu corpo doer. Olho para lados vendo líquido amarelo no chão e logo fogo surgir. Entrando dizer ou pensar isso, mais sei que agora e meu fim. Rua que estava era deserta, não iria parecer ninguém. Tento sair mais minhas pernas estavam presas contra volante, fogo ja consumia lateral do carro quase por inteira causando calor insuportável, não demoraria muito até tudo explodir. Quando menos esperava porta do meu lado e aberta por uma mulher pelos saltos, quando vejo Gabe aparecer diante meus olhos, ela me fuzila com olhar não parecendo feliz e me ajuda sair do carro, ela chuta várias vezes volante ate o quebrar. Retiro cinto caindo cima da lataria do carro causando dor insuportável, saiu dali junto com Gabe rápidos segundos depois carro explode.

- Você tava pensando no que exatamente Jeon? Poderia bancar herói e sair dirigindo que nem maluco pelas ruas com várias viaturas atrás, em?- grita batendo no meu braço diversas vezes.

- Não enche Gabrielle, vamos para casa.- falo irritado pelo seu show fora de hora.

- Você ainda vai ouvir muito.


                         . . .


Ja estava se saco cheio, desde que chegamos Gabe não parou de falar no meu ouvido. Ela tava estranha do que normal, ela estava extremamente nervosa.

- Para! Cala porra da boca Gabrielle, não quero saber de caralho nenhum.- falo alto irritado.

- Então e assim? - falou e seus olhos se encheram de lágrimas, mais que porra.

- Sim, agora vaza daqui porra.- aponto para porta.

Ela me fuzila e sai batendo porta com força. Gabrielle sabe me tirar do sério quando quer. Sei que fiz merda mais não preciso ficar ouvindo broncas, não sou mais criança. Abro gaveta e pego saquinho e faço carreirinhas na mesa, precisava relaxar. 


Paro de beber percebendo quando bêbado e drogado estava. Saiu do escritório com puta dificuldade, subo escada infinita e vou direto para quarto tombando pelo corredor. Entro no quarto e vejo Gabe dormindo na cama, fecho a porta e caiu na cama apagando.



                 POv. Gabrielle 


Cheiro de bebida estava insuportável no quarto, levanto sentindo meu estômago embrulhar e corro para banheiro. Debruço cima do vaso e coloco tudo para fora. Assim que acabo dou descarga e levanto, escovo dentes, saiu e pego Ali na cama tirando perto do Jeon. Ele tinha me irritado e muito, seu jeito grosso de ser me magoa muito. Vou até quarto vazio e entro fechando porta, coloco Ali na cama e me deito no seu lado pertinho da minha pequena.



                        . . . 


Assim que acordo levanto devagar por Ali ainda estava dormindo, vou até varanda do quarto e sento no chão sentindo brisa geladinha colidir contra meu rosto. Ontem depois daquilo tudo tinha resolvido fazer teste de gravidez, e tinha dado negativo, de lado foi alívio e outro me entristeceu. Jeon tava diferente, ele não era mesmo, sei disso. Ele perder tudo o mudou, não para melhor ou livrar disso tudo, mudou para pior. Isso me preocupa muito, ele vai se torna tudo que mais não queria. Um pessoa fria e egoísta que pensará so no próprio umbigo, que faz tudo que pensa. 


Seco as lágrimas que cairam e levanto voltando para quarto, abaixo perto da minha pequena e passo dedo do seu rostinho angelical. Sinto dor no meu peito so de pensar de deixar minha jóia nesse meio todo, tem tanta coisa acontecendo que mal fiquei com ela no seu ladinho como era antes. Vendo tudo isso minha decisão está tomada, irei voltar para minha casa em Atlanta, não irei acabar com noivado e nada, mais não quero mais ficar nesse lugar, tanta coisa aconteceu que preciso de tempo. Se ainda existe pouco do homem que me apaixonei dentro daquele novo Jeon ele vai entender e ira comigo, caso contrário irei sozinha.

Assim que Ali acorda, volto para nosso quarto e vejo Jeon ainda dormindo, tomo banho junto com Ali e fomos para closet, coloco roupa¹ e visto pequena, saiu e dou de cara com Jeon sentado na cama coçando olho.

- Você faz muito barulho.- falou sendo estúpido.

Olho para ele tentando entender do por que dele está assim. Saiu do quarto e vou para sala, vejo os garotos sentados na sala jogando e convensando animados, sento no sofa e coloco Ali no meu lado perto dos brinquedos.

- Que cara e essa?- perguntou minha irmã baixinho para mim.

- Vem.

Puxo ela e fomos para cozinha onde tinha ninguém.

- Ele mudou Le, ele não e mais mesmo.- falo sentindo meus olhos lacrimejar.

- Gabe, tenha calma. Isso tudo foi baque enorme para ele, deixa ele processar tudo.

- Não Le, isso não e questão de processar. Jeon vai se tornar tudo que menos quero.- falo desabando em lágrimas.

- Ele não vai, não iremos deixar. Além de tudo ele ainda e Jungkook bobão de sempre.

- Isso ta me machucando.- falo limpando lágrimas e ela me abraçou.

- Você e mulher mais forte que conheço, mesmo passando por tudo aquilo no passado ergueu a cabeça e seguiu em frente, teve Alicia sozinha, criou ela da melhor forma. Agora está aqui passando por mais um barra e vai superar, tenho certeza.


