História Nosso elo -naruhina - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Visualizações 247
Palavras 2.224
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tá aí, desculpem os erros! Eu só escrevo e posto!

Capítulo 22 - Cap. 22


Fanfic / Fanfiction Nosso elo -naruhina - Capítulo 22 - Cap. 22

Naruto on

Cheguei na casa dos Hyuuga na pressa, não acreditava que aquilo estava nos jornais, meu filho sendo exposto daquele jeito, era pra ter sido na calma, uma apresentação decente para ele!. Saí do carro as pressas e vi Hinata e Sakura na porta conversando, cheguei perto mas peguei só um fim da conversa, onde Hinata perguntava se Sakura tinha ao a lhe contar.

-Ela não, mas eu sim!. Falei chamando a atenção delas para mim 

-Naruto!. Disse Sakura aflita

-Você viu não viu? Meu filho tá na TV agora todos estão falando dele, daqui a pouco vão o chamar de bastardo!. Disse Hinata furiosa 

-Hinata, o Boruto não pode ser chamado de bastardo sendo que o Naruto é solteiro!. Disse Sakura meia cabixada

-Vamos entrar, temos que conversar agora!. Falei olhando sério para Hinata que parecia que ia me matar no olhar.

-Entra, daqui a pouco vai tá cheio de fotógrafo aqui na frente!. Disse Hinata.

Entrei e fomos em direção a sala, comprimentei a todos que estavam lá, vi um vuto correndo da cozinha em minha direção, pulou no meu colo me fazendo quase caí.

-Você viu? Estamos na TV!. Disse Boruto sorrindo. 

-É eu vi, mas não foi bacana oque fizeram, né?. Falei colocando ele no chão.

-Não? Eu achei legal, assim TODO mundo sabe agora!. Disse Boruto ainda sorrindo.

-Por uma parte sim né, mas depois eu te explico, beleza?.

-Beleza!. Disse Boruto sorrindo. -

Olhei para todos na sala e principalmente para Hinata, que estava com uma cara horrível por sinal.

-Escuta, os adultos tem que conversar... Você pode subir um pouco pro seu quarto?.

-Há, qual é!. Disse ele cruzando os braços. 

-Vem, eu levo você!. Disse Tamari

-vá com ela, depois eu passo lá com você!. Falei sorrindo, ele me olhou e sorriu amarelo. Mas foi junto com Temari.

Subiram as escadas e a sala ficou em silêncio por alguns minutos até que Hinata se pronunciou.

-Que merda foi essa agora? Que intimidades toda foi essa com o meu filho??. Disse Hinata um pouco exaltada

-Nosso!. Falei colocando a mão na cabeça.

-Acho melhor sairmos da sala... Escritório?. Disse a Uchiha

-Sim!. Felei.

Hinata respirou fundo e saiu a caminho do escritório, nós a seguimos e entramos na sala, o pessoal se sentou e eu fiquei em pé, Hinata me olhava com sangue nos olhos!.

-Vamos, eu estou esperando, porque todos estão aqui? E que porra você acha que tá fazendo com o meu filho? Que porra é essa de ser amigo, você contou pra ele? Você não tinha esse direito!. Disse Hinata enfurecida

-Nossa, já disse, nosso filho!. Falei cruzando os braços.

-Naruto, começa logo a falar e deixar de enrolar... Da última vez você apanhou!. Disse Sasuke

-Deixa de enrolar? Falar o que? . Disse Hinata

-Se senta Hinata!. Disse a Ino

-Não quero!. 

-Se senta logo nesse caralho de cadeira!. Disse a Sakura. -E escuta, hinata, só escuta!.

-hinata!. Falei e seu olhar se direcionou para mim. -Eu não sabia!.

-Não sabia? Não sabia de que?. Disse ela nervosa olhando para mim e depois para as meninas. -Seja mais claro por favor

-Eu não sabia que a 10 anos atrás você tava grávida, eu não sabia da existência do Boruto até essa semana!. Falei mais do que nervoso.

Hinata permaneceu calada de cabaça baixa, não sabia que aquilo era um bom sinal ou um péssimo. Mas não demoraria a descobrir.

-Hinata, há 10 anos atrás quando Neji me ligou dizendo que tinha um assunto sério a falar comigo, eu saí de casa na mesma hora... cheguei lá e seu pai me recebeu, na verdade nem me deixou entrar, falou comigo lá fora mesmo, eu insistir em entrar pós estáva chovendo naquele dia mas ele não deixou, disse que o assunto séria rápido, antes de me falar do que se tratava ele deixou bem claro que não gostava de mim... E foi aí que ele disse que vo... que você havia fugido, ele me deu um bilhete dizendo que era seu... Onde você dizia que estava indo embora com o "amor da sua vida" o... Deidara.. onde você pedia para Neji esclarecer as para mim!. Deu um nó na garganta, sentir que não conseguia mas falar, mas ainda havia coisas pra contar. - Ele me pediu, na verdade implorou para que não falasse sobre sua fuga com o Deidara, disse que iria buscar você e iriam morar fora do país, pediu para não comentar sobre isso com ninguém, já que seria uma desonra para você!.

