1. Spirit Fanfics >
  2. Nosso primeiro verão - Imagine Jungkook >
  3. Dores

História Nosso primeiro verão - Imagine Jungkook - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Se eu digo que vou voltar, eu volto com tudo! HAUSHAUSHSJS
Eu vim trazer pra vcs, em menos de 24 horas, mais um capítulo!
Espero que esses dois capítulos recompensar vcs♡
Uma boa leitura ♡

Capítulo 14 - Dores


Fanfic / Fanfiction Nosso primeiro verão - Imagine Jungkook - Capítulo 14 - Dores

Acordo sentindo carícias na cabeça, quando vejo Jungkook olhar pra mim com um sorriso em seu lindo rosto, e sorrio de volta.

- Não olha pra mim. - Resmungo enquanto cubro o meu rosto. Jungkook dá risada.

- Por quê? - Sinto sua mão em meu cabelo.

- Eu devo estar horrorosa. - Toda vez que durmo, acordo parecendo um bicho do mato. 

- Você tá fofa. - Jungkook, risonho, descobre o meu rosto e me dá um beijo no rosto.

- Então a sua definição de fofa é preocupante. - Jungkook gargalha com  minha ironia, me fazendo rir junto consigo. Sua risada era deliciosa de se ouvir. 

- Dormiu bem? - Sinto seus olhos em mim, seus olhos demonstravam.... paixão?

- Dormi que nem um anjo. - Sorrio, e Jungkook sorri de volta. - E você?

- Eu durmo bem melhor quando você está comigo. O seu cheiro me acalma. - Sorrio toda boba, empurrando seu ombro de leve. - Tá com fome? 

- Faminta. - Digo fazendo uma cara engraçada, fazendo Jungkook rir. Ele se levanta e coloca uma camiseta, logo em seguida erguendo a sua mão para eu me levantar também. O vejo pegando uma calça de moletom e me entregando.

- Acho que você vai ficar mais confortável se não aparecer só com a minha camiseta pra minha mãe. - Sorrio e pego a calça, a vestindo rapidamente. A calça fica enorme em mim mas é melhor que andar de calcinha pela casa do Jungkook com a mãe dele na casa. Jungkook pega a minha mão e juntos fomos para a cozinha, que estava vazia. - Acho que ela não tá aqui. - Jungkook pega um bilhetinho em cima da mesa da cozinha e me mostra. - O que você quer comer?

- Qualquer coisa. - Respondo, me sentando no balcão da cozinha. Jungkook apenas vai no armário e pega um saco de pão e algumas coisas na geladeira.

- Você gosta de sanduíche? - Jungkook pergunta enquanto começa  a preparar o primeiro sanduíche.

- Eu gosto de tudo que não tenha picles. - Jungkook dá risada.

- Picles é muito bom, como você não gosta? - Jungkook faz uma cara de indignação de brincadeira.

- É horrível, tem um gosto péssimo. - Digo entre risos. Jungkook termina de preparar os sanduíches e me entrega um.

- Espero que você goste de presunto e queijo. - Sem responder, dou uma grande mordida no sanduíche, fazendo Jungkook gargalhar. - Pelo visto você gosta. Ele se senta ao meu lado, começando a saborear o seu sanduíche também.

Após comermos, trocamos de roupa  e Jungkook me levou até a minha casa com o carro da minha mãe, já que seria muito mais seguro ele dirigindo do que eu. Chegando na porta, Jungkook olha pra mim.

- Eu nem sei como te agradecer por tudo S/n. - Olho para o mesmo e sorrio.

- Não precisa agradecer, eu fiz tudo isso porque eu me importo com você. - Dou um beijo terno em Jungkook e me despeço, mesmo não querendo sair de perto dele. Espero o uber dele chegar e entro em casa, já sentindo falta de sua presença.

Alguns dias se passaram e consegui conversar com Jungkook apenas por mensagens  e telefonemas. Hoje teria uma festa na casa do Noah, que pelo visto não tem dó da sua casa, já que a cada festa que acontece lá, alguma coisa sai quebrada. Mas eu não estava muito afim de ir, já que nunca fui fã de festas.

