História Novo Verão Em Gravity Falls - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Bill X Dipper, Cabana Do Mistério, Irmãos Pines, Lemon, Mabel X Pacifica, Yaoi, Yuri
Visualizações 121
Palavras 933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Me desculpem a demora, mas ai está. Já queria avisar que não irei postar mais com a mesma frequência. Estou sem internet esse mês, então para postar só poderei nos fins de semana ou quando for pra minha avó. Mas não se preocupem, pretendo escrever os capítulos durante a semana e postar uns 5 de uma vez no fim de semana se for possível e tentar postar nos dias da semana indo para minha vó, só não pude escrever mais nessa semana por causa das provas. Vou me esforçar.

Boa Leitura.

Capítulo 14 - Você Não É Nada Romântico


Fanfic / Fanfiction Novo Verão Em Gravity Falls - Capítulo 14 - Você Não É Nada Romântico

P.O.V. Dipper:

Acabei de acordar no meio da floresta com Bill dormindo ao meu lado e o pior, ESTAMOS NUS!

- Atim! -Espiro e começo a me levantar e a me lembrar da noite passada. – Ai meu deus, ai meu deus! Calma, calma. -Digo baixinho para tentar não acorda-lo.

Para não ficarmos gripados e nus uso minha magia e faço roupas aparecerem para nós, já que as roupas que usávamos antes haviam se sujado com terra.

Quando ia acorda-lo o ouso falar algo baixo ainda dormindo.

- Dipper...você é tão...-Me aproximo mais. - ..pervertido!

Coloco meu pé na cara dele e o mesmo acorda assustado e bravo.

- O que foi que eu fiz? -Retiro meu pé da cara dele.

- Nada! -Digo sem o olhar e bravo.

- Então porque me acordou assim??? -Ele se senta.

- Porque eu quis!

- Podia ter me acordado com um beijo de bom dia. Você não é nada romântico. -Diz se levantando e tirando a sujeira de terra da roupa.

- Ddesculpe. -Digo corado e gaguejando.

- Mais é muito fofo! -Diz se aproximando e me dá um beijo. -Vamos voltar?

- Ssim. -Falo mais corado ainda e baixando a cabeça.

Quebra Tempo:

Acabamos de entrar na cabana do mistério e, ao entrar, sentimos um aroma delicioso de comida.

- Que cheirinho bom. -Fala Bill seguindo o cheiro.

- Quem fez comida? Eu sou o único que cozinha nessa casa sem explodir nada. -Paro ao entrar na cozinha e ver Mabel, Pacifica e Stan na mesa, que tinha bacon, torradas, coisas para passar na torrada, panquecas, waffles, socos, café, Nescau e leite, e o tivo Ford de pé fazendo mais café e colocando em uma xícara com Waddles ao seu lado pedindo comida.

- Dipper! Onde vocês estavam? -Pergunta Mabel parando de conversar com Pacifica que estava ao seu lado na mesa.

- Aaa, isso...é que...-Não conseguia pensar em uma desculpa.

- Transando na floresta. -Diz Bill calmo.

Nessa hora Stan cospe o café que estava bebendo, Ford deixa sua xícara cair no chão e Pacifica se engasgou com o pedaço de torada que estava comendo.

- BILL! -Grito com ele ficando mais corado que um tomate.

Tudo ficou quieto, até Mabel o quebra-lo.

- Então é por isso que você não fez o café. -Diz normalmente.

- Ddesculpa. -Digo gaguejando um pouco.

- A, sem problemas! Nem demos falta de você até agora. -Diz rindo.

- Ei! -Grito.

- É brincadeira. Mas eu só percebi de manhã, já que eu e a Pacifica ficamos “juntas” a noite inteira ontem também. -Diz sorrindo e Pacifica cospe o Nescau que estava tomando.

- Mabel!

- Hi hi. -Mabel da uma risadinha.

- Quem fez o café? -Pergunto.

- Eu! -Diz Mabel.

Será que está comestível? Não que eu esteja me gabando, é que a última vez eu a Mabel cozinhou lá em casa ela colocou fogo no café! Não sei nem como ela fez essa façanha.

- Você não consegue fazer nem mesmo arroz sem queima-los. Como fez tudo isso?

- Com magia. -Diz séria.

- E não explodiu nada? -Pergunto com ironia.

- Trouxa. –Diz a menor brava e em seguida vira o rosto.

- Mabel...-Falo tentando arrancar uma confissão da mesma.

- Tá! Mas foi só uma vez.

- O que você fez? -Pergunto agora preocupado.

Nessa hora vejo Pacifica colocar a mão sobre os olhos em sinal de negação.

- Eu tentei fazer uma rosquinha com expressão humana.

- E?...

- Fiz uma rosquinha com olhos reais e que fica gritando sem parrar.

- Porque diabos você queria uma rosquinha com rosto humano?

- Porque é fofinho!

- Onde ela tá? -Pergunto após um longo suspiro.

- Consegui criar uma caixinha a prova de som e a coloquei dentro.

- Porque não a destruiu?

- Porque ela pode ser útil! E...ela foi a primeira coisa que criei com magia.

- Tá, mas não tire ela da caixa. Já tem você pra ficar gritando. -Digo e todos riem.

- Ei! -Ela fica corada. – Ta, e qual foi a primeira coisa que você fez com magia? -Pergunta e todos ficam curiosos e esperam minha resposta.

- Aaa, isso não é importante. -Digo me sentando.

- A mais é incrível, por que não conta. -Diz Bill começando a rir.

- Fala Bill! -Grita Mabel para Bill.

- Não Bill! -Olho para ele que começa a rir.

- Ele colocou fogo em um arbusto.

- Bill!

Todos começam a rir.

- Pelo menos eu não coloquei fogo em nada. -Diz Mabel limpando as lágrimas que começavam a aparecer de tanto rir.

Fico corado.

- Só para saber, foi eu quem quis que ele pegasse fogo! -Digo virando o rosto.

- Você fica tão fofo quando tá irritado. -Bill diz se aproximando de mim, virando o meu rosto e me beijando.

Todos ficaram e boca aberta.

- Bill!!! -Limpo minha boca corado.

- Como eu disse, fofo. -Diz sorrindo.

- Então é sério? -Pergunta Stan.

- Ssim. Digo corado e baixando a cabeça.

- Mas Dipper, ele é um maluco! Ele pode estar apenas brincando com você.

Nessa hora vejo Bill ficar sério e com uma expressão brava.

- Eeu, -Ele olha para todo mundo um pouco corado. – Eu amo o Dipper!

- Bill...

Ford suspira e fala.

- Então não tem o que fazer. Desejo tudo de bom.

Antes que possamos começar a comer, algo começa a brilhar na cozinha e dela aparece um homem grande, de cabelos dourados com fogo ao seu redor.

- Pai? -Pergunta Bill assustado e suando frio. 

- E aí filho.

...


Notas Finais


;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...