História Nosso segredo - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mei, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruhina, Narusaku, Naruto, Romance, Sasosaku, Sasuhina
Visualizações 286
Palavras 2.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 25 - Eu admito, me apaixonei por ele!


Sakura Haruno

Eu acordei frustrada, o que eu poderia fazer agora que posso estar grávida?

Me levantei da cama e Sasori estava ao meu lado, dormindo, no momento em que ele chegou ontem a noite eu simplesmente fingi que estava dormindo. Enquanto essas marcas de chupões não sumirem, eu não posso deixar ele ver. Ainda bem que já está desaparecendo. Ah esse Naruto só me coloca em momentos complicados.

Fui para a cozinha tomei café, e então ele acordou.

- Bom dia! - Disse ele.

- Bom dia! - Respondi de forma seca sem encara-lo.

Ele sentou-se ao meu lado, e começou a arrumar o seu café da manhã para comer.

O clima era estranho, não nos falavamos mais como antes.

- Sakura, por que você têm ficado tão calada ultimamente?

- Eu estou quieta? Nem percebi

- Se foi por aquela noite, eu peço desculpas, não queria te agredir, mas você é teimosa e não me escuta, você podia ser mais compreensiva e entender que vai ter um marido que pode te sustentar, você não precisa mais trabalhar.

- Eu já disse Sasori, que amo o que eu faço, eu não vou largar o meu emprego por um ciúmes seu.

Ele me encarava sério, enquanto tomava o seu café.

Assim que terminou, ele respirou fundo e pegou na minha mão que estava sob a minha perna e se aproximou de mim.

- Sakura eu amo você, tudo o que eu faço é porque eu te amo. - Ele encarava diretamente nos meus olhos parecia tão convicto, e pensar que por algum momento eu acreditei que ele só estava nervoso, e que ele era o certo para mim. Mas hoje eu percebo que a pior cagada que eu fiz, foi deixar o Naruto, eu sinto falta dele, eu sinto falta do seu toque, do seu sorriso sincero, dos seus olhos brilhando sempre quando me vê, dos seus beijos carinhosos, da sua compreensão, do seu jeito bobo de ser. E agora eu sofro por ficar sem ele, por ter medo de admitir que na verdade eu, uma mulher como eu, me apaixonei por um adolescente.

Tirei a minha mão de baixo da sua e me levantei pegando o meu prato e o copo para lavar.

- Você não vai dizer nada Sakura? Eu estou dizendo que te amo, você não acerta uma mais, me ignora, me retruca. Antes de começar a trabalhar você era uma mulher muito mais obediente.

- Sasori, o que você acha de cancelarmos o nosso casamento?

Um minuto de silencio pairou sobre o ambiente, a única coisa que se ouvia era o barulho da água da pia caindo sobre a louça.

- O que você disse Sakura? - Senti que ele foi se aproximando aos poucos.

- E-eu disse que quero cancelar nosso casamento. - Respirei fundo soltando aqielas palavras de uma vez.

- Sua vadia! Você tem outro?

- Eu não tenho ninguém, eu só não aguento mais as suas ameaças e agressões. - Fechei a torneira, mas ainda não me atrevi a virar para o seu lado.

- Agressões? Sakura eu estou sendo é muito bom com você, eu poderia te deixar trancada e nunca mais permitir que você saísse de casa.

- Você é um cretino, só não faz isso por que sabe que meus pais vão descobrir o que você faz comigo. - Dessa vez eu me virei nervosa pra ele. Mas me assustei no momento em que o vi com uma faca na mão, muito próximo de mim.

- SE ATREVA A CANCELAR O NOSSO CASAMENTO, QUE EU VOU TE SEGUIR AONDE VOCÊ FOR, E SEJA QUEM FOR QUE ESTIVER AO SEI LADO, EU NÃO VOU PERMITIR QUE TE TIRE DE MIM, PORQUE SE NÃO FOR PRA SER MINHA, VOCÊ NÃO SERÁ DE MAIS NINGUÉM, ENTENDEU? - Ele apontava a faca na minha cara, me encarando com ódio, meu coração batia rapidamente, meu corpo todo tremia de medo.

- S-sim..

Ele sorriu.

- Que bom que você entendeu. Minha cereja! - Ele me deu um celinho e me chamou pelo apelido que sempre me chamava quando nós nos conhecemos, a diferença é que antes eu gostava, hoje eu sinto repúdio todas as vezes que ele me chama assim.

Depois disso, Sasori foi tomar banho e se arrumou.