Me assusto quando Sarah entra no meu quarto do nada, e a olho com uma cara feia, mas ela não se importa, já que ela é sem vergonha mesmo.

- Você podia me avisar que ia vir? - Taco um travesseiro em sua direção e a vejo resmungar.

- Você vai pra festa de hoje né? - Sarah se senta na minha cama, enquanto me encarava.

- Não, vou ficar em casa assistindo à gatinhas e gatões. - Sarah faz uma careta e bufa.

- Sem essa, as férias estão acabando e você vai ficar trancada nesse quarto sem aproveitar os últimos dias de férias? - Sarah tira o controle remoto da minha mão, me fazendo fuzilá-la com os olhos. - Vamos! Por favorzinho. Até o Jungkook vai poxa. - Sarah faz uma cara de dó, juntando as suas mãos. 

- Tudo bem, mas se eu achar que está entediante, eu vou embora. - Digo, sem paciência e vejo Sarah dar um gritinho de alegria.

- Vem, vamos nos arrumar. - Sarah me puxa contra à vontade da cama e começa a remexer no meu armário em busca de uma roupa.

Por fim, terminamos de nos arrumar. Sarah colocou uma blusinha de renda com uma calça jeans apertada com sua bota coturno, já eu coloquei apenas uma calça jeans com uma regata simples, e um tênis All Star. Pegamos carona com Noah, que foi nos buscar em minha casa com seu carro. Em alguns minutos chegamos à festa e como sempre, haviam adolescentes caídos na grama em frente da casa, outros apenas conversando já embriagados e o interior da casa provavelmente estava abarrotada de gente. Sarah foi direto pegar uma bebida com Noah, ela me ofereceu uma mas recusei, eu odeio o gosto da bebida. Andei pela casa - cheia de gente - à procura do Jungkook, mas nada. Pelo menos se eu o encontrá-lo, ele me faz companhia. Cheguei até a sala quando o vi. Meus pés congelaram ali mesmo, eu não consegui sair do lugar. Vi o Jungkook abraçado à outra garota sentados no sofá. Eles provavelmente eram amigos, já tinha visto a garota na roda de amigos dele, então seria besteira sentir ciúmes.

Seria? 

Respirei fundo e me aproximei lentamente até a roda onde ele estava sentado. Sarah logo veio atrás de mim, me segurando pelos ombros.

- E aí? O que estão fazendo de bom? - Sarah se senta e logo me puxa pra sentar também. O Jungkook olha pra mim, com uma cara de impressionado. Ele ia falar alguma coisa quando é interrompido. Eu apenas abaixo a minha cabeça e fico em silêncio. Sarah me vê e logo percebe o que estava acontecendo.

- A gente ia brincar de verdade ou desafio? Querem brincar? - Um dos caras que estavam sentados na roda pergunta, e Sarah olha feio pro Jungkook antes de responder.

- Nós vamos sim. - Sua voz era séria, mas eu fui a única a perceber. Logo, o pessoal começou a rodada e tomei coragem para olhar para o Jungkook novamente,  foi a pior coisa que eu fiz. A garota que estava abraçada à ele sussurrada algo em seu ouvido enquanto Jungkook dava risadinhas. Eu simplesmente queria gritar, chorar, sair dali correndo, mas o que eu fiz foi me torturar. Eu simplesmente não estava entendendo o que estava acontecendo com Jungkook. Logo, a garrafa girou, parando na piranha que estava dando em cima do Jungkook. Um cara alto, com um piercing na sobrancelha a desafiou a ficar sentada no colo do Jungkook a rodada inteira. Por um momento pensei que ele ia recusar, dizendo que tem namorada, mas pelo contrário, ele simplesmente deixou a garota sentar em seu colo. Aquilo me partiu, me deixou com muita dor no peito. Sarah rangiu os dentes e segurou a minha mão.

