História Now Or Never - Imagine Halsey - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Halsey
Personagens Halsey, Personagens Originais
Tags Halsey, Mais Yuri Por Favor
Visualizações 35
Palavras 1.646
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Musical (Songfic), Orange, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello :)
Já tem um tempo que eu queria escrever um imagine com a Halsey e resolvi então fazer como um Top 3, com as minhas três músicas preferidas dela. Estamos aqui, começando com "Now Or Never" que é uma música que me dá uma vibe muito boa.

Espero que gostem. Boa leitura ;)

Capítulo 1 - Você vai me amar agora ou nunca. - Capítulo único


— Você está tão linda, filha! — Minha mãe parou na minha frente, com os olhos cheios de lágrimas, e colocou a tiara em meu cabelo. — Está tudo tão maravilhoso. Será uma cerimônia perfeita.

Todos pareciam estar animados com o meu casamento, menos eu. Isso porque eu estava indo me casar com um idiota praticamente desconhecido, enquanto a mulher que eu amo está em algum lugar por aí.

Nesse momento, minha mãe e minha tia finalizavam os ajustes do vestido de casamento. Ele era bonito. Mas naquele momento, eu só queria rasga-lo em mil pedaços.

Eu também estava com lágrimas nos olhos. Mas por lembrar da noite passada, quando eu e S/N ficamos juntas pela última vez.

Ela estava tão linda, tão feliz. Tínhamos acabado de fazer amor no terraço da casa dela, onde era nosso lugar favorito. Eu estava tão aconchegante em seus braços, mas aí eu soltei a bomba.

~ flashback on ~

— Você vai o que?! Ashley, que história maluca é essa?

— Isso mesmo que você ouviu. Nós nunca mais iremos nos ver novamente. Amanhã eu me caso e… vou estar com o homem que eu amo. — Tentei parecer o mais ríspida possível.

— Vai estar com o homem que você ama? Mas e eu? E isso que acabou de acontecer aqui? O que isso é pra você, Ashley??

— Só não me procura mais, S/N. É isso. Acabou.

~ flashback off ~

E eu saí de lá correndo, deixando pra trás a mulher mais perfeita que eu já conheci na vida.

Depois de meses junto dela, eu precisei simplesmente abandona-la porque o meu pai é um maluco, fascinado pelo dinheiro. Ele recebeu uma proposta irrecusável de expandir sua empresa, ato que geraria um lucro bilionário. Mas para isso, eu precisaria me casar com o filho do sócio dele. Eu nem sequer tive tempo de impor que eu amo outra pessoa. Ele só me vendeu pra um desconhecido como se eu fosse um bicho.

— Está pensando nela, não é? — Minha tia Kelly sabia sobre S/N. Tantas foram as vezes em que ela me ajudou a encontrar-me escondido com ela durante algum jantar em família ridículo. Mas ela sabia o que sentia, pois também fora apaixonada por uma grande mulher em sua juventude. Elas também não puderam ficar juntas, pois meu avô ao descobrir o romance das duas, levou minha tia para outra cidade.

— Estou. Eu acabei com a vida da mulher que eu amo, tia Kelly. — Me joguei em braços e comecei a chorar.

— Você sabe que ainda não acabou. — A mais velha falou e eu a encarei, confusa.

— Como assim?

A mulher segurou meu rosto delicadamente com as duas mãos e usou seus polegares para limpar minhas lágrimas.

— Ashley, querida, não deixe que seu pai faça com você o mesmo que seu avô fez comigo. Você ainda pode salvar seu amor por S/N.

— Mas como? A cerimônia de casamento será daqui a pouco e eu nem sei se S/N ainda vai querer me ver se eu aparecer agora.

— Ela vai, sim. Eu sei. Você terá a oportunidade de contar tudo a ela e de dizer que a ama com todo o seu coração. Faça isso, Ashley. Por vocês duas.

— O que devo fazer? Minha única opção é fugir.

— Então fuja. Eu lhe dou tempo.

Sorri abertamente e a abracei com força.

— Obrigada, tia! Por tudo.

— Por nada, meu amor. Agora vá rápido antes que venham chamar você. E deixe seu celular ligado, certo?

— Certo! — Confirmei e beijei suas mãos.

— Pegue isso. As chaves do meu carro. — Ela tira as chaves do bolso e coloca sobre minhas mãos. — Prometa que fará S/N muito feliz, Ashley.

— Eu prometo, tia. Te dou notícias assim que eu puder. Agora preciso ir. Eu te amo.

— Também te amo, minha menina.

Nós nos abraçamos e ela me ajudou a sair pelos fundos. Entrei no carro dela com aquele maldito vestido de noiva e sai cantando pneus. Espero que possa encontrar S/N.

Dirigi até a casa da mesma, rezando o tempo inteiro para que ela ainda estivesse lá.

Chegando na casa dela, encontrei ela colocando algumas malas no porta-malas do seu carro. Ela estava indo embora.

— S/N!! — Gritei por ela, descendo do carro as pressas.

— Ashley?? O que está fazendo aqui? — Perguntou ela.

Não a respondi. Corri até a mesma e lhe beijei assim que pude. Como era bom sentir seus lábios novamente.

— Me desculpa, meu amor! O que eu disse ontem… E-Eu... É uma longa história! Meu pai, ele estava me obrigando a casar com o filho do sócio dele e eu não soube o que fazer.

— Oh meu Deus! — Ela me abraçou forte e eu comecei a chorar em seu ombro. — Você está bem?

