História Nothing More Than A Friendship - Dahmo - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana
Tags Chaeyoung, Dahmo, Dahyun, Mina, Mohyun, Momo, Nayeon, Twice, Tzuyu
Visualizações 542
Palavras 1.019
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nenéns, me perdoem por não atualizar ontem, nem anteontem. Eu estou passando por umas coisinhas difíceis, mas eu garanto que vou voltar a atualizar o mais rápido possível, sim? E eu estou -tentando- fazer a Oneshot Wheesa (que algumas pessoas pediram he), e eu estou dando meu melhor para conseguir terminar logo, porque ultimamente eu estou sem criatividade para escrever..

Masenfim.. aproveitem o cap :3

Capítulo 6 - 6


O dia mal havia começado -para Momo- e ela já estava querendo voltar a dormir. Era quase uma da tarde, e a japonesa não fazia nem questão de abrir os olhos. Mas ela sabia que teria que levantar. Então, ela se espreguiçou e abriu lentamente os olhos. Olhou para o lado, e viu Dahyun assistindo algum desenho em seu notebook.

–Bom dia, Tofu!– a mais velha sorriu largo

–Bom dia, Momoring!– Dahyun deuxou um beijinho na testa de Momo –Você finalmente acordou.. Se você dormisse por mais tempo, eu iria desconfiar de que você morreu– Kim caiu na gargalhada e recebeu um tapa no braço. 

–Sua tonta!– Hirai riu –Não dormi tanto assim! Que horas você acordou?

–Eu acordei as 7 da manhã.

–Tá explicado. Você acordou muito cedo! O que ficou fazendo nesse tempo todo? Comeu alguma coisa? Você bebeu água, sim? Já escovou os dentes? 

–CALMA MULHER! QUANTA PERGUNTA, PORRA– Dahyun começou a gargalhar, o que fez Momo rir junto –Eu comi suas bolachas, obviamente bebi água depois porque aquela bolacha é doce demais...e já escovei os dentes

–VOCÊ COMEU MINHAS BOLACHAS?!– a japonesa levantou em um pulo e foi correndo para o guarda-roupas procurar suas bolachas –NÃO ACREDITO NISSO, DAHYUN!

–Eu estava com fome!– ela começou a rir –Me desculpa?

–Você comeu minhas bolachas!– Momo se sentou na cama –Justo as minhas favoritas– Ela encarou a coreana, e viu a mesma fazendo um bico. Momo soltou um suspiro pesado –Tudo bem– ela revirou os olhos –Mas só porque você é muito fofa.

–Eu sei que sou.

–Convencida!

–Sou mesmo– Kim riu 

–Então... O que você pretende fazer hoje? É domingo.. então a gente não tem aula... Até porque, se nós tivéssemos aula, nós estaríamos muito atrasadas– começou a rir –Pelo menos eu. Enfim... Você não pretende ficar assistindo desenhos a tarde toda no meu notebook, né? 

–Bom..eu acho que era isso mesmo que eu estava pensando em fazer...

–Dahyun, a vida não é só assistir desenhos. Tem coisa mais legal pra fazer

–Não diga isso! É mentira! O que tem de melhor pra fazer? Não tem nada!

–Bom...da pra gente assistir séries, filmes, colocar no YouTube e ouvir música... As vezes eu coloco música e dou a louca, sabe? Começo a dançar– Momo riu 

–VOCÊ ME DEU UMA ÓTIMA IDÉIA! VAMOS DANÇAR?

–Aish, eu não quero dançar agora! Dance você. Eu vou apenas assistir.

–Okay!

[...] 

Depois de dançar algumas músicas, Dahyun decidiu fazer uma pausa. Ela estava bem cansada. Sua garganta estava seca, e havia suor escorrendo pelo seu corpo. Dahyun se sentou no cantinho do dormitório e fechou os olhos, encostando a cabeça na parede. A garota estava ofegante, tentando controlar sua respiração. 