- Que desafio mais idiota, como se eu já não fizesse isso antes. - A garota sentada no colo de Jungkook falou enquanto colocava seu braço em volta do pescoço de Jungkook. Não aguentei tanta pressão, então eu apenas peguei o copo da Sarah de sua mão e bebi tudo, fazendo uma pequena careta por ser péssimo. Sarah me olhou espantada, e senti o olhar de Jungkook sobre mim, mas eu apenas ignorei.

Enquanto o jogo passava, eu bebia mais das garrafas que estavam em cima de uma mesinha. Eu não estava me importando o que tinha dentro da garrafa, eu só queria esquecer tudo isso. 

- Verdade ou desafio gatinha? - Olho pro cara que me perguntou e olho pra garrafa no chão que estava apontada pra mim. 

- Verdade. - Minha voz sai meio trêmula, não sei se era vontade de chorar ou se porque eu estava bêbada, mas não me importava com isso também.

- Você é solteira? - Sinto uma certa malícia em sua voz, o cara provavelmente estava à fim de mim. Eu olhei pro Jungkook, que me encarava.

- Eu sou comprometida. - Digo sem tirar os olhos de Jungkook, que franze o cenho. Escuto o cara que me perguntou dizendo um "que pena" e Jungkook range os dentes.

Dou mais um gole na bebida quando giram a garrafa. Eu já havia perdido a noção de tudo, nem sabia o que estava rolando, quando sinto um movimento brusco à minha frente e... 

Meu coração se parte.

A garota que estava sentada no colo do Jungkook o beija, e naquele momento, naquele exato momento sinto o meu chão afundar. Sinto as lágrimas correrem pelo meu rosto  uma dor imensa atinge meu coração. Sarah que estava ao meu lado se levanta e joga a outra bebida dela os dois, fazendo a garota xingar a Sarah.

- Seu filho da puta! - Sarah se altera e todos ficam completamente confusos. Em meio disso tudo, me levanto do chão e Jungkook olha pra mim. Me viro e saio andando pela casa lotada.

- S/n ! - Escuto sua voz logo atrás de mim, e logo sou segurada pelo Jungkook, que segura o meu braço.

- Não encosta em mim! - Grito, enquanto dou um tapa em seu rosto. Ele olha pra mim espantado. Me solto de sua mão e tento manter distância. - O que isso significa pra você? - Mostro a minha aliança de compromisso em meu dedo, aos prantos. - O que essa porra significa pra você? Mais uma conquista? Ou mais um boquete feito? - Sinto os olhares alheios em nós, mas à essa altura eu nem me importava mais.

- S/n, me escuta, por favor... - Jungkook então se aproximar mas eu recuo, e vejo tristeza em seus olhos. 

- Eu não quero ouvir mais nada. - Dessa vez eu digo calmamente. - Só... fica longe de mim. - Dou as costas e me enfio no meio da multidão pra não ser achada por ninguém. Abri uma pequena porta embaixo da escada e adentrei. Era um pequeno depósito mas tinha um espaço perfeito para eu me encolher e ficar por lá a festa toda, ou a vida toda.

Eu estava com dor, com muita dor. Acho que apanhar de ferro seria menos doloroso do que a dor que eu estava sentindo no momento. Jungkook me usou? Então era isso? Ele simplesmente disse que me amava só para me convencer a ir pra cama com ele? Isso doía muito, porque eu o amava demais pra aceitar isso, e eu só queria que essa dor passasse, que isso não bastasse de um pesadelo horrível.

Um pesadelo na qual eu imploro para acordar.


Notas Finais


NÃO ME MATEM !!
Eu sei, eu sei, Jungkook foi um babaca, mas as coisas vão se resolver HAUSHAJSHSJS
Desculpe pelo capítulo curtinho, o próximo capítulo vai ser maior, bem maior :3
Espero muito que vcs tenham gostado e me perdoem por qualquer erro, meu corretor anda me odiando, porque não é possível ;-;
Um beijo de luz ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...