História Nothing but C0smic Dust - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 19
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lírica, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 42 - Como é fingir (NÃO) ter depressão


Como é fingir não ter depressão.

A depressão é uma doença como qualquer outra mas ela está em desvantagem, o porquê? Porque ela é invisível. Você não vê a depressão.

Ninguém vê a depressão. Porque ela está dentro. 

Vou explicar pra vocês como qualquer médico explicaria. Sim, colei isso do Google, não sou psicóloga ou médica, me julguem

"Nosso cérebro tem dois hemisférios, o direito e o esquerdo. O hemisfério esquerdo gosta do que é positivo, é dado a procurar a ação e saber falar, porque é uma sede importante da linguagem. Já o hemisfério direito tem uma queda natural para o que é negativo, apreende a realidade de uma forma mais global, e está muito envolvido nos comportamentos de evitamento. Numa pessoa depressiva, os dois hemisférios ficam em desequilíbrio: o lado direito fica mais ativo e o esquerdo retrai-se."

Ou seja, acho que você entendeu que não somos nós que escolhemos sermos mais negativos.

Ou seja novamente, não é fácil de controlar.

Mas voltando a desvantagem da depressão. Como é uma doença invisível, e as pessoas não tem visão de raio x para nosso cérebro, elas não identificam que você é alguém depressivo, e você não quer se identificar como alguém depressivo. (Eu pelo menos não me orgulho de falar isso em voz alta). 

Então como é o dia a dia de alguém que finge não ter depressão? É normal. Bom, depende do que você considera normal. Principalmente se você for um adolescente, onde TODAS as pessoas ao seu redor fazem QUESTÃO de lembrar o quanto você é um inútil. Seus pais passam metade do tempo gritando com você, ou te ignorando, dizendo que você não presta, ou que é um “carente de atenção”. Você não é nem criança, nem adulto, então te tratam como criança e te cobram como se fosse adulto. Ótimo. Normal. Todo adolescente passa por isso (foi o que me disseram, isso é bem triste). Mas e como ficam os adolescentes que a mente deles já diz isso pra eles? E os adolescentes que o cérebro produz menos felicidade que todos os outros? Os adolescentes que se sentem inúteis todo dia? Os adolescentes que não tem amigos? Os que já se culpam sem "ajuda" de ninguém? Como eles ficam? Como nós ficamos? Como eu fico?


Então fingir não ser depressivo é assim:

É quando você pensa todos os dias em suicídio, então seus pais dizem “Você não serve pra nada”, então você respira baixinho e engole o choro.

Fingir não ter depressão é quando você não tem motivos pra levantar da cama e quando consegue levantar dizem que você é um inútil, então você se esconde no banheiro, liga o chuveiro e chora.

Fingir não ser depressivo, é quando você chora todas as noites até pegar no sono, se conseguir pegar no sono, e diz que dormiu bem quando alguém pergunta de manhã. 

Fingir não ter depressão, é quando você não tem vontade de fazer absolutamente nada, nem sequer sair da cama de manhã, mas vai a uma festa com os "amigos" e depois posta fotos sorrindo.

Fingir não ter depressão, é quando alguém faz uma comentário sobre a sua aparência ou sobre a sua personalidade, e você chora, se culpa, se sente um lixo, a pior pessoa do mundo, mas age como se não ligasse, porque ninguém liga.

Fingir não ter depressão, é quando você está conversando com alguém, e seu olhar se perde pensando na morte e na vida, e quando a pessoa te recobra atenção você diz “desculpa, eu me distraí.”

Fingir não ter depressão é quando você está com seus amigos e então bate um vazio porque você percebe que é o amigo que faz menos falta, que faz menos diferença, e então você ri da sua própria tragédia.

Fingir não ter depressão é quando você fala pra alguém que quer morrer, e depois ri. Você ri.

Fingir não ter depressão, é quando alguém te chama de “feia” “gorda” “esquisita” “estranha” e você dá risada e responde “eu sou linda meu amor.” Mas não. Você não se acha linda. Você está fingindo não ter depressão.

Fingir não ter depressão é quando alguém te pergunta “mas que cabelo é esse?" ou faz outro comentário ridículo e você dá uma resposta desaforada, como se estivesse realmente afrontando as pessoas, como se fosse durona, como se não se importasse, mas quando chega em casa, você vai chorar, não consegue se olhar no espelho e não para de se perguntar "o que tem de errado comigo?".

Fingir não ter depressão, é ter do seu lado alguém que as pessoas sabem que é depressivo, e ver como aquela pessoa é tratada bem. Observar como todos tem cuidado para não ferir os sentimentos dela. Ai você se pergunta: “como as pessoas me tratariam se soubessem que tenho depressão?”  e logo em seguida pensa "Não quero que tenham dó de mim".

Fingir não ser depressivo, é quando você compartilha fotos sorrindo num sábado à noite, mas na verdade você está em casa se perguntam porque todos são tão felizes e você não.

Fingir não ter depressão é quando você que está no fundo do poço, quando você já não aguenta mais e quer contar isso a alguém, mas você está ocupado demais fingindo não ter depressão. 


Quando se finge não ter depressão as pessoas não estão preocupadas se o que elas vão dizer vai te machucar. Elas não estão nem aí se a noite você chora ou não. Elas não estão nem aí se você se corta ou não. Essa é a vantagem de fingir não ter depressão. As pessoas não sentem pena de você. Não te tratam como você merece, elas tratam como querem tratar. Elas são reais. Os sentimentos são reais. São ruins, mas reais.

Então, aqui estamos nós, desejando a própria morte, desejando nunca ter nascido, machucando a nós próprios, chorando sem parar por horas debaixo do chuveiro, desejando remédios pra dormir, se cortando, sendo frágeis, se culpando, se odiando. Porém, ainda estamos aqui, deixando todos os dias as pessoas nos machucarem, levando tudo no peito com o sorriso no rosto, fingindo não sentir, fingindo que não machucou enquanto rimos.

Fingir não ter depressão é assim. É morrer todos os dias. É se suicidar todos dias e continuar respirando. E quando realmente se mata, é ser enterrado ao som de "mas ela era tão alegre."

Porque é isso. Fingir não ter depressão, é estar morto e ninguém perceber.



Notas Finais


.
.
.

Perdoem os erros ortográficos.

~_Lost_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...