Respirei aliviado depois de falar tudo aquilo, conseguir relaxa por um momento, mas sabia que ainda tinha que explicar algumas coisas. Olhei para Hinata que ainda estava de cabeça baixa, somente ouvindo tudo.

-Eu não sabia da sua gravidez, quem me contou a sua versão foi a minha mãe, depois daquela dia parque. Desde aí tentei um aproximação com o Boruto que por sinal deu bastante certo, ele pode ser parecido comigo mas é inteligente que nem a mãe, no dia em que conversei com Neji e contei a minha versão ele me bateu, lá na casa dos Uchiha, bateu bastante pra falar a verdade, pós ele não acreditou em mim na hora, mas conversamos e ele acreditou, ele até gostaria de está nessa conversa mas não saiu como o planejado!. Respirei fundo de novo. -No dia em que Naji me bateu, Boruto descobriu quem eu era, ele já desconfiava mas... não queria aceitar!. Sorri amarelo. -Mas ele no fim das contas gostou, nos demos bem nos primeiros momento e até agora ainda estamos indo bem, eu sei que foram 10 anos perdidos...mas não foi pro escolha minha, eu não quis deixar ele, não quis deixar nenhum de vocês dois!. Falei com o peito doendo.

Todos olhavam para mim e logo em seguida para Hinata, que ainda estava parada sem se mexer, nas não por muito tempo, e então ouvimos sua voz baixa e rouca.

-Naruto... você... é UM ÓTIMO ATOR! TRAGAM UM OSCAR A ESSE HOMEN!. Disse ela os berros batendo palma, se levantou e veio até mim. -Faltou isso aqui ó!. Fez o gesto com a mão. -Faltou isso para eu acreditar em você, seu merda!. Disse ela me olhando raivosa.

Simplesmente não falei nada, apenas calado, Neji foi assim também!.

-Hinata..

-Cala essa sua boca Sakura, você acredita nisso?. Hinata olhava para Sakura e depois olhou para Ino. -Até você acredita Ino? Sério que todos vocês acreditam nesse grande filho de uma puta?. Disse ele olhando para todos na sala.

-Hinata, você sabe que o Naruto é tudo menos mentiroso!. Disse o Uchiha

-Claro, tinha que ser você para defender ele né, não me enche Sasuke, não me enche com esse papo de " ele não mentiria"!.

Estáva calado apenas observando tudo, o nó na garganta doía..meu peito doía!  

-Olha Hinata, pode até ser um problemão de vocês dois...mas não envolve somente vocês,tem o Boruto que uma criança bem difícil pra falar a verdade, o Naruto junto com você podem ajudar ele!. Ino

-Ino, sério? Sabe porque o MEU FILHO é assim?. Disse Hinata olhando para todos. -Porque aquele grande filho de uma puta, esse merda aqui na minha frente!. Disse ela apontando para mim.-  ele abandonou o filho, isso mesmo abandonou o filho! Só tô falando pra vocês lembrarem!.

Cada palavra da Hinata era como uma facada no meu peito!.

Hinata se sentou na cadeira e ficou com os braços apoiados na perna e sua cabeça apoiada nos braços.

-Pessoal, por favor nos deixem sozinhos!. Falei de cabeça baixa, minha voz quase não saiu.

-Naruto.. disse Sasuke

-Tá tudo certo, agora temos que conversar sozinhos!. Falei dando um sorriso amarelo para ele.

Eles saíram do escritório mas falaram que ficaram na sala, qualquer confusão eles iriam interferir. Respirei fundo e olhei pra Hinata que ainda estava na mesma posição, eu quase não me mexi desde que entrei no escritório, parado feito uma estátua, pela primeira vez na vida me faltava palavras e principalmente coragen para prosseguir essa conversa, mas não podia voltar atrás, era pelo meu filho, somente por ele eu estava alí!.

-Hinata, agora que você já falou poucas e boas de mim, podemos conversar direito?. Falei ainda parado longe dela 

-Eu aceitei falar com você, eu juro que se você dissesse que estava arrependido, que tentou ir atrás mas não nos achou, eu juro que acreditaria e deixaria você ficar perto do Boruto...mas você prefere mentir, prefere negar o erro que cometeu, e ainda coloca nossos amigos contra mim, como se eu fosse a vilão nessa história toda!. Disse ela com voz de choro. -Eu passei 10 anos da minha vida olhando para o meu filho e vendo uma cópia exata de você todos os dias... E eu ao velo sentia raiva e mágoa de você...quando ele cresceu começou a se alto questionar "porque meu cabelo é assim?" "Porque meus olhos são assim" e sabe oque eu fazia? Fingia que não escutava, iria dizee o que a ele? Que era parecido com o "pai" que o abandou? Com certeza eu não faria isso com ele!.

