História Nosso segredo - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mei, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruhina, Narusaku, Naruto, Romance, Sasosaku, Sasuhina
Visualizações 232
Palavras 1.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 24 - Tentando esquecer



Hinata Hyuga

Assim como Sasuke kun me explicou eu estava fazendo. Eu confesso que não sabia nada de animes e que passei esses dois dias pesquisando sobre isso, Sasuke me disse sobre tudo o que Naruto gostava e me disse que eu tinha que ser corajosa e tentar pelo menos pegar na mão de Naruto no cinema. Era estranho, eu me sentia cada vez mais solta perto de Sasuke kun, ele me compreendia bem e nós conseguiamos conversar bem, eu nem mesmo conseguia falar essas coisas com a Temari, ten ten ou a Karin que eram as minhas amigas mais próximas. Graças a ele eu estava indo tão longe com o Naruto kun e tendo coragem de fazer algo que com certeza eu não conseguiria antes..

Eu coloquei a minha mão por cima da mão de Naruto, que repousava sobre a sua perna, eu não conseguia encara-lo de tanta vergonha. Eu olhava direto pra tela do cinema sem piscar, eu não estava prestando atenção em nada do filme, por mais que meus olhos estivessem fixos na tela do cinema.

Ai meu coração parecia que ia sair pela boca. Ele não tirou a sua mão, eu me senti mais aliviada por isso, estava aos poucos me acalmando e me acostumando com a minha mão ali, quando de repente ele vira a sua mão e entrelaça os nossos dedos. Ai não, eu vou ter um treco aqui, agora mesmo.

Eu fiquei o filme inteiro sem olhar para a cara do Naruto, quando acabou, ele me olhou e me chamou.

- Hinata?

- O-o q-que? - Ainda não conseguia encara-lo.

- Por que está olhando tão atentamente pra tela se o filme já acabou? - Disse ele me fazendo eu me tocar.

Eu me virei e o vi sorrindo para mim.

- D-desculpa.

- Não precisa pedir desculpas, vem, vamos embora.

- S-sim..

Ele se levantou, mas não soltou a minha mão, ele me puxou e saímos juntos de mãos dadas do cinema.

- Você quer tomar algum sorvete Hinata?

- N-na verdade e-eu preciso voltar pra casa, meu pai disse pra eu voltar antes das 22hs e já são 21h00

- Está bem, eu te levo.

Ele me acompanhou o tempo todo, pegou o trem comigo e foi até a minha casa sem soltar a minha mão, como se fosse a coisa mais natural do mundo, eu fiquei o tempo todo sem jeito, mesmo com a minha mão suada ele não me soltava, Naruto kun era mesmo incrivel.

Chegamos em frente a minha casa, ele então soltou a minha mão e sorriu para mim.

- O-obrigada N-naruto kun.

Senti falta do calor de sua mão.

- Que isso Hinata! - Ele coçou um pouco os seus cabelos e sorriu.

- E-então, até segunda! Eu gostei muito de assistir filme com voce.

- Eu também. - Apesar de eu nem saber do que se passou no filme.

Ele se virou e foi embora, meu coração ainda estava acelerado. Eu deveria ter perguntado a ele sobre isso, mas não consegui. Cheguei em casa e fui correndo pro meu quarto ligar pro Sasuke kun, Hanabi me chamou, mas eu a ignorei de tão empolgada que eu estava.

- Alô?

- Sasuke kun funcionou! - Disse de forma alegre.

- Sério? Eai ele te beijou?

- Não, mas segurou a minha mão o tempo todo..

- Que bom Hinata, eu fico feliz por você, espero que vocês deem certo.

- O que foi Sasuke kun, você não parece muito animado.

- Eu? Ah não é nada, só alguns problemas da vida.

- Entendi, era sobre o que você me disse hoje? S-se voce quiser desabafar comigo, eu estou aqui. Sabe você tem me ajudado tanto, por isso eu gostaria de te ajudar.

- Você é um anjo Hinata.

- A-anjo? - Fiquei envergonhada.

- Sim, um anjinho que.. Que eu acho lindo!

- S-sasuke kun, e-estou ficando sem jeito.

- Desculpe, não precisa ficar assim. Preciso desligar, nos falamos mais tarde ta bom?

- S-sim..

- Até mais!

- Até!

Desliguei o celular, por um segundo me senti tão feliz de ouvir Sasuke kun me dizendo aquilo, mas também preocupada com ele. Por mais que meu dia tenha sido incrivel, não consegui parar de pensar no que Sasuke kun me disse e não deixar de me preocupar com isso.

- Quem era Hina? - Perguntou Hanabi.

- Um amigo.

- Amigo? Por acaso era aquele cara lindo que estava te esperando na frente de casa? 

- Hanabi, f-fale baixo.

- Hmm, Hinata não sabia que você era assim.

- A-assim como?

- Sai com um e depois volta com outro.

- HANABI! 

Ela começou a rir 

- Aiai, minha irmã só se faz de santinha, mas sai com dois gatinhos ao mesmo tempo.

- N- não é nada disso!

-Sei..Toma cuidado pro papai não ficar sabendo disso. - Ela fez uma cara safada e fechou a porta.

Ai não, agora vou ter que dar um jeito na minha irmã, espero que ela não diga esses absurdos pro meu pai.


Naruto Uzumaki

Eu sou um idiota, usando uma garota boa como a Hinata pra esquecer da minha sensei, eu não presto mesmo.

Resolvi ir até um lugar aonde eu me esquecia dos problemas, o fliperama, mas por mais que eu jogava, eu me lembrava do dia do nosso primeiro beijo, que merda, aquele lugar não era o suficiente para me fazer esquecer ela. Saí frustrado do fliperama, quando olhei pra um barzinho, não pensei duas vezes, por mais ridiculo que pudesse ser, eu queria dessa vez beber até não aguentar mais e reclamar da minha vida com o garçom.

Entrei naquele lugar, eu ainda tinha 70 reais no bolso, o suficiente pra encher a cara de álcool. Por sorte eles não pediram meus documentos e quando perguntaram a minha idade, eu disse que tinha 18.

Pedi a primeira garrafa de vodka, e bebi, foi difícil engolir tudo, já que eu nunca havia bebido antes. Na segunda foi bem mais fácil, eu estava maluco de fazer isso por causa dela, mas eu não me importava, eu só queria esquecer.

- Garçom, me dá mais.. - Eu já estava tonto demais pra raciocinar. Ele me olhou meio estranho.

- Você é mesmo maior de idade?

- Eu sou, sou maior de idade e o maior idiota desse mundo que não tem a capacidade de esquecer uma mulher.

- Ai meu Deus, mais um reclamando de mulher, daqui a pouco vou ter que tirar meu diploma de psicólogo. - Ele saiu e me trouxe outra garrafa.

Eu já estava na terceira garrafa, quando avisto minha sensei com uma loira.

Eu estou sonhando? Estou tão bebado que estou vendo a minha deusa?

- S-sensei?

Eu estava tonto, nunca havia bebido antes, não imaginava que era tão fraco assim pra bebida.

E então eu caí debruçado na mesa ao ver ela.. E tudo o que eu escutava era a sua doce voz me chamando..

- Naruto!!!!!!




Notas Finais


Naruto só faz cagada tambem kkkkk

Espero que tenham gostado.. Não sei muito oque dizer sobre esse capitulo.. 😅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...