História Novos Tempos - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time, Piratas do Caribe
Personagens Alice, Capitão Jack Sparrow, Capitão Killian "Gancho" Jones, Emma Swan, Henry Mills, Personagens Originais, William "Will" Turner
Visualizações 4
Palavras 1.508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como prometido; Nosso amado Henry Mills vai dar as caras neste capítulo e vocês terão as narrações de Killian, Emma e Érika.
Não fiquem furiosos comigo pelo Gideon ainda não ter aparecido! Prometo que o próximo capítulo será focado nele e na Emma.
Boa leitura!

Capítulo 5 - Plano Bem-Sucedido


Fanfic / Fanfiction Novos Tempos - Capítulo 5 - Plano Bem-Sucedido

Killian Jones


  Já fazia três dias em que eu estava na maldita missão atrás de Gideon e a minha saudade de Emma e minhas amadas só aumentava.

 Alice vivia me perguntando qual era o plano, talvez ela ainda não teve ter percebido que eu não sou mais o capitão da Jolly Roger. 

  - Pergunte ao Liam. - Eu digo já irritado para Alice antes de abrir meu cantil de rum e tomar um gole.

 - Você não deveria saber o plano? - Pergunta Alice arrancando o cantil da minha mão e me encarando furiosa. 

 - Puta merda. - Digo pegando o cantil da mão dela e me afastando um pouco dela.

 - Algum problema? - Perguntou Liam se aproximando de nós e sorrindo para mim.

 - Qual é o plano? - Pergunto olhando para Alice e dando um sorriso sem mostrar os dentes. 

  - Bem, vamos ao vilarejo onde Barba Negra reabastecia e perguntaremos se deve sobreviventes, caso eles falem que não, teremos que procurar por ai, pois ele estará foragido. - Diz Liam segurando seu cinto e desviando seu olhar entre mim e Alice. 

  - Satisfeita? - Pergunto olhando com um sorriso irônico para Alice. 

  - Obrigada Liam. - Diz ela se virando e sumindo escadas à baixo como de costume. 

  - Ela é bem nervosa. - Afirma Liam antes de soltar uma risadinha. 

 - Sério? Nem percebi. - Digo revirando os olhos enquanto virava o resto do líquido amarelado em minha boca. 

 - Vamos encontrar aquele feiticeiro narigudo. - Diz Liam colocando sua mão em meu ombro esquerdo. 

 - Eu prefiro feiticeiro azarado. - Digo levantando as sombracelhas e fixando meu olhar no de Liam. 

 - Acho que azarado combina mais com você. - Diz Liam depositando alguns tapinhas em meu ombro e se dirigindo para o leme.

 Apoio minha cabeça na parede e fecho meus olhos enquanto vejo em minha mente o sorriso das minhas amadas, espero que as três estejam bem.



Emma Swan

     

  Eu não conseguia deixar de pensar na minha doce Érika chorando no canto de uma cela mofada e repleta de teias de aranha.

  - Emma, o que você irá fazer? - Me perguntou Drizella enquanto carregava Kelly sonolenta em seu colo. 

 - Irei atrás de um amigo que poderá me ajudar. - Digo guardando minha espada na bainha presa em meu cinto.

  - Você está bem? -Pergunta Drizella segurando meu pulso e pressionando no mesmo lugar. 

  - Minha filha foi sequestrada por uma desgraçada e você me pergunta se estou bem? - Digo me soltando da mão dela e me dirigindo para a saída do quarto. 

 - Bem, se ela não fosse azarada igual ao Killian não seria filha dele. - Fala Drizella enquanto colocava Kelly na cama.

  - Só cuide dela até eu voltar. - Digo antes de voltar à caminhar.


[...]

   

Chego na frente do Interceptudor, o navio comandado por Henry.

 - Henry! - Grito quando subo à bordo do navio, fazendo meu corpo queimar de tantos olhares que pairavam sobre mim.

  - Emma! - Fala Henry surgindo do interior do navio e vindo até mim. - Qual é o problema? - Pergunta ele depois de me abraçar fortemente. 

 - Érika foi sequestrada. - Digo depois que havia lhe puxado para um canto excluído. - Você poderia cuidar de Kelly enquanto eu fosse atrás de Érika? - Pergunto secando algumas lágrimas que desciam pela saudade de Érika. 

 - Lamento. - Diz Henry me puxando para mais um abraço. - E Killian?  

 - Ele se ausentou por algumas semanas. - Digo respirando fundo e fixando meu olhar no de Henry. 

 - Bem, respondendo sua pergunta; Sim, eu cuido de Kelly. - Fala ele antes de eu lhe dar mais um abraço e molhar seu casaco com minhas lágrimas. 

 - Vai ficar tudo bem. - Ele diz enquanto acariciava meus cabelos.



Érika Swan


   Todas as crianças pareciam moscas ambulantes, pois caminhavam de um lado para o outro sem parar.

 - Ei! - Eu falava de vez enquanto para tentar me informar mais sobre esse lugar, mas nenhuma criança me responda e isso me deixava mais abalada ainda.

  - Psiu. - Eu escutei alguém falar. Essa pessoa estava se aproximando, pois seu chamado ficava cada vez mais alto.

 Olho para o meu lado esquerdo e vejo uma menina vindo em minha direção. Diferente das outras crianças, essa não tinha olhos brancos e não caminhava feita uma mosca.

