História Nova Pizzaria 2 (INTERATIVA) - Capítulo 2


Escrita por: e Mikuuyah

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Golden Freddy, Marionette, Mike Schmidt, Personagens Originais, Purple Guy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Fnaf, Interativa
Visualizações 14
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mandem fichas aewwwwwwwwwwwww ou eu vou chorá :c
Boa leitura sz

Capítulo 2 - Presos!



- FINALMENTE ACONTECEU!!! - Yuna grita.
- E-ei idiota, são quase duas da manhã, para de gritar! - Shingo dá tapas fracos no ombro de Yuna.
- Olha só Freddy olha só, vai deixar ele bater em mim?
- Sim.
- M-MALDOSO!
- Pai, por quê estamos aqui? - Ishida pergunta.
- Vocês que quiseram vir, eu disse para ficarem em casa!
- Parece que a pizzaria passou por umas reformas. - Akira diz, encarando a pizzaria.
- É... esse lugar ainda traz pesadelos... - Foxy diz.
- Olha só Shingo, sua barba tá crescendo! Tá bonitão ein! - Yuna diz, encarando Shingo.
- Você não mudou nada...
- Tu tá tão bonito Mitsuki, BONITO! B O N I T O! GATO! - Ayumi estava grudada em Mitsuki.
- A-a-ayumi...
- Ei Yuna, sua filha? - Yasmin pergunta.
- Sim! Ela é muito parecida comigo,  né?
- Heh, coitada... A-AI! 
- Não me faça te queimar novamente, Shingo! - Yuna sorri.
- Certo. Como será que entramos aqui? - Bonnie diz, se aproximando da porta. - Está obviamente trancada
- Nada que um soco meu não resolva! - Mina soca a outra mão.
- NEM PENSAR MINA! Não queremos quebrar esse lugar. - Mike impede Mina.
- Deixa eu ver o que posso fazer... - Shingo se aproxima da porta.
- Então, vocês são os filhos do Shingo? Eu sou uma amiga dele! Nos conhecemos a algum tempo! - Yuna conversava com Ishida e Mayumi.
- Eu pensava que meu pai era um anti social sem amigos nenhum.
- Você diz isso mas só tem o Yuki de amigo.
- E-ELE É VERDADEIRO, TÁ BOM?
- Obrigado, Ishida. - Yuki diz.
- Aliás, Yuki, o que tá fazendo aqui?
- Eu não sei, eu não tenho nada para fazer em casa.
- E seus pais?
- Não estão.
- Pode ficar então. - A porta se abre ao toque de Shingo.
- Parece que a porta respondeu ao selo... 
- VAMO LÁ! - Yuna entra correndo, seguida de todos.
- Ohhh weee, lugar bonito... parece até que é outro. - Mike diz, olhando para todos os lados.
- E eu acho que é outro mesmo... - Foxy diz, coçando a nuca.
- O que viemos fazer aqui afinal? - Mitsuki pergunta
- Yasmin. - Shingo olha para Yasmin, ela levanta uma mão, fazendo todas as luzes do lugar se acenderem. - Vamos ver se esse cara vai acordar. - Ele tira sua luva.
- Cruzes, o que aconteceu com sua mão? - Mina pergunta.
- Parece que o selo foi se aprofundando nela, como se estivesse queimando.
- Será que não dá para curar? - Yuna pergunta.
- Você já tentou, não lembra? Parece que está preso na carne, não tem jeito de tirar isso a não ser tirando o Jio daqui. Agora só preciso saber como diabos chamar ele...
- Deixa eu ver se isso funciona. - Mike dá um soco na cara de Shingo.
- EI, NINGUÉM BATE NO MEU PAI! - Ishida dá um soco em Mike.
- E NEM NO MEU CARA! - Mitsuki dá um soco em Ishida.
- NINGUÉM BATE NO MEU IRMÃO! - Mayumi acerta vários tapas em Mitsuki.
- NINGUÉM BATE NO MITSUKI! - Ayumi puxa o cabelo de Mayumi.
- JÁ CHEGA! - Uma cela de água aparece ao redor dos que estavam brigando. - Como vocês são problemáticos...
- Shingo? EI SHINGO! - Mike se aproxima de Shingo, sua mão sangrava.
- P-parece que fez efeito... - Os olhos dele mudam de cor.
- Seus olhos... 
- M-merda... Mike, mais um soco!
- Por quê?
- Vai logo!
- Tudo bem... - Mike dá outro soco em Shingo, que logo grita muito alto. - E-eita, doeu tanto assim?
