História Not everything seems to be what It is - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Dove Cameron, Justin Bieber, NOW UNITED, Shawn Mendes, Sofia Carson
Personagens Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Dove Cameron, Justin Bieber, Now United, Shawn Mendes
Visualizações 16
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Personagens:
Elizabeth:Dove Cameron
Angella:Loren Gray
Sofia:Katherine McNamara
Sirena:Sabina Hidalgo
Crystal:Sabrina Carpenter
Katherine:Joalin Loukamaa
Nicolly:Sofia Carson
Cheryl:Ariana Grande
Evelyn:Camila Cabello
Dylan:Noah Urrea
James:Jack Gilinsky
Shawn:Shawn Mendes
Jaden:Aaron Carpenter
Chris:Joel Pimentel
Josh:Hrvy
Justin:Justin Bieber
Zac:Christopher Vélez

Capítulo 1 - O início


Fanfic / Fanfiction Not everything seems to be what It is - Capítulo 1 - O início

 

DOIS ANOS ATRÁS

 

—Angel tem certeza de que vai fazer isso — perguntou com o cenho franzido — isso pode dar errado, e vai machucar você e ele!

—Liz não precisa se preocupar, eu sou mais velha que você, e sei o que estou fazendo. — afirmou já não tendo mais paciência.

— Um ano mais velha — deu uma risada sarcástica — se eu fosse você não faria isso.

—Ainda bem que não é, e como já disse, eu sei o que estou fazendo.

—Já que tem tanta certeza que sabe o que está fazendo, então, tchau. — virou as costas e saiu sem dar tempo de Angella falar algo.

 

DIAS ATUAIS

Elizabeth Blossom

 

 —Elizabeth. — a professora me chamou — a Elizabeth está na sala?

  Não, não, eu tô em Nárnia.

—Oi, não escutei a senhora me chamar.

—Nem percebi — respondeu irônica — mas continuando, poderia vir aqui na frente e responder as questões do quadro? — varias pessoas na sala soltaram risinhos.

—claro, por que não? — abri um sorriso, e varias meninas me olharam com nojo, inclusive a que eu mais odeio, sai dos meus pensamentos alheios e me concentrei no quadro, meu sorriso se alargou ao ver que só tinha questões fáceis no mesmo, que pra alguns podem ser difíceis.

—Pronto — demorei menos de 10 minutos para responder, a professora me olhou pasma,e mandou eu ir me sentar

Passou uns trinta minutos e graças a deus ou não, o sinal daquela maldita escola tocou, Quase completei o meu caminho até os armários, porém, fui interrompida por um ser, vulgo, minha melhor amiga, ela tem cabelos longos na altura da cintura, estes dos quais são lisos e sedosos tendo uma coloração castanha, como a cor de seus olhos

—VOCÊ NÃO SABE! — chegou eufórica e ofegante parecendo que estava numa maratona.

— Claro, sou uma bruxa não vidente.-ela me mandou o dedo do meio, e riu baixo — fala logo, que eu tô curiosa.

—A rainha do reino Windrulle disse que Nicolly está noiva — arregalei os olhos, agora Justin ta fudido, e eu como um boa amiga vou esfregar isso na cara dele, mas, espera quer dizer que as seleções para príncipes e plebeus começaram, uma careta se formou no meu rosto.

—Que isso? — perguntou risonha — ficou com medo dela estar noiva do Justin?

—QUE? obvio que eu não tô com medo.

—Aham sei, você sempre faz careta quando o assunto é a Nicolly e o Justin.

—Sabia que isso é considerado calunia? — falei enquanto segurava o riso, mas eu não me aguentei e ri, não demorou muito e ela riu também.

A sirena sabe que eu não pretendo ter nada com o justin, para não estragar a nossa amizade, porém ela sempre fala que a nossa relação, não é só amizade e sim algo mais, ela só fala isso na brincadeira, eu acho.

—não, não sabia — fala em um tom de ironia- vamos logo que eu estou com fome.

A mesma saiu parecendo que estava em um desfile, atraíndo vários olhares pra si, no entanto eu demorei um pouquinho, já que tinha que guardar meus materiais no armário, chegando na cantina, todos os olhares se voltaram para mim, obvio que eu achei estranho, será que eles descobriram que eu sou uma princesa? não, pelo menos eu acho que não, ando em passos rápidos até a mesa onde meus amigos estão, porém antes que possa me sentar, Sirena me olha e logo pergunta.