- Vou pra uma reunião importante, e depois teremos confraternização do pessoal do escritório, junto com o Sai e o seu pai, não espere que eu volte tão cedo. 

Ele saiu e me deixou ali sozinha. Eu não me importava, não queria que ele voltasse mesmo. Agora eu pelo menos tinha paz por algum momento. Chorei por alguns minutos e adormeci no sofá, acordei mais aliviada daquele susto que eu passei, mas o medo e a preocupação ainda se mantinham dentro de mim. Decidi então ligar para Ino, eu precisava dela do meu lado, pois eu estava decidida a ir na farmácia e comprar um teste de gravidez.

- Alô? sakura

- Oi Ino? Como você está? E seu bebê?

- Ahh Sakura depois de amanhã vamos descobrir o sexo do bebê!

- Que bom Ino, estou muito feliz por você, de verdade.

- Ai Sakura você não tem noção do quanto eu estou feliz. E você? Como está?

- Ah, estou bem..

- Sakura eu te conheço, se você me ligou com essa voz triste, é por que não está bem, pode me contando tudo. O que o Sasori fez dessa vez?

- N-nada, eu não quero te precoupar.

- Fala agora testuda!

- Está bem, Sasori me ameaçou novamente..

- Ai Sakura se eu soubesse que isso iria acontecer eu jamais teria incentivado o noivado de vocês.

- Você não tem culpa Ino, eu também não conhecia esse lado dele, doente de ciúmes. Eu disse que queria cancelar o casamento, e ele ficou muito nervoso, e ameaçou me matar apontando uma faca pra mim.

- Ai meu Deus Sakura, eu não consigo acreditar nisso, Sasori é um cara tão gente boa, como esperar isso de alguém como ele? Será que talvez ele nao esteja passando por algum momento difícil? Eu não sei, eu acho inacreditável uma pessoa como ele fazer isso.

- E isso ainda não é o pior..

- Tem mais coisas?

- Sim.. E-eu, eu acho que estou gravida.

- Mentira??

- Não, pior é que é verdade. E eu queria que você estivesse ao meu lado quando eu fizer esse teste, porque eu sinceramente não sei como vou reagir.

- Claro que sim Sakura. Caramba, se você estiver mesmo gravida, nossos filhos terão quase a mesma idade, isso vai ser muito bom!

- Pois é..

- Você não parece nada animada.. Já contou pro Sasori?

- Não! E nem pensar em falar pro Sai entendeu?

- Então vem aqui, e vamos ver primeiro e depois resolvemos o que fazer.

- Está bem.

Desliguei o celular, e saí de casa, fui até a farmácia e comprei o teste e depois passei no apartamento da Ino, que ficava no bairro aonde Naruto morava, pra variar lá estava eu novamente pensando nele.

Entrei em sua casa e fui até o banheiro dela, ela estava muito empolgada enquanto eu morria de medo de dar positivo. Mal sabia ela que eu não queria ter um filho de jeito nenhum.

Assim que eu fiz o teste, esperei um tempo para ver o resultado. Saí do banheiro em choque.

- Sakura? Me fala? Está ou não está?

Eu apenas ergui o teste e mostrei para ela sem nem mesmo deixar de olhar pro chão assustada.

- Deu positivo Ino, eu estou esperando um filho!

Ela me abraçou, e eu ainda com aquela cara assustada, como se eu estivesse vendo um fantasma na minha frente.

- Sakura porque essa cara?

Eu a olhei e as lagrimas começaram a cair.

- Sakura o que foi? Não precisa ficar assim, um filho é uma benção de Deus na vida da gente.

- Não Ino, voce não entende, eu não posso ter esse filho.

Não acredito que um dia de descuido gerou isso, eu estou perdida..

- Eu sei que o Sasori tem sido ruim com você, mas se ele souber desse filho, ele com certeza pode melhorar com você e voltar a ser o mesmo Sasori de antes. Um filho vai deixa-lo muito feliz, já que ele sempre quis ter um com você.

O problema não é esse.. Mas eu não tinha coragem de contar a Ino, o que ela pensaria de mim?

Minhas lagrimas cairam sem parar, eu parecia que ia desmaiar. Ino me levou até o sofá e pegou um copo de água com açúcar, sentou-se ao meu lado e me deu o copo para eu beber.

Eu tremia enquanto tomava aquele líquido.

- Preciso de algo mais forte, eu preciso encher a cara.

Me levantei em desespero.

