História Nothing happens by chance - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Ahrin, Lisa, Taehyung, Taelice, Taelisa
Visualizações 82
Palavras 1.661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olha só quem tá aqui, não faz nem 24 hrs que eu postei o último capítuloKKK quem tava ansioso agradeça a juliett e a isa por passar um tempão conversando sobre teorias de NHBC e me deixando completamente ansiosa para postar o outro capítulo, aqui estou eu

nem vou falar nada, eu tenho é que responder alguns comentários KKK

–boa leitura ^^

Capítulo 3 - "Sim, olha só"


Fanfic / Fanfiction Nothing happens by chance - Capítulo 3 - "Sim, olha só"

         “Querida Pokpak,

  Como você está meu docinho de leite condensado? Socorro, se a gente ainda namorasse eu diria que eu sou o namorado mais bobão do mundo, eu sou muito amor mesmo, bem que eu podia ser indicado ao oscar de melhor namorado e marido, se brincar até para o oscar de melhor papai.

  Hoje eu estou animado para escrever esta carta porque eu vou escrever sobre a nossa convivência na adolescência, ah, o coração chega a parar, foi uma das melhores fases da minha vida, mas eu já tinha falado um pouquinho sobre ela na última carta, quando mencionei que você fazia parte ou melhor trabalhava no conselho estudantil.

  As pessoas consideram adolescentes a partir de qual idade mesmo? Eu vou chutar 13, mas acho que é 12, contudo vou falar a partir dos 13 anos porque né 12 anos a pessoa não faz nada da vida além de estudar e assistir anime, então vamos falar dessa época que eu considero a mais CHATA –vulgo seus 13 anos e meus 14 ou 15 dependendo da época –, que aconteceu em 2013, afinal foi naquela fase que você começou a dançar e tu tinha ficado tão viciada em ficar dançando que eu tinha que passar o dia todo jogando super mario esperando sua boa vontade de parar de dançar para me dar atenção. Que fase chata, ENTRETANTO foi naquela época que pagamos altos micos como cair da escada da escola depois de ter brigado, deixa eu contar essa história direito, eu tinha ido para casa sem te esperar no dia anterior e você tinha ficado brava –isso a gente discutindo nas escadas –quando resolvemos descer acabamos escorregando porque a faxineira estava lavando a escada, quando caímos eu disse que era castigo para nós dois por termos discutidos, mas eu me machuquei, principalmente nos braços e coluna, passei uns três dias colocando gelo no local, até que não foi tão ruim aquela fase, dá até para relevar.

  Agora a gente –no caso eu –pula os seus 14 anos porque não teve nada de interessante quando você tinha 14 e vai direto para a minha fase PREFERIDA que foi a dos seus 15 anos e meus 16 ou 17, eu deveria saber a minha idade exata mas tem que ser de acordo com a data dos acontecimentos e disso eu não me lembro, pode me bater amor, eu deixo. Caramba Lalisa, 2012 foi um dos melhores anos, começamos a trabalhar na loja de conveniência do sr. Chan –um homem de bom coração que nos ofereceu trabalho já que sua filha sumiu do mapa, ou seja, não queria mais viver na Coreia e foi embora para a China –, eu comecei a aprender taekwondo –hoje em dia eu tô tão enferrujado que não tá dando nem para executar golpes fácies, ou seja não adiantou em nada ter aprendido –, a Luna começou a ficar mais legal e eu e você tivemos o nosso primeiro momento romântico juntos! Mas não foi só romântico, acho que foi meio constrangedor para você, porém eu fiquei tão feliz com aquele avanço! Eu, Kim Taehyung, o maior taelisa shipper sim, olha só acabei de criar um nome de shipp para nós dois, nem me pergunta como eu sei o que é “shipp”, mas quando você mora num local onde as pessoas apoiam uma pessoa até com uma cadeira fica difícil não entrar na onda, tô velho mas ainda tento acompanhar as modas dos adolescentes. Eu vou ir logo para a interação porque sei que você tá doidinha para ler, quem não estaria? Tá, só vai Taehyung, aconteceu na sua casa, numa tarde de feriado, como não tinha aula de manhã e o sr. Chang tinha nos dado uma folga eu tinha ido para as aulas de taekwondo pela manhã, assim eu ia ficar com a tarde livre sendo que de noite eu não iria precisar ir para a loja. Como eu ainda era iniciante naquela época, eu comecei aprendendo coisas fácies e naquele dia eu tinha aprendido um golpe fácil para derrubar o seu inimigo e eu estava maluco para te mostrar, tanto que tomei banho e nem almocei indo direto para sua casa te mostrar o golpe. Naquele dia quem tinha aberto a porta foi Luna que disse um “oi, ela tá no quarto”, Park Laluna –só queria deixar claro que agora que ela se casou com o meu MELHOR AMIGO o Dongmin só fica com ela, tá ele é o marido dela e fui eu que juntei os dois, não posso reclamar –a pessoa mais simpática desse mundo, eu respondi com um “oi, tudo bem? valeu pelo vácuo” porque eu perguntei se estava tudo bem e ela simplesmente ME IGNOROU, não se ignora Kim Taehyung, tem volta, tá deixando meu lado vingativo de lado, eu subi para o seu quarto e te encontrei de pijama –para variar, já que você almoça de pijama, janta de pijama, sai de pijama, dorme de pijama, assiste tevê de pijama –assistindo um dorama pelo notebook, aí eu fingi tossir para você me notar né, desse quando um dorama é melhor que eu? Depois enrolei você com umas conversas aleatórias até chegar no ponto final que era te mostrar o golpe, pedi para você se levantar e te coloquei bem em frente da cama porque você ia cair e eu não podia deixar você cair no chão vai que você batesse a cabeça no chão e morresse, deus que me livre matar minha melhor amiga –NA ÉPOCA –e ser preso com apenas 16 ou 17 anos.  Ai foi aí que eu comecei a mostrar o golpe, primeiro –com calma –coloquei minha mão direita na sua cintura –ai já cria um clima –, depois coloquei a minha perna direita entre a suas duas pernas e entrelacei a minha perna direita com a sua esquerda, logo puxando a sua perna, fazendo você cair comigo por cima, caramba eu me lembro como se fosse ontem, você ficou mais vermelha que um tomate e como eu sou uma pessoa muito boa te dei um beijo na bochecha –bem que eu queria ter dado na boca, mas... –e depois um abraço, você me jogou no chão e eu só ri com seu desespero e vergonha. Lalisa você fica tão linda com vergonha, você fica linda de todo jeito, você é o ser mais precioso dessa terra, eu nunca vou me cansar de dizer isso, você é diferente das outras, tens uma luz especial dentro de ti, iluminas todos, eu sou o companheiro e melhor amigo mais bobão desse mundo, mas tudo isso que digo é a verdade, a mais pura verdade, me arrependo de não ter te colocado guardada dentro de um potinho e acabei te deixando ir.