 - Quem é você? - Pergunto me levantando com dificuldade e me aproximando da menina.

 - Sou a Bella. - Diz ela estendendo sua mão para mim e sorrindo. - Tenho 14 anos e você? 

  - 5 anos. - Digo segurando sua mão e retribuindo o sorriso.

 - Chegou à pouco tempo? - Perguntou Bella me puxando entre as crianças-moscas.

 - Faz algumas horas. - Respondo virando minha cabeça enquanto analisava algumas crianças. 

  - Bem, eu cheguei faz algumas horas à mais de você. - Confessa Bella me colocando ao lado dela na parede. - Eu tenho um plano, mas...

  - Por quê eles andam feita moscas tontas? - Pergunto interrompendo Bella. 

 - Estão hipnotizadas por um tipo de pó que tomam toda manhã, provavelmente faz nós obrigar à tomar amanhã.

 - Qual era seu plano? - Pergunto olhando para os olhos verdes de Bella e dando um sorriso sem mostrar os dentes. 

 - Bem, está vendo aquele tubo de ventilação lá em cima? Uma de nós, provavelmente você. - Diz ela me analisando de cima para baixo. - Pode passar por lá e encontrar uma saída daqui de dentro e....

  - E procurar ajuda para vocês todos. - Completo dando um sorriso para Bella. - Você armou esse plano em questão de horas? - Pergunto arqueando uma sombracelha. 

  - Estou à quase 12 horas aqui, então tive tempo suficiente para armar um plano. Só faltava a pessoa "sóbria" para me ajudar à realiza-lo.

  - Sóbria? - Pergunto fazendo uma careta de dúvida para Bella.

 - Não hipnotizada. - Diz Bella revirando os olhos e me puxando em direção ao tubo de ventilação. 

  Quando chegamos em baixo do tubo, Bella me lança um sorriso e se abaixa para eu poder pôr meus pés em seus ombros. 

  - Agrh. - Resmunga ela enquanto se levantava com dificuldade por causa do meu peso.

 - Pronto. - Digo quando agarro a grade do tubo e puxo com a maior força que existia dentro de mim. Me desequilíbrio, mas consigo me repor antes de cair junto à Bella.

 Taco a grade no chão ao lado de Bella e começo à entrar no tubo.

 - Boa sorte! - Escuto Bella gritar quando eu havia entrado por inteira no tubo. 

 - O que você está fazendo ai? - Escuto uma voz familiar falar, provavelmente era a mulher encapuzada. 

 - Nada Fiona. - Escuto Bella dizer antes de um silêncio se estabelecer na sala onde eu estava. 

 - Bella? - Grito virando minha cabeça na esperança de ver ela, porém vejo o rosto de mulher furiosa. 

  - Venha cá! - Gritou a mulher estendendo sua mão para dentro do tubo, afim de pegar no meu pé e me puxar. 

  - Não! - Grito voltando à engatinhar pelo tubo enquanto largava algumas lágrimas ao pensar nos horrores nas quais Bella podia passar. 



Emma Swan


 Eu agradeci Drizella por cuidar de Kelly enquanto eu estava fora e levei Kelly para conhecer Henry, afinal os dois nunca tinham se visto. 

 - Oi gatinha! - Fala Henry se agachando na frente de Kelly e lhe estendendo a mão. - Tudo bem?

 - Sim, sou a Kelly. - Fala minha amada enquanto ria pelas cócegas que Henry fazia em seus sovacos.

 - Sou Henry, eu e você vamos ficar algumas semanas juntos em meu navio, o que acha? - Diz Henry se levantando e cruzando os braços.

 - Pode ser, mas minha irmã vai ficar com ciúmes. - Fala Kelly enquanto fazia um biquinho de tristeza. 

 - Eu prometo que quando sua irmãzinha estiver em casa, nós três vamos para a Ilha do Caribe, que tal? - Pergunta Henry batendo palmas de felicidade. 

  - Amei! - Grita Kelly abraçando as pernas de Henry antes de sair correndo enquanto admirava o convés do navio.

 - Nas malas tem vestidos, pijamas e alguns brinquedos. - Digo entregando as malas da Henry que me olha surpreso.

  - Ok. Você vai ir sozinha? Posso deixar o Barbossa no cuidado dela e assim irei com você. - Fala Henry entregando as malas para um marujo que sumiu com elas para o interior do navio.

 - Eu só confio em você para cuidar de Kelly e eu sou bem grandinha, Henry. - Digo dando uma risadinha e acenando para Kelly como uma despedida, afinal chorei mares quando estava explicando no castelo para ela o que iriamos fazer.

  Quando sumo no cais, prendo minha mão à espada e começo à seguir à trilha da carroça que não havia sido apagada pela chuva. 

  - Eu vou te encontrar Érika, eu sempre irei te encontrar. - Sussuro para mim mesma enquanto corria pela floresta atrás da minha princesa perdida.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, pois eu to roubando Wi-Fi para postar este capítulo, pois não estou em casa ainda ;P.
Érika fugindo, Emma seguindo a trilha da carroça, será que as duas irão se encontrar?
Alice parece meu irmão me perguntando de já chegamos em tal lugar, sendo que nem eu sei onde fica tal lugar ;D.
Espero que tenham gostado!
Emy é fã de vocês ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...