História Nosso segredo - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mei, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruhina, Narusaku, Naruto, Romance, Sasosaku, Sasuhina
Visualizações 158
Palavras 2.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 26 - Revelando o segredo..


Sakura Haruno


- Sim Ino, eu e Naruto tivemos um caso e eu me apaixonei por ele!




- O QUE? - Ela me olhava de boca aberta.

- Sim, é isso mesmo que você entendeu.

- Sakura? Ele é seu aluno..

- Eu sei..

- E você foi pra cama com seu aluno?

- S-sim..

- Ai meu Deus! Ai meu Deus!!!

Ino colocou as mãos no rosto em choque.

- Voce é maluca Sakura, se descobrirem isso voce perde o seu emprego, quantos anos esse garoto tem?

- 16!

- DEZESSEIS? DEZESSEIS??? VOCE É LOUCA?? SUA TARADA!

- Não fale assim da minha deusa, ela é maravilhosa no sexo, mas não é nenhuma tarada.

Naruto ainda falava mesmo não entendendo nada do que estava acontecendo ali.

- Olha ele não é assim tá, ele só está bêbado.. - Disse pra Ino que olhava perplexa pra cara do Naruto

- O Sasori vai te matar, se não matar vocês dois juntos.

- Ino, eu te imploro, não conta nada a ninguém, por favor..?

- Com quantos alunos você já foi pra cama?

- INO!!! - disse nervosa, como ela pode pensar algo assim de mim..

- Desculpa Sakura, mas é que isso é estranho.

- O Naruto foi o segundo na minha vida. Eu nunca tive mais ninguém além do Sasori e dele.

Me sentei no sofa, próxima aos pés de Naruto, ele se levantou, trocou de lado e se deitou no meu colo me abraçando.

- Por favor sensei, não volta pra ele..

Ele fechou os olhos e remecheu a sua cabeça sobre o meu colo, eu sorri e comecei a acariciar os seus cabelos. Ino que ainda parecia processar toda aquela informaçao nos olhava chocada.

- Sakura você está mesmo apaixonada por ele?

- Sim, no inicio eu achava que era apenas um desejo, mas esse garoto foi me conquistando, demorou pra eu admitir, mas acabei descobrindo que estou apaixonada por ele.

- Hmm, é você não é nada burra em, ele até que é bem bonito e deve ser bem mais potente que o Sasori.

- INO!!

- ah Sakura eu duvido que o Sasori tenha o mesmo vigor que um jovem de 16 anos. - Ino olhava pro Naruto com cara de safada.

- Para de olhar pra ele com essa cara sua safada!

- Desculpa, só estava imaginando.

- Depois eu quem sou a tarada. Mas voltando ao assunto, você tem razão. Teve vezes que nós faziamos umas 4 ou 5 vezes no mesmo dia na época em que eu estava morando no hotel, ele passava o dia inteiro lá comigo.

- Que safada! Sakura você tem muito fogo aí em baixo em! - Ino sorriu maliciosamente.

- Sensei você está pegando fogo? - Naruto ainda tonto tentou levantar preocupado.

- Não Naruto, fica quieto e dorme! -Puxei ele de novo pro meu colo. Ele deitou e abraçou a minha cintura novamente.

- Eu vou apagar o fogo da minha deusa..

Ino começou a rir. E eu não sabia aonde por a cara..

- Sua porca, você está me deixando constrangida.

- Você está constrangida? Imagine eu que acabei de saber que minha melhor amiga é uma professora que tranza loucamente com o seu aluno. - Ela continuou a rir

Depois da Ino ficar rindo de mim e da minha vergonha, ela continuou a fazer suas perguntas..

- Quanto tempo faz então que vocês estão tendo esse caso?

- 5 meses, des do dia em que você me contou que estava grávida.

- Meu Deus! Como você conseguiu esconder isso do Sasori? Você transava na escola sua louca?

- Na enfermaria, na biblioteca, no banheiro, na sala, no laboratorio, em tudo..

- Ai caramba, não sabia que você era tão pervertida assim, Sakura você me impressionou. 

- E-eu não sou pervertida.. Só estou apaixonada..

- E pelo jeito ele também é doido por você. Eu jamais poderia imaginar que esse menino estaria bebendo por sua causa.

- Eu resolvi terminar com ele, Sasori está desconfiado e ameaçou matar quem que fosse que me tirasse dele.

- Meu Deus Sakura você ta ferrada, ainda mais com um... - De repente a Ino me olha assustada.

- O que foi Ino?

- S-sakura n-não me diga que esse filho é dele... - Disse ela baixinho pra que Naruto não escutasse

- Eu sinceramente não sei...