                POv. Jungkook


Depois de ouvir tudo aquilo retornei para quarto. Ela tinha razão não era mais o mesmo, não depois disso tudo. Mais não posso mudar com ela, não novamente. Não quero perder ela de novo e não posso. Gabrielle e tudo para mim, não apenas minha mulher e mais além, minha amiga que está comigo sempre. Tomo banho e coloco roupa² rápido e me sento na cama e passo mão no cabelo molhados frustado. Não sabia nem como encarar Gabe, falei e gritei com ela sendo totalmente estúpido e agora ela está magoada e com medo com razão.

Deixo quarto com pressa, passo pela sala e não vejo Gabe.

- Cade Gabrielle?- pergunto para todos na sala.

- Para que quer saber?- falou Letícia seca me irritando.

- Cade Gabrielle caralho? Não vou perguntar novamente.- falo exaltado.

- Tem como parar com isso? Por que está sendo tão estúpido, em?- falou Gabe atrás de mim me fazendo virar para ela.- para com isso, todos que estão nessa sala te ama e quer te ajudar, mais se continuar se tornando esse babaca ai, vamos te deixar, ninguém aqui que ser seu saco te pancada Jeon. Acorda para vida porra, ergue essa cabeça e siga vida, e não ficar bebendo e se drogando. Isso não vai te ajudar.

Cuspiu palavras cima de mim e saiu dali, fico paralizado por segundos sem reação alguma. Não sei oque está acontecendo comigo mais isso me irritou e muito. Vou atrás dela e puxo pelo braço apertando com força a virando para mim.

- Quem você e para falar assim comigo? Em?

- Me solta caralho, ta me machucando.- fala me olhando com medo.

- Esta com medo? Ama me confrontrar e depois não aguenta.- falo rindo sarcástico.

- Solta por favor, ta doendo muito.- pede com olhos marejados.

- Não.- pego outro braço e os aperto mais forte.

Ela solta lágrimas e fecha olhos derrepente sua respiração fica acelerada e seu corpo ficando mole, solto ela a segurando vendo que ela tinha desmaiado. Que merda tinha feito, olho seus braços vendo muito vermelho.

- Oque você fez com ela seu desgraçado?- gritou Letícia atrás de mim e vejo Namjoon tirando Gabe de perto de mim.

- Frescura, não está vendo? Ela ta fazendo draminha.

- Cara, oque aconteceu com você? Isso vai te levar lugar nenhum.- falou Ryan fazendo meu sangue ferver.

- Cala boc...

- Cala você Jungkook.- gritou Namjoon me interrompendo.- para de agir como muleque. Gabe falou verdade se continuar nessa porra te atitudes vou para de ter ajudar. To junto com meu irmão e não esse babaca muleque ai.

- Você não sabe oque ta dizendo.- balançando a cabeça rindo.

- Sei bem, olha para sua mulher Jungkook. Olha bem oque você fez.- aponta para morena no seu colo desacordada.


Sabe quando fixa cai? Tudo vem tona? Isso que aconteceu, parace que nas últimas horas não era eu e sim outra personalidade que estava agindo por mim. Saiu dali precisava de ar e ficar longe de todos.



                        . . .


Ja estava anoitecendo e ainda estava sentado na areia da praia olhando horizonte. Perder tudo do meu pai acabou comigo de vários jeitos, e descontei minha frustação cima da pessoa que estava no meu lado. Gabe nunca ira me perdoar, agredi ela de varias formas, e se ela quiser acabar com tudo terei que me conformar pois fui eu que procurei isso.

- Sabia que estaria aqui.- escuto voz familiar atrás de mim me fazendo virar rosto e vejo Gabe me olhando serena.

Sem saber oque te dizer volto olhar para mar nervoso. Ela se sentou meu lado e apoio cabeça no meu ombro fazendo meu coração disparar.

- Para de agir assim, não so por mim e sim por todos. Namjoon que nem ouvir seu nome, Letícia nem se fala.- rir e levanta cabeça virando minha faznedo nois encarar.- te amo seu estúpido, mesmo depois de tudo não vou te largar, so peço que largue Jungkook perdido e babaca e volte ser Jeon que amo.

- Você está bem?- pergunto depois de minutos de apenas silêncio entre nois.

- Sim, pressão caiu coisa boba.

- Me perdoa?

- Sim, não vou te largar assim.

- Por que?

- Por que Jeon, amor faz isso. Vou tar sempre aqui pra você, mais se me machucar novamente vai tomar tiro, tendeu?- arqueou a sobrancelha debochada me fazendo rir baixinho.

- Entendi, e nunca mais vou repetir.

- Acho muito bom.

Puxo fazendo sentar meio das minhas pernas e abraço dando beijos no seu pescoço. Assim final da noite com minha mulher nois meus braços.






Notas Finais


Ai Jeon passou dos limites cara, aff ranço moderado. Desculpa pela demora galerun, to reformado meu quarto e isso ta me atrasando pouco para postar. Não me abandonem pf, espero que gostem <3

[1]https://pin.it/bcvgkkdwmalzrr
[2]https://pin.it/fwxo5cmo66bbhl

Ate a próxima \o


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...