História Not L.o.v.e me.... - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Alphyne, Asriel, Chara, Chariel, Frans, Frisk, Romance, Sans, Undertale
Visualizações 66
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ja quase consigo ouvir voces me xigando so digo isso desculpa....

Capítulo 18 - Beijo


Fanfic / Fanfiction Not L.o.v.e me.... - Capítulo 18 - Beijo

Capitulo 18- Beijo

 

Aconteceu tão rápido, em um momento ela estava se afastando e como em um reflexo ele puxou para perto fazendo seus lábios se tocarem ambos de olhos abertos pelo contado repentino. Asriel sentiu seu rosto esquentar e ele se afastou criando uma distancia entre ambos.

- eu... eu sinto muito? – Ele perguntou voltando a respirar.

Mas ela não respondeu, era como se ainda estivesse processando o ocorrido, ela levou a mão aos lábios os tocando com a ponta dos dedos.

       “São rosados” Asriel pensou ¨E macios¨  algo em sua mente completou, e lembra-se disso ele se questionou como seria beijá-la por mais tempo pensamento logo repreendido.

As bochechas dela ruborizaram novamente, ela o olhou constrangida.

-Foi apenas um acidente. – ele soltou um leve murmúrio, e o silencio se estalou.

Asriel não a olhou, olhar o rosto dela o faria olhar seus lábios e se olhasse para ela as curvas que ela ganhara o chamariam, o breve momento que ele fez isso o vez desejar abraçar e sentir seu corpo no seu. ¨mas seria bom...¨ embora a voz chata em sua cabeça estivesse certo ele realmente queria lutar contra esses pensamentos. ¨pensamentos que são antigos¨ ele quase ouviu um sorriso na voz. E realmente a voz estava certa, não era a primeira vez que ele apenas queria abraçá-la, apena olhá-la, apenas ¨beija-la?¨ “ por tenho a impressão que você ta sorrindo?” ¨por que eu to?¨ Asriel revirou os olhos realmente estava discutindo com uma voz chata em sua mente? ¨sim você esta¨

Ele estava tão distraído que nem notou o silencio e por conseqüência o clima estranho que ficou em ambos estarem um na frente do outro sem dizer nada. Um silencio que incomodou Chara, ora era apenas Asriel, ’e vocês se beijaram’ ‘não foi um beijo ‘ ’se você diz’

- Deuses não vamos ficar nesse silencio estranho! – “sempre direta” Asriel não pode deixar de sorri –Nem nos beijamos mesmo e... Droga bebe chorão olhe pra mim! –Ela cruzou os braços na frente do corpo Asriel não a olhar a deixava frustrada, e sem notar ela fez um bico. Asriel levou olhar ate ela.

    Ela ficava fofa assim, tão linda... ¨tão sexy¨a voz na cabeça dele o provocou, e ele tinha que concordar com ela, os braços cruzados abaixo dos seios dela o destacavam, seus labios fazendo um bico pequeno junto com sua expressão contrariada alem das bochechas coradas em conjunto a deixavam linda.

“ela fica linda de qualquer jeito”, sua alma estava acelerada, ele nem percebeu que havia prendido a respiração para admira-la. Ele se aproximou dela com o coração acelerado e quando ele percebeu o que ia fazer era tarde demais, ele ia beijá-la.

* * * * * * *

         {é eu deixo vocês me xingarem}

 

 

Frisk estava deitada na “biblioteca móvel” aguardando a volta de Toriel para elas seguirem viaje e voltarem para casa. Quando recebeu uma mensagem.

#mensagem on

Sans- Kiddo?

-Oi Sans...

Sans-Tudo bone?

-Rsrsrs sim ainda mais que vou voltar e rever todos...

Sans- Certo já esta voltando.

-Sim... como estão as coisas ai?

Sans- Ta um clima meio gelado, se consegue me entender.

-Rsrsrs suas piadas só pioram sabia?

Sans- ainda consigo te fazer rir então meus ossos ainda não perderam o cálcio...

-Nss se isso foi uma piada devo dizer foi horrorOsso

Sans-Olham quem fala.

#mensagem off

Para Sans era estranho, Frisk havia partido e isso o incomodara no começo ainda mais por que ele não confiava em Flowey completamente, mesmo assim ela não parecia ter mudado ainda se falavam por mensagem, por ligação, embora vê-la nunca mais houvesse realmente acontecido ele ainda a via em sua mente como aquela criança que regatara e que por algum motivo vazia sua alma disparar.

#mensagem on

Kiddo- Sans... eu... eu tenho que contar uma coisa...

-O que?