- ai Jesus, eu acho que eu vou desmaiar de tanta informação..

- Por favor Ino, não diga nada ao Sai nem ao Sasori, eu te imploro.

- Está bem, eu não digo. Mas eu quero que saiba que eu não gostaria de estar no seu lugar nesse momento.

- Que amiga em ..

- Estou sendo sincera. E além disso você não vai conseguir esconder isso por muito tempo..

- Eu não me importo com o que acontecer comigo, apenas não quero que ninguém faça mal ao Naruto.. - Voltei a acariciar os seus cabelos e a olhar para aquele garoto tão lindo que agora dormia em meu colo.

- Que historia maluca, ai Sakura não sei o que fazer pra te ajudar.

- Não precisa fazer nada, eu mesma me coloquei nesses problemas então eu mesma tenho que encontrar a solução.

- Acho que você fez certo em terminar tudo, pensa, se continuasse com isso e alguém descobrir você perde tudo, além de que Sasori não admitiria isso.

- Pois é, o dificil seria ficar sem meu Naruto.

- Você precisa colocar na balança, qual que pesa mais pra você, sofrer com o Sasori ou arriscar tudo o que você tem?

- Não me importa perder, só tenho medo de Sasori cumprir a sua ameaça. Por isso acho melhor manter tudo em segredo. Só que..

- Só que?

- Kakashi..

- Kakashi? Quem é esse?

- Um dos professores que dá em cima de mim..

- Ahh Não, Sakura você tem outro também?

- Não sua porca!

- então o que que tem ele?

- Ele sabe e disse que não contaria pra ninguém, com uma condição..

- Qual condição?

- Ele nao me disse, mas eu já desconfio do que seja. Mas sobre isso eu tenho uma carta na manga.

- ai Sakura, acho melhor você pedir demissao antes que as coisas compliquem pro seu lado.

- Eu não queria sair dali, eu gosto de dar aula la. E eu confesso que estou sofrendo muito por ficar sem o Naruto. Mas você tem razão.

Olhei pro Naruto que dormia igual um anjo, ele é lindo, como eu pude conquistar um garoto como ele?


Depois de minha conversa com Ino, resolvi tentar acordar o Naruto..

- Naruto! NARUTO! ACORDA!

- Sensei..

Ele dormia e sorria ao mesmo tempo..

- LEVANTA NARUTO, VOCÊ TEM QUE TOMAR BANHO!

- e

Eu adoro tomar banho com minha sensei.. - Ele agarrou o meu quadril e começou a me cheirar..

Me levantei no mesmo instante fazendo o mesmo bater a cabeça no chão.

Ele meio tonto levantou com a mão na cabeça. Eu aproveitei pra puxar ele e leva-lo pro banho.

Com um pouco de dificuldade, consegui colocar esse garoto no chuveiro gelado. Eu tirei toda a roupa dele

- Que frio! - Ele dizia enquanto tremia de baixo do chuveiro

- Isso é pra voce aprender a parar de beber igual um maluco.

- Minha sensei me dando banho. - Ele tocou o meu rosto, mas eu tirei a sua mão na hora e comecei a enxagua-lo.

Foi o suficiente, desliguei o chuveiro e tirei o Naruto dali, enxugando ele, enquanto ele se sentava na privada com a tampa fechada.

- Que dor de cabeça!

- Fica tranquilo, amanhã sua ressaca será bem pior.

- Sensei, por que que eu não posso ser mais velho? Por que você não pode me amar como eu te amo?

Ele começou a chorar enquanto eu colocava a toalha nas costas dele. Naruto ficava engraçado e choroso ao mesmo tempo quando ficava bebado, parecia uma criança.

- Eu não quero a Hinata, eu quero você.

-Hinata?

- O Sasuke quer que eu fique com ela, mas eu só consigo pensar em voce.

Não pude deixar de sentir uma pontada de ciúmes dentro de mim.

Ele estava cabixbaixo enquanto eu o ajudava a se enxugar. Então ele pegou no meu pulso e me aproximou dele, me beijando.

Nao resisti e o correspondi, o beijo era calmo e intenso. Mas eu não podia, não podia mais alimentar algo que não fazia mais sentido em continuar, com minha outra mão livre eu o afastei, afastando os nossos labios. Ele ainda com os olhos fechados insistia em me alcançar para continuar o beijo me puxando pelo pulso, tanto que eu acabei caindo no colo dele, ele segurou em minha cintura e passou sua outra mão no meu rosto, enquanto eu segurava em seus ombros fortes que estavam expostos apenas com a toalha por cima.

Ele me segurava firme enquanto acariciava o meu rosto.

