História Nova Seul - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Hoseok, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kooktae, Kookv, Namjoon, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook, Yoongi
Visualizações 17
Palavras 2.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Luta, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Suíte Master


 

O prédio era alto, mais de quarenta andares, pistas eram conectadas na parte de fora, os carros subiam em espiral até chegarem a um retorno nas alturas e ali seguiam o seu caminho. A fachada era toda de vidro espelhado para dar a total privacidade das pessoas de dentro, as sombras dos prédios da cidade alta fazia um jogo de luzes - a pouca que passa pelos espaços entre prédios - agradável. A partir do vigésimo andar para cima, os andares eram de um único apartamento. Haviam mais de dez elevadores, todos luxuoso com teto em espelho e piso em mármore bege.

A porta já denunciava como era a parte de dentro do apartamento, uma madeira pesadas e grossa com uma maçaneta grande, o piso por dentro era todo de mármore branco, um corredor que dava para a sala onde tinha uma parede de vidro com uma vista de toda a cidade média, os inúmeros telões - que serviam para passar as mensagens que a prefeitura dava, ou, como na sua maioria do tempo, passava inúmeras propagandas, que na visão de pelo menos três dos moradores da cidade baixa, não fazia o menor sentido, afinal Namjoon e Jungkook nunca sentiram vontade de comprar qualquer que seja dos vários produtos que esses telões exibiam para toda Seul - e claro o grande trânsito de carros e motos - uns voando e outros nas pistas estilo pontes que se cruzam nas alturas - passavam em alta velocidade. À vista no quadragésimo sétimo andar era realmente deslumbrante.

- Não sei se me acostumo a morar em um lugar desses - disse Jeon, afinal ele era acostumado com seu pequeno galpão, onde tinha uma garagem bem espaçosa e uma pequena construção nos fundos, onde dormia, comia e tomava banho. Sair de um lugar pequeno daqueles para um apartamento dez vezes maior, era uma grande mudança, e ainda dividi-lo com seis desconhecidos.

- Nem se preocupe, já já você vai estar muito bem acostumado - Jungkook sentiu um arrepio passar por todo seu corpo, aquela voz grossa, aquele timbre, e agora mais perto, podia sentir o cheiro doce de sabonete, Kim Taehyung cheira a sabonete - Olá - disse parando ao lado do Jeon com um sorriso no rosto. Jeon abriu a boca para respondê-lo, mas no mesmo instante ouviu gritos vindo de um corredor, onde presumiu ser a parte onde ficavam os quartos.

- VOCÊ TOME CUIDADO, EU MESMO QUE FIZ ISSO - ouviram alguém gritar de um dos quartos, este alguém que já sabiam muito bem quem era, afinal essa mesma cena já acontecerá mais cedo.

- Porque ele vive gritando? - perguntou Taehyung franzindo a testa.

- Ele tem uma personalidade forte - falou o Jeon esticando o pescoço para onde o som veio - Espero que não seja um problema - falou mais para si do que para o outro, porém Taehyung escutou como um sopro.

- SAI, EU MESMO FAÇO ISSO - alguns poucos segundos depois saiu um homem com uma roupa do prédio, um simples trabalhador.  

- Boa tarde senhores - falou educadamente, Taehyung e Jungkook o responderam e então o homem se retirou do apartamento passando pelo ex soldado de cabelo roxo que acabará de chegar.

- Nossa como aqui é grande - falou olhando ao redor. Assim como Jungkook o rapaz estava boquiaberto, morava em um trailer antigo apertado nas bordas da cidade baixa.

- Olá soldado - falou Taehyung fazendo sinal de sentido com a mão.

- Ex soldado - consertou colocando as mochilas ao lado do sofá e se dirigindo para o lado do motorista, onde começou a apreciar a vista soltando um longo e pesado suspiro - Como aceitamos uma loucura dessas? - perguntou com um olhar perdido na linda vista da cidade média. Queria pegar intimidade com os meninos, afinal iriam trabalhar juntos e viver juntos por um tempo.

- Dinheiro - Taehyung falou simples com a vista presa nos inúmeros carros que passavam e com um sorriso no rosto. Ele estava sendo sincero, afinal realmente estava ali só pelo dinheiro.

- Acho que todos estão aqui pelo dinheiro - Taehyung e Namjoon concordaram silenciosamente. Então escutaram passos vindo do corredor, juntamente com resmungos baixos, surge uma figura baixa e pálida, com os cabelos agora a total amostra, uma calça moletom preta bem folgada, casaco também preto com detalhes brancos nos braços.

- Oh, vocês já chegaram - falou olhando rápido para os três e logo se abaixando para pegar uma das caixas, porém Yoongi não tinha um físico como dos outros seis, na verdade ele era o único que possuía um físico muito magro, e isso impossibilitou que o mesmo não conseguisse retirar a caixa do chão - Merda - reclamou batendo o pé no chão e se abaixando para tentar novamente.

