História Nosso feliz para sempre - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Dramasuspense
Visualizações 5
Palavras 847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


espero que gostem!!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Nosso feliz para sempre - Capítulo 1 - Capítulo 1

TERÇA FEIRA, 7:25 PM

estava andando tranquila pelas ruas de Juiz de Fora, passei em algumas lojas, comprei tudo que precisava, faz tempo que preciso disso, sair um pouco, comprar sem pensar duas vezes, enfim, uma dessas voltas encontrei um belo moço, alto, branco dos cabelos pretos, o mesmo sorriu quando passara por mim, não sei seu nome, muito menos se é da região, já estava chegando em casa, passei pelo seu Gilson, porteiro do prédio, passei pela dona Fátima, e enfim cheguei em meu apartamento, estava uma bagunça, é complicado morar com seu melhor amigo que fica o dia todo na faculdade, e ver que nada vai se ajeitar, troquei de roupa, guardei as compras, e comecei a arrumar, terminei por volta de 9:30 PM. Decidi dar uma confiscada no Instagram, e tinhas 3 mensagens da minha irmã. 

@luadecristaaal 

porra América, mamãe ta desesperada atrás de você, o que aconteceu? 

América não me deixe falando sozinha, você sabe que eu odeio isto. 

América pelo amor de Deus, me responde

@americaxxs

pelo amor de Deus, mantém a calma, tirei o dia pra cuidar da minha saúde mental, o que mamãe quer?

@luadecristaaal  mamãe quer conversar com você, se liga no áudio. 

"oi minha linda América, estou ciente que errei te xingando daquela maneira, quero pedir perdão, eu aceito esse moço como seu namorado, beijos. mamãe te ama"


ok, minha mãe tá achando que estou namorando meu melhor amigo, isso é ruim, muito ruim, não respondi nada, aliás nem tenho o que falar, no caso ela vai pensar "América sua safada, já tá namorando outro". mamãe sempre pensa essas coisas sobre minha vida amorosa, que no caso anda péssima meus amigos, enquanto Marcelo não chegou, pensei em fazer janta, mas ia sujar muita panela, fui tomar um banho longo, coloquei meu pijama do ursinho pooh e minha pantufa dos monstros S.A

Marcelo: vai onde desse jeito minha querida?

América: dormir ue

Marcelo: brega que chega a doer os olhos -riu 

América: ridículo

Marcelo: igual seu estilo 

América: cê para em Marcelo, tá querendo falar da minha pantufa, e olha seu cabelo

Marcelo: minha filha, super na moda 

América: coitado, super ridículo

Lua entrou desesperada pela porta da sala, Marcelo assustou e eu também, do nada ela entrou e começou a chorar. 

Marcelo: bate na porta uai 

América: para Marcelo, o que aconteceu Lua? -falei fazendo um gesto pra mesma se sentar ao meu lado

Lua: mamãe me bateu de novo, dessa vez sem motivo algum, ela me viu com o Henrique e ficou muito bolada

América: e o que vocês dois estavam aprontando?

Lua: ele tava fumando e eu estava do lado dele, só que mamãe achou que eu estava fumando também, nem gosto de cigarro -falei ajeitando o óculos, para esconder o roxo

América: mamãe tá passando do limite, trouxe roupa?

Lua: sim, trouxe meu pijama

América: tira esse óculos Lua, você está segura aqui em casa

Lua: certeza? -América assentiu, tirei o óculos e a mesma ficou sem reação

Marcelo: ok ok, sua mãe passou do limite, vou cuidar dos seus machucados

Lua: obrigada Marcelo

quando paramos para perceber já estava na hora da novela de Marcelo, o mesmo sentou no sofá e ficou vidrado nas cenas, nem olhava pro lado, Lua estava deitada no meu colo, ela estava com medo, pensei em mandar mensagem pra mamãe, mas deixei quieto, a mesma adormeceu em meu colo, não tinha forças para levar ela até o quarto, Marcelo pegou ela no colo e colocou na minha cama, graças a Deus é de casal, cobri ela e deitei ao lado, adormeci. acordei assustada com alguém batendo na porta, coloquei minha pantufa, e fui atender, quando abri dei de cara com a mamãe.

Adriana: posso entrar?

América: entra mãe -falei passando as mãos no rosto

Adriana: cadê a Lua? -continuou na porta

América: você não vai ver a Lua tão cedo.

Adriana: Lua é minha filha, quero saber onde ela está

América: pq bateu nela? me fala

Adriana: pq ela tava usando maconha

América: você procurou saber o que era? você ao menos perguntou ela se tava fumando? mãe, Lua tem 17 anos, ela já tem os pensamentos formados. para de achar que vai mandar nela até sua morte

Adriana: ótimo, to levando sermão da minha própria filha, faz o seguinte, deixa ela aqui, eu sempre tô certa América, entenda, afinal, cadê seu namoradinho?

América: tenho 22 anos, não estou sobre seu teto, ou seja, não te devo explicações. bom dia mãe -fechei a porta

Marcelo: que isso garota? fechando a porta na cara da sua mãe -mordeu o pão e deu um gole no café

América: ela me estressa, quer tomar conta da minha vida -sentei no sofá

Marcelo: hoje a bonita trabalha, pode ir se trocar

América: é mesmo em -peguei minhas coisas e fui tomar banho

POV Marcelo

América foi tomar banho, hoje nós dois vamos trabalhar no mesmo turno, é estranho morar com sua melhor amiga, confesso que as vezes tenho vontade de ser algo além com América, mas nos conhecemos a tanto tempo, que tenho medo de estragar a amizade, melhor deixar do jeitinho que tá.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...