—A Nicolly saiu espalhando umas coisas sobre sua irm..... — foi interrompida por Jaden, que me olhava com uma certa, curiosidade?

—Sua irmã, mas nós não acreditamos nela, porém só queríamos saber se é verdade — agora eu tô em duvida se ele estava me olhando com desconfiança ou curiosidade.

—Como posso responder se é verdade ou não, se vocês não me contaram o que ela falou?

—Ela disse que sua irmã era uma puta que pegava todos em Snowrulle, uma completa vadia que assassinou o Josh — a sirena demonstrava receio enquanto falava — e que depois se matou para parecer que foi um acidente. — uando isso fizer sentido, alguém me avisa?

—mas... -hesitou um pouco — é verdade o que ela falou? — o olhar que sirena lançou pra Jaden foi como um: "cala a boca, diabo".

—A Nicolly deve ta sem nada pra fazer, só pode,ela não sabe o que a espera, falou da pessoa errada — a garota ruiva que está ao meu lado, me forçou a sentar.

—você sabe que é proibido usar feitiço em qualquer lugar desses reinos? ainda mais que você não tem 19 anos ou terminou o colégio.

—E quem disse que eu vou usar feitiço? — um sorriso diabólico aparece no meu rosto — como disse, ela não sabe o que a espera.

É serio que ela usou o nome da minha irmã pra me provocar? se ela achou que ia funcionar, então se enganou feio, e muito feio, não caio nas provocações dela faz muito tempo.

—É verdade ou não? — perguntou Jaden novamente, mas dessa vez deu pra escutar a sofia sussurrando um "para de ser lerdo, não ta vendo que a Liz ficou brava?". É serio que elas acham que eu fiquei brava? — então, não é verdade? — perguntou para sofia, e a mesma bateu a mão fortemente na testa — tá, já entendi que não é verdade.

Eles começaram a conversar sobre coisas aleatórias, e eu aproveitei que eles estão distraídos e sair de lá, eu não vou atrás da Nicolly como eles acham ou esperam que eu faça, mas pra falar a verdade, não me importei com nada do que ela falou sobre a minha irmã, quando estava indo para minha sala, sem querer, eu me esbarro num garoto, ou ele se esbarra em mim. ele tem uma pele clara, cabelos numa coloração castanha e olhos da mesma cor, ele é bonito pra caralho.

—Olha por onde anda — ele olha pra mim, e abre a boca para dizer algo a mais, porém eu o interrompo.

—você que estava distraído, e é pra eu olhar por onde ando?

—Desculpa então, garota que não estava distraída e mesmo assim, esbarrou em mim — é serio que ele usou deboche comigo? não, não, não, não, eu não vou conseguir manter a calma que eu não tenho, respiro fundo, mais fundo mesmo, vou ter que manter a paciência que também não tenho, para não quebrar nem uma regra maluca da minha tia.

Quando eu ia abrir minha boca pra falar alguma coisa que aquele menino estava merecendo ouvir, o sinal indicando que o intervalo chegou ao fim, acabou de tocar, agradeço mentalmente, porque se ele não tocasse, ia ser mais uma regra da minha tia quebrada, ando até a sala sendo mais especifica minha mesa, hoje as aulas estão sendo chatas, pois nenhum dos meus amigos desta sala estão aqui, ainda mais que as minhas ultimas aulas estão sendo de astrologia, ou seja quando o sinal tocar, eu não vou ter prestado atenção em nada do que a professora falou. Passei o restante da aula fazendo rabiscos de um sonho que eu tive por três noites seguidas, uma das coisas que reparei, foi no garoto que se esbarrou em mim, ele não parava de me olhar.

—Oi professora -encarei a menina ruiva que estava na porta, com uma sobrancelha arqueada — a Elizabeth poderia sair?

—E por qual motivo ela sairia antes do ultimo horário? —neste momento o sinal tocou

—Já estar no ultimo horário, então ela pode sair? — as duas me olham, e todos  da sala me encararam também.

—pode, mas.. — por que sempre tem um mas? — amanhã quero essa atividade que está no quadro, pronta — só isso? — já pode sair senhorita.

pego minhas coisas e saiu rapidamente da sala, e me junto a Sofia logo após, mas não sei se devo agradecer a ela por ter me tirado dessa aula chata, ou se devo ficar desconfiada, por que não é sempre que um milagre desses acontece.

—Sofa, por que você e eu estamos saindo antes das aulas acabarem?

—Porque o Justin quer falar conosco.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...