— Estou. Mas eu fiquei com tanto medo de que você não quisesse mais me ver.

— Eu jamais conseguiria fazer isso. — S/N sorriu e me beijou novamente.

— Estava indo embora? — Pergunto, olhando para as malas ao lado do carro.

— Estava. Eu não suportaria continuar aqui. Tudo me lembra você.

— Eu te amo tanto. Nunca mais irei te deixar. E se você ainda quiser ir embora, eu vou com você. Pra qualquer lugar. — Entrelacei nossos dedos e ela riu. S/N me olhou de cima a baixo, rindo por me ver vestida daquele jeito.

— Fugiu do seu casamento para vir atrás de mim? — Ela falou de uma forma engraçada, me arrancando um riso envergonhado.

— Sim. Minha tia Kelly me ajudou.

— Sua tia, sempre soube que ela era maravilhosa.

— Ela é mesmo. — Sorri.

— Está linda vestida assim, sabia? — Novamente eu fiquei envergonhada.

— Me sinto uma idiota.

— Não se sinta. Você está tão perfeita que até me deu vontade de te pedir em casamento. Você aceitaria?

Abri um sorriso do tamanho do mundo, dando pulinhos de alegria.

— Você ainda tem dúvidas disso?

— Então, quer casar comigo Ashley?

— Sim! É tudo o que eu mais quero! — Pulei em seu pescoço e beijei seus lábios.

S/N me pegou no colo, no estilo noiva, e me levou para dentro de casa. Subiu comigo até o terraço e me colocou no chão, abraçando-me por trás. Nunca fiquei tão feliz por estar ali.

Ela desceu o zíper do vestido e eu terminei de me livrar dele, voltando a beija-la. Tirei o vestido dela também e fiz ela se deitar no enorme tapete felpudo que cobria boa parte do chão. Fiquei por cima dela, sentada em sua pelvis.

S/N pôs as mãos nas minhas costas, arranhando levemente, me arrancando arfares pesados. Meus seios estavam bem próximos ao seu rosto e ela não demorou em abocanhar um deles. Gemi, colocando a mão em seu cabelo, a incentivando a continuar.

Após chupar meus seios como quis, S/N inverteu as posições e me colocou deitada sobre o tapete. Seus lábios foram novamente de encontro ao meu corpo, beijando minha barriga até chegar em minha pélvis. Minha calcinha foi retirada e minha intimidade foi chupada com vontade por ela.

— Owwnn… S/N… Que delícia, meu a-amor!

Me apoiei em um dos cotovelos para poder ver perfeitamente o trabalho dela em meu íntimo. Joguei seus cabelos para trás, impulsionando meu quadril para cima, em busca de mais contato.

Ela sugou meu clitóris boca a dentro e me deu um tapa na coxa, me fazendo gemer mais ainda.

— A-Amor, eu quero gozar. P-Por favor. — Implorei de forma manhosa.

— Vem pra mim, amorzinho.

Ela introduziu um dedo na minha entrada e começou a chupar meu clitóris enquanto fazia isso. Foi difícil aguentar mais com tantos estímulos, que eu acabei me desfazendo na boca dela. Me joguei, totalmente sem energias, sobre o tapete e joguei meus cabelos para trás, buscando ar. S/N veio por cima de mim e selou nossos lábios, misturando meu gosto ao nosso ósculo.

— Você me deixa tão excitada, garota! — Ela disse, mordendo os lábios.

— Aposto que você já está bem molhadinha aí em baixo pra mim. — Toquei sua intimidade ainda coberta. Já podia sentir ela molhada como pensei.

— Sentiu? — Me olhou com uma cara de safada.

— Senti. Que delícia.

— Então me chupa.

S/N se livrou da sua calcinha e seu sutiã, e logo se deitou. Abri suas pernas e comecei a beijar suas coxas, enquanto apertava seus seios. Chupei seus seios, usando meu polegar para massagear seu clitóris. O corpo dela todo tremeu, sinal que ela precisava gozar logo.

Fiquei de quatro e comecei a chupar ela do mesmo jeito que ela fez comigo. Lhe penetrei com dois dedos e continuei a usar minha língua também. Era ótimo poder sentir o gosto dela e ver ela enlouquecer enquanto eu lhe dava prazer.

— Me faz gozar, Ashley! — S/N pediu.

Coloquei mais um dedo em seu interior , sentindo suas paredes internas apertando-os. Minha língua ia de um lado para o outro e foi suficiente para ela gozar pra mim.

Admirei seu corpo escultural todo suado e ainda sentindo os efeitos do orgasmo. S/N definitivamente era perfeita.

— Como eu ia conseguir ficar sem esse sexo maravilhoso? — Ela falou, ofegante. Sorri e deitei ao seu lado, abraçando seu corpo.

— Como eu ia conseguir ficar sem você. Te amo.

— Eu também te amo. — Respondeu, colocando sua mão por cima da minha. — Você vai mesmo se casar comigo?

— É claro. Mas não aqui. Quero ir pra longe, para que a gente consiga viver em paz. Só nós duas.

— Eu vou pra qualquer lugar pra poder ficar com você. — S/N se deitou de barriga para baixo, enquanto me olhava.

— Então vamos ter que fugir. É agora ou nunca.

— Então, que seja agora.


Notas Finais


O que acharam, hm?
Posto a próxima fanfic em breve. Beijos, Mommy 💕🏳️‍🌈

Link da música pra quem quiser ouvir: https://youtu.be/Q9jNSwmEQ3s


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...