- Eu ajudo - falou uma quinta voz, era o loiro assassino de aluguel. Ele se abaixou na frente do azulado e o ajudou a levantar a caixa e levá-la para o quarto no final do corredor.

- Bem - falou o ex soldado - Vou procurar um quarto - pegou as mochilas pesadas. Com duas em uma mão segurando pela alça e a outra jogada no ombro, saiu da sala sendo seguido pelo olhar de Jungkook e Taehyung.

E assim voltaram ao estado inicial, Jungkook sozinho com o Kim, desde a primeira vez em que se viram ambos sentiam uma leve tensão nascendo entre eles.

Estavam presos em seus próprios pensamentos. Jeon em como o cheiro do motorista era agradável e leve. E Taehyung em como o cabelo do mecânico era adorável na parte da nuca, levemente bagunçado e bem preto, liso, fino e aparentemente macio.

- Uau - ouviram vozes vindo da porta - Esse lugar é melhor do que eu pensei - falou Seokjin, com o homem que carrega as bagagens logo atrás - Olá meninos - falou de longe - Ainda tem algum quarto solo sobrando? - perguntou porém já indo pegar um quarto para si, sendo seguido pelo homem com um carrinho que levava suas malas.  

- Quarto solo? - perguntou olhando para Taehyung, este que deu de ombros.

- Deve ser alguma gíria de rapaz da cidade - sorriu.

Jeon seguiu pelo mesmo caminho de Seokjin - o corredor ao lado da cozinha - havia cinco portas, duas do lado esquerdo, duas do lado direito e uma no final do corredor, esta que estava aberta. Jungkook olhou para dentro do quarto e viu muitos fios espalhados e esticados pelo chão, cada um de cores diferentes, e entre esse emaranhado de fios estava Yoongi, sentado no chão retirando algumas peças de computador da caixa, Jimin lhe ajudando a retirá-las com cuidado e Namjoon em pé com as mãos na cintura só observando e perguntando vez ou outra o que era tal coisa.

- Quanto fio - falou Jeon passando a vista por todo o chão.

- Você - o Min parou de falar só para morder o lábio devido ao peso da peça de um dos computadores - Não viu nada amigo mecânico - Jeon sentiu uma presença atrás de si, porém não se virou afinal já sabia quem era. O cheiro já denunciava.

- Wow, vai abrir uma loja aqui dentro? Quantas peças - falou o Kim. E realmente eram muitas peças, o Min não brincava em serviços, trouxe tudo que utilizava.

- Não dá para abrir uma loja com essas peças velhas - falou olhando confuso para duas peças, tentava se lembrar onde elas se encaixam. O Min é um excelente hacker, porém sua memória é a pior, já esqueceu a senha de sua própria sala de computadores, então teve de hackear o painel da senha, que ele mesmo criou, e abrir a porta.

- Então por que não compra outras novas? - perguntou Namjoon. Em sua cabeça as peças novas eram melhores que as velhas, e isso era lógico. Para pessoas que entendiam só o básico daquilo que Yoongi dominava.

- As peças novas não podem descer um nível - falou encaixando uma das peças e pedindo para que nada ali explodisse - Já as antigas podem subir um nível, e isso facilita na hora de me esconder quando for hackear, afinal como os computadores da cidade média e da cidade alta são todos de peças novas, eu posso hackear com tempo de sobra, pois quando forem tentar impedir ou tentarem me rastrear, já será tarde demais, pois minhas peças são antigas e o sistema novo deles não regride para bater com as minhas - sorriu - Mas as minhas podem bater com o novo sistema deles - quando o Min acabou sua breve explicação, a cabeça dos quatro estava um verdadeiro nó, pararam de entender assim que o Min falou subir de nível.

- Que bagunça horrível - falou Seokjin chegando e se encostando no batente da porta ao lado de Jungkook. Ao ouvir isso Yoongi revirou os olhos, porém não foi visto por nenhum ali presente devido a sua franja está cobrindo seus olhos - Quem está no quarto ao lado do meu?

- Eu - falou Jimin levantando à vista e o olhando nos olhos - Namjoon está logo a frente na primeira porta à direita - Seokjin se desencostou do batente o bastante para olhar a porta junto com o Jeon e o Kim.

- Quem está ao lado? - perguntou o Kim com o pensamento de que se não houvesse ninguém ocupando o quarto ele iria pegá-lo.

- O contrabandista - falou Yoongi agora conectando alguns fios - Ele veio quando só tinha eu aqui, colocou suas coisas no quarto e disse que tinha coisas para resolver. Avisou que volta para o jantar.

- Então acabaram os quartos solos - falou Seokjin.

- Quartos solos? - perguntou Jeon ainda tentando entender, achava que era um gíria como o Kim havia falado.