- A-A-A-AGORA... FOI! - O selo começa a se desfazer, assim como a cela de água.
- A-alguma coisa está drenando minha mana aqui... - Freddy diz. Uma figura começa a se formar na frente de Shingo, parecia estar saindo do selo em sua mão. Até que, finalmente, a figura aparece por completa.
- Não podemos abaixar a guarda pessoal! - Mina diz, puxando Mitsuki para trás dela. Todos se preparam.
- Ah... como é bom estar de volta. - A figura que sai das sombras era a mesma que atormentou aquelas pessoas anos atrás.
- Cara, você continua feio do mesmo jeito! - Yuna diz.
- CALA BOCA YUNA!
- Hehehe... suas piadas não me afetam cara Yuna... Vejo que suas vidas mudaram bastante desde a última vez que nos encontramos!
- Sim, longe de você e do Purple Guy!
- Purple Guy? Aquele cara já era! Eu sabia que alguma hora ele sumiria.
- O-o que você quer, Jio...? - Shingo pergunta, segurando sua mão esquerda.
- Bem, vejamos... Como fiquei selado por anos, meus poderes lentamente foram sugados por esse Lobo que você tem. O maldito realmente pegou tudo... Acho que vou precisar pegar de volta...
- Bem, boa sorte então! - Mike sorri.
- Hehe... Estou em grande desvantagem aqui, que tal deixar isso justo? - Jio ri, levantando sua mão e criando uma chama simples, apertando-a em seguida...
Por alguns segundos, uma forte luz toma conta do local.
- A-ah merda...
- O que aconteceu...?
- Espera... cadê nossos pais? - Ayumi diz, olhando para todos os lados.
- E-eles... sumiram? - Mayumi diz.
- Não... eles estão por aqui, eu sei que... 
- Ei... - Ishida interrompe Mitsuki. - Vocês não percebem que estamos sozinhos aqui agora? Eles morreram! Não só nossos pais, os outros que estavam com eles também.
- Eu não quero saber, eu vou sair daqui! - Mitsuki se aproxima da porta.
- Idiota, ela logicamente está trancada. - Ishida se aproxima.
- Heh, você não conhece os poderes da minha mãe amigão... - Mitsuki prepara um soco, sua mão logo fica vermelha. - Esse aqui vai ser dos fortes! - Ele acerta a porta...
- MITSUKI! - Porém é jogado longe. Ayumi corre até ele.
- Isso parece um tipo de campo elétrico. - Yuki diz, encarando a porta. - Estamos presos.
- Merda... MERDA! - Ishida dá um soco na parede. - Isso é tudo culpa daquele selo maldito...
- SERÁ QUE VOCÊS PODEM AJUDAR AQUI? - Ayumi grita, todos se aproximam. 
- Ninguém aqui tem o poder de cura, creio eu? - Mayumi diz, olhando para todos.
- Ei Mitsuki, você tá legal? - Ishida pergunta.
- Eu bati as costas na parede em uma velocidade de quase duzentos quilômetros, acho que tô legal sim.
- Idiota...
- Acho que podemos usar esse tempo para nos conhecer melhor. - Yuki diz.
- Finalmente Jio deixou umas cobaias aqui para nós! - Uma figura aparece de uma sala próxima de onde todos estavam.
- Já estava na hora mesmo... - Outras duas figuras aparecem.
- Ei, quem são vocês? - Ishida pergunta.
- Podem nos chamar de toys... sabe, estamos afim de surrar alguém. Estão afim.
- Bem, bora lá... - Mayumi entra na frente de Ishida. 
- Não posso deixar você lutar.
- Por quê?
- Você não tem poderes.
- QUAL É O PROBLEMA COM QUEM NÃO TEM PODER? O PAI DISSE QUE SOFRIA MUITO PRECONCEITO TAMBÉM!
- Ei ei, cuide dele, tudo bem? - Ayumi encara Ishida.
- M-mas... mas... MERDA! 
- Vamos mostrar para vocês como se faz! - Ayumi se aproxima de Mayumi.
- Eu vou ajudar. - Yuki diz, também se aproximando de Mayumi. - Eu vou deter eles, Ishida.
- Vai lá. - Ishida senta ao lado de Mitsuki.
- Sakurai Mitsuki, 18.
- Hiro Ishida, 15.
- Tenho poderes.
- FILHO DA MÃE!
 


Notas Finais


SZZZZZZZZZZ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...