- Não Sakura, pode fazer mal pro bebê!

- Eu não me importo!

Ino tentou me segurar, mas ela não conseguiu, ela decidiu ir atrás de mim, pois estava com medo de eu cometer alguma loucura.

Passei próximo ao lugar aonde dei o meu primeiro beijo com o Naruto, por um momento eu parei e admirei aquele lugar.

- Sakura o que você está olhando?

As lágrimas voltaram, eu me virei para ir em direção ao barzinho, Ino foi comigo.

- Sakura não faça isso!

- Eu preciso me livrar desse tormento dentro de mim..

Entrei em desespero, quando sinto o meu coração acelerar ao ver o Naruto ali, mas ele estava debruçado sob a mesa, cheia de copos e garrafas de vodka.

- Ai meu Deus..

Fui na direção dele, quando ele fechou os olhos.

- Naruto!! Naruto!!?

- Sakura, quem é ele? - Perguntou Ino

- Um aluno meu.

Naruto abriu os olhos novamente e sorriu.

- Eu estou sonhando? Estou vendo uma deusa na minha frente?

Ai esse idiota..

- Você é maluco Naruto? Nunca bebeu e quando bebe pega duas ou três garrafas de vodka? Você quer morrer?

- Se eu morrer de amor, irei morrer feliz.

Ino olhava estranho pro Naruto.

- Esse garoto está se embebedando por causa de mulher nessa idade?

Não respondi nada. Achei melhor ignorar esse comentário de Ino. E esses infelizes que ainda vendem bebida pra um garoto de 16 anos, como pode isso?

- Vamos Ino, me ajude a levar ele pro seu apartamento.

- o meu oque? Tá maluca Sakura?

- Eu não posso deixar ele aqui assim.

- Liga pra mãe dele vir buscar ueh!

- Do jeito que ele esta?

- Ele quem procurou isso..

Eu pensei em fazer isso, mas eu não podia deixa-lo mais tempo ali sozinho, eu sei que ele faria o mesmo por mim..

- Não posso ino, eu não posso abandona-lo..

- Sakura, do jeito que você fala parece até que tem algum tipo de intimidade com ele.

- Nós conversavamos juntos, enquanto pegavamos o mesmo trem.

- Entendi, está bem, mas precisa ser logo, você sabe que quando for quase 00h00 o Sai vai estar em casa.

- Sim, eu sei, é só pra dar um banho gelado nele. Eu prometo depois disso levar ele até a casa dele.

- Está bem, vamos!

Nós o levamos até o apartamento da Ino, no caminho Naruto ria e tentava beijar o meu rosto, falando coisas como : - Eu sabia que você não ia me deixar..

Ino óbvio que estranhou tudo aquilo..

Chegando lá o joguei no sofá, pois ele estava andando com dificuldade e estava pesado para mim.

- Sakura sensei, vem aqui minha deusa, me dá um beijo.

- Sakura esse seu aluno é bem safadinho em.

- Não liga pra essa loira intrometida, vem aqui ser minha de novo..

Eu olhava aflita pra Ino, torcendo pro Naruto calar a boca.

- Sinto tanta falta da sua boquinha, de você gemer o meu nome com a sua voz tão doce.

Ino me olhava de boca aberta.

- S-sakura o que ele está dizendo?

- V-você sabe Ino e-eu disperto muitos fetiches nos alunos, ele só está imaginando coisas.

- O jeito como ele fala de você, e como você agiu com ele, não me parece uma simples relação de aluno e professora. Sakura me fala a verdade?

Ai meu Deus o que eu faço agora..

- SAKURA!

- O q-que foi?

- eu te conheço, me fala a verdade, por que esse menino fala de você com tanta intimidade?

- Sakura sensei, fala pra essa loira esquisita que a gente se ama, fala pra todo mundo que você é minha e não daquele chifrudo revoltado do seu noivo.

Ino me olhou chocada.. Droga, agora que eu não ia conseguir esconder mesmo, Naruto seu idiota, nunca mais te ajudo se te encontrar caído de bebado.

- E-ele sabe do Sasori?

- Sabe.. - abaixei a cabeça envergonhada.

- Sakura você..

Agora eu não tinha escapatória...




- Sim Ino, eu e Naruto tivemos um caso e eu me apaixonei por ele!


Notas Finais


Vixeee.. Esse segredo ja esta se revelando aos poucos..
Sasori muito cruel..
E Naruto coitado, não sabe nem o que esta falando kkkk..
Espero que tenham gostado 😜😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...