1. Spirit Fanfics >
  2. Novo Amor >
  3. Chá

História Novo Amor - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Chá


Estava decidida a ajudar o Shikamaru, ele precisava desabafar, superar, seguir em frente, talvez chorar mais um pouco, ir em um psicólogo. Hoje só iria trabalhar no período da tarde, então resolvi esperar ele na frente da torre do Hokage para almoçar comigo, e ele iria querendo ou não.

- Ei Shika, estava te esperando, vem vamos?

- Vamos pra onde?

- Almoçar logicamente.

- Desculpe Sakura, mais hoje não da.

- Por favor, eu pensei que fosse meu amigo, e eu estou precisando de alguém para conversar.

- Problemática. Vamos!

Eu sabia que iria conseguir, agora só preciso abordar o assunto devagar, talvez explicando como estou fazendo dia após dia para esquecer o Sasuke. Chegamos a uma churrascaria, e nos sentamos, após pedirmos vi que ele ficou com um olhar distante. 

- Então Shika como esta sua mãe? 

- Esta bem, é muito teimosa, tento fazer com que ela descanse, afinal agora somos apenas nos dois em casa, e eu quase nunca almoço em casa. 

- Entendo, mas ela passou a vida toda cuidado de duas pessoas, agora deve se sentir sozinha. 

- Problemático. 

- Por que você não procura alguma ocupação diferente algumas vezes na semana pra ela. Já sei, sempre vou ao orfanato ver as crianças, comecei a levar minha mãe, agora ela vivi infurnada lá com meu pai, por que na proxima vez que eu for vocês não vão comigo?

- Não sei não, crianças podem ser problemáticas. 

- E ela já te criou deve saber que são mesmo, mas Shika, você tem que ver como são fofas, e elas são carentes de atenção, e sua mãe deve ter muita acumulada.

- Vou fingir que não entendi a piadinha, pois talvez você tenha razão. Mas o que você queria conversar?

- Ha, ja tinha até esquecido, viu como foi bom vir almoçar com você. 

Estavamos indo tão bem falando sobre o orfanato, la tem uma psicóloga, talvez ela me diga o que acha dele com um pouco de conversa. Mas agora vou ter que falar do Sasuke pra despistar, quem diria, Sakura Haruno pensando em falar do Sasuke apenas para despistar. 

- E então Sakura?

- Haa Shika, desde que decidi que esperar pelo Sasuke não valia a pena, tenho me sentindo sozinha, precisando de um amigo pra conversar e me distrair. 

- Pera, quando você se tocou que esperar o Uchiha era perda de tempo?

- Hahaha, engraçadinho, mas foi no dia do casamento do Naruto, percebi que talvez o que eu sinto ou acho que sinto pelo Sasuke pode ser apenas uma paixonite de criança.

- Amadureceu problemática.

- Ei, eu não sou problemática, você que é um bicho preguiça.

Ele arquiou a sombrancelha e eu ri, talvez por saber que realmente sou problemática, ou a cara dele e o pequeno sorriso que nasceu quando o chamei de bicho preguiça.

- Quer saber, é um bom apelido, então vamos fazer assim bicho preguiça, depois de amanhã não vou trabalhar no período da tarde, passo na sua casa as 14h pra irmos juntos no orfanato. E eu ja estou indo tenho plantão até de madrugada.

Me levantei deixei minha parte em dinheiro encima da mesa, e sai antes que ele pudesse contestar. Estava radiante, tinha acabado de perceber que eu quase não pensava mais no Sasuke, ainda mais agora que um bicho preguiça precisava de mim. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...