Kiddo- Foi algo que aconteceu... e não sei bem o que pensar...

#Mensagem off

Frisk sempre se sentiu bem conversando com Sans desabafando para ele, era estranho mas ele trazia sentimentos de segurança para ela, ela sentia um carinho enorme por ele e o tempo so foi fortalecendo os laços ela criara com ele. Ela então se sentia confortável para dizer o que estava prestes a dizer para ele

#mensagem on

Sans- Pode dizer, foi algo ruim?

-Não. Não... so que... foi estranho? eu não sei bem explicar, é algo que tenho que responder? É sobre o flowey....

Sans- ele fez algo?

-Sim, e não.... ele... ele pediu para ser meu “guarda” sabe com tudo que esta acontecendo Toriel acha melhor que nos tenhamos acompanhantes que saibam lutar, ela ate sugeriu você e undyne... mas flowey se ofereceu e bom eu que decido...

Sans-Certo é isso...

#mensagem off

Por  um momento a alma de Sans havia acelerado, por um momento pareceu que algo havia acontecido entre os dois, e essa idéia o irritou. Demorou um pouco para as outras mensagens chegarem e quando ele terminou de le-las seu olho brilhou em azul.

#mensagem on

Frisk- Não que eu ache que ele seja incapaz, mas acho muito arriscado. Quero dizer não que não esteja preocupada com os outros.

Frisk- mas nosso caso é diferente.

Frisk- Não que todos não sejam especias.

Frisk- certo eu não sei explicar e me enrolei.

Frisk- Sans, nos nos beijamos, quero dizer ele me beijou... e... eu.... eu não sei o que pensa...e ele vem com essa idéia de me ‘proteger’ quero dizer... isso significa que... estamos namorando... e..eu não sou boa com essas coisas....

#mensagem off

 

 

_~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~_

{Eu sei que vocês tão me xingando}

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ele ia beija-la. Ele so deve tempo de entender o que ia fazer, quando já estava prestes a fazer, sem pensar nas conseqüências ele a beijou, um leve tocar de lábios então ele se afastou para olha-la brevemente e ela estava corada o olhando, então a mesma fez algo que o surpreendeu quebrou a distancia entra ambos o beijando, mas intensamente, ele envolveu a cintura dela a puxando para mais perto. O beijo era calmo e gentil os lábios dela eram tão macios, tão doces, tão delicados, tão diferentes da dona que sempre queria parecer forte, assim como o corpo dela ali a abraçando Asriel notou o quando era maior que ela, o quando ela era pequena, e o quando que por aquele breve momento ela era dele.

Chara não acreditou ele havia beijado ela, se isso fosse um sonho ela iria aproveitar colocou os braços em volta do pescoço dele o trazendo para mais perto enquanto ele a abraçava mais forte então a falta de ar veio e eles param para respirar, o mesmo não a soltou assim como ela não os soltou. Chara sentia seu rosto em chamas, assim como Asriel, o príncipe a olhava de perto rla parecia mais linda, aquele sentimento de novo, a alma acelerada e a vontade enorme de continuar a beijar, e ele faria se ele não tivesse lembrado que ela era sua irmã e aquilo era errado, e a vontade enorme de solta-la e afastar todos os pensamentos que haviam passado pela mente dele veio. Então a sensação de que se a afastasse assim a magoaria tomou conta da alma dele, e imaginar magoá-la era demais pra ele, ele a puxou para mais um beijo rápido dessa vez, então outro, então outro e mais outro, e cada beijo que ele sentia que estava andando em direção a um abismo que quando ele caísse não teria volta. Porem naquele momento ele se jogaria no abismo so para continuar a beijando.

E enfim ele percebeu, ele estava apaixonado por ela o abismo era toda incerteza que viria quando ele admitisse isso e os beijos era a confirmação do sentimento. 

=-=-=-=-

Em algum momento de admitir internamente pra si que estava apaixonado por Chara aumentar a intensidade dos beijos eles haviam parado no quarto da mesma, mas os beijos também haviam parado eles apenas se olhavam deitados como faziam quando crianças.

-Azzy...- ela enfim falou após um tempo – o... o que foi isso... – ele deu um pequeno sorriso.

-Eu..eu  não sei, apenas queria beijar você...- a resposta não pareceu a agradar já que o olhar dela se entristeceu –Acho que já queria isso a um tempo... – ele ganhou a atenção dela novamente – so não sabia o por que...

-E sabe agora? – ele sorriu a puxou para mas perto e beijou o topo da cabeça dela

- Estou descobrindo....


Notas Finais


Ja podem para de me xingar ta....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...