História Nothing is easy.... - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Super Junior
Personagens Cho Kyuhyun, Choi Siwon, Heechul, Kim Ryeowook, Kim Youngwoon, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Lee Sungmin, Park Jungsu, Shindong, Yesung
Tags Eunhae, Kangteuk, Kyumin, Mpreg, Sichul, Yewook
Visualizações 14
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Cap. V


Mais um dia, naquele dia Donghae pediu folga da joelharia para acompanhar o namorado no tribunal, que contra gosto lhe deram, arrumou-se, comeu algo que o seu estômago não rejeitasse e seguiu para o local de justiça. Encontrou-se com Kangin, os pais de ShinDong e com os seus sogros na rua do seu apartamento, eles iriam todos juntos para o julgamento de Eunhyuk e ShinDong.

Chegaram lá e viram o loiro e o amigo entrarem na sala de espera conjuntamente com o advogado de defesa e alguns polícias.

O mecânico sorriu em direção ao moreno e pediu autorização para ir ter com ele que lhe foi concebida e mais do que pressa abraçou-lhe.

Hyukjae : Meu amor (beijou-o cheio de saudades)

DaokBoom : Filho (sorriu e este abraçou-a ainda com o namorado nos braços)

Kangin : Vai correr tudo bem. Vocês vão sair daqui (tentou confortar os amigos)

ShinDong : Assim esperemos (suspirou com os pais num abraço)

Advogado : Vamos rapazes já está na hora (avisou-os)

 

 

Então todos entraram dentro do tribunal, os acusados e o advogado sentaram-se a frente de uma mesa de juiz e a família sentou atrás destes.  Do outro lado havia o advogado de acusação e numa bancada havia as "testemunhas" . O juiz chegou, todos levantaram-se em sinal de respeito e voltaram-se a sentar. O julgamento começou com o discurso da acusação, depois com a defesa e várias perguntas do juiz para os presos.

Duas horas tinham se passado ali, Donghae começava-se a sentir indisposto ali, ainda eram 11 horas da manhã e nada estava coerente. O magistrado decidiu fazer um intervalo de 15 minutos para poder respirar fundo, relaxarem e talvez tomar uma decisão. Alguns permaneceram no local e outros saíram, o que foi o caso de Donghae que precisava de ar para fazer desaparecer aquele enjoo repentino.

XXX : Enjoo matinal? (perguntou uma voz atrás do gestante e este olhou-o)

Donghae : Senhor Jung (sorriu para o advogado do namorado)

Sr°Jung : Donghae, eu queria falar consigo

Donghae : Claro diga?

Sr°Jung : Hyukjae contou-me da vossa situação, que estão a espera de um bebé (o outro mirou-o sem entender) Por mais que eu tente, o juiz não deixará Hyukjae usufruir de uma prisão domiciliar 

Donghae : Está me querer dizer...?

Sr°Jung : Pelas perguntas que foram feitas, o mais certo é que o seu namorado fique 8 meses a prestar serviço comunitário mas dentro de uma prisão preventiva

Donghae : 8 meses?! (exclamou incrédulo) Mesmo sabendo que Hyukjae tem um filho a caminho?!

 

 

Se o mecânico ficasse aqueles 8 meses preso, não acompanharia a gravidez do gestante, nem assistir ao nascimento do bebé e só conheceria o filho com 1 mês de vida.

Sr°Jung : Infelizmente sim (suspirou) Mas os advogados de acusação arranjaram uma maneira de livra-lo da prisão devido a vossa situação e se Hyukjae colaborar poderá estar em casa enquanto presta serviços

Donghae : Colaborar com o quê? (questionou medroso)

Sr°Jung : Arranjar as moradas e encontros das pessoas que aparecem na oficina a noite (o moreno arregalou os olhos)

Donghae : Mas isso é extramente perigoso, ele passaria a ser um chibo e nós sabemos o que esses criminosos fazem a essas pessoas

Sr°Jung : Lamento mas não há outra solução (saiu deixando o rapaz sozinho)

 

Alguns minutos depois a sua sogra avisou que o intervalo tinha acabado. Donghae respirou fundo contendo as lágrimas que queriam sair e voltou com a sua sogra para dentro sentando-se.

Eunhyuk quando encarou o rosto do seu amor reparou que algo não estava bem, perguntou num sussurro apenas com os lábios a mexer se tudo estava bem mas o outro apenas sorriu-lhe.

O juiz voltou e as famílias dos julgados começaram a ficar nervosos.

Juiz : Tenho a decisão tomada (os presentes olharam-no apreensivos) Shin Donghae e Lee Hyukjae estão condenados a uma prisão preventiva de 8 meses com trabalho comunitário incluído (os dois abaixaram a cabeça)

DaokBoom : Não pode ser verdade (disse baixinho e apertou a mão do genro)

Juiz : Existe outra alternativa (olhou diretamente para Hyukjae que levantou a cabeça na hora) Conheço a sua situação, que tem um filho a caminho por tanto a opção que temos é a seguinte. Colaborar com a polícia dando os nomes, moradas e tudo haver com os seus clientes ilegais da oficina

 

 

Automaticamente quando o mecânico ouviu a proposta, virou-se para tras encarando o namorado e Kangin. O dono da oficina assentiu para este aceitar enquanto Donghae negava com a cabeça. O loiro não sabia o que fazer, ele queria ver o seu filho nascer, acompanhar a gravidez do namorado de perto mas poderia correr o risco que se aceitasse a proposta a sua família e todos a sua volta poderiam correr risco de vida.

Respirou fundo e encarou o advogado murmurou algo baixinho.

Juiz : Temos resposta?

Sr°Jung : Um minuto (falou alto) De certeza? (perguntou baixinho para o cliente que assentiu) O meu cliente... (suspirou frustrado)... Não aceita a proposta

 

 

Eunhyuk olhou mais uma vez o namorado que lhe sorriu confiante enquanto os pais olhavam dando apoio, já Kangin sorriu fraco sabendo que aquela se calhar tinha sido a melhor decisão.

Juiz : Sendo assim, condenado a 8 meses de prisão (levantou-se e saiu)

 

 

Todos levantaram-se para saírem, Hyukjae antes de ser algemado abraçou o namorado e beijou-o.

Hyukjae : Perdoa me

Donghae : Eu vou ver te sempre (apertou-o) Eu amo te

Hyukjae : Também te amo. Eu vou fazer de tudo para conseguir sair o mais rápido possível, bom comportamento, auxiliar em tudo para me deixarem sair mais cedo. Eu prometo que irei estar contigo a segurar a tua mão enquanto o nosso bebé nasce (disse tudo olhando nos olhos do moreno)

Donghae : Eu sei que vais (abraçou-o e escondeu o rosto no pescoço do namorado)

 

 

Ficaram mais algum tempo assim, até os guardas pedirem para se soltarem, Eunhyuk beijou-o mais uma vez e depois foi preso pelos polícias para voltar a prisão conjuntamente com ShinDong.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...