História Nosso segredo - (Yuri) - - Capítulo 10


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 55
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Perdi a capa poha;'^';

Capítulo 10 - Mudanças..


Fanfic / Fanfiction Nosso segredo - (Yuri) - - Capítulo 10 - Mudanças..

{...}

{6:00}

Era mais um dia, mas um pouco diferente, o céu estava nublado, pássaros estavam caçando comida, pessoas saiam agasalhadas, e uma fria brisa predominava a cidade, estava nevando.

-Filha, acorde, vamos embora hoje..- disse nicolle, mãe de Ayumi, estava usando uma calça azul grande, botas para frio, um grande casaco rosa com mangas azuis, uma touca da mesma cor, um cachecol com as cores do arco-íris, os cabelos estavam soltos e penteados, e com uma mochila amarela em suas mãos. Enquanto tentava acordar sua filha, que dormia serenamente, encolhida nas quentes cobertas, que agora, abriu lentamente os olhos, se acostumado com a luz que as cortinas da janela transpareciam, os piscando algumas vezes. Virou-se para trás e viu sua mãe, com uma expressão cansada ,e triste ao lembrar que elas iriam embora, e claro, sabia que a partir daquilo, teria muitas mudanças a sua frente. Não sabia se eram boas ou ruins, mas se estivesse com sua mãe, estaria tudo bem.

-bom dia , mãe..- disse num tom cansado, coçando os olhos. Levantou-se, sentando na cabeceira da macia cama que lhe possuía.-eu já arrumei sua mochila, arrume-se, já vamos sair..- disse cabisbaixa, deixando cuidadosamente sua mochila no frio chão, a apoiando no pé da cama de sua filha. Ayumi Levantou-se, indo em direção ao banheiro que estava ao lado, o adentrando.

{...}

Ayumi saiu de seu quarto calmamente, usando uma saia rosa com listras brancas, um casaco roxo claro, uma touca azul, meias brancas longas com um laço roxo, e uma manta de frio, carregando sua mochila rosa e uma mochila amarela(a de sua mãe), Deparando-se com sua mãe(ou nicolle, como preferir) colocando chá quente em uma das xícaras de uma bandeja, que preparava encima da bancada da cozinha, a mesma tambem possuía dois pães quentinhos com manteiga, o aroma do chá rodeava a cozinha, fazendo Ayumi dar um sorriso de canto, caminhando em direção a sua mãe.

Um tempo depois, terminaram seu café, pegaram suas mochilas e saíram daquela casa, a casa que destruiu sua família.

{...}

Estavam andando pelas ruas, não muito Longe dali, decidindo o que iriam fazer, ou onde iriam ficar.

De repente, viram na janela de uma casa, um folheto que chamou atenção de ambas.

"Procura-se acompanhante de quarto"

- mãe, podemos ver se ainda tem vagas- disse, pegando o folheto.

-ah, sim, filha..- disse feliz, com esperança de que encontrasse um lugar para morar, que não tivesse um bêbado idiota a traindo.

E então, Ayumi caminhou calmamente até a porta da casa, a deu leves batidas, logo, tendo como resposta um "já vai" de uma voz feminina, mas sentiu algo estranho, sentiu que conhecia essa voz, que era a voz de alguém importante...

Apos Alguns segundos , A porta foi aberta por mais nem menos que Haike, que estava apenas com uma toalha enrolada sobre seu corpo, e com os cabelos molhados, indicando que havia saído do banho.

Quando se entre-olharam, sentiram suas bochechas queimarem, ao perceber que Haike estava quase nua em frente à garota que gostava.

-ah, olá! Gostaríamos de saber se ainda tem vagas para acompanhantes- disse nicolle, mostrando o folheto que havia na janela da residência da mesma.

-ah, claro! Tem uma vaga para vocês sim, só me deixem trocar de roupa antes..- disse envergonhada, abrindo espaço para ambas entrarem, e foi o que fizeram, subindo as escadas rapidamente, provavelmente indo em direção ao banheiro.

-Mãe..- disse seria.

-Sim, filha?- disse, virando-se em frente para a mesma.

-o que vamos fazer agora? Nós abandonamos o papai, e você não tem um emprego para nos sustentar..- disse cabisbaixa.

-Eu vou procurar um emprego Amanhã, não se preocupe..- disse, com um sorriso contente, pegando a mão da filha, que deu um sorriso de canto com o ato.

-Mãe, porque o papai ficou assim?- disse desfazendo o sorriso.

-Bom..Ele não ficou assim só agora, nos éramos uma família feliz antes de nos mudamos? Quase isso, seu pai já bebia antes, mas saia para beber escondido, e quando o pegava, nos brigávamos enquanto você dormia, mas nos sempre choravamos depois e pedíamos desculpa um pro outro, e dormíamos abraçados, as vezes transamos, mas ele nunca me traiu, tirando isso, éramos uma família feliz antes..- disse seria.

Logo, ambas ouviram passos vindo da escada, se dando de cara com Haike, estava usando uma calça preta com algumas partes um pouco rasgadas, um casaco vermelho cereja com mangas longas que ia até o meio de suas coxas, meias brancas, e um tênis azul com listras brancas.

-oi..- disse com as bochechas ruborizadas, encarando Haike, ela realmente estava um tanto fofa com aquela roupa.

Autora: oxe minina vai paquera os personagem é-'_'-

Narradora: e tu que nem consegue arrumar alguém pra paquerar >:v

Autora: vou paquerar sua mãe arrombada do krl nem sei pq te pago>:v

Narradora: paçoca não salgada não é um pagamento7^7

Autora:mas vc gosta de comer;'^';

Narradora: no dia que as narradoras começarem a ser pagas o palmeiras vai ter mundial>:v

Autora: não reclama que eu posso te demitir>:v

Narradora: e eu posso te processar por maltratar os funcionários>:v

Autora: e eu resolvo isso com um advogado :3*pega um taco de baseball escrito advogado*

"O episódio acaba por aqui porque tivemos um "probleminha" com a autora, vamos escrever a continuação em breve

Com meu Pau na sua boca ,a produção"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...