-Eu não abandonei ele, não abandonei nenhum vocês dois, droga,  dizer que me arrependi de algo que nunca fiz? Dizer que abandonei vocês? Nunca!. Falei e respirei fundo. -Eu não fiz isso Hinata, eu não faria isso, eu acreditei no que Hiash..

Sentir meu rosto arder pelo tapa que recebi.

-Nunca! Nunca mais falhe do meu pai! Não ouse falar dele, você não tem esse direito!. Disse Hinata na minha frente. -Você nunca mais vai ver o meu filho, eu vou embora com ele amanhã mesmo, assim que o caralho do sol nascer eu vou embora desse inferno!. Disse ele parada na minha frente e eu só fiz olhala, somente isso. Até que sentir outro tapa, fechei os olhos.

-Se quer me bater, me bata então!. Disse com os olhos fechados.-Mas eu nunca vou dizer que essa mentira é verdade, eu não aband.. levei outro tapa mais forte

-Você... você é um completo cretino, eu tô com tanta raiva de você... Não, raiva não, NOJO, NOJO É O QUE EU TÔ SENTIDO DE VOCÊ AGORA!. Disse ela se afastando. -Você vem na casa que era do meu pai, e diz atrocidades a respeito dele, um homem já morto!.

-Fala dele como se ele tivesse sido o melhor pai do mundo pra você, você sabe que ele nunca, NUNCA aprovou nosso relacionamento, sempre foi contra e até tentou nos separar quando ainda estudávamos!. Falei olhando para ela que estava de costas para mim. -hiash não está mais vivo senão o faria confessar, por caprichos dele e perdi 10 anos da vida do nosso filho, perdi você...Eu sei que não temos mais volta...mas eu preciso do meu filho por perto de mim, eu não quero tomar ele de novo, apenas quero que ele saiba que eu estou aqui, e que eu o amo!.Sentir uma lágrima solitária cair pelo meu rosto.

Hinata me olhou e estava chorando, passou a mão em seu rosto.

-Vá embora, eu não esperava me decepcionar com você novamente, agora saía!.

-Hinata.. falei sentido as lágrimas caírem

-VÁ EMBORA DA MINHA CASA, EU TENHO NOJO DE VOCÊ, NOJO DESSA SUA CARA DE PAU, COMO PODE MENTIR PRA MIM ASSIM? EU ESTAVA DISPOSTA A DEIXAR VOCÊ SE APROXIMAR DO MEU FILHO, COMO EU PODE SER BOBA, VOCÊ AINDA É UM MULUQUE!. Hinata gritava o mais alto que podia, vi a porta abri e olhares sobre nós, não tive tempo de reagir Hinata voltou a gritar.

-VÁ EMBORA DAQUI, SUMA DA MINHA FRENTE E NUNCA, NUNCA MAIS OUSE CHEGAR PERTO DO MEU FILHO, FAÇA COMO FEZ A 10 ANOS ATRÁS, O ABANDONE!.

-MÃE!. disse Boruto entrando correndo no escritório. Todos estavamos choque e não tive tempo de falar nafa, só vi as lágrimas caírem do olho do Boruto!. -Você...me abandonou?. Disse ele chorando

-Não.. eu não abandonei!. Disse chorando chegando perto dele 

-Há abandou sim, 10 anos e nunca ligou pra você, e vai abandonar novamente!. Disse Hinata 

-Você... tinha prometido...que.. não iria embora!. Disse Boruto chorando

-Eu não vou...

Não tive tempo de responder pós Boruto saiu correndo, tentei ir atrás dele mas Hinata segurou meu braço.

-Você vai embora!. Disse ela

-Naruto... A coisa tá feia, vamos, amanhã você volta!. Disse Shikamaru

-Viu oque você fez sua desgraçada? Viu como ele ficou? Está feliz agora? Ele não tem culpa do que aconteceu conosco!. Falei enfurecido

Hinata soltou meu braço e se sentou no sofá 

-Assim ele sabe o "pai" que tem!. Disse ela

-Não ache que eu vou desistir do meu filho, vou atrás de vocês até no inferno!.

-Naruto, vamos!. Disse Sasuke pegando no meu braço, Sai estava me empurrando para fora do escritório e meus olhos estavam vermelho de ódio olhando para a Hyuuga.

Saímos da casa dos Hyuuga e Shikamaru me deixou em casa, Temari vinho atrás de nós no carro dele, fui o caminho todo calado já chegando em casa ele quis falar alguma coisa mais não dei importância.

-Amanhã nos conversamos, boa noite!. Falei entrando em casa

-Vamos Shikamaru!. Escutei Tamari o chamando antes de entrar em casa.

Entrei e agradeci a kami-sama por não encontrar meus pais em casa, fui direto para meu quarto e já entrei no banheiro tirando a roupa ficando em baixo do chuveiro por bastante tempo.

-Eu não vou abandonar meu filho!. 

Era somente isso que vinha em meus pensamentos.






Notas Finais


Gostaram? Eu pra falar a verdade tô muito afim de descer a porra na Hyuuga!!! 😡
Mas infelizmente ela ainda vai nos fazer passar muito raiva!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...