- Sim - Seokjin tateou os bolsos da calça e tirou um papel - Essa é a planta baixa do nosso apartamento. Possui cinco quartos solos todos suítes e uma suíte master de casal - nesse momento o coração de Taehyung e Jungkook falharam umas cinco batidas - Vão dividir a suíte master.

- Di-Dividir um quarto? - perguntou o Jeon falhando no início. Ele sentia uma tensão entre ele e o Kim, e agora iriam dividir um quarto. Porém sua mente entrou em um pane quando finalmente associou as palavras. Suíte máster de casal. Eles iriam dividir não só o quarto, mas a cama também.

- Por mim tudo bem - sorriu o Kim e olhou para o Jeon.

Pensava que seria uma ótima oportunidade de conhecer o menino de cabelos aparentemente macios, ele o intrigava. Taehyung poderia ser cercado de pessoas, e todos o querem, mas ele nunca gostou da ideia de transar e no outro dia fingir que não conhecia a pessoa, e se caso não acontecesse isso, ele sabia que a pessoa só estava com ele por interesse, tanto financeiro quanto por status, ele não gostava, mas tinha suas necessidades. Porém ele achou o rapaz interessante, Jeon era dono de uma beleza realmente notável. Apesar de primeira ter se interessado por Min Yoongi também, ele não via no Min o mesmo que via em Jeon, o pequeno hacker tinha uma personalidade que cativava o Kim, mas não dá mesma maneira que Jeon, ele achava muito precoce tirar alguma conclusão ou desejo disso tudo, pretendia conhecer melhor os dois - na verdade pretendia conhecer melhor todos - e tirar suas conclusões e finalmente distinguir tudo aquilo. Mas ele não poderia perder o foco.

- Para mim também - falou o Jeon baixo - Vou pegar minhas coisas e levar para o quarto.

Jeon nunca foi de se relacionar, na verdade ele não se lembrava quando foi a última vez que esteve com alguém em sua cama, ele só trabalhava e levava uma vida normal de uma pessoa que morava na parte baixa, ele poderia ser rígido e grosso com outros assuntos mais sérios, porém nunca se deu bem no quesito relações. Era um cara simples que não dava a mínima para namoradas ou namorados. Mas o Kim lhe despertou um interesse, claro que deveria focar na missão, e seria seu primeiro plano e colocaria isso acima de Kim Taehyung, porém o corredor chamou sua atenção.

Os dois saíram de lá e pegaram suas coisas. O quarto do outro lado do apartamento era todo branco, ao lado direito ficava o closet - um corredor com prateleiras brancas de um lado e do outro e um sofá sem encosto no meio - e uma porta que dava para o banheiro - todo em mármore branco, duas pias, um chuveiro e uma banheira preta.

      A cama era uma king size, o lençol fofo e cinza grafite dava um contraste em meio ao branco, uma mesa longa encostada na parede a frente da cama, com uma televisão grande na parede. Ao lado esquerdo do quarto ficava uma parede de vidro com uma cortina branca pesada e uma espécie de degrau que dava para um sofá embutido, onde se podia apreciar a vista, que era a mesma da sala principal - uma parte das grandes vias aéreas e terrestres da cidade média.

- Nossa - falou boquiaberto olhando ao redor.

- Bem diferente do meu bangalô - falou entrando e jogando as mochilas na cama, seguiu para a grande parede de vidro e abriu as cortinas, era um vista incansável. Os olhos castalhos de Taehyung brilhavam com tantas luzes, formas e até mesmo alguns sons que passavam pelo vidro.

- Acho que nós demos bem - falou Jeon do banheiro. Imediatamente o Kim saiu do sofá embutido e foi até onde o moreno estava, chegando lá seu coração deu uma breve parada, o mecânico estava sentado na borda da banheira ligando a torneira, suas pernas abertas, as mangas levantadas mostravam os braços com os músculos aparentes, a camisa folgada pendia para frente, deixando aparente um pouco da cueca preta com barra branca de Jeon e seu cabelo jogado para frente - Ela tem aquecedor - falou olhando alguns botões e logo apertando o que aquecia - Se importa de eu tomar banho primeiro? - perguntou olhando para o Kim a sua frente. Apesar de Taehyung tentar disfarçar o Jeon percebeu uma cor avermelhada em suas bochechas. Fofo, pensou.

- Não, eu vou aproveitar para arrumar minhas coisas - olhou para o closet ao seu lado e percebeu como ele iria ficar vazio com as poucas coisas que ele trouxe, e que provavelmente o Jeon não havia trazido tantas também - O closet vai ficar bem vazio, não trouxe quase nada.

- Eu também não - falou o Jeon saindo do banheiro e passando por Taehyung. Naquela hora o Kim sentiu o cheiro amadeirado de Jungkook. E pensar que vou dormir com esse cheiro, pensou. Observou o moreno pegar algumas peças de roupas e uma toalha. Passou novamente por Taehyung e sorriu antes de entrar novamente no banho, fechar a porta e a trancar.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...