História Nosso passado e presente (jihope) - Capítulo 59


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Hopekook, Hoseok!bottom, Jihope, Jikook, Vhope, Yoonseok
Visualizações 109
Palavras 1.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Incesto, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi...
Desculpa a demora.
Relevem os erros, eu acabei de escrever e não dei nem uma lida.
Espero que gostem ❤️❤️❤️

Capítulo 59 - POVs Jimin 50


Fanfic / Fanfiction Nosso passado e presente (jihope) - Capítulo 59 - POVs Jimin 50

POVs Jimin.

O dia da nossa viagem chegou.

Eu fui cedo para a casa de papai, chegando lá, o Hoseok já me esperava, mas não falou nada comigo, apenas passou direto por mim e entrou no táxi.

Durante a nossa viagem de avião, o Hoseok parecia tenso, mas mesmo como medo, ele não falou comigo, preferiu tomar um remédio para dormir.

...

-quer que eu leve a sua mala – eu perguntei ao Hoseok.

Nós dois havíamos chegado no aeroporto e iríamos para o hotel, mas Hoseok ainda parecia !rio sonolento, então eu me ofereci para ajudar, mas ele me ignorou.

Entramos no táxi e eu dei o endereço do lugar que iríamos ficar, o motorista logo começou a nos levar.

-se eu soubesse que esse hotel era tão longe, eu teria escolhido outro – Hoseok falou.

Já estávamos a um bom tempo no táxi, Hoseok já estava inquieto.

-dorme um pouco – eu segurei a mão dele.

-no site dizia que não era tão longe do aeroporto.

-dorme amor – eu puxei o Hoseok, fazendo ele encostar a cabeça no meu ombro.

-mas...

-shiuu... Quietinho – eu coloquei a mão na boca dele, ele disfarçou mas eu percebi que ele sorriu.

...

Era noite.

O táxi parou no lugar que eu havia pedido.

-quê... Quê lugar é esse? – Hoseok estava meio bobo, admirando o lugar.

Um caminho todo iluminado, nos guiava até um chalé praticamente todo de vidro, no meio da praia particular.

Eu demorei e usei todas as influências que meu avô tinha, para conseguir alugar aquele chalé. Custou caro, mas eu queria algo especial, e sendo para o Hoseok, valia a pena.

-você gostou? – eu perguntei e coloquei uma mão na cintura dele.

-hum... É legalzinho – ele deu de ombros e começou a andar, !e deixando para trás – traz as minhas malas.

...

Por dentro, o chalé era tão incrível quanto era por fora, a maioria das paredes eram de vidro, o que deixava que a luz da lua entrasse e iluminasse o local, além da visão sensacional das estrelas.

Passamos pela sala, ela estava toda decorada com um clima romântico, assim como o restaurante do chalé.

O local geralmente era alugado para lua de mel, então foi fácil pedir para que tudo estivesse o mais romântico possível para quando chegássemos.

Fomos até o quarto, e a luz baixa, as velas acesas e as pétalas pela cama, só me deixavam ainda mais no clima de romance.

-é incrível, né? – eu abracei o Hoseok por trás e apoiei a cabeça no ombro dele.

-só tem uma cama, como vamos dormir? – ele se desvencilhou e começou a acender as luzes e apagar as velas. Ele não iria facilitar.

-hum... É – eu não sabia o que fazer – quer tomar um banho? – eu sugeri. Talvez um banho juntinhos, ajudasse.

-eu vou primeiro.

-era pra... Tudo bem – eu sentei frustrado na cama.

Eu planejei tomarmos banho juntos, ficarmos coladinhos dentro da banheira, mas o Hoseok não iria ceder.

Hoseok entrou no banheiro e fechou a porta, mas Hoseok esqueceu de um detalhe muito importante, as janelas de vidro.

O banheiro era quase todo fechado, mas a parte da banheira, tinha uma pequena parte de vidro, que dava a visão para quem estivesse no quarto.

Eu vi o meu neném sorrir quando entrou na banheira, e eu sorri só por o ver feliz.

...

Eu Tomei o meu banho e sai usando o roupão branco.

Fui até o quarto, mas o Hoseok não estava lá, então fui até a sala.

-ratinho, não vai colocar uma roupa? – Hoseok me olhou, havia se assustado.

-não – ele respondeu ainda comendo o queijo que estava sobre a mesinha de centro.

Eu andei e sentei perto dele no chão.

A sala tinha uma luz bem baixa, na mesinha de centro, tinha queijo e vinho e no chão um grande tapete macio, era o lugar perfeito para uma noite de amor.