- Minha deusa! - Disse ele me olhando admirado, enquanto passeava os seus dedos em cada linha do meu rosto..

Eu fechei os meus olhos sentindo a sensação boa que ele me trazia com apenas um toque..

- Se você não for minha, não será de mais ninguém!

Aquelas palavras do Sasori vieram a tona, eu abri os meus olhos e afastei a mão de Naruto e o olhei séria.

- Eu já disse Naruto, eu não quero mais!

Me levantei de seu colo, enquanto o mesmo me olhava triste com os seus olhos cheios de lagrimas.

- Melhor você se vestir logo, precisamos ir embora.

Resolvi ignorar e fechar a porta. Assim que fechei me encostei na porta e toquei em meu peito, que doía por ver ele daquela forma.

Depois que Naruto se vestiu, nós comemos e conversamos um pouco com Ino..

- É melhor nós irmos embora, já que o Sai vai chegar daqui a pouco.

- Quem é Sai? - Disse Naruto.

- O marido dela..

- Mandei mensagem pra ele, como quem não quer nada, ele me disse que daqui meia hora ele chega. - Disse Ino.

- Então acho melhor nós irmos, obrigada por tudo Ino.

- Obrigado Sra Ino, você também é muito bonita, só perde pra minha sensei.

- Vai ficar cantando a Ino na minha frente garoto?

Ino começou a dar risada.

Dei um abraço na Ino.

- Agora eu entendo por que você tem um romance secreto com ele, espertinha! - Disse ela baixinho enquanto me abraçava.

- Sua assanhada, o Naruto é meu viu! - Disse baixinho ainda abraçando ela, que deu risada, essa Ino safada..

Depois de nos despedirmos, fomos embora.. Me abrir pra Ino parece que tirou um pouco do peso que eu carregava dentro de mim, é bom ter um amigo pra contar os seus problemas as vezes.

- Me diz aonde você mora?

- Eu posso ir sozinho sensei.

- Nem pensar, você ainda está tonto, e é bem capaz de parar de novo num barzinho e beber.

- Eu não me importo se eu morrer de overdose, cirrose, ou qualquer coisa do tipo.

- Não fale assim Naruto, você ainda é novo, precisa viver.

Ele sorriu

- O que foi? Por que está sorrindo assim?

- Você se preocupa comigo..

- Não crie esperanças com isso Naruto, só não quero ver meu aluno prejudicando a sua vida.

- Hmm, está bem..- Ele ainda continuou sorrindo igual um bobo, dizer pra um adolescente não se iludir é a mesma coisa que você dizer pra ele: se iluda e crie expectativas, assim você quebra melhor a cara.

- Eu queria te fazer um pedido.

- Naruto eu já disse que..

- Nem se for pro meu aniversário?

É mesmo, o aniversario dele era daqui 6 dias, na sexta.

- Naruto eu não quero mais te iludir.

- Uma última vez, por favor? Eu não suportaria fazer aniversário e não sentir você comigo nesse dia, já que eu esperei muito pra comemorar esse dia do seu lado.

- Não Naruto, você disse que não ia mais insistir.

- Eu sei, mas é que, eu queria muito comemorar meus 17 anos ao seu lado.

- Eu posso te dar qualquer presente, mas isso não.

- Eu vou te esperar na enfermaria durante o almoço na sexta, você sabe o que fazer.

- Eu já disse que não vou Naruto!

- Está bem, desculpe sensei, eu sou mesmo um idiota! - ele abaixou a cabeça triste e chutou uma pedrinha que estava no caminho.

Nós fomos até a casa dele.

- É aqui que eu moro. - Disse ele

- Entendi.

Nós dois paramos e olhamos um pra cara do outro.

- O que foi Naruto? Você não vai entrar?

- Ueh, achei que você ia embora..

- Não! Vou esperar você entrar pra ter certeza de que você não vai fazer nenhuma besteira.

- Sensei, eu não sou criança..

- Mas é um adolescente revoltado com a vida..

- Eu não sou um adolescente revoltado com a vida, eu sou um homem perdidamente apaixonado por alguém que apenas me quis pra uma simples aventura. - Ele se aproximou de mim, ficando próximo do meu rosto.

- Você está bêbado ainda! Seus pais podem nos ver sabia?

- Está bem...

Ele se virou e foi em direção a casa dele, me deu uma última olhada e fechou a porta.

Ai meu coração precisa ser forte pra conseguir resistir a esse garoto.




Notas Finais


Esse cap foi mais pra reação da Ino, que ainda nem tinha aparecido muito na historia .. Finalmente Sakura contou pra alguém..

Sera que Sakura vai querer dar esse presente pro Naruto?😏


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...