Momo estava praticamente babando na garota a sua frente. Como Dahyun conseguia ficar bonita em qualquer situação? Era incrível.

–Momo... você pode me trazer um copo de água, por favor?– a garota pediu, ofegante. 

–C-claro!– ela correu pegar água para a garota. 

Quando foi entregar o copo para Kim, Momo acidentalmente tropeçou e caiu. O copo, que estava em suas mãos, agora estava todo quebrado, havia água e espalhado pelo chão. Momo estava em cima de Dahyun, com o coração disparado. Tanto a japonesa, quanto a coreana estavam assustadas. 

–V-você se machucou? Me perdoe, Dah..– Hirai levantou o olhar para Dahyun. Seus rostos estavam próximos, e ambas estavam em "choque". 

–Não me machuquei, e você? Está bem?– Dahyun acariciou a bochecha de Momo

–Estou sim..– a garota desviou o olhar para baixo, já que estava sem graça com todo o ocorrido –Eu vou limpar essa bagunça, antes que a gente acabe pisando em algum caco.. me desculpe por tudo isso– Hirai desviou o olhar rapidamente para a boca de Kim, e depois voltou a olhar para seus olhos

–Momo... Eu...– Dahyun corou e a mais velha a olhou confusa –Eu..posso te beijar?

–Talvez– Hirai sussurrou e se aproximou divertida, soltando um largo sorriso ao sentir a respiração desregulada da garota. Ela fechou os olhos, e automaticamente, Dahyun fez o mesmo. 

As duas juntaram os lábios e iniciaram um beijo calmo. Hirai adentrou sua língua quente na boca de Kim. A mais velha levou as mãos para a cintura da garota, e deu leves apertadas alí, incentivando Dahyun a dar leves reboladas. Momo arfou e apertou um pouco mais forte, o que fez a coreana gemer baixinho.  

Hirai arrastou as mãos até chegar em baixo da blusa de Kim, e passou as mãos no abdômen de Dahyun, até chegar em seus seios médios, apalpando eles com delicadeza. E foi aí que Kim separou o beijo 

–Momo, para– a mais nova disse, tirando as mãos da japonesa debaixo de sua blusa.

–O que houve? Eu fiz algo de errado?

–Não é isso... é que... Eu não estou pronta pra isso... Na verdade, eu nunca fiz isso, sabe?– Kim disse corando, já que estava constrangida com o assunto.

–Mesmo?– A japonesa perguntou, recebendo um aceno positivo de Dahyun –Tudo bem, eu entendo– ela sorriu afim de confortar a garota –Vamos apenas esquecer que tudo isso aconteceu, okay? Ou, você pode fazer o que achar melhor– a mais velha deu um selar na testa de Dahyun –Eu vou limpar essa bagunça.

Dito isso, Momo se levantou e começou a limpar tudo, enquanto Dahyun decidiu sentar na cama. Kim estava sentindo que havia vacilado feio com Momo. A japonesa havia dito para elas apenas esquecerem. Mas será que Momo esqueceria? Dahyun com certeza não ia esquecer o que acabara de acontecer. Ela não sabia exatamente o porquê de não ter aceitado, afinal, Momo era sua "Crush suprema". Talvez fosse só medo da japonesa estar apenas brincando com ela, e apenas a usando como objeto sexual. Dahyun não sabia explicar, apenas não se sentia "bem" para fazer aquele tipo de coisa, no momento. Vários pensamentos invadiam a cabeça da pequena Kim. Será que Momo estava triste por Dahyun ter "rejeitado" ela? Será que ela estava realmente numa boa com isso? 

Enquanto Momo limpava o chão, Dahyun olhava para ela, com uma cara confusa. Ela não queria deixar Momo "mal" pelo ocorrido, e estava preocupada com os sentimentos da japonesa. 



Notas Finais


Ai dels
Me perdoem se esse cap ficou ruim :')
Prometo que vou me esforçar mais para escrever, okay? Me perdoem por deixar vocês na mão :(
Enfim...
Até mais gentem
Unnie ama muito vocês❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...