-quer ver um filme? – ele deu de ombros.

Eu sabia que todos os filmes deveriam ser de romance, então não me preocupei em escolher, apenas o selecionei.

-para, Jimin – Hoseok me empurrou quando eu encostei a cabeça no ombro dele.

-abre as pernas – ele me olhou confuso – abre, eu quero sentar.

-eu não vou deixar você sentar no meio das minhas pernas – ele fez bico.

-você disse que iria me tratar como irmão, quando éramos pequenos, eu só assistia tv, se estivesse sentado entre as suas pernas e...

-tá, tá... Para de falar e vem logo – eu ri e logo me acomodei entre as pernas dele.

O Hoseok não queria muita graça comigo, mas eu não liguei, peguei os braços dele e passei pela minha cintura, encostei as costas no peito dele e fiquei bem juntinho dele.

...

O filme passava na tv, Hoseok fingia não ligar pra mim, mas eu via que ele sempre se arrepiava quando eu “sem querer” me mexia contra ele.

O Hoseok, assim como eu, só estava de roupão, o que facilitava para eu “tocar acidentalmente” em partes que o desconcentravam.

-amor...

-presta atenção no filme – eu fiz bico, ele nem me deixou falar.

Eu voltei a olhar o filme, fiquei emburrado por alguns minutos, mas quando as cenas quentes do filme começaram, eu desfiz o bico.

Não tinha nada explicito no filme, mas as cenas eram bem quente.

Eu me encostei a cabeça no ombro do Hoseok, na posição em que eu estava, via como o maxilar dele era marcado, o que pra mim era extremamente sexy.

-Jimin... – eu ignorei ele e dei mais um beijo no maxilar dele.

-beijinho, Hobi – eu fiz biquinho, mas o Hoseok não me beijou.

Eu não liguei, então voltei a beijar o maxilar dele, de modo suave e depois mudei os meus beijos para o pescoço dele.

O Hoseok suspirou e fechou os olhos, as mãos dele apertaram a minha cintura.

Eu sorri, achei que ele estava cedendo.

-eu não quero mais ver esse filme, troca – o Hoseok me empurrou, quando eu fui beijar os lábios dele.

Eu bufei, mas fiz o que ele mandou.

Eu estava entediado, o Hoseok não me dava a mínima.

Coloquei um pouco de vinho na taça e bebi um gole, o Hoseok me olhou.

-já bebeu vinho, amor? – eu perguntei e o Hoseok negou com a cabeça – quer provar um pouco?

-quero – ele aceitou.

Eu peguei a taça e o Hoseok estendeu a mão achando que eu iria entregar a ele, mas eu desviei a taça, e bebi um gole, logo juntei os meu lábios com os dele.

-gostoso?

-eu vou dormir – Hoseok levantou e me deixou pra trás.

...

Eu cheguei no quarto e o Hoseok já havia posto uma roupa e já arrumava a cama para dormir.

-você pode dormir no sofá – ele falou.

-dormíamos juntos quando pequenos – Hoseok bufou.

-tá, se ajeita ligo, eu quero dormir – ele se deitou.

Eu tirei o meu roupão, Hoseok até tentava desviar o olhar, mas sempre acabava parando em mim.

Eu andei até a cama e me sentei, agora usando só uma box.

-quer que eu apague a luz...

-não vai vestir uma roupa?

-tá calor.

Hoseok analisou o meu corpo e depois virou de costas.

Eu sorri.


Notas Finais


Desculpa ter levado tanto tempo para atualizar.
Pra quem acompanha a fic desde o início, sabe que ela foi a minha primeira fic e que ela ficou parada por mais de um ano, eu amo muito a ideia dela, ela é a fic que me deu impulso a pensar em outras, como, vida complicada que foi pensada na mesma época, mas que eu ainda não havia escrito, bem... Eu acabei me perdendo muito nessa fic, pois a original, era muito melhor, e agora, por mais que eu tente, parece que essa não fica legal de jeito nenhum, é extremamente frustrante pra mim, mas eu não vou desistir dela, então eu peço desculpas se não estiver boa, ou se ela acabou se perdendo.
Eu pretendo recuperar a minha fic original e posta-la, pois eu ainda tenho o celular antigo, só preciso consertar.


A minha fic nova, reencontrando a felicidade, saiu essa semana, ela também foi pensada na mesma época que nosso passado e presente e que vida complicada, mas só agora eu criei coragem de escrever, para quem quiser dar uma olhada.
https://www.spiritfanfiction.com/historia/reencontrando-a-felicidade-17216593

Espero que tenham gostado ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...