  Depois desse momento meio triste vamos falar sobre outra época certo? Agora eu estou muito tocado, assim, bem triste mesmo, ainda não caiu a ficha, ainda não acredito que eu me vesti todo de preto para aquilo. Ah Lisa, você é uma pessoa que me faz ter a oportunidade de experimentar sentir todos os tipos de sentimentos, sinto falta de você...

  Tá, eu parei de escrever uns minutos e consegui me recuperar desse último parágrafo, agora vamos para o que interessa, o ano de 2014, quando você tinha 17 –estou me sentindo uma pessoa de exatas –, sei que eu só estou falando sobre coisas românticas, mas creio que não iria te interessar ler uma carta sobre momentos onde a gente ficava simplesmente sentado na sua cama –ou a minha –conversando sobre várias coisas ou quando a gente brigava por eu sempre chegar atrasado no trabalho e você ter que ficar no meu local quando eu tinha que estar lá. Sobre esse ano, o que aconteceu foi que a gente se beijou pela primeira vez, ah eu estou mentindo, nós só encostamos nossos lábios, mas eu considero aquilo como um beijo porque sou muito iludido. Foi na sua casa, eu estava indo embora e você foi me acompanhar até a porta, quando eu abri ela –a sra. Porta –você me deu um abraço e ia me dar um beijo na bochecha só que eu virei o rosto e você acabou me dando um selinho, só para deixar claro que eu virei o rosto propositalmente, na minha adolescência eu só faltava fazer uma placa dizendo “eu sou apaixonado por Lalisa Manoban” e colar na minha testa, depois do acontecimento você passou uma semana sem falar comigo, sem contar que na hora você me deu um bocado de tapas nas costas e me mandou para fora da sua casa. Eu mandava mensagem e você me ignorava, até que num dia qualquer de madrugada eu liguei para você e tu atendeu, eu disse que você só tinha encostado a sua boca na minha e que você estava agindo como uma criança birrenta cortando o contato, você me xingou de todos os nomes possíveis por eu ter te chamado de “criança birrenta”, mas depois você se desculpou –e me forçou a pedir desculpas também me ameaçando, obviamente –e começou a falar comigo normalmente, eu jurava que você ia ficar um tempão sem falar comigo.

  Acho que não tem mais nada para falar sobre 2014, tirado o fato que você terminou a escola nesse ano, já em 2015 você inventou de ir para a faculdade já que sunung você se deu muito bem –quando eu digo “muito bem” é porque você acertou tudo, eu só não digo “gabaritou a prova” para não me humilhar –e queria continuar com o “pique” da escola e claro eu fui junto, mas isso é coisa para a próxima carta, talvez por eu estar com as mãos cansadas de tanto escrever.

  Vou deixar você na curiosidade, Lisa. Tenha bons sonhos –quando for dormir, claro –, cuide-se, mantenha uma alimentação saudável, não se esqueça de mim e cuida da gente daí, viu? Uns oitenta e quatro beijos e eu te amo muito!

 

Com amor, TaeTae

27 de outubro de 2022” 


Notas Finais


TOMEM @hixiumin @KimJoomi MAIS UM CAPÍTULO, quero as teorias novas na minha mesa, ok?

acabei de digitar isso aqui e até me esqueci do que tem no capítulo, ah deixa pra lá, queria agradecer a juliett e a isa por me deixarem sem capítulo pronto, agora eu vou ter que escrever mais para deixar guardado, me lasquei
não sei se o capítulo ficou bom, mas foi o suficiente para destruir as teorias da juliett e da isa (acho)

e eu vou terminar por aqui porque estou sendo pressionada para sair desse notebook
–obrigada por ler <3 sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...